No PR, Dilma diz não ser uma 'política tradicional' | Fábio Campana

No PR, Dilma diz não ser uma ‘política tradicional’

Da Agência Estado

A ex-ministra e pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse hoje que não é uma “política tradicional”, mas voltou a afirmar que tem experiência administrativa suficiente para credenciá-la a disputar o cargo. “O fato de ter participado nos últimos cinco anos e meio da coordenação de todos os programas do governo e ter ajudado o presidente na coordenação dos ministros acho que me credencia”, afirmou a petista, em entrevista à Rádio Brasil Sul, de Londrina, no norte do Paraná.

Questionada sobre as pesquisas pré-eleitorais, Dilma adotou o mesmo discurso de seu principal oponente, o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB). “Tem que levar as pesquisas como sendo referência, um retrato do momento”, disse. “Elas mudam como mudam os ventos, diariamente há flutuações.”

Dilma afirmou considerar mais relevante o fato de ter saído de uma “posição bem modesta” e chegar aos índices de cerca de 30% de agora. “Considero que nós vamos apresentar um projeto, que é o projeto do governo do presidente Lula, com avanços”, afirmou. “Significa uma prioridade forte à educação, à segurança e à saúde.”

Ela também se referiu à reportagem publicada na edição de hoje do jornal O Estado de S. Paulo sobre pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrando que metade dos moradores em metrópoles tem carteira assinada. “É o que empolga a gente, tenho certeza de que vamos continuar gerando emprego”, disse. “Nós somos o governo do emprego e seremos a proposta do emprego com desenvolvimento e distribuição de renda.”

A pré-candidata respondeu perguntas sobre o que foi feito no atual governo e o que pretende nas áreas de saúde e educação, destacando a sincronia entre unidades básicas de saúde, unidades de pronto-atendimento, policlínicas e hospitais, além de um reforço na educação em tempo integral, com investimentos pesados na formação dos professores e acesso à banda larga.

Alianças

A pré-candidata não foi questionada sobre as dificuldades de montar um palanque mais forte no Paraná. A primeira alternativa para o PT é uma aliança com o PDT, que tem o senador Osmar Dias como pré-candidato ao governo. O PDT, que nacionalmente está aliado ao PT, pretende que Gleisi Hoffmann, mulher do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, faça parte da chapa como candidata a vice, alegando que a composição somaria mais força tanto para a eleição estadual quanto no apoio a Dilma.

No entanto, o PT insiste em tê-la como candidata ao Senado. “Nós temos que eleger bons senadores também”, argumentou o secretário nacional de Comunicação do partido, deputado federal André Vargas. Para ele, a indicação de Gleisi como candidata a vice somente poderá ser repensada se o PDT conseguir atrair o PMDB estadual para a aliança, indicando o ex-governador Roberto Requião para o Senado. Mas, por enquanto, o PMDB tem pré-candidato ao governo paranaense, o atual governador Orlando Pessuti.

Vargas disse que uma reunião entre os presidentes nacionais do PT, José Eduardo Dutra, e do PDT, Carlos Luppi, deve acontecer esta semana em Brasília para encaminhar uma solução. “Sem o PT acho que o Osmar não será candidato ao governo”, afirmou o deputado. Ao PT restaria, então, o lançamento de candidatura própria ou o apoio a Pessuti. No outro lado, o PSDB está percorrendo o Estado com o pré-candidato Beto Richa, ex-prefeito de Curitiba.


23 comentários

  1. jose
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 16:13 hs

    Mas quem está falando?

    A dilma, a stela, a wanda?

    Ou é Norma Bengell?

  2. Do Norte
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 16:17 hs

    Ela não não política e muito menos técnica. É ex-guerrilheira!!!!

