Renata Bueno critica proibição de pulseiras do sexo | Fábio Campana

Renata Bueno critica proibição de pulseiras
do sexo

Tendo em vista as propostas que visam proibir que adolescentes usem determinadas pulseiras de plástico colorido, devido à ocorrência de crimes contra meninas em que os delinquentes teriam alegado uma suposta conotação sexual desses adereços, sinto-me no dever de manifestar a mais profunda indignação e revolta contra essa odiosa inversão de valores.

Quer dizer que um criminoso agride e estupra uma menina e a culpa é dela? Por esse mesmo raciocínio, daqui a pouco veremos legisladores tentando proibir às mulheres o uso de saias curtas ou biquínis, por exemplo, porque estariam induzindo os homens a violentá-las.

Essa falsa moralidade esconde um preconceito medieval contra as mulheres e acaba sendo conivente com a violência criminosa que se comete contra elas. Mais do que isso, deseduca a juventude, principalmente os meninos, porque os estimula a julgar que a mulher não tem direito ao seu corpo e à sua vontade.

Exercer a igualdade e a liberdade em toda a sua plenitude é a melhor escola para que superemos de uma vez por todas essa visão obscurantista e construamos juntos, meninos e meninas, uma civilização verdadeiramente humana.


25 comentários

  1. Luis
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 10:48 hs

    Assino em baixo! É isso mesmo bela Renata.

  2. eumesmo003
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 11:30 hs

    quanto ignorância desse pessoal aqui, meus Deussss.
    Ao invés de estarem debatendo sobre a mudança do estatuto da criança e do adolescente que protegem a bandidagem juvenil, preferem colocar a culpa na pulseirinha?

    quando o requião cortou 170 milhões da segurança pública no paraná ninguém comentou, agora falam que a policia não pode proteger seus filhos, a culpa é da pulseirinha ou do requião?

    o fato de hoje a juventude saber que ficará impunde ou no máximo uma pena alternativa não conta, e a culpa é da pulseirinha?

    o fato principal aqui é o estupro, mas é mais fácil culpar a pulseirinha que não pode se defender ( não fala, não anda, não reage ), do que falar hoje que a segurança nesse estado esta uma merd, do que falar que os escândalos da assembléia não incentivam a criminalidade, do que falar que o estatuto da criança e do dolescente defende essas pragas juvenis, projetos de marginais? ha é claro desculpa é tudo culpa da pulseirinha, meninas cuidado se usarem uma pulseirinha ja sabem que estão querendo fazer sexo, e se usarem então uma calça preta ou mini saia preta, dai ja sabe vai rolar barba, cabelo e bigode, quanta hipocrisia estão querendo tampar o sol com a peneira por que? é mais fácil do que enfrentar os verdadeiros problemas?
    santo deus e depois disso vem o que, proibir o uso da internet?
    a bandidagem da risada da cara de vocês seus hipóvritas, por que vocês tem medo de enfrentar a realidade.
    é isso mesmo renata siga enfrente e não desista se esse caras aqui que se dizem homem, não tem coragem de enfrentar os verdadeiros problemas da sociedade, mostre o poder da mulher e que você fará o papel que eles não fizeram.
    e definitivamente o problema não é a pulseirinha é a lei que protege esses bandidos.

  3. Questão de Escolha
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 11:52 hs

    Issi também é uma questão de escolha de cada um até porque a meninada de hoje é mais esperta do que se imagina. Quanto a vereadora segue o caminho de um tal de Galdino no sentido de sempre estar aparecendo na mídia o que pode até ser aceitável, mas não dessa forma. Nós, eleitores, formadores de opinião, conscientes de nossas reponsabilidades e, mais ainda, cansados dessa politiquinha menor aconselhamos à nobre vereadora que cresça. Que seja mais eficaz e inteligente nas suas bandeiras. Beleza por beleza já temos as misses que, na maioria das vezes, o único livro que leram foi o Pequeno Príncipe. Enfim, que coisa tediosa.

