Osmar afirma que o êxito se conquista com parceria e compromisso | Fábio Campana

Osmar afirma que o êxito se conquista com parceria e compromisso

O candidato ao governo do Paraná pelo PDT, Osmar Dias, afirmou nesta sexta-feira, 7, na abertura da 38ª. Expoingá, em Maringá, que o sucesso de qualquer empreendimento depende da transformação em ação dos princípios da parceria, empreita, compromisso e comprometimento.

“É isso que faz da Expoingá referência e foi a partir da prática desses princípios que na última semana o Paraná conquistou a maior vitória da sua história no Congresso Nacional, quando acabamos com a multa que o Estado pagava à União por conta da venda do Banestado. Isso não teria acontecido se não fosse dessa forma. Peguei a questão da multa como impreita, mas não teria alcançado sucesso se não tivesse o apoio de Alvaro Dias, como senador, e Orlando Pessuti, como governador”, completou Osmar.

O líder pedetista lembrou que a aprovação do projeto de resolução de sua autoria aliviou os cofres do Paraná em cerca de R$ 3 bilhões. “Eliminamos uma multa de R$ 6 milhões por mês que deveria ser chegaria a um gasto de R$ 1, 440 bilhões porque teria que ser paga até o ano de 2029. Além disso, reduzimos a dívida do Estado com a União em R$ 1 bilhão de reais, diminuindo de R$ 9 bilhões para R$ 8 bilhões e conseguimos que o Paraná tenha abatido dos seus débitos R$ 460 mil que foram pagos em multa. São quase R$ 3 bilhões em débitos, um grande peso que tiramos das costas dos paranaenses”, explicou. Para Osmar, outra grande conquista foi o fato de o Estado sair da situação de inadimplência com o governo federal. “Retiramos o Paraná do ‘Seproc’, da lista dos maus pagadores. O Paraná agora tem a ficha limpa e pode contratar empréstimos para construir creches, escolas, fazer obras, investir no seu desenvolvimento. É uma grande conquista que será sentida pelos paranaenses pelos próximos 20 anos”, observou.
Segundo Osmar Dias, a dívida do governo paranaense para com o Banco Itaú, comprador do Banestado, é um grande desafio a ser vencido. “É uma dívida que tem como garantia as ações da Copel, patrimônio de todos os paranaenses. Pessuti, agora você terá que negociar esta dívida com o Itaú, que é muito grande e penaliza demais os paranaenses”, salientou Osmar.
O pré-candidato pedetista ao Palácio Iguaçu disse que a parceria pelo Paraná é sua prioridade. “Quero mais uma vez me colocar à sua disposição, para numa parceria, negociar esta dívida que temos com o Itaú. Porque assim é que se faz política. Não sei se seremos adversários daqui a pouco ou se estaremos juntos. O que quero é que estejamos juntos, mas se formos adversários seremos adversários para disputar a eleição e não para prejudicar o nosso Estado. Temos que nos unir porque esta é uma causa que interessa a todo o Paraná. E vamos nos unir. Pode contar mais uma vez com o meu empenho, porque já perdemos o banco e corremos o risco de perder o controle acionário da Copel. A Copel é a empresa mais importante do Paraná. É a ‘jóia da coroa’ e sabemos da importância de mantermos o controle acionário desta empresa que é de todos os paranaenses”,”, finalizou.


5 comentários

  1. Marcos Pop
    sexta-feira, 7 de maio de 2010 – 21:24 hs

    O Osmar adotou o discurso do Requião da eleição passada e que destroçou Osmar, mesmo com um frentão lhe apoiando, inclusive com os tucanos. A defesa da Copel vai ser o mote de campanha, deixando claro que tem acerto com Requião se conseguir acabar com a candidatura Pessuti.
    Mas Pessuti pelo que se comenta se fortalece a cada dia e com o apoio do PT vai para o 2º turno com Beto. Osmar vai sobrar e vai morar na sua fazenda gigante no Tocantins a partir de janeiro. Só se o Barbosa arranjar um emprego pra ele na prefeitura de Londrina ele fica.Esse já era! O PT desmascarou o homem. É ditador, arrogante e tem várias caras. As vzs leão outras vzs tchutchuca. É político profissional que tem que ser expurgado pelo povo de uma vez. Na outra vai ser o irmão Alvaro que vai ser catapultado do cenário político do Paraná. Chega desses aproveitadores Dias!

  2. CLOVIS PENA -
    sábado, 8 de maio de 2010 – 7:43 hs

    Tudo embolado nas possibilidades das candidaturas majoritárias.
    ————
    Um quer mas não sabe se vai poder, outro pode mas não sabe se deve querer e outro quer e pode mas não sabe se vão deixar !!!!!
    ————
    Para Pessuti, significa uma almejada promoção, para a qual investiu e preparou-se longos anos. Para Osmar, a candidatura é um direito adquirido, consagrado pelas urnas e para Beto, o resultado de uma postura nova, desafiadora e obstinada.
    ————
    Que sejam os três. Que vença o melhor para o Paraná.
    Viva a democracia !

  3. Prof Luiz Gonzaga
    sábado, 8 de maio de 2010 – 10:56 hs

    Sugestão: Pessuti + Glessi e Osmar e Requião para o senado e tá feito. na próxima Glessi para governadora .

  4. Região Central 2
    sábado, 8 de maio de 2010 – 14:28 hs

    Quem conhece de agricultura é Pessuti e Osmar Dias… O nosso Estado é um estado agricola e campeão em produção!!!
    Só quem Ama o Paraná de verdade luta em prol do melhor pro povo, como por exemplo essa empreitada em sanar as dividas do Paraná emcabeçada por esses dois e com a ajuda do senador Alvaro Dias, que concerteza ira liberar o seu povo para trabalhar em prol dessa aliança já que o Beto Richa o traiu!

  5. emerson palhares
    sábado, 8 de maio de 2010 – 21:06 hs

    imagine só o pessutti e o osmar juntos ! não teria pra ninguem !
    gostaria de alertar aqueles que dizem assim !” não vou jogar meu voto fora “‘ vou votar em quem vai ganhar “‘, tem candidato que fala que esta na frente a campanha inteira, baseado por pesquisas suspeitas, quem está na frente realmente é o povo do parana que esta cada dia com os olhos abertos para tudo o que esta acontecendo ! abre o olho meu querido parana, voltar atras nunca mais , por que estamos sendo governado por gente capaz !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*