  3. salete cesconeto de arruda
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 16:44 hs

    Dá-lhe ESTRELA!
    Está ESCRITO!
    Viram o tiro no pé que uma parte da imprensa – deu outra vez – na tentativa de ajudar o Serra?
    DIVULGARAM O ENDEREÇO DA MINISTRA!
    E muito mais brasileiros ficaram sabendo que ela é a CANDIDATA que não foge da LUTA.
    A maldade dos que usam a MENTE que MENTE – pelo jeito está pronta para fabricar outro caçador de marajás. Talvez até tentem editar entrevistas, debates…
    Quanta burrice!
    Essa imprensa que usa desses argumentos – não percebeu que o ELEITOR DO PT/LULA/ESTRELA É O MAIS CONSCIENTE QUE EXISTE. Está atento a tudo. Não muda voto!
    A coisa vai ser simples:
    QUEM É FHC – VOTA SERRA!
    QUEM É LULA – VOTA DILMA!
    Essa é a verdade.
    Só não vê quem não quer.

  4. salete cesconeto de arruda
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 17:25 hs

    Vejam o que disse Ciro sobre Dilma na Rede TV.
    Vale a pena.

  5. jaferrer
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 18:39 hs

    Essa tem experiência de sobra em mentiras. É doutora em embuste.

  6. ANDRÉ TELLES
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 18:56 hs

    Não é política tradicional mesmo………………

    è da turma do Zé Dirceu, Pimentel, Chaves e etc etc e tal

    Deve ser muito bom para a DEMOCRACIA DO BRASIL

    MUITO BOM

  7. TUKU NARE
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 20:14 hs

    Na verdade a Dilma que dizer por tabela, que a classe politica, sao uns sanguesuga e parazitas dos bens publicos, apoiados por um montao de aspones que os apoia para tirar algun beneficio. nao conhece como e ganhar o pao com o suor dos seus rostos, e geralmente sao empresarios do meio de comunicaçao para embrumar os vassalos.

  8. UM PORTUÁRIO
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 20:49 hs

    CARA DE BONECA INFLÁVEL!

  9. Ric
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 20:59 hs

    JÁ QUE AINDA NÃO FOI APROVADO FAVOR RETIFICAR À MENSAGEM ANTERIOR, GRATO…

    A “VILMA” tá na sobrinha do Lulinha, QUE NÃO SABE DE NADA.
    Segunda ela, “O fato de ter participado nos últimos cinco anos e meio da coordenação de todos os programas do governo e ter ajudado o presidente na coordenação dos ministros acho que me credencia”, acha que poderá ficar “assim” à frente de uma nação como o BRASIL ???? Vai ficar achando, pode começar a partir de hoje. O nosso país não é um gabinete (cabides) de escritório e sim uma nação formada de pessoas honestas, trabalhadoras e sofridas. Chega de mensalão, mensalinhos, dinheirinhos nas cuequinhas, sangue suga, Zé Dirceu, Denúbio etc.
    E os “urubus” continuam a passear entre os girassóis do nosso País. FORA VILMA….

  10. TRABAIADÔ
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 21:41 hs

    ESSA NÃO VAI FAZER MERDA NENHUMA, PURQUÊ VAI PERDE PRU SERRA.

    ALIÁS SÓ VAI ENTERRAR O PROJETO ANTIDEMOCR;ATICO E COMUNISTA DE LULA E PT.

    ESSA GENTE DO LULA É MUYAMIGO DE FIDEL, DE CHAVES, DE MORALES DE HAMADINEJAD, QUE LULA ABRAÇOU FORTE, UMA VERGONHA P/ OS BRASILEIROS DE BEM

    ARGHHH LULA=MERDA

  11. Luis Carlos-Cidadão do Paraná
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 21:51 hs

    Vem ai Dilma e o MST para te tomar as terras. v/c que trabalha para sustentar sua familia cuidado eles querem entrar no que é seu e ainda diser que são donos.

