Osmar promete projeto ousado para Região Metropolitana | Fábio Campana

Osmar promete projeto ousado para Região Metropolitana

O pré-candidato ao Governo do Paraná, Osmar Dias, participou nesta sexta-feira de reunião com lideranças de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba.

Durante o encontro, que teve a presença do prefeito Loreno Bernardo Tolardo, do PDT, Osmar afirmou que a Região Metropolitana de Curitiba precisa de um projeto ousado para atrair empresas e melhorar a educação, saúde e a segurança pública.

“Tenho residência em Quatro Barras e aqui vivo meus melhores dias, quando venho descansar aqui com a minha família e amigos. E conheço as necessidades dessa cidade. Por isso, fiz questão de falar com os moradores e explicar minhas propostas para a cidade e para a Região Metropolitana”, afirmou.

O prefeito de Quatro Barras, Loreno Tolardo disse que o município tem orgulho de ter Osmar Dias como cidadão. “Temos convicção que Osmar será o próximo governador do Paraná e vai ajudar Quatro Barras assim como faz como Senador”, afirmou.

Para Osmar Dias, ousadia é a palavra chave. “Temos um plano ousado para atrair empresas limpas, que produzirão bens e serviços sem causar impactos ambientais nesta importante região de mananciais. Queremos também transformar a região num grande distribuidor de produtos orgânicos, beneficiando a agricultura familiar do nosso estado”, garantiu.

Na questão da violência, Osmar afirmou que já passou da hora de agir. “Não podemos mais ver jovens morrendo em função do tráfico de drogas. E cuidar de um problema que está assustando esses municípios: a segurança pública”. Segundo Osmar é preciso unir sociedade, entidades filantrópicas e igrejas para, com recursos do Estado, tirar os jovens do tráfico. “Queremos uma polícia mais bem preparada, bem remunerada e que investiga, previne e usa mais a tecnologia e a inteligência”, destacou.
Além de Quatro Barras, Osmar Dias estará nesta sexta-feira nos municípios de Pinhais e Piraquara, na Grande Curitiba, onde terá reunião com os prefeitos e lideranças locais.


7 comentários

  1. CLOVIS PENA -
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 15:13 hs

    Coxa ou Furacão ?

  2. Geraldo
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 15:16 hs

    Às vezes tenho vontade de chorar com tamanha enganação ou despreparo. Sabe quanto tempo uma política de industrialização com empresas limpas vai levar para maturar e agregar valor ao orçamento dos municípios. Uns 30 anos. Para resolver a dificuldade orçamentária da grande maioria dos municípios da região, só reforma tributária e a criação de um fundo de compensação para os municípios que receberam população e não receberam empresas no processo de industrialização que beneficiou Curitiba, São José e Araucária. O resto é enganação,
    despreparo intelectual e prefeito e povo com pires na mão pedindo ajutório para governador e presidente….

    EM TEMPO: liguei para Brasilia e descubri que o projeto de reforma tributária em andamento não contempla a problemática metropolitana brasileira. Consequentemente meus caros leitores, continuaremos com regiões metropolitanas como barril de polvora por muitas decadas…Um filme de horrores que assistiremos até o fim dos tempos…..Desemprego entre pobres, jovens, trafico de drogas, alta criminalidade, moradias em areas de preservação etc etc…

  3. Louise
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 16:06 hs

    Se for mesmo o Beto implanta!!!

  4. Desculpa
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 16:42 hs

    Pois é Senador mas o meu voto já perdestes. O problema sempre foi e sempre será essa sua indefinição. Esse comportamento também nos causa um certo tédio ao vermos que não consegues passar a certeza necessária para que nos conquiste. Chega. Cansamos. Vamos esperar outras definições mas com o sr, chega.

  5. carlos
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 19:39 hs

    Toda grande cidade brasileira tem este papo de “trair empresas limpas”…a questão que se coloca é: “sob que condições estas empresas virão para a cidade?”. Ou o nobre candidato acha que Curitiba tem grandes atrativos para este tipo de empresa vir pra cá?

  6. Benhur
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 20:26 hs

    Olha o desespero do ortigão, porque não fez isso quando era senador?

  7. sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 20:28 hs

    Opa..Carlos, se informe melhor…leia sobre o tecnoparque antes de escrever besteiras…..16 mil empregos, 115 empresas, 200 milhões de empresas “limpas”…..duro é comentar sem saber o que falar e ainda por cima praticar o famoso autofagismo dos ignorantes……Agora pode deixar, quem vai trazer empresas limpas pro Paraná é quem sabe fazer, o Beto…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*