Morreu Ivo, líder do Blindagem | Fábio Campana

Morreu Ivo, líder do Blindagem

Curitiba perde o líder da da banda que é considerada “A Cara Paranaense do Rock”. Ivo Blindagem morre, mas deixa fãs de várias gerações que cantaram e cantam, em bares curitibanos as músicas da banda.

O rock clássico que exalta a admiração e convivência harmoniosa com a natureza interpretadas na voz rouca de Ivo Rodrigues deixará saudades, porém está gravado nos corações e mentes dos que tiveram a oportunidade de vê-lo ao vivo nestes mais de 40 anos de existência da banda.


26 comentários

  1. Louise
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 11:02 hs

    Deixará saudades mesmo!!! Que Deus o receba em sua nova morada!!!

  2. Sirlei
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 11:06 hs

    O lugar de Ivo lá em cima é junto com os loucos e os errantes que tanto fizeram para viver a música e emplacá-la no coração das pessoas. O beijo e esteja com Deus.

  3. Norma Cecy
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 11:34 hs

    Um abraço amigo para toda a família e aos músicos do Blindagem.

  4. Silvano Andrade
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 11:40 hs

    este final de semana…beberei todas…por ele.

  5. uai!
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 11:53 hs

    Grande figura que só agora, de pé junto, será reverênciado devidamente como Leminsk.Terra ingrata.

  6. sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 11:53 hs

    Deixara saudades… Para quem estiver no andar de cima, a oportunidade de ver Ivo Rodrigue e Paulo Leminski.
    Também beberei todas este final de semana….

  7. sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 12:14 hs

    Foi o Ivo, e agora que eu vou fazer nas quarta feiras no Alex Bar? Foi o Ivo que embalou minha primeira investida na garota do lado, foi o Ivo que cantou a musica que eu queria fazer, foi o Ivo que cantou os versos que eu nao fiz, mas que queria ter feito. Vai Ivo, encontre o Lemiski, e faça um grande show lá encima. O Beto, o Paulo, o Juck e o Pato, vao ficar aqui por mais um tempo lembrando de vc.
    thiago

  8. Rubens Tavares
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 12:40 hs

    Ivo, Ivo blindagem, referência do velho e bom rock&roll, rebelde, como poucos, que manteve a coerência de um velho e bom maluco que ficou por estas bandas fazendo o que gostava e influênciou toda uma geração que começava a sair da ditadura militar, sou real eu sei só falta convencer o rei, no meu caminho existe mais de 4 norte para enganar uma só morte e ivo continua enganando a morte confundindo-a com o blues, com a poesia que ganha a rua na sua voz, como Paulo que era leminski seu companheiro de loucuras e poemas a via valeu a pena….. a música perde o seu rebelde, toda uma geração perde o seu idolo ao contrário da definição de idolo, perde a voz da noite, perde o bolinho de graxa, pois teu retrato é agora poeira de estrelas………….

  9. Claudião
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 12:40 hs

    Parte dos melhores momentos da minha vida tiveram como trilha sonora o teu som…Entre tantos destes momentos, por aqui ser uma coluna política, destaco a curtição que foi participar de todos os comícios da campanha de Maurício Fruet para prefeito, e Luis Manfredine para vereador, em 1988, onde todos os comícios foram animados pelo Blindagem e pelos saudosos Nhô Belarmino e Nhá Gabriela. Obrigado por tanta alegria e felicidade. Vai com deus amigo…

    Quanto Tempo Mais

    (Composição: Ivo Rodrigues e Paulo Leminski)

    Quanto tempo mais
    O povo vai ficar de boca aberta
    Quanto tempo faz
    Sonhando ver algemas abertas
    Ver apagado o fogo do dragão
    Que queima vidas com vapor de ambição
    Quanto tempo mais vamos lutar
    Por uma sorte maior

    O cansaço arde na boca

    Mais uma estrada asfaltada
    Sem flores, com taxas pagas]
    Pra se ouvir cantar os pássaros
    Quanto tempo, ei, vamos esperar

    Algo que venha do chão
    Ou que venha do ar
    Para nos salvar, quanto tempo mais
    Vou dizer
    Quanto tempo mais

    Quanto tempo mais
    O povo vai ficar pra trás
    Filho sem pai
    Nessa guerra sem paz
    Ver apagado o fogo do patrão
    Que bebe vidas com sabor de limão
    quanto tempo mais vamos lutar
    Pela esculhambação

    A saudade cai no coração

    Mais uma estrada asfaltada
    Sem flores não leva a nada
    Pra se ouvir cantar o galo
    Quanto tempo mais, cair do cavalo

    Mesmo que seja no chão
    Eu vou ter que voar
    Mesmo que eu venha pro chão
    Eu posso me levantar
    Não vão me ganhar, quanto tempo mais
    Vou dizer
    Um minuto mais

  10. Leonardo Rocha
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 12:56 hs

    Lamentável, Curitiba chora a morte de um de seus maiores ícones, pensando, bem que podia ter sido o Nelson Justus…

  11. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 13:00 hs

    A última vez que o vi, fotografei e entrevistei foi quando cantou o Hino Nacional na inauguração do Condor do Bom Retiro. Antes, a gente jogava sinuca no Bar do Hilário (também finado) na Mateus Leme. Daqui da minha Santa Isabel do Ivaí, os meus pesares prá família e fãs.

