Despesas da Assembleia terão acompanhamento de Observatório Social | Fábio Campana

Despesas da Assembleia terão acompanhamento de Observatório Social

Proposta de Cida Borghetti é aceita e Alep deverá ter suas contas acompanhadas por ONG ligada à transparência

O Observatório Social está sendo oficialmente convidado para acompanhar e participar ativamente do trabalho que visa transparência total na administração da Assembléia Legislativa do Paraná.

A deputada estadual Cida Borghetti (PP) é a autora da Indicação Legislativa que sugeriu ao presidente da Casa, Nelson Justus, a celebração de um convênio com o Observatório Social, uma ONG composta por voluntários que se dedicam a acompanhar contratos e despesas de órgãos públicos. “Será um grande passo para o controle social das contas da Assembleia Legislativa possibilitando inclusive a redução de despesas e garantia da qualidade dos gastos”, disse a deputada.

Em sua Indicação, Cida sugere que a Mesa Executiva traga à Assembléia, a experiência do Observatório Social em Maringá. Salienta que o trabalho do OSM junto à administração municipal teve sua importância reconhecida inclusive pela Organização das Nações Unidas – ONU – e cita palavras do presidente do Observatório, Eduardo Araújo, sobre a participação da entidade:

“ A participação política da população deve ser contínua e não se limitar apenas ao ato de votar. E a partir dessa prática que se criará uma nova cultura de acompanhamento e fiscalização dos representantes eleitos. Democracia não se resume ao voto. O voto é apenas um dos momentos em que se efetiva a democracia”.

TOTAL CONCORDÂNCIA

Para o presidente Justus, “A Mesa acata plenamente a indicação da nobre deputada para realização do convênio com o Observatório Social do Brasil”. No mesmo documento ele faz convite ao presidente Nelson Araújo, para que o OSB “ venha trazer suja experiência neste momento em que a Assembléia Legislativa do Paraná vem realizando um trabalho que tem por preocupação maior transparência e legitimação nos últimos anos. Exemplo disso é a TV SINAL, o Painel Eletrônico, o Portal da Transparência, o site de Pesquisa Legislativa através da Internet, dentre tantas outras atividades voltadas a clarificar o Poder Legislativo do Povo, que é o verdadeiro motivo de nossos trabalhos”.

SISTEMA DE TRABALHO

Os trabalhos do Observatório, principalmente de fiscalização, aferições, acompanhamento de todas as licitações, são vistos como a melhor forma de prevenção à corrupção. Segundo o próprio Observatório “São executados por funcionários efetivos, estagiários de diversas áreas, aposentados (que já receberam treinamento da Controladoria Geral da União (CGU-Pr) e do Tribunal de Contas do Paraná) e voluntários em geral. A atuação conjunta de instituições públicas e privadas é um dos motivos de sucesso do Observatório que conta com o apoio (tácito ou expresso) de pessoas de instituições públicas (como a Justiça Federal, Ministério Público Federal, Receitas Federal e Estadual, OAB, universidades ) e privadas como associações comerciais, cooperativas, etc.”


21 comentários

  1. ESTRELA CADENTE
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 20:10 hs

    É uma vergonha a nossa Assembleia ter que ser monitorada, porque senão metem a mão no jarro violentamente.
    É JUSTO ROUBAR ?

  2. Al Capone
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 21:09 hs

    É o fim do mundo, precisar de uma ONG – Observatório Social, para fiscalizar os atos dos deputados, isso é absurdo, então é melhor acabar com a assembleia legislativa, com isso o Estado faria uma enorme economia e e a população ficaria mais sastifeita, do jeito que esta a função do deputado só serve para aumentar despesas do estado e mandar a borracha em cima do lombo dos empresários e da população, o povo não aguenta mais essa lambança!

  3. j.k.lott
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 21:17 hs

    Agora a Inez é Marta…

  4. segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 21:23 hs

    Transparência com Atos Secretos não combinam. A proposta é ótima. Só precisam deixar a ONG trabalhar. Vão deixar?

