Dilma vai à missa, lamenta multa, mas diz que paga | Fábio Campana

Dilma vai à missa, lamenta multa, mas
diz que paga

Do Josias de Souza na Folha Online

A campanha eleitoral aproximou a ex-materialista Dilma Rousseff do poder divino. Depois de grudar em Lula, a presidenciável do PT achega-se a Deus.

Nesta sexta (14), Dilma foi à missa numa igreja de Brasília. As lentes do repórter Alan Marques testemunharam a incursão religiosa.

Dilma parecia peixe fora d’água. Ou, por outra, uma carola de palanque, falsa como Judas.

Dilma eximiu-se de entoar os cânticos religiosos. Teve dificuldades para acompanhar o roteiro da missa.

Por sorte, a ex-devota de Marx tinha a seu lado um especialista. Socorreu-a o ex-seminarista Gilberto Carvalho, chefe de gabinete de Lula.

Numa prova de Sua santa misericórdia, o Padre Eterno cuidou para que a candidata fosse festejada por alguns dos fiéis presentes.

À saída da missão, Dilma voltou à rotina mundana. Foi rodeada pelos repórteres.

Instaram-na a dizer meia dúzia de palavras sobre a condenação que lhe fora imposta pelo TSE na noite anterior.

Por unanimidade, o tribunal considerou que o PT e sua candidata usaram uma propaganda partidária de dezembro de 2009 para fazer campanha ilegal.

“Não concordamos com isso de maneira alguma”, disse Dilma. Rendeu-se, porém, ao veredicto judicial. Disse que vai pagar a multa que lhe cabe: R$ 5 mil.

Amém.

– Em tempo: Dilma encaminhou ao TSE a defesa em mais um lote de processos ajuizados pela oposição. Referem-se a eventos nos quais Dilma desfilou sua candidatura ao lado do cabo eleitoral Lula. Incluem as pajelanças político-sindicais do1º de Maio.


Um comentário

  1. ESTRELA CADENTE
    domingo, 16 de maio de 2010 – 22:03 hs

    Incrível, o Gilberto Carvalho é menor que a Dilma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*