  12. sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 13:14 hs

    EU O CONHECI ,,,,GRANDE CARA,,,,,PAROU DE SOFRER DEVIDO AO CANCER;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  13. José Diniz
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 14:45 hs

    Ivo, meu irmão, meu amigo!!! Junto com a Banda Blindagem: injustiçados pelas Rádios AMs e FMs de Curitiba!!! Para esse GRUPO da nossa TERRA CURITIBANA, com musicas/cultura, nada de espaço. Agora esse pessoal noticia: perdemos um grande nome da nossa musica. Porque não fizeram isso com ele em vida?

  14. justiceiro
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 14:54 hs

    Agora que morreu, seu talento será reconhecido.
    Até um ida Ivo … Deu o tenha!

  15. Zeca
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 14:57 hs

    Putz..qtas noites na minha adolescência, na fria Curitiba, assisti aos shows do blindagem…um dos melhores foi no Paiol, “em cima” da banda. Ha, a velha Curitiba que dá saudades, quando podíamos atravessar a praça Osório de madrugada, caminhando, após as sessões da meia-noite no cine Astor, e chegavamos vivos ao outro lado!
    É Ivo, pertencemos ao passado. Mas será que saindo o Delazarentinho as coisas mudam na nossa segurança? Acho que tambem vou tomar todas.

  16. Zeca
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 15:01 hs

    Lembram dessa?:
    Não posso ver sangue
    Fico logo vermelho querendo chorar
    Não posso ver sangue
    Fico logo vermelho querendo chupar
    Não posso ver
    Água, poço, rio, mar
    Que eu já começo a tirar a roupa
    Pronto pra mergulhar

    Não posso ver ninguém
    Que eu já quero, que eu já quero, namorar
    Não não posso ver você
    Que eu já quero, que eu já quero, uh

    Não posso ver
    Água, poço, rio, mar
    Que eu já começo a tirar a roupa
    Pronto pra mergulhar

  17. O ÚLTIMO DOS GRANDES BOÊMIOS..
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 15:36 hs

    Ivo Blindagem Rodrigues…..quantas noitadas embaladas por esse poeta.
    Amante da vida alternativa.
    Obrigado pela sua passagem….

  18. Edmar - Ponta Grossa
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 16:19 hs

    Grande talento. Coração de menino. Já deve estar colocando o papo em dia com o Leminski (… se houver céu depois da terra…).
    À família e aos brothers Paulinho, Pato, Beto e Paulo, nossos sinceros sentimentos.

  19. uai!
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 16:57 hs

    Se chamam de louco, de dogrado, de roqueiro e vagabundo. Vá lá. Mas não o chamem de incoerrente, vendido, traira,. Na sua maneira impar, Ivo foi integro como um Pastor. Apenas que sua igreja era outra.
    RIP
    Ivo.

  20. Palmeira
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 19:17 hs

    Infelizmente, o Stone Bar nunca mais poderá ouvir sua voz…
    A cidade de Palmeira está de luto…
    Vai em paz Ivo, e que os Deuses do rock te recebam em sua glória…

  21. Zé Antonio
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 19:24 hs

    Um dos gaúchos mais paranaense que já existiu.Deveria ser enterrado ao pé de uma araucária.Esqueceram de citar uma de suas maiores virtudes;COXA BRANCA ROXO PREGANDO A PAZ ENTRE AS TORCIDAS…

  22. bacamarte
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 20:50 hs

    Um dos poucos neste planeta que teve talento para viver como quiz.
    Neste sábado vou tomar todas, e várias vezes, ao som de sua voz rara!

  23. Junior Gabardo
    sábado, 10 de abril de 2010 – 18:53 hs

    A primeira vez que vi o Ivo, foi num show no parque barigui. Ele usava uma camiseta escrito ” opio ” pensei…”esse é o cara”, e era mesmo !!!
    Vai fazer poesia no céu Ivo, vc o Leminski e todos os outros que vc amava.
    Bjs para a família e um recado, ” SÓ DOI PORQUE FOI BOM” !!!

  24. ei jovens malucos !
    domingo, 11 de abril de 2010 – 23:36 hs

    parem de beber, a pinga mata ! tambem gostava do Ivo, daquela simpatia de pessoa, com seu sorriso largo, mas perdi um pai e agora um icone da musica por causa da cirroze ou sirrose…… sei lá como escreve-se esta doença que ataca o figado , mais sei que a pinga mata ! que o senhor tenha misericordia da sua alma !
    se eu tivesse seu olhar…..

  25. christian sallum r
    segunda-feira, 12 de abril de 2010 – 10:18 hs

    Fiquei muito triste com essa noticia, ele simbolizava o rock no parana, e quando começei a tocar guitarra ja curtia o blindagem.

  26. terça-feira, 13 de abril de 2010 – 10:56 hs

    grande cara, não conheso a banda a muito tempo , mais do pouco que eu conheso , elle foi um grande homen, um poeta unico , pois fazer musika e facil, mais fazer musica que toque os nossos <3 são poucos, e o ivo tinha esse dom .
    IVO VA EM PAZ .

    Eterno poeta

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*