Justus acusa MP de excessos e enviará denúncia ao STF | Fábio Campana

Justus acusa MP de excessos e enviará denúncia ao STF

Via Bem Paraná

O presidente da Assembleia, deputado Nelson Justus (DEM), ocupa neste momento a tribuna para ler o relatório – elaborado pela Diretoria-geral da Casa – que acusa o Ministério Público (MP) de ter cometido um série de excessos na operação do último sábado que culminou com o cumprimento de mandados de busca e apreensão no Legislativo.

Segundo Justus, promotores e policiais teriam inclusive desrespeitado liminar obtida pelo Sindilegis – sindicato dos servidores da Assembleia Legislativa, presidido por Abib Miguel.

Tal liminar restringe o acesso do MP aos dados financeiros dos funcionários do órgão. A Assembleia promete denunciar a ação do MP, por quebra da ordem constitucional, a Corregedoria do Tribunal de Justiça, Corregedoria do Ministério Público Estadual e Supremo Tribunal Federal (STF). “O Poder Legislativo do Paraná foi arbitrariamente invadido por promotores e policiais. Uma operação midiática e orquestrada. A ação foi fundamentada por suposta falta de colaboração desta Casa com as investigações. Não se fundamenta. Em menos de um mês, esta Mesa respondeu a 29 ofícios e encaminhou quase meia tonelada de documentos ao MP”, disse o Democrata.


38 comentários

  1. Borduna
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 15:58 hs

    29 ofícios e toneladas de papel. Não quer dizer nada. Vamos às informações que interessam. Quem sacava a P da grana E QUEM SE BENEFICIOU DO ESQUEMA? Já passaram isso pro Ministerio Público? Não né. Daqui a pouco, pra pasar papel vão entregar papel higiênico e guarda napos usados. A sociedade está de saco cheio. O MP está corretíssimo. Daqui ha pouco quem vai invadir é a população, aí quero ver o pega pra capar….

  2. Laila
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 16:23 hs

    Nossa!!
    O TJ deu liminar restringindo o acesso do MP aos dados financeiros dos servidores públicos?
    Mas esses dados não são públicos? não podem ser consultados por qualquer um do povo?

    Parem o mundo que eu quero descer.

  3. Josoé de Carvalho
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 16:53 hs

    Não é por acaso que o Brasil ocupa a 80º posição dos países mais corruptos do mundo. O dado estatístico é da organização TRANSPARÊNCIA INTERNACIONAL. Não me faz rir nobre deputado. Vislumbro daqui a poucos dias tu aparecendo na poderosa globo de Curitiba algemado pelo GAECO. Aí sim, iremos rir sarcasticamente de sua cara.

  4. ja vi demais por hj !!!
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 16:56 hs

    parabens para o rafael greca …tai um cara que sabe se pronunciar de forma coerente, inteligente e com sabedoria….falou tudo….depois dessa nem precisa dizer mais nada…….até onde vai um e começa outro…ja estamos vendo isso a tempos….é um horror…..autoridades se rendendo a vaidade para jornais de que ja esqueceram o que é jornalismo de verdade…….

  5. Joaninha
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:00 hs

    O presidente está coberto de razão, justiça sim, lambança Não!!! O Mp deve respeito aos princípios básicos do Estado Democrático de Direito!

  6. Pedro Vigário Neto
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:07 hs

    – Cara de paú !

    – O mínimo que tinha que fazer era sair, e só voltar depois do final das investigações (isto é, se fosse inocentado. Corto meu saco);

    – E o resto dos deputados estaduais estão quietos por qual razão ? Quem cala consente ? Todo mundo com o rabo preso ?

    – Cadê o CRA ? Sou administrador e quero ver quem me representa mostrar a sua posição claramente. Além da OAB não tenho visto ninguém se manifestar. Cadê o CRC, CRM, etc. Quem cala consente, também neste caso ?

    – PARABÉNS ao Ministério Público do Paraná. Continuem assim. Precisamos de bons exemplos neste país.Aqui é o sul do país. Aqui é o Paraná.

    Abraço.

  7. cidadão
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:17 hs

    “O Poder Legislativo do Paraná foi arbitrariamente invadido por promotores e policiais”

    Graças a Deus!!!!

    Por que antes o Poder Legislativo do Paraná estava invadido de…..

