Panorama político do Paraná fica instável | Fábio Campana

Panorama político do Paraná fica instável

Nas últimas horas o panorama político na disputa pelo governo do estado ficou muito nebuloso. As candidaturas de Orlando Pessuti, pelo PMDB, e de Osmar Dias, pelo PDT, enfrentaram solavancos. A candidatura própria do PT teve uma baixa. Lygia Pupatto desisitiu. O ex-governador Roberto Requião abriu fogo contra seu sucessor, Orlando Pessuti, em entrevista a imprensa.

Requião se disse traído. “Tão logo mandei a carta de renúncia para a Assembléia Legislativa ele sumiu. Não falou nem antes nem depois, agora sou eu quem não quero mais falar. A impressão que se tem é que o Pessuti está montando um comitê eleitoral. Não sei aonde esse cara quer ir”, denunciou.

Quando fala longe dos microfones Requião é mais ameaçador. Sinaliza uma articulação para deixar Pessuti sem legenda para disputar o governo do estado. Afirma que tem o poder de inviabilizar essa candidatura porque detém o controle sobre o diretório do PMDB. Além disso, o partido não deseja marchar com a candidatura de Pessuti que poderia provocar uma quebra de dois terços da bancada estadual e federal do partido.

O senador Osmar Dias enfrenta uma crise de outra natureza. Ele se insurge contra o que denominou de “rede de intrigas” que estaria plantando notícias sobre sua suposta desistência de disputar o governo do estado e sua opção pela reeleição. Osmar desmentiu enfaticamente essa possibilidade, mas não quis expor quais seriam seus novos aliados, já que o PT, “que fez de tudo para não ter uma aliança comigo é um capítulo encerrado”.

O PT, que parece ter queimado todas as pontes com Osmar, passou a apostar numa hipótese hoje considerada muito remota: que Dilma Rousseff venha a ter três palanques no Paraná. O palanque do candidato próprio do PT, o de Orlando Pessuti e o de Osmar Dias, que deveria apoiar Dilma seguindo a aliança nacional que o partido firmou com Dilma.

Nenhum desses palanques é seguro. Lygia Pupatto, uma das opções do PT para a candidatura própria abriu mão oficialmente da ser candidata. Orlando Pessuti pode ter de enfrentar uma queda de braço dentro do PMDB para garantir sua candidatura e o PDT assegura em seu portal que a hipótese de um apoio de cabresto a Dilma não passa pela cabeça do partido. “Se o PT não apoiar Osmar, Dilma nem pensar!‏”, proclama o portal pedetista.


19 comentários

  1. justino bonifacio martins
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 17:34 hs

    O problema do Requião é o seu projeto político pessoal; Requião não joga em equipe daí sua insatisfação em relaçãoao Pessutão. ele está vendo o crescimento da candidatura Pessutie por outro lado, como bom analista, está percebendo que a saida de Osmar da disputa do Governo torna-se um perigo para o seu projeto. Assim sendo Requião tenta cooptar a militância da convenção partidária a não indicar Pessuti como candidato ai ele pode fazer alianças com quem bem entender. É um comportamento perigoso que poderá tirá-lo do páreo! Cuidado Requião!
    JBM

  2. SYLVIO SEBASTIANI
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 17:36 hs

    O Senador Osmar Dias de fato se insurge contra a “rede de intrigas”, com toda a razão, pois pretendem com isso mudar o quadro eleitoral. Ele é de Fato candidato ao Governo do Estado, e os pretensos adversários querem derruba-lo antes até das Convenções. Mas com certeza será ele o candidato que vai conseguir o maior número de Partidos e principalmente de Lideranças do Paraná. Essé é o medo de alguns.

  3. azang
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 17:40 hs

    O partido não pode manchar com a candidatura do Pessuti mas pôde ter sido aniquilado quando esse idiota do Requião lançou o Moreira para Prefeito, deixando o caminho livre para o Beto se insurgir forte como nunca, é claro que o Requião é o responsável pelo momento político do Beto, se estava tudo armado desde então, não sabemos, caso afirmativo o cabeça de cotonete pode sair falando a torto e direito que “nóis se finge de leitão pra mamar deitado”…

  4. CLOVIS PENA - Ganha um prêmio!
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 17:46 hs

    Última chance !!!!

