Eleitor tem direito de formar a chapa que quiser, reage Dilma | Fábio Campana

Eleitor tem direito de formar a chapa que quiser, reage Dilma

De Vera Rosa para O Estado de S. Paulo

Depois de causar desconforto entre aliados ao defender uma dobradinha com o governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, jogou água na fervura da crise e disse nesta sexta-feira, 9, que o eleitor tem o direito de formar a chapa que bem entender.

“Ninguém pode ser autoritário com o eleitor”, afirmou Dilma, após se reunir com o presidente do Chile, Sebastian Piñera, na embaixada daquele país. “Eu respeito o que o eleitor fizer e, sendo assim, você não pode dizer como ele deve votar.”

A polêmica sobre a dobradinha híbrida entre o PT e o PSDB em Minas ocorreu depois que Dilma elogiou o ex-governador Aécio Neves (PSDB), depositou flores no túmulo de Tancredo Neves e, em entrevista à rádio Itatiaia, na quarta-feira, 7, disse entender a formação da chapa “Dilmasia” ou “Anastadilma”.

Na tarde desta sexta, porém, a petista procurou afagar o aliado PMDB, que briga com o PT para emplacar o ex-ministro das Comunicações, Hélio Costa, na disputa ao governo de Minas. O PT tem dois pré-candidatos ao mesmo cargo: o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel e o ex-ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias.

“Em Minas, eu não só espero como desejo e até apelo para o entendimento”, insistiu Dilma. Na tentativa de acertar o palanque para a petista em Minas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva avalia que o PT deve ceder a cabeça da chapa para Hélio Costa.

Dilma telefonou para Costa na quarta-feira mesmo e disse ter sido mal interpretada em suas declarações. “Achei estranhíssima aquela história”, contou. “O Hélio entendeu e até brincou comigo, dizendo que qualquer dia iriam perguntar para ele sobre o Serrélio”, emendou, numa referência à união entre o ex-governador José Serra, pré-candidato do PSDB à Presidência, e Hélio Costa.

Prestes a visitar Juazeiro do Norte e Fortaleza (CE), na semana que vem, Dilma fez vários elogios ao deputado e ex-ministro Ciro Gomes (PSB), que quer concorrer à Presidência, mas ainda aguarda uma conversa com Lula para definir seu destino político. O presidente avalia que a eleição deve ser plebiscitária entre Dilma e Serra e gostaria que Ciro desistisse da empreitada.

“Ciro é uma pessoa solidária, firme, generosa. Como é muito inteligente, sempre dá o melhor dele”, observou Dilma. Lembrada de que o deputado – ex-ministro da Integração Nacional – sempre diz que a candidatura dele vai ajudá-la a passar para o segundo turno na disputa contra Serra, a ex-ministra não entrou no embate.

“É a visão dele. Quem sou eu para falar que não?”, comentou ela. Diplomática, Dilma afirmou que não pedirá a Ciro para apoiá-la. “Com Ciro não preciso fazer apelo. Ele é uma pessoa que tem suas convicções e eu as respeito”.

Sem o tom beligerante adotado nos últimos dias contra o PSDB, a pré-candidata do PT disse que o encontro do qual participará neste sábado, 10, ao lado de Lula – engrossado por seis centrais sindicais, em São Bernardo do Campo (SP) – não foi programado para criar fato político.

“Fazer contraponto a Serra? Não, nem tenho essa pretensão”, desconversou Dilma. Depois, caprichou no sotaque mineiro: “Uai, gente, é absolutamente legítimo que a base do PSDB lance um candidato.”

O encontro de São Bernardo do Campo – berço do PT – será puxado pelo mote do “emprego e qualificação profissional”. Na prática, foi planejado sob medida para fazer um “contraponto social” à convenção tucana.


15 comentários

  1. Pé-Vermelho (Original)
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 20:11 hs

    É, a Dilmona acostumada a só ouvir SIM por força da caneta da Casa Civil, começa a kebrar a kara. O nao dos mineiros, é só o primeiro de tantos q ouvirá durante a campanha… e quiçá, das urnas

  2. DESTUKUNARÉ
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 20:42 hs

    Logo logo vão surgir reações dentro do PT para mudarem a candidata. Vai dzer tanta bobagem que ela mesma vai se inviabilizar, também pudera, desde criancinha que ela disputa eleições, ja foi candidata a tudo, desde rainha das bonecas, boneca viva, gremio estudantil, candidata a vereadora, a prefeito, deputado estadual, dep federal, senador e agora a Presidente, ah..foi tambem candidata a inspetora de quarteirão e é com esta monstra experiencia de trato com o eleitor que ela sabe tudo de eleições, afinal é uma menina dócil, meiga, afável, nunca disse uma palavra mais rispida a ninguem, não dada a violencia, incapaz de matar uma mosca…..e ainda tem gente que acha que ela ganha no primeiro turno…..

  3. TUKU NARE
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 21:42 hs

    uai, o caçador infeliz mudou de nome. agora e destukunare do Tiete, ……………
    A DILMA FALOU A VERDADE, NESSA ELEIÇAO A OPÇAO SERA PELO…..
    NOMES DOS CANIDATOS, nem sempre dos mesmos partidos, porque os
    partidos sao bicho em extinçao ,como eo caso dos TUCANOS.

