Nas eleições anteriores, Hauly apoiou o PP | Fábio Campana

Nas eleições anteriores, Hauly apoiou o PP

É bom não esquecer. Em 2002, o PP apoiou Alvaro Dias para o governo e Tony Garcia era seu candidato ao Senado. Luiz Carlos Hauly apoiou a chapa com entusiasmo.

Em 2006, Hauly foi o principal protagonista da operação que dinbamitou a aliança de Requião com os tucanos de bico vermelho, impedindo a candidatura de Hermas Brandão a vice. Preferiu apoiar Osmar Dias e seu vice, Derly Donin, do PP.

Portanto, não há nenhuma causa ideológica na posição atrual de Hauly contra a aliança dos tucanos com o PP. Só pode ser questão de ordem pessoal.


12 comentários

  1. Cuidado com o que fala
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 10:05 hs

    Fabio,
    devagar com o andor… o santo e a casa é de barro.
    Em 2002 o candidato a governador do PSDB era Beto Richa e fez quase 1 milhão de votos.
    Já o candidato ao Senado do PSDB era Nitis Jacon e receberam de Hauly tanto o apoio como o entusiasmo.
    É só ver a votação da Nitis em Londrina e região.
    Agora não venha inventando coisas que não sabe ou que quer dar a entender que sabe.
    O Hauly manifestou-se na reunião com a seguinte informação – tudo bem o PP apoiar o candidato majoritário a governador e integrar a coligação na proporcional para ESTADUAL e não para FEDERAL.
    E não ter a preferência de um candidato a Senador que não seja o do PSDB em primeiro lugar, ao lado de Osmar Dias na outra vaga.
    Portanto – em 2002 o PSDB não coligou para FEDERAL.
    Em 2006 o PSDB não coligou na proporcional para FEDERAL.
    E em 2002 e 2006 o PSDB teve candidato a Senador.
    Em 2006 o deputado estadual Valdir Rossoni também liderou o desembarque da chapa de Requião e Hermas Brandão, ou você esqueceu?

  2. O QUE DESEJAM
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 10:10 hs

    Querem tanto o Ricardo Barros como candidato a Senador não dá para esquecer:
    – na chapa proposta de candidatos a deputado federal está José Janene (aquele que se aposentou por invalidez depois do escândalo do Mensalão) ao lado da mulher dele (Baros) – Maria Aparecida Borghetti.
    – dois candidatos a senador de Maringá – Ricardo e Osmar Dias na mesma chapa?
    – será que há tanto voto assim em Maringá?
    – e quais foram as secretarias de Estado prometidas para os personagens do PP?
    Quer apostar que desejam o Porto de Paranaguá,a COPEL e a Sanepar?
    Por que será?

  3. Só para informar
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 10:13 hs

    Fábio Campana, grande personagem da política e do jornalismo:
    – será que esqueceu que José Janene é ficha suja diante das argumentações do ministro Joaquim Barbosa do STF que classificou aquilo tudo do Mensalão de organização criminosa?
    – será que esqueceu que Ricardo Barros é processado em todos os tribunais – e no STF está com Dias Toffoli um processo que lhe manda para as calendas?
    – será que deixou de mencionar que Ricardo Barros está APOSENTADO pelo Instituto de Previdência do Congresso (IPC) e pagou tudo em dinheiro vivo – 100 mil reais – depois da escândalo de Luiz Paulichi em Maringá?

  4. Romlaw Initnert
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 10:15 hs

    Eu acho que não tem problema coligar com o PP. Ninguém vota em partido mesmo!

  5. injuriado
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 10:24 hs

    Caro blogueiro, o que o Hauly quer, é o que todo politico sensato quer, Gustavo Fruet como candidato ao Senado, tendo RB na vaga d’ele, além de ser uma sacanagem, vai dar margem para apanhar, pois, o homem que é vice lider do Lula vir com o PSDB, é pra acabar…..FRUET SENADOR, OSMAR GOVERNADOR………

  6. Eugenio Bello
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 10:44 hs

    Coerência ou não, para um partido que quer crescer, parece dificil aceitar um ficha suja.