  8. É
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:18 hs

    JOANINHA……, CUIDADO COM OS GAFANHOTOS DO NELSON JUSTUS.

  9. ESTAMOS DE OLHO
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:26 hs

    Sou Engenheiro – também estou aguardando o CREA entrar nessa. O Presidente anterior, digo do CREA, aquele que está recebendo uma boa grana lá na COPEL, não sei fazendo o quê, L U T O U muito quando foi mandado pelo Requeijão fazer passeata para defender seus interesses. Vamos lá mostrem a cara.

  10. mauricio cavalcanti
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:28 hs

    Acho que o povo do Paraná deve dar óleo de peroba para o Justus. É um tremendo cara-de-pau. Larga o boné e vai embora.

  11. o que e certo e cert!
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:46 hs

    concordo com a joaninha!

  12. MP contaminado
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:53 hs

    MP está contaminado por um grupo de comunicação.

    A OAB igualmente está vinculada a RPC (anuncios gratuitos).

    Essa rede de colaboração acaba prejudicando a busca pela verdade. As investigações contra os milhoes desviados com publicidade pelo governo Lerner ficam paradas e ninguem fica em condições de solicitar agilidade nesse processo, pois todos estão devendo favores a RPC.

    A promoção pessoal de oportunistas como presidente da OAB e promotores da GAECO é lamentável. Investiguem com seriedade e não para a emissora do big brother.

    O MP é mais que um fantoche da RPC,,,

  13. TETECO DE AMPÉRE
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 17:56 hs

    Olha nobre presidente do Legislativo Paranaense….Você, não tem moral nenhuma, se depender dessa casa, sómente teremos piazzas para todos os gostos….por isto que não estão gostando..Aliás, esta mesa diretora está devendo ainda várias explicações a opinião pública…..Até agora, não vimos nada aputrado, equacionado, apenas o afastamento de uns puxa-saos seus e do kurizinho……E, se não fosse o Ministério público até agora,não se teria nada apurado.

  14. oq não tem medo
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 18:02 hs

    Gostaria de saber, quais eram as reais intenções do srs. promotores nesta investida fora do horário comercial ou de expediente, era p/ humilhar o poder o presidente ou outro alguém…? será que as respostas que o srs promotores não receberam nos 29 oficios que eles pediram que foram respondidos, não constavam as repostas necessarias? será que todos os papeis e entre eles tinham até pedido de pensões de funcionários falecidos, que suas viuvas agora terão que receber, com atraso terão suas vidas tbm investigadas? pergunto porque caso ñ se lembrem este GAECO é o mesmo das lambanças do passado, que agora, estão gerando ações de indenização para alguns que vão ficar muito bem de vida, por isso cuidado tudo que for dito pelo tal GAECO tem que ser levado com suspeita pois amanhã ou mais tardar em meses tudo pode sofrer uma reviravolta, acabarmos como sendo os maridos ou mulheres traidos (as).

  15. b.
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 18:15 hs

    eita, mas até onde foi noticiado o sindilegis tinha conseguido a liminar no tj de forma irregular, através de procuração assinada pela vice-presidente e esta mesma tinha se dito usada no processo e retirado o pedido de restrição de acesso aos dados, portanto, tal liminar já não tinha mais efeito algum. Ou será que é outra liminar que não foi noticiada?
    Outra, até onde tenha sido divulgado pelo próprio MP, a busca e apreensão se deu com autorização da justiça…Ou será que tá todo mundo mentindo nessa história?
    Mais, se o Sr. Justus afirma o tempo todo que estão colaborando com todas as informações pedidas, por que cargas d’água o sindilegis teria a necessidade de entrar com pedido para restringir o acesso do MP às informações que estão sendo solicitadas e que são públicas? Pra variar, o Sr. Justus fala coisas desencontradas e age de forma mais desencontrada ainda!

  16. Leitor atento
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 18:48 hs

    Está na hora do MP trabalhar com seus próprios prazos e fazer as conclusões bem fundamentadas, sem deixar a pressão da mídia atrapalhar seus trabalhos.
    Isso está aconcendo … sábado foi uma operação orquestrada pela mídia. Assim, não vai ser solucionado nada.

  17. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 19:01 hs

    A Joaninha é laranja da Assembleia. KKK

    Segundo o Justus, a ação do MP coloca em risco a Democracia.