    Receberá uma homenagem em comentário neste blog, quem acertar, en palpite registrado até amanhã, as chapas completas dos partidos que disputarão as eleições, para governo e senado.
    A homenagem, com louvores, será deferida após as convenções.

  5. Samuel Sobral
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 17:54 hs

    Senhores, o Pessutão está surfando na onda de poder que lhe confere o cargo. Não cabe aqui discutir a legitimidade dele para fazer algo que lhe é atribuído por lei,e tc e tal, como trocar pessoas, cargos e por aí vai.
    As questiúnculas do consumidor de carço de mamona tem razão ? Certamente não tem razão, até porque acordos dessa natureza não se resume no fio do bigode, coisa que o sucedido sabe muito bem do que se trata e nunca tratou muito bem.
    Portanto, é legítimo ao Pessutão montar tantos quantos palanques com o sem pessoas forem necessários para disputar as eleições nos mesmos moldes que o sucedido fez… E olha que mesmo utilizando a Máquina Estatal ganhou, se ganhou, o pleito eleitoral não com as calças somente nas mãos, as cuecas também.
    Fato é que ele atira prá todo lado, claro, visando ficar na mídia. E olha que tem jornalista que ainda acha que ele manda. Pode ?

  6. reinaldo
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 18:53 hs

    Senador, a rede de intrigas´ contra o senhor é armada pelo pt. quem a comanda é o andré vargas, o boquirroto, e enio verri, o vacilão.

  7. sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 19:29 hs

    O jogo tá pronto…

    Psdb -Dem-Ptb-Psb – Beto Richa(serra)
    Pdt-psc-pps-pp- Osmar Dias(serra)
    Pmdb-pt-e outros pequenos. Pessutão(Dilma)

    O Pessutão dando o palanque para Dilma terá dois governos; federal e estadual e mais 150 prefeitos e 800 vereadores, mais de vinte deputados estaduais e mais de dez deputados federais..muito dinheiro para campanha..
    O Beto entra com a força do Serra e muito dinheiro , só que com pouco apoio de politicos , seus companheiros estão na bronca da assembléia…poucos prefeitos…e terá que carregar a marca Jaime Lerner homem que ele ajudou vender o banestado…

    Osmar Dias terá a força dos prefeitos
    das grandes cidades, pouco dinheiro, e deve ter a força eleitoral do seu irmão para ajudar na corrida eleitoral, ponto fraco e ter que ser o segundo do Serra…

    com este quadro não dá para apostar em quem estará no segundo turno…

  8. Instavel?
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:16 hs

    Fabio, realmente o cenário esta instável… mas é muito estranho voce nem sequer citar que O BETO TAMBÉM ESTÁ AMEAÇADO.. E MUITO, por sinal… Afinal, dos tres, ele é o unico que enfrenta um processo de cassação na justiça, fato que, se não tirar-lhe os direito políticos, certamente tira muito voto….

    Outra coisa… se por um lado o Requião atrapalha o Pessuti, por outro ele ajuda, afinal, são muitas as pessoas que, assim como você, tem um sentimento de ódio pelo “duce”… Logo, os ataques do Requião abrem um novo “mercado” para o Pessuti, que pode atrair votos que ele nunca teria por ser parceiro do Requião…

  9. Eliane Andrade
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:17 hs

    Olha Pedroken sua anlise pode estar certa ou proxima de estar, porem se for este o quadro vai Beto e Osmar para o segundo turno, pois Pessuti tera um PMDB dividido o PT no parana tá em lascas e a militancia em todo estado não concorda com os rumos que o partido vem tomando.

    Dai no 2º Turno Pessuti e PT vem com o Osmar e Osmar Dias leva tranquilo as eleições.

  10. sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:17 hs

    Enquanto isso acontece , Beto Richa caminha a passos largos
    à cadeira de Governador do Paraná.

  11. antonio carlos
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:19 hs

    Até hoje só temos dois candidatos a governador, o governador e o ex-prefeito, o resto é papo-furado. O senador está de bravata, como também está o aposentado, que não admite ficar fora do poder. E por quê renunciou então? Por mais poder. Como não tem a caneta na mão, reclama de quem tem. Se acalme gente, a coisa já está decidida, o senador se candidata ao Senado, e fica bonzinho. E a luta de foice fica par os demais. Aí eu quero ver o circo pegar fogo. ACarlos

  12. Andrei LARANJEIRAS DO SUL
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:20 hs

    O PESSUTI não consegue viabilizar sua candidatura, os prefeitos do PMDB ainda estão quietos porque tem muita coisa para licitar do estado, e algumas coisas que muitos deles estão pleiteando com Pessuti mas depois de 12 julho que o estado não pode fazer mais nada, nai sim irão ver o tamanho da debandada de Prefeitos do PMDB do interior que irão abraçar a candidatura de OSMAR DIAS do PDT.

