Paraná lidera crescimento da indústria em março | Fábio Campana

Paraná lidera crescimento da indústria em março

Produção do estado teve alta de 18,6% na comparação com fevereiro. Dos 14 locais pesquisados, 12 tiveram expansão na produção

G1/Globo.com

A produção industrial cresceu em 12 dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de fevereiro para março. A maior expansão foi registrada no Paraná, de 18,6%. No conjunto das regiões, a alta foi de 2,8%.

Também cresceram acima da média nacional, segundo o IBGE, as indústrias do Amazonas (10,1%), Pernambuco (4,4%), Rio Grande do Sul (4,1%) e Santa Catarina (3,7%). As demais altas foram verificadas em Minas Gerais (2,8%), Espírito Santo (2,2%), Rio de Janeiro e região Nordeste (ambos com 1,8%), Bahia (0,9%), Pará (0,7%) e São Paulo (0,6%).

Saiba mais

Produção industrial cresce mais que o esperado em março Indústria brasileira aproxima-se de patamar pré-crise Índice da construção civil sobe 0,37% em abril Remédios e IPI para carros elevam inflação oficial em abril, aponta IBGE Na contramão, a indústria teve retração apenas no Ceará (-0,3%) e em Goiás (-6,8%).

Já na comparação com o mês de março de 2009, houve alta na produção em todos os 14 locais, refletindo “aceleração no ritmo da produção e também a base de comparação retraída, decorrente dos efeitos da crise econômica internacional”, aponta o Instituto em nota.

As variações oscilaram entre os 45,0% do Espírito Santo e os 7,0% do Pará. Acima da média nacional (19,7%), além do Espírito Santo, destacaram-se  Amazonas (39,9%), Pernambuco (25,3%), Paraná e Goiás (ambos com 23,7%) e Minas Gerais (22,4%). Os demais resultados positivos foram: São Paulo (18,4%), Santa Catarina (17,9%), Rio Grande do Sul (16,4%) região Nordeste (14,6%), Ceará (14,4%), Rio de Janeiro (11,4%), Bahia (9,5%) e Pará (7,0%).


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 16:18 hs

    Queira ou nâo queiram alguns, tem um dedim de Jaime Lerner nestes núneros.

  2. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 16:33 hs

    MAROLINHA TINHA RAZÃO!!!
    Só os economistas não percebera.
    Sei.
    Também uma parte da IMPRENSA com todos os seus especialistas…
    Pois é.

  3. cejota
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 16:35 hs

    Graças ao Jaime Lerner..o grande pensador do Paraná

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*