Decretada prisão de corretor acusado de ser fantasma na Assembleia | Fábio Campana

Decretada prisão de corretor acusado de ser fantasma na Assembleia

Via Gazeta do Povo

Foi decretada nesta segunda-feira (17) a prisão preventiva de Daor de Oliveira, acusado de participação em um esquema de desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa do Paraná (AL-PR). O homem está foragido e é procurado pelas autoridades.

Em depoimento ao Ministério Público do Paraná, a filha de Daor, Maureen de Oliveira, relatou que ela, o pai e outros dois irmãos nunca trabalharam no Legislativo. Apesar disso, eles receberam diversos depósitos nas contas bancárias deles.

O corretor de imóveis que teve a prisão decretada é tio do taxista Eduardo José Gbur, outro homem acusado de ser um funcionário fantasma na AL. Entre janeiro de 2004 e abril de 2009, Gbur recebeu 65 depósitos da Assembleia, num valor total de R$ 1,2 milhão.


11 comentários

  1. CABEÇÃO DE AMPÉRE
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 21:48 hs

    Até quaqndo, vamos ver e ouvir noticias de nosso poder legislativo sem respostas ? Seu NELSON JUSTUS, e demias edis não se manifestam. Por quê ? Não dão declarações, não falam, ~estão parecidos com o LULA, não viram, não sabem, não ouviram, agora quando a grana cai em alguma conta……ah, com certeza sabem……

  2. Austragésilo Penaforte
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 23:29 hs

    E os injustos – ou seriam incompetentes – ficarão nos cargos até quando? É preciso mudar esse quadro e urgente. A Assembléia Legislativa do Paraná está servindo de chacota e o país todo comenta a vergonheira daquela Casa que vem sendo difamada por aqueles que deveriam zelar pela imagem pública da instituição e respeitar o cidadão e eleitor paranaense.
    Está cada dia mais insuportável esta situação. Ou será que estão esperando o início da Copa do Mundo para empurrar com a barriga confiando no esquecimento popular? Ledo engano!

  3. Jorge Luis
    segunda-feira, 17 de maio de 2010 – 23:50 hs

    Só pegam lambari. Tubarão nem pensar.

  4. Marcos Calonga
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 8:30 hs

    E tem mais, também estão começando a aparecer os desmandos da URBS (cobrança abusiva de taxa de recarga). Lá também deve haver muita falcatrua…

  5. O democrata
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 9:13 hs

    Para ser JUSTUS”,quero os meus tributos que paguei ao erário público estadual,pq fui roubado por representantes do povo q. alguns eleitores colocaram na ALP.estamos com cara e nariz de palhaço,trabalhamos,trabalhamos e trabalhamos e nosso suores vão em forma de impostos para essa cambada nos roubarem. Vamos dar uma basta nisso em outubro,não legendo nenhum desses atuais deputados(ou putadas)

  6. j.k.lott
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 9:53 hs

    Quando é que vão enlatar o Palmito ?

  7. PALMITO GRAÚDO...
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 9:56 hs

    CONCORDO COM JOSE LUIS, ATÉ AGORA SÓ PEGARAM PEIXE PEQUENO, ESPERIMENTEM JOGAR AS ISCAS LÁ EM GUARATUBA, AÍ SIM VEM COISA GRANDE, TIPO CARLOS DE CARVALHO E OUTROS…

  8. E A MESA
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 10:23 hs

    Infelizmente o povo do Parana nao viu nenhum promotor, representante do Judiciário se manifestar no sentido de cobrar da Mesa responsabilidade sobre todos esses desmandos. O jaguara do Justus continua miando na tribuna, falando mansinho e o 1º Secretário Alexandre Khury escondido sem dar a cara para bater. Quando o Judiciário, o M Publico, Polícia Federal, Receita Federal vao meter a mao nesse rombo no legislativo paranaense e responsabilizar a Mesa Executiva da Casa. Estao jogando tudo nas costas dos Diretores e eles nao são os responsáveis pelos gastos da Casa? O povo vai ter que responder em outubro e quando pelo menos esses dois da Mesa forem pedir voto tem mais é que vair e pedir o dinheiro que os fantasmas levaram da Casa. Inclusive funcionários deles que moravam em Guaratuva, cidades do interior do Parana, funcionários que eram pagos pela ALE para trabalhar na chácara dos Khury e isso nao é CRIME??? Ou seja: o povo vota e com o voto eles ficam imunes e podem tudo e mentem descardamente na tribuna e na presidencia da Casa! Dá nojo Paraná!

  9. terça-feira, 18 de maio de 2010 – 10:29 hs

    Campana, e aquele caso envolvendo o deputado federal (filhinho de papai) Ratinho Júnior, em que ele pagava o salário de um locutor na rádio da família Massa com verba de gabinbete? Ora, se foi comprovada a fraude e o cara apresentou até documentos à imprensa, colegas de rádio deram depoimento confirmando a maracutaia e a bomba só explodiu contra os deputados estaduais aqui no PR? Porque será que isso aconteceu, ou melhor, não aconteceu? Será que é pq o “garotão alegre” tem as costas quente e se esconde atrás do poder de fogo do pai? Essa prisão de corretor fantasma da Assembléia é fichinha perto do que o Ratinho Filhinho de Papai Júnior aprontou com um dos miseráveis funcionários (ex) dele…um abraço Campana.

  10. Borduna
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 11:44 hs

    É isso aí, mais lambari…..Queremos os peixes grandes.

  11. cade o tubarao??
    terça-feira, 18 de maio de 2010 – 19:38 hs

    O CASO DA ALEP DA UM FILME….a casa caiu e o tubarao ficou ileso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*