    Os militantes do PMDB no estado não vão com a turma lernista de Beto Richa, e não botam fé no PT no estado.

    Dai vai Osmar Dias.

  13. Shadow
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:25 hs

    O processo eleitoral eh dinamico, muda muito rapido…

    O que está instavel hoje, amanha pode estar bem definido…

    Os tres vão ser candidatos… isso eh fato…

    O Pt não vai mais com o Osmar, que jah convidou o Rubens Bueno pra ser vice… e ele vai aceitar.. O PT vai com o Pessuti e o Beto sozinho

    Logo, os palanques serão:

    Osmar e Rubens Bueno,

    Pessuti e vice do PT,

    Beto e Arns

    E o PTB e o PP? Vão com quem pagar mais heheheh…

  14. RIBA Campo Mourão
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:27 hs

    O PMDB do Parana tá em crise com o PT, diante da confusão armada por Requião contra o Ministro Paulo Bernardo, e alguem acha que o Requião vai perder sua queda de braço e assistir o seu velho MDB de querra como ele fala de mão dadas com o PT fazendo campanha para a GLEISI ao Senado, isto não existe.

    É mais facil o PMDB ir de Beto, mais dai no palanque do Serra? isto o Partido não abre mão pois provavelmente o vice de Dilma venha do PMDB é o principal partido da base de apoio do GOverno Federal etc.

    Então esta possibilidade tambem me parece remota.

    Então teremos PDT e PMDB e se quiser que venha o PT.

    Dai e vitoria é tranquila de Osmar Dias.

    Até porque Beto Richa já cresceu tudo que tinha para crescer, e estagnou, e em curitiba perdeu dois pontos na ultima pesquisa.

    Porem Osmar Dias colocou o Pé na estrada agora só tende a crescer.

  15. CLOVIS PENA -
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 20:59 hs

    Ninguém arriscou até agora.
    Tudo embolado nas possibilidades das candidaturas majoritárias.
    Um quer mas não sabe se vai poder outro pode mas não sabe se deve querer, outro quer e pode mas não sabe se vão deixar !!!!!
    Viva a democracia !

  16. olho vivo
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 22:10 hs

    DESESPERO DO REQUIÃO…
    FALTA DE IDENTIDADE DO OSMAR…
    REJEIÇÃO INCRIVEL DO PT DE GLEISE

    ….
    JUVENTUDE E BOM SENSO DO BETO…

  17. Pedro
    sábado, 8 de maio de 2010 – 0:21 hs

    Governador: Beto Richa
    Vice: Ricardo Barros
    Senador 1: Osmar Dias
    Senador 2: Requião

    e o pt fica apé….

    mais… vou adorar ver o pt fazendo no Paraná, meu Estado e meu lar, minha terra amada, uma insignificancia de votos… aliás, digno do partido, pois pra mim, ao menos, é insignificante!

    Beto Richa Governador 45!

  18. laerte rodrigues dos santos
    domingo, 9 de maio de 2010 – 13:12 hs

    boa tarde sou de jandaia do sul-pr meu nome laerte gotaria de saber se o senador vai entregar o governo para o beto.so me faltava esta.

  19. Alessandro T
    domingo, 9 de maio de 2010 – 13:46 hs

    Esses rumores sobre a articulação pelo Requião pra derrubar o Pessuti, se verdadeiros, não devem dar em nada, considerando que a “marialouca” agora limita-se a comandar seus cavalos. O PMDB do Paraná não cumpre mais o que esse sujeito determina.
    Sobretudo porque ele tende a trair “amigos” pra se beneficiar e a parentes.
    Exemplo disso é ter dispensado Ricardo Gomyde em prol dos interesses do sobrinho João Arruda e ter tentado passar a perna em Pugliesi, pra tomar na mão grande a presidência estadual do partido.
    Requião deveria estar no PT, onde estão acostumados a traição.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*