Servidores vão a Pessuti pela salvação da ParanaPrevidência | Fábio Campana

Servidores vão a Pessuti pela salvação da ParanaPrevidência

O sindicatos de servidores públicos do Paraná vão pedir audiência ao governador Orlando Pessuti para debater os problemas da ParanaPrevidência. As notícias de que a instituição apresenta um rombo financeiro no fundo de aposentadoria dos servidores públicos estaduais – que já ultrapassa a casa de R$ 3,2 bilhões, segundo documentos obtidos pela bancada de oposição ao governo Requião na Assembleia Legislativa, deixaram as lideranças de servidores preocupados. Em agosto do ano passado, esse déficit era de R$ 1 bilhão.

Ou seja, cresceu R$ 2,2 bilhões em sete meses. Essa é a diferença entre os passivos e a soma de todos os ativos da instituição.

Premissas erradas

O vice-reitor da Universidade Es­­ta­­dual de Londrina (UEL), Cé­­sar Antônio Caggiano Santos, que faz parte do conselho de administração da Paranaprevidência, explica ainda que quando o fundo foi criado esperava-se uma diminuição do número de aposentados vinculados ao Fundo Financeiro, que paga os benefícios dos servidores mais antigos (veja quadro). Isso, porém, não aconteceu na medida em que se esperava porque a expectativa de vida da população (e dos beneficiários do Fundo Financeiro) aumentou. Ou seja, como eles não morreram e continuaram a receber suas aposentadorias, as contas previdenciárias se desequilibraram.

“Algumas premissas que basearam a criação do fundo não se concretizaram ao lon­­go dos anos, além do que com as novas contratações de servidores e dos aumentos salariais concedidos pelo governo estadual as projeções atuariais nos preocupam muito, admite Caggia­­no, que coordena os estudos para mudar a Paranaprevidência. Outro ponto que os sindicatos de servidores querem discutir com o governador Orlando Pessuti(PMDB) é a implantação de uma politica de atenção integral a saude dos trabalhadores da administração publica, para melhorar as condições nos ambientes de trabalho e diminuir o numero de afastamentos por doença no trabalho.


18 comentários

  1. MUNDO DA VOLTA....
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 12:28 hs

    LEGADO DE REQUIÃO

    Enfim acabou a briga do “Homem Brabo” com o estado do Paraná. Pelo menos, até as eleições de outubro, o nosso estado estará livre de prejuízos e da estagnação, observados nesses últimos sete anos.

    Em nome dos seus pensamentos, da sua ética e da sua maneira egocêntrica de governar, tivemos um atraso, incalculável, em todos os setores desta instituição.

    Sinto-me culpado, pois ajudei na sua campanha eleitoral, mas tenho a obrigação de reparar esse erro, externando minha opinião. A eleição deste ex-governador, para o Senado ou qualquer outro cargo, deve ser muito bem avaliada pelos paranaenses, pois corremos sério risco de elegermos um inimigo, atrapalhando, mais uma vez, o futuro deste estado.

    Ronaldo Silva

    (Gazeta do Povo 06.04.10)

  2. Capitão Gancho
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 13:20 hs

    É gente, parece que o candidato a Senador, o ex-desgovernador Roberto Requião, o tão falado por seus atos de coragem, por peitar grandes marcas e o capitalismo neo liberal, pelas truculências, rancores e insanidades públicas deixa esse passivo para o funcionalismo público Estadual.

    Uma boa investigação, como a que aparentemente vem demonstrando resultados na Assembléia Legislativa poderia apontar os responsáveis pelo rombaço encontrado.

    O Povo Paranaense não merece, como o insano ex-desgovernador também não merece uma cadeira no Senado.

    Nem para Senador ! Requião Nunca mais.

  3. Cap. Nascimento
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 13:26 hs

    Apenas uma das heranças malditas do nepotão de mello e silva aos seus sucessores.

  4. SERVIDOR
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 13:50 hs

    Volta José Maria!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. GYZBYZ
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 14:05 hs

    TÁ NA HORA DA VERDADE SOBRE A PRPREVI, TEM QUE ABRIR AQUELA CAIXA PRETA !

  6. PAULO
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 14:10 hs

    E O EX-CORONEL DO CANGUIRI CONTINUA SOLTO……….
    (E O RESTO DA QUADRILHA TB!)

  7. francisco ramos
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 14:30 hs

    PREZADOS – o desembargador MUNIR é pessoa séria e bem intencionada – apesar de nomeado nessa sinecura – seria interessante ouví-lo com relação a esse tema, que tanta angústia
    causa a nós, servidores públicos, e a nossas famílias…….