  4. Valmor Lemainski
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 21:45 hs

    Dilma ou Dilema? Eis a questão!…

  5. rst
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 21:58 hs

    Essa ninguem vai ver na Veja, Na Globo e Na Folha de São Paulo.sexta-feira, 9 de abril de 2010
    Mensalão do PSDB:Marcos Valério participava de reuniões da campanha do PSDB

    Uma testemunha-chave do chamado mensalão do PSDB em Minas revelou em depoimentos à Polícia Federal que, na primeira eleição do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ao governo de Minas, em 1994, Marcos Valério, já participava de reuniões da campanha do PSDB e contribuiu financeiramente com ela.Segundo a testeminha, o esquema ocorreu na eleição de de 1998, quando o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) disputou a reeleição.

    As declarações foram feitas por Vera Lúcia Mourão de Carvalho, em 2006, e integram o inquérito que gerou a abertura de ação penal contra o Azeredo no STF. Prima do tesoureiro da campanha de Azeredo, Cláudio Mourão, ela ocupou funções de coordenação nas duas eleições.

    E descreveu bastidores dos comitês e também suposto esquema irregular de arrecadação montado por Newton Cardoso (PMDB), ex-vice-governador de Minas, a partir de 1999.

    Vera Lúcia contou que, em 1994, via Valério em reuniões semanais do comitê central, das quais participavam Azeredo, o ex-ministro Walfrido Mares Guia (ex-PTB, hoje PSB), então candidato a vice, Mourão e o ex-deputado estadual Amílcar Martins (PSDB), entre outros.

    Nas palavras dela, a vitória de Eduardo Azeredo (PSDB-MG) no primeiro turno melhorou subitamente o caixa da disputa. Nas reuniões, soube que os recursos a mais vinham de Valério. Até então acanhado, Valério teria mudado sua postura, com “participação bem mais ativa”.

    Em 1994, Vera Lúcia pagava despesas e salários de correligionários, além de outros serviços.

    Contou ter trocado dólares no escritório de um doleiro no Centro de Belo Horizonte, a mando da chefia da campanha do PSDB. Numa ocasião, saiu de lá com R$ 600 mil num envelope.Ta no jornal dos tucanos. O Globo…Só que dessa vez, nem a Folha, nem o Estado de São Paulo e nem a Veja, repercutiram a notícia. Todos em silêncio!

  6. Pé-Vermelho (Original)
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 23:05 hs

    hahaha
    Fale algo novo, TUKU NARÉ, que possa explicar o carão da Dilmona

  7. Parreiras Rodrigues
    sábado, 10 de abril de 2010 – 0:16 hs

    Inédita e original a constatação da dona Dilma Hussein, não acham? A de respeito à vontade do eleitor.

  8. PATO BRANCO
    sábado, 10 de abril de 2010 – 7:34 hs

    VAI PARA VENEZUELA FAZER UMA PLASTICA SE ESTA CURADA DA TRISTE DOENÇA SENAO VAI SE TRATAR E CUIDAR DA SAUDE,,,,EU COMO ITALO CATOLICO DESCENDENTE DEFENDE A FAMILIA EM PRIMEIRO LUGAR ENTAO CUIDE DA SAUDE E DEPOIS CUIDE DA FAMILIA E TERCEIRO CUIDE DE POLITICA SE QUE VCE GOSTA OU O LULA FORÇOU A SRA SER CANDIDATA,,JUIZO DILMA,,, ESTE MEIO NAO E O TEU CHAO

  9. Zé do Coco
    sábado, 10 de abril de 2010 – 8:04 hs

    Essa senhora não tem lá uma ficha recomendável em termos de direitos humanos, direitos do cidadão. Por que quer agora fazer pose para as câmeras?

  10. Polêmico
    sábado, 10 de abril de 2010 – 8:39 hs

    A Dilma esta certa quem decide é o povo e o povo quer Dilma presidente e Pesuti governador.
    A Elite, os poderosos não os quer.

  11. sábado, 10 de abril de 2010 – 10:59 hs

    É isso aí Dilmazia, o povo já não aguenta mais de tanta azia.

  12. ildo baldo
    sábado, 10 de abril de 2010 – 11:11 hs

    E VOCEIS QUE NÂO TEM O QUE FALAR FALEM DA DILMA ATÉ PORQUE É A MENORIA A MAIORIA FALARA ASSIM NO FINAL DE DEZENBRO VOU PARA BRASILIA ASISTIR A POSSE DA DILMA QUE VOCEIS CHAMAM DE GUERILHEIRA
    MAS NA VERDADE ELA É GUEREIRA
    E MUITOS PTS NO ENTERO DO DR CAVERA EM SÂO PAULO

  13. TUKU NARE
    sábado, 10 de abril de 2010 – 11:42 hs

    pe vermelho original, sao aqueles de 1974, que viraram o Parana de ponta cabeça, pra nos que gostamos desse bichinho, ela e a DILMINHA, que e
    a insonia de muita gente, e a alegria de quem gosta de mulher em geral e
    sem exessao, porque todas sao doceis e meigas. ai de nos sem elas.

  14. Alemão
    sábado, 10 de abril de 2010 – 15:02 hs

    O que esperar dessa gente que se formou pelas leis do banditismo e violencia. Alem de tudo É FEIA QUE DOI.

  15. FEIA QUE DÓI NAS JUNTAS
    domingo, 11 de abril de 2010 – 0:20 hs

    TEU KU NARE, TA COM DÓ LEVA PRA CASA. ISTO NÃO É MULHER, É ATÉ PECADO CHAMAR DE MULHER, É OFENSA A ELAS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*