Luciano Ducci inaugura Estação de Leitura no Terminal Pinheirinho | Fábio Campana

Luciano Ducci inaugura Estação de Leitura no Terminal Pinheirinho

Os passageiros que usam ônibus no Terminal Pinheirinho terão acesso gratuito aos livros da Estação de Leitura inaugurada pelo prefeito Luciano Ducci nesta sexta-feira (16). A mini-biblioteca faz parte do programa Curitiba Lê, de incentivo ao hábito da leitura. “O acesso dos curitibanos à cultura, em todos os bairros de Curitiba, é uma das maiores prioridades da Prefeitura”, disse Luciano Ducci, que também inaugurou a Casa da Leitura Paulo Leminski, na CIC.

A criação da Estação da Leitura nos terminais de ônibus é uma iniciativa inédita. Elas funcionam como postos de atendimento para empréstimo de livros, o que será feito de forma bastante simples, gratuitamente e sem burocracia. Para emprestar um livro, basta apresentar um documento de identificação e informar, sem comprovação, o endereço.

O sistema não utilizará carteiras de usuários. O procedimento de devolução também é simplificado. O livro poderá ser devolvido em qualquer uma das Estações ou Casas da Leitura.

A primeira Estação da Leitura a entrar em funcionamento é a do Terminal do Pinheirinho. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 20h30, e sábados das 6h30 às 14h. A Estação terá dois terminais de computadores disponíveis ao público para consulta do acervo local e de acervos localizados em outras unidades da Fundação Cultural.

Na entrega da Casa da Leitura, na rua Padre Gaston, CIC, Luciano Ducci disse que os curitibanos terão com o Curitiba Lê maior acesso aos livros e, assim, criar o hábito a leitura. “Este programa é mais um ganho para a cidade na área cultural. São várias ações de incentivo à leitura, como a criação de 13 Casas da Leitura”, disse o prefeito.

O programa Curitiba Lê prevê um conjunto de ações para aumentar os índices de leitura entre crianças, jovens e adultos. Além da criação de novos espaços, fazem parte do programa oficinas literárias e os ciclos de leitura já oferecidos pela Prefeitura.

“São atividades que orientam o leitor, incentivam o gosto pelos livros e mostram a literatura como fonte de lazer e reflexão”, afirmou o presidente da Fundação Cultura de Curitiba, Paulino Viapiana. “Os índices de leitura no Brasil são baixos. Com o Curitiba Lê queremos contribuir para reverter essa situação, eliminando barreiras e deixando o livro mais perto dos leitores”, disse.

A filha do escritor Paulo Leminski, Aurea Leminski, participou da inauguração da Casa da Leitura na CIC e disse que a família ficou emocionada com a homenagem ao pai. “Queremos doar mais livros da obra produzida pelo meu pai, para que seja guardada aqui como memória da produção de Paulo Leminski”, disse Aurea.


7 comentários

  1. TO LIGADO!
    sábado, 17 de abril de 2010 – 2:56 hs

    Que bom!

  2. TUKU NARE
    sábado, 17 de abril de 2010 – 9:39 hs

    O DUCCI e realmente uma grata supresa, vai ser marcante a sua passagem pela administraçao da nossa querida capital.

  3. Elias Jorge Abdala
    sábado, 17 de abril de 2010 – 14:21 hs

    Como diria aquele ex-assessor do Requião: “menas”, “menas”, tuku naré. Que surpresa o Ducci causou até agora? Apenas inaugura um projeto do Beto Richa e do Paulino Viapiana. Surpresa mesmo foi abandonar seus funcionários de anos, do gabinete de vice prefeito, para pegar os do gabinete do Justus. O Requião tem razão: basta passar o bastão do poder a uma pessoa para se conhecer o seu caráter.

  4. Zé Antonio
    sábado, 17 de abril de 2010 – 17:10 hs

    Atitude louvável e o que é bom merece elogio independente de partido,S

  5. Zé Antonio
    sábado, 17 de abril de 2010 – 17:13 hs

    Atitude louvável e o que é bom merece elogio independente do partido.Só não é inédito.Em São Paulo já vi isso a pelo menos 2 anos.

  6. bettonn
    sábado, 17 de abril de 2010 – 18:00 hs

    Parabens prefeito

  7. emerson palhares
    domingo, 18 de abril de 2010 – 12:54 hs

    Parabens prefeito Ducci, não é preciso inaugurar obras para tapar buracos, isto é obrigação, agora inaugurar uma biblioteca , para mim é uma prova que o sro. entende que a educação e cultura , junto com a saúde que dispensa comentários o sro. intende muito, são as primicias da vida ! entendo que curitiba está passando por uma nova fase, e quem manda e solicita é o povo, sei que tem a sensibilidade para ouvir o povo, se puder ouvir um conselho meu peço que olhe com muito carinho pelo trânsito e pelo meio ambiente, nós de curitiba já não somos a capital ecologica a muito tempo, precisamos resgatar esta identidade ! um grande abraço Emerson Palhares (suplente de vereador PMDB )

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*