  4. Fabiano Godoy
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 11:57 hs

    O papel da nobre vereadora é zelar pelo bem estar de nossa juventude, tarefa que é dever dos governos Federal, Estadual e Municipal.

    Para tanto, não pode a nobre excelência ignorar que o foco do problema nos casos das chamadas “pulserinhas do sexo” não são os acessórios em si, mas a sua representatividade, o que acaba atingindo de forma mais grave a faixa etária que esta iniciando a vida sexual, como facilmente se ve no caso de Londrina.

    Não parece razoável analisar o caso de forma tão pontual, como se o fato de proibir o uso dessas pulseiras venha a ferir direitos constitucionais da mulher, ainda mais relacionando o uso desses acessórios com a utilização de saias e demais adereços.

    Fica claro que a medida de proibição visa retirar do mercado um objeto que esta sendo utilizado vinculado a atos sexuais, e como toda manifestação desordenada, pode gerar diversas interpretações, levando a uma inocente menina sofrer abuso por quatro seres desprovidos de qualquer senso de humanidade, que serão condenados dentro dos ditames legais, que cabe esclarecer, não estão sendo discutidos nessas questões, pois independente do suposto motivo da agressão, este ato absurdo persiste e deve ser punido com todo o rigor da lei.

    A impressão deixada com este comentário mal colocado é que a nobre representante não compreende o real papel do Estado nestas situações, cabendo aqui a sugestão que seja utilizado o poder de legislar que a vereadora Renata Bueno tem em mão, para criar, ou complementar se já existente, projeto de alerta e de educação sexual, abordando as pulseras, nas escolas municipais de curitiba e apresentar a sugestão a bancada do PPS na Assenbléia que faça o mesmo no ambito Estadual.

  5. joão
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 12:02 hs

    Renata
    Assuma o tamanho do número do salto 15 que vc usa.

  6. Alberto
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 12:21 hs

    o que tem de boa tem de burra

  7. Renato Buena
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 12:28 hs

    Calma gente! A Renata não tem nem OLHOS pra ver problema nenhum de Curitiba! Isso é coisa do Lulinha do PPS, que já afundou o partidinho e agora quer cegar de vez a pobre menininha.

  8. Maria
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 12:28 hs

    acho q ela ganhou uma pulseirinha dessas e não se deu bem na night

  9. Língua de Krocodilo®
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 14:33 hs

    O nosso maior problema é a interpretação, lemos pouco!

  10. quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 14:41 hs

    Pô o eumesmmmoo 333333333, deve ser o próprio pai da Renatinha 15

  11. Mozinha
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 15:32 hs

    Bobinha, no dia que voce for mãe quem sabe voce compreendera o perigo que são essas pulseirinhas.Voce não sabe o que que é uma adolecente, elas fazem tudo para estar na moda e agradar a sua turma para serem aceitas sem se dar conta do perigo.(2) ………..

  12. sarna
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 15:54 hs

    Prezado Sr. José Francisco, comentador acima: por favor, informe o nr de seu registro de psicólogo, a universidade em que se formou e o endereço de sua clínica, para que eu nunca, jamais, nem sem querer venha a me consultar com o senhor.
    Quer dizer que o senhor conseguiu se formar e ainda escreve : siquer? adrestos? as meninas já começa? perpctiva? se quer? (é que não tinha certeza se a grafia era siquer ou se quer)? toler? mulheres adulta? ediotas? precosse? etc etc

  13. Vanessa
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 16:15 hs

    Como tem gente machista e conservadora que acessa esse blog. A vereadora está certa: daqui a pouco vão começar a culpar as mulheres estupradas porque estavam de saia curta, decote,com um andar supostamente provocativo, etc. Que retrocesso e desvio de foco!

  14. Odorico Paraguassú
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 16:42 hs

    Será que ela quer brincar de pulseirinha comigo?

