Jânio Dala Costa preside a Codapar | Fábio Campana

Jânio Dala Costa preside a Codapar

Orlando Pessuti nomeou mais um nome de Apucarana. Convidou para presidir a Codapar o veterinário Jânio Dala Costa. Os dois foram colegas na Universidade Federal.


10 comentários

  1. TUKU NARE
    terça-feira, 20 de abril de 2010 – 22:29 hs

    VIXI…….. parece que ninguem conhece o moço. ou Apucarana nao tem dado uma passada pelo blog.

  2. noroeste do parana
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 8:13 hs

    mas quem manda mesmo no orgao é um sobrinho do PESSUTAO o DAVI PINEZI que só manda as patrulhas rurais fazer seviço em gurapuava para o deputado artagao junior isso é uma vergonha FORA PESSUTAO BETO RICHA GOVERNADOR.

  3. Jacarezinho
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 8:56 hs

    Tô mudando prá Apucarana.

  4. João Batista
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 10:21 hs

    Pessutão, tenta de novo. As duas primeiras, com o André Pegorer e o Jânio, “faiaram”…

  5. Apucaranense
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 14:47 hs

    É nóis!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. CODAPAR ENROLADA
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 18:32 hs

    E o problema do seguro não feito na Codapar de Cascavel?
    Quem vai pagar pelo mico de não ter seguro na carga de algodão e dar um prejuízo para a CODAPAR de 3,5 milhões de reais?

    http://jornale.com.br/ruthbolognese/?p=1494

    Problemas na Casa Civil
    Posted by ruth on abril 13th, 2010 filed in Paraná

    Um processo administrativo que corre na Codapar (Cia. De Desenvolvimento Agropecuário do Paraná) poderá empanar o brilho da posse de Ney Hamilton Caldas, o novo secretário da Casa Civil do governo Orlando Pessuti. Quando era presidente da Codapar, que responde entre outras funções, pela armazenagem de produtos agrícolas, um incêndio destruiu 10 mil toneladas de algodão num silo do porto seco de Cascavel, isso em abril do ano passado. O valor do prejuízo foi calculado em R$3 milhões e 482 mil reais e, ao pedir a indenização, o dono da carga descobriu que, mesmo tendo pago o valor da apólice, não havia seguro nenhum. O caso foi resolvido com a previsão do pagamento no balanço da Codapar de 2009 mas, mesmo assim, a Susep (Superintendência de Seguros Privados), vinculada ao Ministério da Fazenda, pediu investigação federal e tudo pode vir à tona a qualquer momento.

    Com a palavra o novo chefe da Casa Civil, Ney Caldas.

  7. Lelo
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 19:32 hs

    Codapar Enrolada você tá querendo dizer que uma empresa contrata um serviço para armazenar seus produtos achando que tem seguro e não tem? Isso não é crime? Penso que primeiro a empresa tem que estar bem certinha para depois oferecer seus serviços, não é mesmo? Aposto que essa turma do Pessutão vai dizer que a culpa é do Requião…

  8. Incrédulo
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 21:53 hs

    O Pessuti poderia convidar mais um guarapuavano ilustre para presidir o Detran:
    Carli Filho e seu Passatão blindado e assassino.

  9. quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 21:58 hs

    Pessutão, mesmo com aquele cormpinho esta em pleno crescimento nas pesquisa, e bem visivel isso, somente não pode deixar a dona regina aparecer mais que ele. E vamos pra cima deles pessutão.

  10. Incrédulo
    quarta-feira, 21 de abril de 2010 – 21:58 hs

    Caro Noroeste do Paraná, acho que vc. tá mal informado. As estradas rurais do Feudo de Guarapuava teem tanto buraco que muitos estão no barranco esperando para entrar. Mas arrumar estrada municipal é responsabilidade do alcaide mor da famiglia ribas carli. Em dias de chuva nem tatú de chuteiras de seis travas arrisca a andar nesses carreiros. Periga encalhar. Faço um convite para vc. venha ao Feudo de Guarapuava e transite pelos arredores, vc. vai ver que tem coisa mais feia que a fome.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*