  8. CLOVIS PENA -
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 15:14 hs

    Pessuti deveria escutar também o Alpendre.

  9. Borduna
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 15:22 hs

    Que salvação? A Paranaprevidência não tem rombo, tem insufisciência de contribuição para capítalizar o Fundo. Será que esses caras também vão pedir aumento de contribuição de parte dos servidores, ou só o dinheiro público mais uma vez?????

  10. Língua de Krocodilo®
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 15:39 hs

    Segundo um famoso advogado trabalhista, ouvi dele, tem aposentadorias acima de 100 mil sendo pagas pela PR.Previdência, Ela diz que a RPC tbm deveria divulgar, porque tbm sabe que são os beneficiarios.

  11. Ed
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 17:09 hs

    O problema da Paranaprevidência todo mundo sabe, foi a falta de repasse dos valores que o governo do Estado por obrigação legal deveria fazê-lo e como um deus, não os fez. Ainda há tempo, não precisa aumentar contribuição nenhuma, nem onerar o tesouro do Estado e nem aumentar impostos. É só o Estado repassar à Paranaprevidência como pagamento da dívida, os imóveis e outros bens ociosos espalhados pelo Estado, mas não esquecer de responsabilizar os culpados.

  12. MULHERADA DO PARANÁ
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 17:40 hs

    E ninguem vai preso neste país. cade o MP.PF.

  13. Conde Edmundo Dantas
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 18:45 hs

    O problema começou com a entrada no Fundo, e pelos fundos, dos membros do Judiciário e do Ministério Público, com suas aposentadorias de marajás e pensões de viúvas deste pessoal que arrebenta qualquer plano de previdência. Some-se a isto o fato de o Estado não repassar a parte que lhe cabe. Basta este pessoal voltar para o famoso Funrejus (que fim levou?) e o Estado cumprir com sua obrigação que a ParanáPrevidência fica saudável em alguns meses. Agora, com um Desembargador como Diretor Presidente duvido que algo seja feito

  14. JUSTO VERÍSSIMO
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 19:01 hs

    Requião, ôÔÔÔÔÔ Requião! Deveriam chamar na “Escola” para explicar!

  15. FILET MIGNON
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 21:54 hs

    Gentem… Se levantar o tapete, os salamaleques são tantos, mas tantos, que vai faltar caçamba para retirar a sujeira..
    Alguém ai de cima disse VOLTA ZÉ MARIA?
    Nossa! Volta pra Matinhos… Onde o cidadão deixou uma história de administração pública nunca antes assistida neste País…
    Para a previdencia, nunca mais!
    O INSANO que o nomeou não é mais DESGOVERNADOR!, OU COMPARSA, NÃO SEI… SEI LÁ!

  16. sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 23:45 hs

    Pois é…um dia o Lerner arrumou essa ParanaPrevidencia, ai veio o desqualificado e pronto..suas atitudes ridiculas deixaram a empresa com um pequeno rombo de 2,2 bilhões….tão fazendo a coisa certa. O Pessutão falou que iria continua a “obra”, no sentido de obrar, do desqualificado…Perguntem pra ele como se corrige esse rombo….

  17. servidor
    sábado, 10 de abril de 2010 – 1:18 hs

    Para o filet mignon Nelson AGENTE DE EXECUÇÃO que cmo fantasma nada executa , se José Maria recebeu a Prprev com dois bi , pagou um bi de beneficios e entregou ao sucessor com tres bi é evidente que realizou dois bilhões de capitalização em tres anos e por isso foi eleito Vice Presidente Nacional da ABIPEM com séd em Brasilia maior entiade federativa de previdência das Américas. ?Se voltasse para a Prprev seria ótimo , em Matinhos em 22 meses recuperou a cidade elevou a receita em 40% e legou uma Universidade Federal.
    Só não agradou aos funcionários fantasmas que demitiu como o Mignon Neson, estes o difamarão sempre e no anonimato , faz parte ,mas é bom que saibam

  18. VERDADEIRO!
    segunda-feira, 12 de abril de 2010 – 10:05 hs

    Estou com Conde Edmundo Dantas, CLOVIS PENA e servidor!
    Pelo que se sabe na Prprev unico aposentado com alto sálario é o desembargador uqe recebe + rs 55 mil somondo todos seus proventos( TJ,COPEL,UEM,PRPREV)!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*