  15. JAIRO
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 17:00 hs

    CONCORDO EM NUMERO GENERO E GRAU ,POIS ISTO JA VIROU CHACOTA ,TEM ATE EX PROCESSADO POR ESTUPRO FAZENDO APOLOGIA PARA PROIBIR EM CTIBA. AS TAIS PULSEIRUNHAS,QUE VÃO TRABALHAR NÃO TEM MAIS O QUE FAZER!!!

  16. jaime
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 17:06 hs

    Não se trata de inversão de valores, mas a partir do momento em que se sugere que as pessoas que usam a puseira estão predispostas ao sexo casual, “doentes”, oportunistas e maus elementos de toda espécie irão se aproveitar da situação; com a quantidade de dementes a solta, muitas vezes sem qualquer indício visual de anomalia, estiverem a solta, devemos lançar mão de toda estratégia para proteger nossas mulheres, afinal, o problema não são as pulseiras, são as “regras” embutidas em seu uso. A senhora não se esqueça que somente cidadãos respeitam as Leis!

  17. Cabeça de Cobra
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 17:10 hs

    Êta cabecinha vazia, vereadora que não conhece uma quadra para baixo e uma para cima da Avenida Batel.
    Mocinha Boba, não se trata de proibir e sim de proteger as meninas que não tiveram o privilegio de nascer em berço de ouro, que voltam sózinhas a noite da escola para casa ou do trabalho, que mmoram em bairros onde transitam livremente drogados, bandidos e estupradores.
    Você não sabe nada da vida, e vejo que meu dinheiro está sendo jogado fora mesmo!

  18. jaime
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 17:14 hs

    em tempo: para proteger nossas mulheres e crianças, sou Policial e é utopia imaginar que a policia vai proteger o cidadão de todas as situações, gostaria que fosse assim; È uma luta do bem contra o Mal, e ela se dá em todas as instâncias, sejamos inteligentes, o que são pulseiras de silicone, com insinuações idiotas, se comparadas ao bem maior que é a vida.

  19. jaime
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 17:20 hs

    Agora se querem sexo a vontade , que seja somente para maiores de idade e vacinados, mas que não venham me encher o saco depois, se algum pervertido arrembentar sua pulseira. Afinal não é por isso que usam???

  20. DO LITORAL
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 20:07 hs

    Muito bonitinha, mas só fala asneira. Quem a elegeu heim!!heim!!

  21. AS NHAKAS
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 19:02 hs

    QUEM VOTOU NESSA BUCEFALA?…TA EXPLICADO A M DO NOSSO PAIS.

  22. SABER VOTAR
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 19:09 hs

    minha filha ,volta pra escola ,pois la e teu lugar…se nao minha filha ,voce acaba derrubando o seu papi.

  23. Karlushe
    sábado, 10 de abril de 2010 – 8:54 hs

    Acho que o Galdino estava certo!!!

  24. wilton
    quinta-feira, 15 de abril de 2010 – 15:03 hs

    As pulceiras sempre existiram a moda vai e vem nunca se teve isso de que seria uma apologia ao sexo pois as mesmas não carregam nenhum escrito levando a pratica de atos sexuais tudo isso surgiu da midia que é mercenaria e atacam aqueles que não lhes remetem lucros cocmo por exeplo as pulceiras coloridas que por sua vez a maioria é importada ai está a resposta.

  25. Beatriz
    quinta-feira, 27 de maio de 2010 – 18:35 hs

    Renata você esta certíssima! além dos direitos femininos, SEMPRE HOUVE no país pedofilia,estupro, e sexo imaturo as pulseiras só geraram mais polêmica e colocaram na midia esse assunto! a proibição não vai mudar nada, a menina estando ou não com a pulseira se o estuprador quiser ele vai estuprar da mesma forma! Sem contar que a proibição pode levar a rebelação dos jovens por se sentirem oprimidos! BANDO DE CHUCRO!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*