  12. TETECO DE AMPERE
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 22:30 hs

    Então a BUTOX, a BONECA BARBIE, com seu discursinho, fajuta, baixo, sem água e sem açúcar. Se diz experiente a guerrilheira….a que nunca trabalhou, quem vê ela falar, é mestrada, doutorada em trabalho. Vai pentear macaco butox, tou fazendo uma campanha boa pra você……fica tranquila……mas para você ir pra casa montar uma empresa e pagar impostos, e suar o cabelo todo dia para pagar as contas.Para sustentar bolsinhas, bolsas……..aliás se tu criares a bolsa lazer, vou pensar em votar em você……….

  13. segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 22:36 hs

    Segui o conselho da salete, fui ver o que disse ciro na rde tv, seguem alguns comentários dele:

    * Acho que Lula está completamente errado. O Brasil tem uma diversidade de opiniões. Confinar em um bi-partidarismo? Está errado.

    * Essa polarização PT e PSDB faz muito mal ao país.

    * O PT fez uma campanha golpista contra FHC com aquela história de Fora, FHC.

    * FHC se juntou com uma turma inescrupulosa, bandida e suja para governar. E vem Lula e se junta com essa mesma gente?

    * Até Itamar Franco governou sem essa corja [que hoje governa]. Quando se chega ao poder então tudo que se dizia deixa de valer?

    * Sabe quem foi ministro da Justiça do governo FHC? Renan Calheiros. Quem comanda o esquema de Lula no Senado? Renan.

    * Vamos entregar a Dilma um governo já refém do passado?

  14. Carlos Alberto
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 1:15 hs

    Ô salete cesconeto de arruda…

    Como é que é?

    Quem é FHC vota Serra e quem é lula vota dilma?

    Quem te disse isto?

    O que lhe dá autoridade (moral,ética e educaciona) para falar isto de quem quer que seja?

    Você é vidente? Que espírito baixou em você para afirmar isto?

    Pare com isto.
    Não fale por ninguém, posto que não tem competência nem para falar por si mesma.

    Não queira direcionar seu extremo megalonanismo intelectual em consonância com aquilo que os outros podem (ou não) pensar.

    Fale só e unicamente por você.

    Ou então, pode levar em consideração que, quem vota em Serra é honesta, ético e moral e deseja, unicamente, a liberdade e a condição de trabalhar para para o engrandecimento da nação.

    Quem vota em dilma é frenofóbico e idiotizado por uma esquerdopatia fremente na condição de tentar suplantar uma vida ignóbil por um objetivo designado por outrem ao mesmo tempo que. concamitantemente, engrandece a si mesmo e a seus asseclas.

    Estude um pouco mais e abra sua mente para um país melhor, mais justo, mais honmesto, mais livre.

  15. salete cesconeto de arruda
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 8:40 hs

    Carlos e José
    Bom dia para vocês também que MORREM DE MEDO DE MUHER.
    SEM MEDO DE SER FELIZ!
    Segundo Ciro – o José esqueceu de lhes contar:
    Serra é PREPOTENTE, TENEBROSO E UM HOMEM ASSIM NÃO SE SABE O QUE PODERIA FAZER AO BRASIL.
    Tem o que a gente já sabe:
    O partido do Serra NEGOCIOU MANDATO NO TAPETÃO – RASGANDO A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA. Soco no estômago do próprio eleitor – pode? Criou o MENSALÃO e deu uma de hipócrita jogando a culpa no PT – que foi o unico PARTIDO ATÉ HOJE – PASSADO A LIMPO. Mas tem mais: o padrinho do Serra FHC – o príncipe que virou sapo – as princesas que o digam – chamou os APOSENTADOS DE VAGABUNDOS. E tem mais e mais e mais…
    Mas como todos sabem – eleitores “cultos” do SUL não conseguem ver o próprio rabo. Os escândalos estão no jornal nacional, no FANTÁSTICO – mas a turma que se diz muito “CULTA” comeu palmito estragado e agora está com BOTULISMO – IMOBILIZADOS!
    Salve os ESTUDANTES!
    E viva a ESTRELA pois está ESCRITO E TODOS SABEM. Mais cedo ou mais tarde o rabo aparece. INVEJA DE MULHER MATA! Freud estava errado. Passarinho já PODRINHO no meio dos discursos distorcidos – morreu no ninho.
    De qualquer forma se o JOSE SERRA é um CARA HONESTO – a DILMA DEVE SER MELHOR AINDA. Toda vez que a encontra ele a ABRAÇA E BEIJA E CONVERSA com velho amigo. Dizem até que nos tempos de mocinhos – quando ainda lutava com os irmãos de pátria por melhores dias – ele gostava MUITO dela. Deve ser verdade. No aniversário da Conceição Tavares estavam na mesma mesa: Serra Dilma e aniversariante.
    Portanto – essa GENTE que não vê a Assembléia do Paraná pegando fogo e nem percebe que amanhã é dia 28 – só pode ser os ANALFABETOS CULTOS DO SUL. Os que votam em CAÇADOR DE MARAJÁS por medo do POVO CONSCIENTE QUE ELEGEU LULA PRESIDENTE.
    E atenção: só considero como HOMENS DE VERDADE OU MULHERES – os que usam a casa do Fábio para comentar o que escrevo ou mandar recado – os que assinam o nome,.
    OS OUTROS:
    COVARDES!
    Meninos bobos que se acham mas que na verdade estão atrás do biombo brincando de troca troca – enquanto o Fernando os chama de VAGABUNDOS!

