Deputados desengavetam projeto de Requião que atinge MP | Fábio Campana

Deputados desengavetam projeto de Requião que atinge MP

Por Abraão Benício no Bem Paraná

Está na pauta de hoje da Assembleia o projeto de lei 67/2008 que dispõe que “a fixação ou qualquer alteração dos subsídios dos membros do Ministério Público do Estado do Paraná dependerá de lei específica”.

Em suma, os reajuste de promotores e procuradores terão que ser aprovados pelos nobres deputados. É mais uma clara tentativa de retaliação depois que o Gaeco deu início a caça aos fantasmas da Assembleia.

Esse projeto foi proposto pelo ex-governador Roberto Requião (PMDB) em 2008, também como forma de retaliação ao MP, que na época ingressou com ação na Justiça para que o então governador fosse obrigado a demitir seus parentes empregados, sem concurso público, da administração pública do Estado.

Na época, o texto acabou engavetado na Assembleia e agora é resgatado para atender aos interesses dos próprios deputados.


18 comentários

  1. Miro
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 15:49 hs

    Meu Deus !!!!!!
    Mas os deputados já estão com a vida complicada com tantas descobertas na Assembléia.
    E agora começam a provocar o MP???????
    Muito estranho isso.

  2. LEAD
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 15:49 hs

    Uma bravata do Requião agora é levada a sério pelos deputados do Paraná. Esses meliantes (sim, é assim que eu passei a chamar esses parlamentares de merda) não possuem senso de limite e moral!

  3. José Russomanno
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 15:54 hs

    Quem resgatou Fábio?

  4. TO LIGADO!
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 16:00 hs

    Parece o samba do crioulo doido. Ou é tudo uma grande piada,ou tem que mandar prender todos esses deputados.

  5. rozane sachet
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 16:04 hs

    È a Assembléia , a cada dia que passa, mais enlameada.

  6. Rio Negro
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 16:05 hs

    Na Assembléia estão os representantes do Povo,se é isso que o povo quer,que isso seja feito.

  7. Ed
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 16:26 hs

    O MP não deve ter medo, pois logo as coisas vão começar a mudar no Paraná! O povo vai dar o troco para esses deputados.
    Seria bom se fosse divulgado a lista dos deputados que estão a favor de tais projetos, bem como aqueles que votarem favoráveis á roubalheira.

  8. indignado
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 17:32 hs

    e na camara dos vereadores,não tem advogados do MP na folha de pagamento.chamem a RPC.

  9. Observador
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 17:52 hs

    Até coveiro “respeitosamente, com minhas desculpas por citar, passa por concurso. É a igualdade!
    Retaliação?
    Nossa única arma: O voto.
    Que o Criador nos (eu, principalmente) ilumine, que o Criador ilumine o povo que vota iludido, que Deus ilumine e não deixe votar por gratidão aos recebedores de vales … no lugar de empregos. Saber que nossa soja, no lugar de gerar emprego aqui, é industrializada na China (…) Que os desempregados (também) lembrem que os deputados não lutam para que o milho seja industrializado no Paraná, que o algodão, que a carne bovina, suína … Viva, uma grande salva de palmas aos retaliadores …
    Perdão se escrevo besteiras.

  10. TUKU NARE
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 19:29 hs

    OBSERVADOR, Tu nao escreveu besteira, tu sintetizou o pensamento do povo.

  11. Nobre Cristão
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 19:54 hs

    Muito bom! Este projeto recoloca as coisas no seu devido lugar. Hoje os aumentos do Judiciário e do Ministério Público do Estado do Paraná estão atrelados, por força de Lei Estadual, àquilo que for concedido a título de reajuste ao teto de vencimentos do Poder Judiciário, ou seja: mesmo com as finanças do Estado em baixa, os aumentos de juízes e promotores estaduais acontecerão sempre que a União aumentar os subsídios dos Ministros do STF. Essa maracutaia, que não me recordo, foi obra do próprio Requião ou do Lerner, deixa a incógnita de que o intuito possa ter sido agradar estas corporações para, quando longe do poder, poderem contar com a benevolência de juízes e promotores. Lerner foi mais longe: mesmo tendo várias instituições do Poder Executivo sem sede própria, pagando aluguéis extorsivos, ele (Lerner) cedeu o atual prédio onde se instala o Ministério Público. Este prédio, próprio do Poder Executivo onde se instalavam várias Secretarias de Estado, se concedido a órgão público sem sede própria, significaria enorme economia aos cofres públicos em razão do cancelamento dos alugueres já referidos. Frise-se: antes disso o Ministério Público tinha sua sede no prédio do Tribunal de Justiça e não pagava um centavo de aluguel. Como contribuinte que sou e meu dinheiro financiando tudo isto, acho que o Legislativo do Estado deveria instaurar uma CPI para descobrir o que ocorre nos bastidores do Poder Judiciário e do Ministério Público do Paraná. Claro que isto não vai acontecer, afinal, para que a “Casa do Povo” represente de fato os interesses dos paranaenses e fiscalize estas corporações o Parlamentar não pode ter “rabo de palha”.

