Olympio reassume cargo de procurador-geral de Justiça | Fábio Campana

Olympio reassume cargo de procurador-geral de Justiça

Do Paraná Online

O procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto será reconduzido ao cargo de procurador-geral de Justiça amanhã em sessão solene às 19 horas, no auditório Poty Lazarotto, no Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico).

Com a recondução, Olympio assume a gestão do Ministério Público do Paraná pela quarta vez, agora para o biênio 2010-2012. Ele ocupou o cargo anteriormente nas gestões 1994-1996 e 1996-1998 e, recentemente, 2008/2010. O procurador-geral de Justiça foi eleito para recondução após votação realizada em fevereiro.


6 comentários

  1. Conde Edmundo Dantas
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 11:09 hs

    Falando em Ministério Público e dúvidas que pairam sobre esta instituição, pergunto: que fim levou aquela história das aposentadorias dos Promotores contado como tempo de efetiva advocacia o mero registro na OAB? Se bem me lembro foi instaurada auditoria na Paraná Previdência, auditoria por parte do Tribunal de Contas e, até agora, nós, contribuintes nada sabemos sobre o nosso dinheiro que poderia estar engordando estes “benefícios” com forte probabilidade de estarem eivados de ilegalidade. Quem denunciou o fato foi o Advogado Alpendre, então Diretor da Paraná Previdência.

  2. CURITIBANO
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 12:24 hs

    E o caso dos fantasmas da Assembléia; agóra vai p’rá frente?. Quem acertar ganha um doce.

  3. ronaldo
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 12:29 hs

    Perguntar não ofende; o Ministério Público do Paraná vai observar as leis existente e seu princípio Constitucional no caso do desmando do dinheiro público da Assembléia Legislativa do Paraná ou não ?

  4. patobranquense
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 13:42 hs

    Esse MP paranaense…são valentes para questionar nepotismo lá na PM de passa-quatro, por exemplo. Mas quando é com os grandes, se fazem de surdos ou desentendidos…ou fazem cara de paisagem…

  5. Lenita
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 15:33 hs

    Muito importante!

    Não sei o que seria do nosso Paraná sem este atuante e destemido Ministério Público.

  6. Zangado
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 16:15 hs

    O Ministério Público do Paraná talvez não precise mudar de procurador-geral, precisa, sim, mudar de atitudes frente aos atos irregulares emanados dos centros dos poderes públicos. Se a lei de improbidade administrativa se restringisse a estes atos estaria revogada no Paraná por falta de uso. O Parquet estadual, que hoje acha que deve estar mais perto da comunidade, sequer dá satisfação pública à sociedade de sua atuação face a graves denúncias veiculadas pelos meios de comunicação, como é o caso das tv laranjas e seus indefectíveis pen-drives, para não falar em outros muito mais graves. Então, ficamos a pensar se é importante a notícia da permanência do procurador-geral.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*