PT reúne executiva e diretório para tratar da candidatura própria | Fábio Campana

PT reúne executiva e diretório para tratar da candidatura própria

Diante do impasse criado pela exigência do senador Osmar Dias, do PDT, para que Gleisi Hoffmann, do PT, desista de sua candidatura ao senado para ser a sua vice, o PT convocou duas reuniões nos próximos dias.

Na próxima segunda-feira a Executiva Estadual se reúne e no próximo sábado com o Diretório Estadual, para avaliar a conjuntura estadual e nacional e retomar a discussão da candidatura própria ao governo do Paraná, informou o presidente estadual deputado Enio Verri.

Para o membro da executiva estadual do PT, pastor Carlos Lima, estava errando em apostar suas fichas na aliança preferencial com o PDT. Para ele, o aliado natural é o PMDB.

E isso estava gerando um mal estar na militância do partido, que entendia que a estratégia adotada era imposta pelo ministro Paulo Bernardo, do PT, e que acabou errando e deixando o partido com dificuldades, pelo tempo perdido. A militância entende que o senador Osmar Dias, do PDT, tem diferenças ideológicas com o PT e isso iria acabar refletindo na campanha, pois a maioria do PT não iria se empenhar para eleger Osmar Dias, do PDT, e a direção do PT têm que ter humildade em dizer que errou em apostar suas fichas nesta estratégia, concluiu.


9 comentários

  1. MUNDO DA VOLTA....
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 10:12 hs

    SRA GLEISE, NÃO ENTRE NESTA ESTE CANDIDATO AO

    GOVERNO É FILHOTE DO QUE SAIU…..DESTEMPERADO

  2. Dagmar Servia
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 12:36 hs

    Aliem-se mesmo ao PMDB, toda vez que isso acontece vcs tomam ferro. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. baixinho
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 12:49 hs

    todos sabem que o aliado do pt sempre foi o pmdb ou vice versa,pt se aliar ao osmar nao ao pdt ele perdera toda a sua conquista de partido maduro e voltar a gestacao tem muitas coisas que nao combina nada pt com Osmar Dias

  4. Sílvio
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 13:36 hs

    Queremos a Lygia Pupatto ! Agora que é ela !

  5. valdir izidoro silveira
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 14:48 hs

    CUBA E OS DIREITOS HUMANOS(I)

    Valdir Izidoro Silveira(*)

    Em recente discurso na Assembléia Legislativa do Paraná o deputado Reinhold Stephanes Jr, infiltração da direita fascista no PMDB, desancou o pau no PT e de lambuja condenou a companheira Dilma e Cuba sobre o caso do “ dissidente” que morreu; não mataram!

    Não tenho procuração do PT para defende-los mesmo porque não sou PT; sou comunista de carteirinha, desde 1960. Quanto a companheira Dilma, que conheci no Rio de Janeiro em 1968 num “ aparelho” – local onde os resistentes se reuniam- , que participamos juntos da Var-Palmares-Vanguarda Armada Revolucionária Palmares o deputado Stephanes Jr., não tem escopo moral para criticá-la, mesmo sob o argumento que nasceu em 1964; se criou em berço da ditadura, entre familiares que sempre se beneficiaram das benesses da ditadura e se transformaram em quadros, ideólogos, da ditadura. Se ele alega que em 64 era um piá, ainda nos cueros, que conhecimento ele tem das lutas da Dilma Roussef; o que ele conhece das nossas lutas contra a ditadura? Está se comportando como um verdadeiro ventríloquo ou aprendeu esse discurso no dever de casa na cartilha da ditadura que nos prendeu, nos torturou, nos tirou emprego, nos perseguiu e matou nossos amigos e companheiros.

    Vejam como eles não te moral, são os oportunistas de sempre; vão votar no Osmar , estão no PMDB e ministro do PT. Pode!

    Vou abordar a questão cubana em três capítulos para aclarar um pouco os parcos conhecimentos do deputado em pauta.
    Vejam que “após 50 anos de revolução e no que respeita aos Direitos Humanos, Cuba continua a não seguir os exemplos das democracias que a rodeiam e censuram, a começar pela democracia norte-americana” é o que diz o escritor e jornalista basco Koldo Sagaseta.

    “Ao contrário de outras democracias americanas em que são comuns e constantes os motins, as mortes em massa em lutas internas, os suicídios de presos, as mortes de detidos por falta de cuidados médicos, por desnutrição, por torturas, em Cuba há que se recuar mais de 50 anos para encontrar um antecedente como o de Orlando Herrera”.

    “Não obstante a férrea repressão, em meio século de revolução, Cuba não foi capaz de protagonizar uma só matança popular que a destaque. Ainda não conseguiu emular matanças como a de Tathelolco, no México, onde o exército mexicano despachou, leia-se matou, milhares de estudantes, ou a dos Chiapas, onde umas dezenas de ignorantes indígenas foram submetidos a mórbida obediência. Tampouco soube levar efeito matanças civis como as protagonizadas por policiais brasileiros na favela carioca do Vigário Geral onde foram exterminados 21 pessoas em 1993 e 400 garimpeiros na selva amazônica em 1987. Nem sequer conseguiu fazer uma matança discreta de estudantes como a executada por soldados estadunidenses no Canal do Panamá na repressão de insensatas reclamações de soberania para a zona, que foi apenas um ensaio para o eficaz bombardeamento do bairro Los Chorritos em que morreram 3 mil panamenhos quando, anos mais tarde, invadiram aquele país, ou protagonizaram matanças populares como as de Abril de 1984 na Republica Dominicana com centenas de mortes (…)”.
    Nunca os vi, li ou ouvi se pronunciarem contra esses delitos.
    São coisas, são atos e fatos que o deputado Stephanes Jr., desconhece!(?)
    Continua…
    (*) Engenheiro agrônomo, Especialista em Planejamento e Desenvolvimento Regional pelo ILPES/CEPAL-ONU(1996).
    vis@netpar.com.br

  6. LEONEL TUCUNARÉ
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 15:23 hs

    Valdir Izidoro : você tem razão : em Cuba o regime Castrista costuma ¨suicidar¨ os presos políticos e quem se opuser ao seu regime.

  7. Cristiano
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 20:04 hs

    Parabens Valdir Izidoro! Ja escrevi aqui discordando de ti, mas nessa tu matou apau to contigo,

  8. LEONEL TUCUNARÉ
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 22:30 hs

    Tem gente que auto proclama comunista, porém vive as custas do Estado. Isto para mim é ser comunista de merda.

  9. Louise
    quinta-feira, 8 de abril de 2010 – 23:16 hs

    Estes dias li o Reynaldo Azevedo comentando que o Paraná é o Estado onde o PT tem 1% de intenção de votos. Senti tanto orgulho de ser Paranaense!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*