Oposição quer informações sobre contratos de construtora com o Governo | Fábio Campana

Oposição quer informações sobre contratos de construtora com o Governo

Os deputados aprovaram nesta quarta-feira (05) um requerimento da bancada da Oposição que pede informações sobre os contratos efetuados entre o governo do Estado e a empresa Sial Construções Civis Ltda.

O líder da bancada, deputado Élio Rusch (DEM), disse que foi informado sobre pedidos de aditivos para algumas obras realizadas pela construtora e acha importante verificar se tais alterações estão sendo feitas dentro do que determina a legislação.

A Sial foi uma das empresas doadoras de campanha do então candidato Roberto Requião nas eleições de 2006 – contribuiu com R$ 205 mil. Nos últimos seis anos, informa Rusch, a construtora teria recebido do Governo mais de R$ 65 milhões, de acordo com o site Gestão do Dinheiro Público.

Através do requerimento, os deputados querem saber quantos e quais contratos foram firmados entre as partes a partir de 2004, se foram realizados aditivos e as razões que levaram a essa alteração no contrato.

Os parlamentares questionam também se todos os contratos foram realizados através de processo licitatório ou se algum foi firmado em caráter emergencial, o que dispensaria a licitação.


8 comentários

  1. Shirley
    quarta-feira, 5 de maio de 2010 – 19:18 hs

    Não seria porque os Deputados querem desviar atenção do povo sobre os roubos da Assembleia ?

  2. Borduna
    quarta-feira, 5 de maio de 2010 – 19:18 hs

    È bom ver mesmo. Vai fundo deputado.

  3. bico doce
    quarta-feira, 5 de maio de 2010 – 19:48 hs

    Ei Requi, dispensa de licitação é incompetencia ou safadeza. Ou as duas coisa. Qual você escolhe?

  4. CWB
    quarta-feira, 5 de maio de 2010 – 20:31 hs

    o MP tem visitado as exposições do MON???????…………
    quem sabe fosse interessante………..

  5. Zangado
    quarta-feira, 5 de maio de 2010 – 20:56 hs

    Vai fundo, deputado Rusch, não fica só no discurso, se não responderem ao requerimento no prazo regulamentar, atravessa a Praça da Salete e protocola representação ao Ministério Público. Faz a coisa acontecer, deputado ! Acontecer, deputado ! Acontecer !

  6. Ricardo
    quarta-feira, 5 de maio de 2010 – 21:22 hs

    Requião????????
    Quem ser este?????

  7. Austragésilo
    quarta-feira, 5 de maio de 2010 – 21:52 hs

    Sem dúvida, que os deputados tem o dever de vistoriar essas contratações. É para isso que são pagos.

    Porém, cabe uma pergunta: por quê só agora? Por quê não quando o então governador ainda estava no trono palaciano?

  8. Marcos Calonga
    quinta-feira, 6 de maio de 2010 – 8:49 hs

    Imagino então quanto está custando o pedágio para o estado, tudo com a aprovação desse Rusch, capacho do Lerner.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*