    Sabem, CORRUPÇÃO, DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO, são muito mais perniciosos à Democracia.
    Não adianta os 54 Deputados “se fingirem de mortos”, ou condenam os atos irregulares ou são CONIVENTES.
    Aliás, caso seja mesmo verdade que todas essas maracutaias que a RPC estampa, todos os dias, na TV, NENHUM DEPUTADO pode ser reeleito: NÃO PERCEBERAM NADA, NENHUM DESCONFIOU DA BANDALHEIRA?
    COMO VÃO FISCALIZAR O EXECUTIVO?

  18. Zangado
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 20:13 hs

    Eis os mestres da prestidigitação em mais uma encenação de moralidade e probidade virtuais, ou melhor, ectoplasmáticas !

    Na realidade, a Casa do Povo transformou-se na Casa da Vergonha ou mais propriamente a Casa dos Sem Vergonhas (com algumas exceções, embora coniventes por omissão).

  19. Xumbrega
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 20:20 hs

    Cheio de moral, né deputado. Se liga, cara!

  20. CONCEIÇÃO
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 20:29 hs

    Coitadinho do presidente da AL, desrespeito é o que eles estão fazendo com o povo paranense.
    E o que me deixa mais indignada é ver os nobres dep. calados
    com medo de falar algo. que eles sabem bem.
    calando estão consentindo é obvio.
    dignidade se o Nelson justus entregasse seu cargo e o seu vice também.e deixassem as investigaçoes acontecerem sem que nada impeça.eles nao esperavam essa do MP.. ação louvável na minha opinião.

  21. Laertes
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 20:44 hs

    Manda um fantasma levar a denúncia que chega mais rápido.

  22. Mãe Diná
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 21:17 hs

    Deputado Nelson “Palmito” Injustus (o homem do laquê): Não adianta mais. A casa caiu! Qualquer pedido que parta da Assembléia não possui credibilidade. O senhor não possui mais credibilidade. Já passou a hora de tirar o time, trambiqueiro da triste figura!

  23. Marajá
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 21:27 hs

    Para as ações evoluirem, afastamento da Mesa Diretora Já.

  24. PAULO GAIO
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 21:49 hs

    TODO MEU APOIO PARA O MINISTERIO PUBLICO….PARABENS,………E A CAÇA AOS RATOS DE ESGOTO DENTRO DA CASA DO POVO…..GAECO VAI EM FRENTE….. CADEIA NELES.

  25. Luiz
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 22:43 hs

    O Nobre Presidente da Assembléia diz que viu a atuação do Ministério Público com espanto e indignação. O mesmo que o povo paranaense sentiu quando foram divulgados os roubos do dinheiro público que aconteceram na Assembléia.
    Diz que o MP praticou um abuso contra a Casa do Povo. Só porque o MP está investigando o abuso que a Assembléia praticou contra o povo do Paraná.

  26. Polêmico
    segunda-feira, 10 de maio de 2010 – 23:37 hs

    Acho que deveria ser quebrado o sigilo bancário e telefônico de todos os integrantes da Assembléia ( Funcionários e Deputados) só asim teriamos desvendado onde foi parar parte do dinheiro.

  27. Austragésilo
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 0:28 hs

    Não é JUSTO… que tudo continue como está.
    É preciso investigar tudo. Tudinho. Afinal, o povo vem sendo usurpado e não é de hoje e não apenas na Assembléia Legislativa do Paraná.
    Este estado de coisas não pode continuar. É preciso passar o país a limpo, doa a quem doer.
    Entra eleição, sai eleição e tudo continua na mesma. Péssimos políticos e péssima representatividade do eleitor, cidadão e pagador de impostos.
    É preciso renovar o quadro político paranaense.
    E, sem dúvida, o presidente da Assembléia Legislativa tem que se licenciar juntamente com a Mesa Diretora para que às investigações aconteçam livremente, sem pressão e abuso de poder, dos que lá estão.
    Se houve o mandado judicial é porque necessário se fez. Se todas as informações estivessem satisfatórias – ou próximo disso -, não precisaria mandado judicial. É o óbvio, como é o óbvio o espernear dos que se sentem prejudicados.
    Não houve nenhum tipo de agressão constitucional nessa busca e apreensão.
    A agressão descarada está contra o erário e o cidadão paranaense como bem mostram as reportagens da RPC.
    Triste fim dos parlamentares que encerram carreira nestas circunstâncias.
    E lamentável para os demais que se calam num silêncio denunciante, cujas urnas darão o troco em outubro próximo.