  7. PTB não quer PP. Por que?
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 11:38 hs

    É simples a argumentação –
    Para federal (o que está em jogo) valem os deputados federais eleitos no cômputo geral para:
    – definir o valor do Fundo Partidário (quanto mais deputados, maior a fatia do orçamento anual);
    – definir o TEMPO DE TELEVISÃO e RÁDIO para os anos seguintes ao da eleição de deputado federal – para 2012;
    – definir o candidato a presidente da Câmara dos Deputados (eventual sucessor do Presidente da República nos impedimentos do vice presidente);
    – definir as comissões permanentes para a Câmara dos Deputados – quanto mais deputados a definição da mais importante para dirigir até a menos importante, nesta ordem de grandeza (ou seja define as comissões temáticas que são terminativas – aqueles que APOSENTAM OU NÃO UM PROJETO DE LEI);

    No caso do Senador pelo PSDB – Gustavo Fruet – define a política nacional do presidente da República:
    -quantos ministros foram no governo Lula do Senado e quantos foram da Câmara dos Deputados?
    – qual o projeto de continuidade da CPMF que caiu – no Senado ou foi na Câmara dos Deputados;

    Portanto – se em 2002, 2006 e 2010 o PSDB do Paraná sobreviveu sem o PP na proporcional com seus filiados – Nelson Meurer, José Janene, Dilson Sperafico e Ricardo Barros – não é agora que precisa deles;
    – em 2002 eles PP estavam com o PDT;
    – em 2006 eles estavam com o PDT;
    Quantos deputados o PDT elegeu ao lado deles?
    E portanto não acrescentam um só deputado federal ao PSDB, só tomam lugares.

    Por que o PTB de Alex Canziani que quer apoiar o Beto Richa, não quer o PP como aliado, mesmo sendo base do governo Lula?
    – Por que não elegerá ninguém, simples assim…

  8. segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 11:50 hs

    Hauly quer Gustavo para o senado, para abocanhar uns votos em Curitiba, Hauly sempre pensou so nele, foi prefeito de Cambé, depois puxado por Alvaro Dias virou secretário da fazenda do Paraná, tentou ser candidato a governo perdeu a vaga para Requião, virou candidato a deputado com muito apoio financeiro, depois perdeu seis vezes em londrina, o povo de LOndrina diz o seguinte ;não é Belinati que é bom de voto, é quem disputa com o Hauly que faz muito voto. Foi secretrário do PSDB e sempre foi vaca mandada pelo Beto e pelo Rossoni..Acho que o PSDB deveria tirar sua legenda, não deixar disputar a eleição..Viva Beto governador,Ricardo e Gleisi senadores.fora hauly….

  9. E quem fica com o PP?
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 12:05 hs

    Alfredo Kaefer não quer o PP por que é pessoal?
    Gustavo Fruet não quer o PP por que é pessoal?
    Flavio Arns não quer o PP por que é pessoal?
    Euclides scalco não quer o PP por que é pessoal?
    Alvaro dias quer o PP?
    Quem quer o PP?
    O PTB quer? O PSC quer? O PPS quer? O DEM quer? O PRB quer?
    O PR do Chico da Princesa e Giacobo quer?
    O PSB de Luciano Duci quer?

  10. José
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 14:10 hs

    Quantos comentário negativos ao PP da mesma pessoa, será que quer impressionar?

  11. PT/FAROL/PR
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 15:42 hs

    CALMA…CALMA… MUITA CALMA…HAULI, ESTÃO FALANDO DO SEGUNDO TURNO DE 2002… ALVARO(PDT.PP.ETC) X REQUIÃO(PMDB).ESQUCEU QUE O ALVINHO,FOI PST,PP,PDT ETC.

  12. Augusto
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 18:01 hs

    O pessoal do Hauly resolveu vir aqui pegar no do pé do PP.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*