  16. salete cesconeto de arruda
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 8:45 hs

    REPETINDO:
    Só considero como HOMENS OU MULHERES DE VERDADE – os que assinam o próprio nome.

  17. ILDO BALDO
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 10:22 hs

    CARLOS ALBERTO
    voce deve ser doente ou passado de maluco para querer chamar atençâo assim da SALETE e para defender aquele crapula do FHC
    POIS ACHO QUE NEM OS QUE TERMINARO COM FHC
    dizendo que ele foi um bom guverno hoje dis se for votar no SERRA
    preste atençâo se o o FHC estiver mesmo apoiando o SERRA nâo votem pois aquele enganou 160 milhoes de brasileiro porque o restante dos 190milhoes estâo corumpido
    portanto quem nâo tem moral é quem defende as propostas do FHC que quer dar âo SERRA

  18. salete cesconeto de arruda
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 11:23 hs

    Ou Fábio
    Cancela aquele outro comentário.
    COVARDES que se escondem atrás de apelidos – para calúnias e mentiras – não merecem tanta atenção.
    Depois – com este MAR aqui na minha frente – fica impossível responder comentário de TENEBROSO!

  19. jose
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 11:44 hs

    Salete, tua resposta é uma fuga?

    Ninguém é obrigado a se identificar e muitos não o fazem por medo de retaliação. Tenho certeza, que muitos que aqui escrevem, partidários seus, de tudo fariam para calar os que pensam diferente.

    Na maioria das vezes, seus comentários são de torcedora e não de “politizada” como vc se acha.

    Para vc pensar:

    Será mesmo que quem votou em lula votaria na dilma? Duvido muito disso: eu sou um exemplo, votei no lula muitas vezes; mas deixei de votar após os escândalos, as trapalhadas internacionais e apoios a terroristas e ditadores e principalmente: a prepotência e desprezo pela lei maior deste País.

    Quer exemplo da ambiguidade? As privatizações e pedágios, lula privatizou também, nossas rodovias, instituiu pedágios e não vi nenhum de vcs dizer um “a”.

    E esta balela de que o pedágio do lula é mais barato não cola: privatizou sim e vcs aplaudem….

    Mais outra para vc e todos que tanto defendem a dilma: apresentem um único documento que mostre que qualquer uma das organizações que ela pertenceu tinha algum compromisso coma democracia e liberdade.

    Ditadura não se defende, não é de “direita” ou de “esquerda”. É horrível e criminosa sempre e dilma defendia ditaduras.

    E as nossas esquerdas cometeram assassinatso sim, inclusive de seus próprios parceiros, como por exemplo o “justiçamento” de Márcio Toledo Leite.