  12. FILET MIGNON
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 19:57 hs

    1º Quero a lista dos deputados que estão querendo retaliar o MP do PR…
    Quero a lista dos deputados que assinaram a Lista da proposta de retirar os policiais civis e militares da composição do GAECO…
    Quero logo!
    Quero mandar para todos os líderes partidários que conheço no Paraná, para os presidentes de Gremio Estudantil, presidentes de Diretórios acadêmicos, para Pastores, Padres, Maçonaria, Para todas as escolas de 1º grau e segundo graus do Paraná.
    Caso a Lista não apareça, a proposta e desencadear uma campanha maior, ou seja, PEDINDO PARA QUE NINGUEM VOTE EM QUALQUER DEPUTADO DESTA HORRENDA LEGISLATURA!
    VAMOS, TODOS JUNTOS, PARANAENSES DE BOA SEPA, NESTA BATALHA COM VISTAS A LIMPAR DE VEZ O LEGISLATIVO DE NOSSO ESTADO! ESTÁ NA HORA, E A HORA É JÁ!

  13. Lelo
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 20:14 hs

    Vagabundos!

  14. Requião e sua ditadura
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 20:47 hs

    O Requião tem que ser deportado para bem longe deste Estado, eita sujeito arrogante. Ele pensa que pode tudo e agora os deputados da ALE acham que sao intocáveis! Isso é um absurdo. Quer dizer: eles querem cargos públicos para desrespeitar a Constituiçao e contratarem ao bel-prazer deles, por isso o idiota e safado do Justus chamou os funcionários da ALE de “incompetentes”. Claro, nunca fizeram concurso lá dentro e ainda estao chamando os funcionários “sem concurso e com idade menor de 18 anos” de estatutários! Está cheio de gente naquele quadro que teria entrado depois de 1988, quando sempre teria de ser por concurso, e eles enquadraram toda sua parentela como concursados e com nível superior ainda. Quem vai botar para correr esse mentira do Legislativo também? O Requiao ja quis colocar aquele irmao dele no TC! Ainda bem que a coisa nao deu certo (pelo menos ate agora). Tem que ter concurso para ser Conselheiro do TC, e ponto! E o Hermas vao averiguar quando suas contas e suas propriedades de onde vieram? É um terror a roubalheira e nao tem um para tirar a Mesa Executiva que finge nao saber de nada! Faz-me rir rsss… bando de palhaço. Vao carregar pedra na rua essa Mesa corrupta. Deputados mais novos, mais jovens abram a boca, o Ney fez a parte dele hoje … Parabéns Ney Leprevost. Mas em nenhum Blog falaram disso ainda! Bravosss Ney… mete a bronca nessa cambada … E o Romanelli que ninguem dê um voto para ele!!!

  15. Rodrigo
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 0:20 hs

    Pura bravata.
    Eles sabem que isto não resiste a uma Adin.

  16. Do Interior
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 8:42 hs

    Bando de sem vergonhas…

    Tá aí uma prova que os Deputados são do mesmo saco que REQUIÃO.

  17. BIDÚ
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 9:31 hs

    TA MAIS QUE CERTO. PROMOTOR NÃO É INTOCAVEL

  18. Alan
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 10:02 hs

    Depois de muito tempo, por vezes votando em legenda, por outras cometendo o pecado mortal de votar nulo nas eleições, eu vou ter todo o prazer de fazer campanha CONTRA cada um dos nomes envolvidos nesses escândalos da Assembleia e incentivar a NÃO-REELEIÇÃO de cada um deles! E mais tarde, ficar de olho nos governantes que colocarem esses nomes em funções de confiança (gabinetes e secretarias). Porque se não forem reeleitos, de um jeito ou de outro eles vão voltar…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*