  5. andreia politica
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 21:37 hs

    Parabéns Deputada é de Pol[iticos como a Senhora que o Paraná e o Brasil precisam.

  6. Flávius
    segunda-feira, 31 de maio de 2010 – 21:43 hs

    Nós, os eleitores, é que estaremos realizando o verdadeiro “observatório” no dia 03 de outubro, não votando em nenhum desses da Assembléia Legislativa, nem da Camara Federal. Essas propostas que estão sendo feitas pelos Deputados é só para tentar desviar o foco das denúncias da RPC. Vão enganar outros!

  7. TUKU NARE
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 8:01 hs

    momento oportuno para a nobre deputada de Maringa,aparecer na midia em vespera de um pleito, temos que ver se essa ONG NAO E COMPOSTA DE AGENTES POLITICOS, remumerados pelaALP, PM, eCAMARA MUNICIPAL
    DE MARINGA, a dar transparencia a administraçao de seu cunhado S.BARROS
    BURGO MESTRE daquele municipio.
    Ja pensou uma ONG, ORGANIZADA POR POLITICOS PARA ESSE FIM,e ter
    seus menbros indicados pelos KHUORI JUSTOS da vida politica, ………………
    como diriao moralista NONATO AMBROZIO … vigi maria………………………….

  8. Jorge Vasli
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 8:10 hs

    Tudo bem. Ótima providência. Ficamos esperançosos que realmente se concretize esse convênio com o Observatório Nacional, desde que aí não se hospede qualquer parente ou agregado dos nobres deputados. Mas, voltando ao ASSUNTO, qual o posicionamento de cada deputado estadual sobre a SANGRIA que permitiram ocorrer aos cofres públicos com a conivência da mesa diretora? Quem vai devolver os mais de cem milhões de reais que permitiram nos roubar? Não basta moralizar daqui pra frente, há contas passadas a acertar.

  9. João
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 10:10 hs

    Acho que estamos TODOS ficando cegos. Isso não é obrigação do Tribunal de Contas, que aliás já tem gabinetes em todos os orgãos públicos e empresas estatais? O que fez o Tribunal de Contas enquanto, durante décadas, a corupção se instalou na Assembleia?

  10. Paulo
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 10:22 hs

    Cadê o Senador Alvaro Dias? Não perdi a esperança quanto à CPI das ONGs! Espero que o nobre Senador continue firme no propódito de instalar a CPI mesmo que seja no próximo ano. O dinheiro desviado tem que retornar aos cofres públicos e tomar o caminho certo.

  11. rodrigosalles@ hotmail.com
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 10:23 hs

    Até quje enfim alguem, no caso a deputada Cida Borghetti, toma uma providência realmente preocupada com a transparência na Assembléia Legislativa do Paraná.

    O Observatório Social vai acabar com as transparências e defenestrar definitivamente aquelas criaturas de lençõis brancos que esvoaçam dentro e em torno da Assembléia.

    Cida nos fantasmas!

    Rodrigo G. Salles

  12. ZÉ DO GARFO
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 11:19 hs

    Muito bem Sr. Jorge Vasli.

    Esse tal de Observatório, aqui de Maringá, propalado pela Deputada Cida, cunhada do prefeito daqui, é uma verdadeira enganação. A atuação sobre ações do executivo é quase zero. Aqui nessa cidade o prefeito municipal, bem como o esposo da deputada Sr. RICARDO BARROS, manda e desmanda. Eles agem tipo trator de esteira, inclusive peitam a justiça e se gabão dizendo o seguinte: A justiça é lenta e o povo tem memória curta. E o Obervatório Social daqui só fica Observando. Pesquisem as ações desse Obsertório e verão que nada de importante irão encontrar. Exceto o caso das resma de papel sulfite.