    Para vc, um trecho de uma entrevista com Daniel Aarão Reis Filho em 2004:

    “Falava-se em cortar cabeças; essas palavras não eram metáforas. Se as esquerdas tomassem o poder haveria, provavelmente, a resistência das direitas e poderia acontecer um confronto de grandes proporções no Brasil. Pior, haveria o que há sempre nesses processos e no coroamento deles: fuzilamentos e cabeças cortadas (…) As esquerdas radicais se lançaram na luta contra a ditadura não porque a gente queria uma democracia, mas para instaurar o socialismo no país, por meio de uma ditadura revolucionária, como existia na China e em Cuba. Mas, evidentemente, elas falavam em resistência, palavra muito mais simpática, mobilizadora, aglutinadora. Isso é um ensinamento que vem dos clássicos sobre a guerra.”

    Vc sabe quem foi Daniel Aarão Reis Filho? Se não sabe pesquise…

  20. Serra Dã
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 11:52 hs

    Em entrevista na TV Bandeirantes, Serra mostrou que não entendeu nada do Bolsa Família.

    Vamos ver a besteira que ele falou e comentar:

    O ex-governador de São Paulo disse que seu partido lançou o programa Bolsa Alimentação. “Quando o Lula entrou, fez primeiro o Fome Zero, que não avançou muito, e aí fizeram o Bolsa Família.”

    Besteira Dr. Serra! Informe-se agora com este humilde escriba.

    O Bolsa Família foi gestado na equipe de transição, sob a coordenação da Ana Fonseca, que depois (2004) foi secretária-executiva do Ministério de Desenvolvimento Social.

    O Governo Lula, ainda na transição, tinha uma profunda crítica à dispersão de programas como o Vale Gás, Bolsa Escola, Bolsa Alimentação e Bolsa Renda.

    O Vale Gás era de R$ 15,00 a cada dois meses. O Bolsa-Renda dava R$ 30,00 por mês a 842 mil famílias que moravam em municípios atingidos pela seca. O Bolsa-Escola e o Bolsa-Alimentação repassavam entre R$ 15 e R$ 45 por mês a famílias com gestantes, nutrizes e crianças de seis meses até 15 anos de idade

    É preciso que se diga com todas as letras que esse programas do FHC eram meramente assistencialistas. Não tinham conceito, porta de entrada nem critérios de permanência e não tinham porta de saída.

    O Governo Lula, que gestou o Bolsa Família na transição – e não tempos depois como diz o candidato a ex-Governador José Serra -, tinha uma visão completamente diferente do caráter assistencialista do governo FHC.

    Qual o conceito do Bolsa Família no Governo Lula?

    As famílias que se encontram abaixo da linha da pobreza estão condenadas a permanecer nessa condição. Uma das principais características delas é que a mãe cuida de três ou mais filhos sem a presença da figura paterna que, normalmente, faz o filho e se manda.

    Há dois caminhos possíveis para essa mãe:

    a) trabalhar em subempregos e botar os filhos para trabalharem o mais cedo possível, para garantir a mínima condição de sobrevivência; desse modo, os filhos e filhas morrerão precocemente ou constituirão famílias que perpetuarão a situação de miséria em que vivem. O que caracteriza um círculo vicioso de manutenção da condição de pobreza e miséria.

    b) ao invés de trabalhar em subempregos, essa mulher recebe uma bolsa (chamada de Bolsa Família) para cuidar, exclusivamente, da educação e da saúde dos filhos e filhas; com isso, os filhos e filhas terão condição disputar melhores empregos e fazer a família sair da situação de miséria em que se encontra. O que caracteriza um círculo virtuoso de superação da condição de pobreza e miséria.

    Como o Governo Lula gerou quase dez milhões de empregos, essas crianças ao serem obrigadas a estudar – ao invés de trabalhar – se colocam em condições de disputar empregos no mercado de trabalho formal. O que seria impossível no outro modelo.

