Marina tem princípios demais, avalia 'The Economist' | Fábio Campana

Marina tem princípios demais, avalia ‘The Economist’

Da Agência Estado, no Paraná Online

O discurso eleitoral da pré-candidata do PV à Presidência, Marina Silva, chegou às páginas da revista britânica The Economist. “De vez em quando, surge um político que parece ter muitos princípios para ser jogado na briga canina eleitoral”, diz a publicação, destacando que Marina “parece ser uma candidata desse tipo”.

Em um breve perfil, a revista apresenta a senadora como “outra Silva” – em referência ao sobrenome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva -, e menciona sua história no Acre e na campanha ambiental ao lado de Chico Mendes. Exemplifica ainda sua postura com sua saída silenciosa do Ministério do Meio Ambiente: “Ela se negou a criticar Lula publicamente”, diz o texto. Na campanha presidencial, contudo, Marina faz uma leve oposição ao presidente, diz a reportagem, ao afirmar que o País precisa reduzir a carga tributária e ao criticar a política externa atual.

O principal tema de sua campanha, no entendimento da The Economist, é a defesa da responsabilidade moral do Brasil em se tornar uma economia de alta tecnologia e baixa emissão de carbono, como exemplo para outros países em desenvolvimento.

Marina deve chegar hoje a Washington para participar de eventos em homenagem ao Dia da Terra, celebrado na última quarta-feira. A candidata deverá se encontrar com políticos americanos ligados à causa ambiental. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


11 comentários

  1. Borduna
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 8:44 hs

    Entre uma que tem princíos demais e os demais que tem pricipios de menos ou nenhum, fico com MARINA.

    NA

  2. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 9:04 hs

    Marina Morena Brasileira da Silva conduziu-se como autêntica formuladora das idéias dos seus conterrâneos mais conscientes e lúcidos. Sua postura a credencia como digna emissária das nossas mensagens antes tidos como xerifes do mundo. Simpática sem descer um mm para a vulgaridade que marca as idas do atual presidente que esporadicamente exerce suas funções.

  3. Silvano Andrade
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 9:10 hs

    A marina é muito fraca…não tem garra e nem motivação, seu discurso é muito bonito, mas ao mesmo tempo é vago e sem objetividade, parece que ela vive em um mundo de faz de conta… ACORDA senadora!!!

  4. segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 9:22 hs

    Depois que foi para o PV perdeu seus princípios.
    O caminho era o PSOL.
    A verdade é que o poder encanta e transforma as melhores pessoas numa anta.

    Para este jornaleco americano o mínimo de princípios é máximo, pois não tem nenhum.

  5. Noroeste
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 9:28 hs

    A reportagem explicita os princípios como sendo problema!
    Discordo!
    Muitos temos princípios e os honramos fielmente!
    Não há que se generalizar a má conduta de políticos desonestos com a queles que possuem respeito por sí e pelas outras pessoas!
    É por essa conduta que esta candidata receberá meu voto!

  6. Marcos Calonga
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 9:35 hs

    E como na política o que vale é: Não ter princípios!

  7. salete cesconeto de arruda
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 12:24 hs

    E ingenuidade também. É pomba no meio de serpentes. Sem Lula e o PT JAMAIS TERIA CHEGADO A MINISTRA. Com essa assessoria vai acabar como Luiza Helena.Que pena!
    Mas se gosta dela – VOTE MULHER!
    O que importa é dividir o poder entre os sexos para acabar com os governos de BRAVATAS. Vale a pena. Tenho certeza de que você gosta de alguma mulher da sua familia. Por AMOR A ELAS tente fazer algo DIFERENTE nesta eleição: Marina ou Dilma – VOTE MULHER PELO BEM DO BRASIL. A hora é agora. Nenhum outro partido vai ter coragem de dar ao Brasil – a chance de ter uma MULHER PRESIDENTE. Ainda somos uma terra de valores machistas sexistas. E que pega homens e mulheres.

  8. zé da roça
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 13:09 hs

    marina

    Para quem trabalha na área ambiental sabe que a marina não sabe nada de meio ambiente e tem um marido pra lá de comprometido…marketing…é marketing….tem principios aonde????

  9. Borduna
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 14:45 hs

    Num país apodrecido pela corrupção e gatunagem política, é incrível que quando aparece alguém de princípios, a principal qualidade de um governante e estadista, se menospresa essa qualidade em detrimento da velha esperteza. O Brasil é um pais rico de miseráveis, só porque se rouba demais. Se Marina, inteligente como é se fizer assessorar, fará o melhor governo que o Brasil já teve. Voto Marina. Mas parece que a maioria quer mesmo é ACMs, Arrudas, Justus, Zé Dirceus, Delúbios, Bob Reqs, Curis, Lerners, Anibals, Jader Barbalhos, Bibinhos, Sarneys, Calheiros, Betos, Osmars, Dilmas, Serras, FHCs, Garotinhos, etc. etc. que dominam a maioria dos partidos, ou melhor das quadrilhas. A CADA DIA ME CONVENÇO MAIS, VOTO MARINA.

  10. antonio carlos
    segunda-feira, 26 de abril de 2010 – 21:14 hs

    Que horror, parece que o Brasil não pode ter um político honesto, neste País nem todo mundo é petista. E por ser Silva não significa que a candidata faça parte da família do presidente, ou seja, desta camarilha que tomou conta do País. Ela doi companheira do presidente, mas largou dele quando ele passou a mão na cabeça dos vagabundos que estão assaltando este País. Ser honesto neste País não dá lucro, e o jornal inglês referenda as minhas palavras. ACarlos

  11. Maria do Ingá
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 0:23 hs

    Esta seria uma otima presidente,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*