  28. Divanir
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 0:33 hs

    O Nelson Justus pode até impedir que façam isso de volta, no entanto acho difícil este imoral ser eleito novemente.

    A joaninha esta com pena dos nobres deputados, ou faz parte dos laranjas da ALEP?

  29. odorico paraguassu
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 3:48 hs

    não precisa postar mais nada….não lerei mais este blog

  30. bafão
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 5:29 hs

    Toneladas de papel contendo só bla…bla…bla. Conteudo perguntado pelo MP niente.

  31. LARA
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 8:23 hs

    PARABÉNS MINISTÉRIO PÚBLICO. COM BANDIDOS E ASSALTANTES DO POVO TEM QUE AGIR ASSIM. GANHAM ALTO SALÁRIOS PARA NÃO FAZEREM AS COISAS CORRETAS. UMA PERGUNTA, TODA VEZ QUE É PARA APROVA\R UM PROJETO NÃO É ACIONADA A COMISSÃO DE JUSTIÇA, MAS O QUE VEJO É A IMPOSSIBILIDADE DE ALGUÉM SER JUSTO (JUSTUS) NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA. QUE VERGONHA, A CASA DE LEIS TENDO PRÁTICAS ILÍCITAS COMO AS QUE TEMOS ASSISTIDO NO PARANÁ. É HORA DO POVO MANDAR ESTES DEPUTADOS QUE ESTÃO NA MIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA CASA, CHEGA DE DESVIOS DO DINHEIRO DA SAÚDE, DA EDUCAÇÃO E DE TODAS AS POLÍTICAS PÚBLICAS.

  32. terça-feira, 11 de maio de 2010 – 9:10 hs

    O Nelson Justus tem que calar a boca dele e cumprir o que a justiça manda. Sr Justus ninguém esta acima da Lei. O MP fez o que fez por ORDEM JUDICIAL e encerra-se o assunto. CADEIA NELES.

  33. terça-feira, 11 de maio de 2010 – 9:12 hs

    Paulo Gaio e Lara meus parabéns vcs falaram o que milhões de paranaenses sentem e gostaria de falar.

    abs.

  34. Borduna
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 9:58 hs

    Algo me diz que essas pessoas que postam mensagens defendendo aquela quadrilha da ALEP, são fantasmas, laranjas ou quaisquer beneficiários do esquema…..

  35. Margarete
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 10:08 hs

    Nelson Justus e os demais Deputadados tentam desviar a atenção da população, fazendo acusações ao Ministério Público,que tem realizado um excelente trabalho nas irregularalidades da Assembléia e atividades criminosas .É lamentável que nossos representantes ocupem cargos políticos para enrequicemento próprio.Quando eleitos já ficam fazendo articulações polítcas para a próxima eleição.Não há tempo para governar,pois é preciso utilizar este tempo para atos ilícitos. Nenhuma preocupação com o povo, é bobagem atender as suas necessidades Nãobásicas(moradia,saneamento básico,estradas, saúde, educação…).A crise na Assembléia existe e os Deputados continuam calados! Silêncio! O que temem? O que escondem? O que mais iremos descobrir? Não exite na polílica ideologia!

  36. jose cunha
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 11:07 hs

    olhe senhor honestidade, é so fazer o correto que nao aconteceria, ou tu nao sabia de nada, hennnnnnnnnn,

  37. José
    terça-feira, 11 de maio de 2010 – 12:33 hs

    E o Justus acredita piamente que ele está certo! Não consegue vislumbrar outra finalidade para a Assembleia a não ser beneficiar aos deputados, está no sangue dele, é da cultura dele.Acha que deputado é um “SER” superior, que tudo pode para manter o seu feudo! Entre os 54, poucos (conto nos dedos de uma mão) podem se considerar honestos. Qual deles não usou ou abusou das benesses extra regulamentares? Aquelas benesses que consideramos imorais ou anti-éticas?

    Por isso, todos estão calados!

  38. e JUSTO roubar?????
    domingo, 16 de maio de 2010 – 18:29 hs

    o povo tem em maos a maior arma..O VOTO…acabar com os LADROES DO DINHEIRO PUBLICO. e nao votar para que aconteça os mesmos erros.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*