    Mas o Serra, os tucanos, os democratas (?) e os pepessistas não entenderam nada dessa história de sucesso do Bolsa Família…

    Se o Serra se tornar presidente, com certeza, reduzirá gradativamente os valores do Bolsa Família, até que as mães não terão mais condições de garantir o sustento da família e irão trabalhar em subempregos.

    Com isso, não cuidarão dos estudos e da saúde dos seus filhos e filhas e se conformarão com a idéia de que eles têm mais é que trabalhar, vendendo bala na esquina.

    O gigantesco círculo virtuoso construído pelo Governo Lula será desmontado e haverá um retrocesso ao círculo vicioso deixado pelo governo FHC.

    A vitória do Serra será a derrota da superação da imensa desigualdade social existente até 2002.

    A vitória do Serra será a derrota da esperança dos poucos miseráveis que ainda existem.

    A vitória do Serra será o retorno à idade das trevas…

  21. Serra, o Incompetente!
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 11:56 hs

    Mais uma vitória da Gestão Serrassab (Serra + Kassab): cresce o número de crianças sem ensino infantil em SP!

    Trata-se do Programa “Emburrece São Paulo“, bem sucedido graças ao “modo demo-tucano de governar“, com o famoso “xoque de jestão” para enganar trouxas e desavisados.

    Prestem atenção que o Serra vai repetir “ad nauseum” que o Brasil “pode mais” na Educação.

    Se nem em São Paulo, após 15 anos de gestão tucana, eles “puderam mais”, como farão para convencer que “poderão mais” no país?

    Lembrar que a gestão da educação, no governo FHC, também foi um desastre em todos os níveis, especialmente no ensino técnico e universitário, que foi totalmente sucateado, tendo sido recuperado e ampliado pelo Governo Lula, às custas de muita determinação e visão estratégica.

    Leiam o que diz a matéria da insuspeita Folha Online (clique aqui para acessá-la):

    “O deficit no ensino infantil na rede pública municipal de São Paulo registrou aumento de 22 mil vagas neste ano, somando 123.780 crianças até cinco anos, informa reportagem de Fábio Takahashi, publicada nesta quinta-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

    O total de crianças de quatro e cinco anos sem vaga na pré-escola cresceu 11 mil nomes, chegando a 45.496.

    Nas creches (na faixa de zero a três anos), o deficit também aumentou 11 mil, para 78.284, segundo a Secretaria da Educação.

    Na pré-escola, a prefeitura esperava acomodar mais alunos em novas unidades que não ficaram prontas.

    As obras atrasaram. Das 142 novas escolas anunciadas em 2009 (85 mil vagas previstas), apenas 8 estão em construção. O restante do projeto da prefeitura deve ficar para o próximo ano.

    O fim do deficit no ensino infantil até 2012 é uma das principais promessas de campanha da gestão Gilberto Kassab (DEM).”

    ***

    Como se vê, essa é a verdade por trás da maciça propaganda do Governo Serra, bancada às custas dos contribuintes paulistas

  22. Serra, o Pedagiador Careiro!
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 11:58 hs

    O estado de São Paulo saltou de cerca de 40 praças de pedágios em 1997 para 227 praças em 2010. São Paulo neste sentido parece um feudo, no qual os cidadãos perdem o direito de ir e vir e precisam pagar pedágios sem fim para circular dentro do próprio estado. Em alguns trajetos há um pedágio a cada 20 minutos!

    Certamente o Brasil tem espaço suficiente para mais praças de pedágios, neste sentido o Brasil pode mais pedágios com José Serra. Vote consciente, informação é a nossa arma.

    SÃO PAULO TEM CIDADES ILHADAS POR PEDÁGIOS

    São Paulo – A implantação de 227 praças de pedágio só no estado de São Paulo deixou cidades como Bauru, Campinas e a própria capital paulista “ilhadas” por praças de cobrança. Todos os veículos, incluindo caminhões, ônibus, automóveis de passeio e motocicletas pagam ao passar por esses pontos.