    Agora, para fazer jus a existência e para chamar a atenção da imprensa, fazem cara de jôgo-duro e concentrando suas ações sobre a câmara municipal. Nada contra por essa atitude! Parabens, porem por que não agem da mesma forma à respeito das ações do executivo? Maringá esta entre os municipios de seu porte que mais está recebendo recursos (estadual e principalmente federal) deste nosso país. Então se o Observatório fossem realmente útil, a agissem com independência, trabalho teriam aos montes…. E Todos sabemos que Maringá não é administrada por ANJOS.

  13. PODER FALIDO
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 11:43 hs

    Eleitores isso é o fim da picada mesmo! A Sra. Cida (decepção total) vem pedir para uma ONG (essas ONGs ja tão desacreditadas) fazer vistorida no legislativo. É o fim do Legislativo! Quer dizer: é o mesmo que admitir que o roubo vai continuar e sempre terá de haver alguém de fora para “conferir” se nao há mais irregularidades. Tem mais é que fechar essa Casa podre. Eles têm é que ter gente séria e competente admistrando o Legislativo com concurso para todos os níveis. Vces viram o quadro na Gazeta? Mais de 60% sao funcionários “dito efetivos” (sem nenhum concurso) e ainda olhem as datas de admissao deles: 1988 para cima e a maioria de 1990! Como pode eles estarem lá SEM CONCURSO? Todos tinham de ter saído até outubro de 1988! É o fim e eles estao sendo denominados como estatutários ,,, Tem até cirurgião plástico fantasma na Ale e seu consultório é bem no Alto da XV e nomeado como “estatutário” em 1991!! Será que a Comissao de Sindicância nao fez seu papel direito??? Que dúvida!

  14. Carlos
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 11:53 hs

    Como é que é ?, transparência aqui em Maringá, ela só pode estar brincando, todos o integrantes deste tal observatório são pessoas ligadas aos Barros. Se não acreditam, façam uma visita ao Blog do Rigon e verão as barbaridades que estão acontecendo aqui.

  15. CLAUDEMIR
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 11:57 hs

    SERÁ QUE PODEMOS CONFIAR QUEM É ESTA ORGANIZAÇÃO, SEUS MEMBROS O QUE FAZEM ALEM DE SER DIRETOR. ESTAMOS VENDO AS ONG SE ENVOLVENDO COM TODO TIPO DE TRAMBIQUE

  16. Daniel Pereira
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 12:01 hs

    Perguntas:
    1) a tal ONG cobra alguma coisa para fiscalizar?
    2) pq tanto interesse em ética em ano eleitoral?;
    3) Cadê o Tribunal de Contas?
    Como dizia aquela personagem; “Perguntar não ofende”

  17. Justiceiro de Roncador
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 13:01 hs

    Se a população paranaense for honesta será renovada em 100% dos atuais deputados, basta de malandragem com as verbas púbicas,vamos acabar com esse leitões que estão mamando na teta do governo ha muito tempo.

  18. de olho
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 13:41 hs

    Parabéns deputada Cida Borghetti, o observatório social foi criado em Maringá, e a prefeitura economisou muito, hoje vi que criaram também em Londrina, Parabéns se levar para a Assembléia Legislativa, só mesmo uma mulher para tomar esta decisão, por isto vou contigo pra Federal.

  19. Diógenes
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 14:34 hs

    Então fecha o TCE, que parece que não serve pra nada além de locupletar-se, e põe o tal do Observatório.

    E manda a moça aí da foto comprar um aparelho para surdez e um óculos para miopia, já que todo esse tempo parece não ter ouvido nem visto nada, mesmo embaixo do seu nariz.

  20. Marcos Granado
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 14:42 hs

    Parabéns Deputada Cida pela iniciativa.

  21. paulo farah
    terça-feira, 1 de junho de 2010 – 22:02 hs

    Escuta, a Cida e o Ricardo Barros são do PP? O PP não é o partido do Zé Borba, do Zé Janene, do Carlos Scarpelini e do Antônio Belinati? Então por que não pôr um Observatório Social pra cuidar do PP, que tem mais cara de quadrilha do que de partido?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*