Rocha Loures descreve tentativa de livrar Paraná da dívida do Banestado | Fábio Campana

Rocha Loures descreve tentativa de livrar Paraná da dívida do Banestado

Rodrigo Rocha Loures descreve, via twitter, tentativa de marcar votação no Senado para livrar Paraná da dívida do Banestado:

“Estou com Pessuti aqui no Ministério da Fazenda para tratar com Ministro Mantega uma solução para caso multa Banestado.”

“Terminou a reunião com Mantega. O Sol volta a brilhar no horizonte do Paraná !”

“Definimos o procedimento de aprovação de resolução no Senado que livrara o Paraná da multa do Banestado”.

“Em seguida apresentaremos Voto em Separado e derrotaremos o parecer de ACM Jr. Com isso a Fazenda acolhe resultado e interrompe a multa.”

“Fiquei animado. Agora vai ! A multa está com os dias contados. A bancada está unida em torno de Pessuti e Osmar Dias (autor da resolução).

“Lupion ligou para ACM Jr, que irá nos receber agora no Senado”.

“Mantega e Paulo Bernardo foram firmes e solidários com o Paraná. Além deles, participou o Secretário Tesouro Nacional Arno Agostin.”

“A votação redentora, no Senado, deve ocorrer em 2 semanas. Ainda em Abril.”


15 comentários

  1. ayrton ventura
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 18:47 hs

    ora,ora, se é assim tão fácil, por que não foi feito antes???
    é a merda de sempre, ANO ELEITORAL, a disciplina fiscal
    e a observância legal dos acordos não valem mais nada…..
    coitado dos Brasil, e dos brasileiros…a herança do desgoverno
    vai custar o sangue de milhões de cidadãos nos próximos anos.

  2. bico.
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 18:59 hs

    Esses políticos de m…… deveriam ter combatido de verdade à privatização do banco, pois todo mundo sabia que bilhões em dividas para pagar em 30 anos seria a herança maldita do Lerner. Lembro bem que a sociedade ficou contra os funcis do banco acreditando que o problema se resumia a assegurarem os seus empregos e agora vai ter que pagar a conta. Uma pena. Lerner e Requião nunca mais. Detalhe: Sou a favor da privatização mas não da forma que foi feita pelo Stephanes, Gionédis e demais ……..

  3. Povão do Paraná
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 19:28 hs

    Rocha Loures é o cara que o Moacyr Fadel odeia. Como odeia todo mundo esse prefeitinho… Mas não dá comparação. O Rocha Loures além de gente é competente. E não é corrupto. Nem ladrão…

  4. Rock
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 20:05 hs

    Então agora esta provado essa multa já era para ter sido resolvida a muito tempo, era somente uma birra politica do Carecon contra o Requião e agora o Sr. Paulo Bernardo resolveu ser firme e solidario ao Paraná, eu já votei e fiz campanha para a sua esposa mas de agora em diante farei contra.

  5. politico jovem
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 20:28 hs

    Grande ideia do senador osmar dias em apresentar essa resolucao! E aproveito para parabenizar o deputado Lupion, que entrou em contato com ACM jr que tinha dado parecer contrario a resolucao mas entendeu a situacao do Paraná! parabens a todos

  6. Austragésilo
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 20:35 hs

    O importante é que o Paraná respira novos ares e com o novo governo – Pessuti – abre diálogo com todas as frentes na busca de solução para os problemas do Estado.
    Sem agressividade, sem prepotência, mas utilizando as ferramentas disponível: nossas autoridades – deputados, senadores, ministros e outros – na Capital Federal.
    Foram eleitos ou escolhidos para representar o Estado. E cumprem suas missões. Agora, com mais elasticidade em razão do clima oportuno criado por Orlando Pessuti. Ou seja, um governo dinâmico e competente em benefício do povo. O que, aliás, estava faltando.

  7. Prego de Caixão
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 20:56 hs

    Com poucos dias de governo, esse Pessuti corre o risco de avançar mais no governo do que o Requião.

  8. Léia
    terça-feira, 13 de abril de 2010 – 23:02 hs

    Esse Rocha Papagaio de Pirata Loures, tava até poucos dias atrás falando mal do Pessuti e puixando o saco do Beto Richã. Gente assim a gente não precisa.

  9. emerson palhares
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 8:21 hs

    este é um exemplo de deputado, trabalha pelo povo do paraná .

  10. quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 8:25 hs

    Pessoal, o Sr Governador Pessuti está dando aula de como ser politico, os demais deveriam seguir seu exemplo.
    Um político quando eleito é para defender seu povo, seu país, não defender seus próprios interesses.
    Vamos lá pessoal, começamos a exigir que os políticos eleitos por nós, briguem pelo povo, não em causa própria.

  11. bimbo
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 9:22 hs

    Para o Rock ; A ” birra política” quem criou foi o seu querido Req. aliás, só soube fazer isso !

  12. Doroti Costa
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 10:02 hs

    Este ano as eleições serão bem diferentes: é melhor o povo tratar de fazer facebook, twitter, orkut e afins. Porque a politicagem vai rolar solta na internet, e claro também que as ofensas e farofadas. Eu não poderia esquecer de parabenizar os nossos representantes que estão tentando melhorar as coisas por aqui. Acredito muito no Pessutão e no Rocha Loures, que deveria inclusive ser candidato a vice governador pelo PMDB.

  13. Geraldo
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 10:12 hs

    Pelo visto, sim!!!

  14. Marcia M da Silva
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 13:48 hs

    Essa Leia deve ser do time do Requião, o Dep Rodrigo nunca
    falou mal do Pessuti, ele sempre é leal o PMDB desde que assinou sua ficha.
    Deve estar com inveja por que o rapaz esta trabalhando pelo Pr, ele foi eleito para isto. Viu Leia Richa não tem acento.

  15. ronaldo silva
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 14:44 hs

    Eu não entendi o comentário desta tal Leia. Quando alguém luta pelos interesses do nosso Estado, como é o caso do deputado Rocha Loures, vem alguém para derrubar. Isto é típico dos admiradores do ex-governador, que sempre jogou contra o Paraná. Parabéns deputado! Siga nesta linha, que teremos um Estado mais competente e com menos problemas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*