    Campinas, a 92 quilômetros de São Paulo, é o principal exemplo no estado. A cidade tem sete pedágios ao redor. Para ir à vizinha Indaiatuba, um morador de Campinas paga R$ 8,80 de pedágio. Para Capivari, o custo é de R$ 4. Até Americana, gasta-se R$ 5,40. O trajeto até Cosmópolis fica em R$ 5,20. No caso de Itatiba, o gasto é de R$ 5,60.

    O trajeto mais caro é o de Campinas a Jaguariúna, em que um carro de passeio gasta R$ 7,90 para percorrer aproximadamente 31 quilômetros. Para ir a São Paulo, um campineiro deixa nas praças de pedágios R$ 12,20 em 92 quilômetros.

    A população de Bauru no Oeste paulista enfrenta problema semelhante. O acesso a várias cidades vizinhas envolve passar pelos postos de cobrança. Uma visita ao distrito de Brasília Paulista, parte de Piratininga, a 22 quilômetros, custa R$ 3. Ir a Pirajuí, sai por R$ 6,80 por 51 quilômetros. Cerca de 33 quilômetros depois, o motorista paga mais R$ 3,20.

    Uma comerciante de Bauru que fizer compras de calçados em Jaú, a 57 km, deixa R$ 7,30 no pedágio na ida e o mesmo valor na volta.

    Já quem for ao médico no Hospital da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Botucatu paga três vezes, num total de R$ 10,60. O primeiro deles fica a menos de 50 quilômetros de Bauru, na cidade de Agudos, o segundo em Areiópolis e o terceiro em Botucatu. Ida e volta fica em R$ 21,20.

    Só estão livres de pedágio os motoristas que se deslocam pela rodovia Cezario José de Castilho (SP-321) para Iacanga ou na rodovia comandante João Ribeiro de Barros (SP-294) para Duartina ou Marília.
    Bauru cercada por pedágios (para ver os mapas clique aqui)

    São Paulo é outra cidade ilhada por pedágios. Mapa da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) mostra que quatro rodovias estaduais e três federais partem de São Paulo, além das praças no trecho Oeste do Rodoanel.

    Acir Mezzadri, coordenador do “Fórum Nacional Contra o Pedágio”, ironiza a situação de São Paulo: “Logo teremos pedágios no caminho da roça, é uma aberração”.

    Segundo o professor de Economia da Universidade Federal Fluminense (RJ) Carlos Enrique Guanziroli, os pedágios aumentam os custos de alimentos e materiais de construção e podem levar empresas à falência. “Quando você coloca pedágio, as pessoas procuram outro shopping, outro restaurante onde não haja essa cobrança. Algumas empresas poderiam entrar em falência”, diz o especialista.

    Para Francisco Pelucio, do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de São Paulo e região (Setcesp), no final das contas o ônus do pedágio recai sobre o consumidor final. “O frete mais o pedágio encarecem o produto, e o custo é embutido no preço de venda. Quem realmente paga é o consumidor”, afirma.

  23. salete cesconeto de arruda
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 19:02 hs

    Jose
    Jose
    Jose
    QUE MEDO DE RETALIAÇÃO É ESSE?
    Entende porque DILMA/ESTRELA tem mais condições de governar?
    ELA NÃO TEVE MEDO NEM DE BANDIDO FARDADO.
    Agora estamos numa DEMOCRACIA.
    E quem te disse que me acho politizada? VOCÊ está dizendo. É chiste?
    Eu sou apenas uma ex bóia fria que até ontem era uma analfabeta política igual àqueles que acham que banco de faculdade – sem SABEDORIA é cultura.
    Pois.
    Percebestes que tem gente que CRITICA a ESTRELA DILMA por ela ter usado apelidos em TEMPOS DE BANDIDOS FARDADOS que tomaram o exército brasileiro? Pois é. E pensar que muitos dos que a criticam são os MESMOS que hoje em TEMPOS DE DEMOCRACIA – usam apelidos.
    Feliz?
    Ganhastes toda a minha atenção. Por um minuto. Abraços.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*