Justiça reafirma condenação criminal de Burko | Fábio Campana

Justiça reafirma condenação criminal
de Burko

Abraão Benício no Bem Paraná

Está restabelecida a eficácia da condenação criminal do ex-prefeito de Guarapuava, Vitor Hugo Ribeiro Burko, pela contratação irregular de servidores no Município. O desembargador Macedo Pacheco, do Tribunal de Justiça do Paraná – o mesmo que havia concedido liminar suspendendo a execução do acórdão que confirmou a condenação criminal do ex-gestor municipal – deu provimento ao agravo e reformou a sua própria decisão, restabelecendo a eficácia do acórdão que confirmou a condenação de Burko. Com isso, as penas que lhe foram impostas estão valendo, inclusive a perda dos direitos políticos.

No caso, o então prefeito havia contratado servidores para a FUBEM (atual Fundação Proteger), entidade da administração indireta do Município, sem a devida realização de concurso público, bem como empregado esses funcionários contratados irregularmente na Prefeitura.


9 comentários

  1. Adalberto - O Verdadeiro
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 12:45 hs

    Que beleeeza… Só falta agora ele chamar o Mariano e o Harry pra perto dele em Guarapuava… Ninguém vai sentir falta deles no IAP, até pq o transacionamento de multas está proibido desde 14 de maio…

  2. TUKU NARE
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 13:51 hs

    POIS E, O CARA E CONDENADO POR DAR EMPREGO PARA O POVO.
    ENQUANTO ISSO BIBINHO E CIA, fica a pagar os pecados dos J U S TO S
    NAO ENTENDEMOS MAIS NADA, ai que saudade da minha terrinha……….,
    a minha querida P AT A G O N I A.

  3. Rafael Filippin
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 14:02 hs

    A situação do ex-presidente do IAP só piora, pois ao perder a primariedade, não poderá mais candidatar-se e, ainda, corre o risco de sofrer condenações ainda mais graves nas ações por crime ambiental, em função da emissão da licença de instalação da UHE Mauá, a que responde.

  4. Jose II
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 14:32 hs

    Alô Joice Acelmann da Bande News FM libera ai aquela tradicional meia hora para o Burkinho se defender…Sabe aquelas pseudas entrevista que você faz com ele disfasadamente para ele se defender,ou defender algun interesse do seu patraosinho Malluceli….e principalmente quando o assunto é licitação do lixo que o Joelito perdeu!!!

  5. Hélio Duque
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 16:09 hs

    O que será q o MP ta aprontando, por que divulgar uma notícia antiga? A derrubada da liminar já foi faz 45 dias. O processo ainda não findou falta o colegiado. Será que é perseguição? Ou mera coincidência?

  6. nicodema
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 16:18 hs

    Tem que levar o resto da tralha do IAP junto!!

  7. Cap. Nascimento
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 18:06 hs

    Dizem que, se algum dia o ministério público do Paraná se dignar em apurar o que esta figura aprontou no IAP, ele passa o resto da vida em cana, fazendo companhia ao raska.
    Xô reiquejão e a sua turma!

  8. EFEITO BURKO.
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 19:39 hs

    PARANÁ
    SOBE PARA
    SEGUNDO
    LUGAR NO
    RANKING DO
    DESMATAMENTO
    Jornal do Estado
    A sexta edição do Atlas dos
    Remanescentes Florestais da Mata
    Atlântica, divulgado ontem, traz uma boa
    e uma péssima notícia para o Paraná. A
    boa é que de 2008 a maio de 2010 o
    Estado conseguiu reduzir a média de
    desflorestamento em comparação ao
    triênio 2005-2008. O dado ruim é que o
    Estado subiu de quarto para segundo no
    ranking de desmatamento.
    Cidades, 4

  9. Capitão Gancho
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 20:08 hs

    Esse, pelo jeito, por onde passa só faz cagada!

    Mas o pessoal da Martinimeat continua afirmando que ele e o Harry são “pessoas idoneas e muito respeitáveis”…

    Deixa a maré subir mais um pouco pra ver se o saco não molha igual a mão do Peter Pan, da Wandy, dos meninos perdidos, do Papai Noel, do vagabundo do lobo mau, do clube das caçadas em Guarapuava…. ich, e por aí vai…

    Calma gente, a maré está subindo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*