BNDES e a ferrovia de Cascavel a Salto, na Argentina. | Fábio Campana

BNDES e a ferrovia de Cascavel a Salto, na Argentina.

De Ancelmo.com no O Globo

Piuuuííííí…

O BNDES, diz Samuel Gomes, presidente da Ferroeste, contratou estudos de viabilidade da ferrovia de uns 300km, de Cascavel, PR, até a argentina Salto, a uns 60km da fronteira.

O trecho custaria uns US$ 600 milhões.


11 comentários

  1. Xisburge
    domingo, 4 de abril de 2010 – 21:29 hs

    Vai ter o mesmo destino que a de Cascavel a Maracaju e a de Guarapuava a Chapecó: Ser apenas um projeto.

  2. pedro
    domingo, 4 de abril de 2010 – 21:29 hs

    menos ne samoel e a de guira,do sudoeste,de chapeco ate agora so bla bla bla acredite quem quiser.

  3. Claudio
    domingo, 4 de abril de 2010 – 21:38 hs

    Será que agora, sem o microfone da TV Educativa e sem o foro privilegiado, o Requião acusa esse trecho ferroviário (que por sinal é mais ou menos da mesma extensão do de Guarapuava) de superfaturamento?

  4. Geraldo
    domingo, 4 de abril de 2010 – 21:40 hs

    O Pessuti vai manter no governo esse cabeça de purungo incompetente???

  5. Dom Arlindo
    domingo, 4 de abril de 2010 – 22:23 hs

    Meu Deus, quanta besteira que eu escuto (leio) aqui. Foi apenas um estudo, num trecho bem mais longo e acidentado que o trecho que o Paulo Bernardo queria dar de presente para a ALL!!!!

  6. job
    segunda-feira, 5 de abril de 2010 – 8:36 hs

    Este é um especialista em fazer promessas, tal qual o prefeito cassado de Campo Mourão. Além das acima agora promete a Ferrosul, que não passa de um projeto de Lei em tramite na Câmara Federal. E o mentirão casado já está programndo um rega-bofes para ele vir mentir aqui. Pura política para enganar trouxas. Será como o Gouveia que até titulo de cidadão queriam dar ao cara, que foi demitido do DENIT e reponde processo por desvio de recursos públicos. Uma vergonha para nossa cidade que em face desta administração mais parece curva de rio.

  7. Centro
    segunda-feira, 5 de abril de 2010 – 9:03 hs

    Oberá, esta sim cidade relevante ao lado de Salto, é uma cidade de imigrantes europeus e outras ricas culturas, muito parecida com a nossa Curitiba só que uma 20x menor…
    Produção de grãos é muito relevante na região de Misiones e Entre Rios…

  8. Centro
    segunda-feira, 5 de abril de 2010 – 9:04 hs

    Errei o Salto, mas o comentário é válido. Eles não deixaram de utilizar uma hidrovia para mandar soja por Paranaguá…

  9. Benhur
    segunda-feira, 5 de abril de 2010 – 9:27 hs

    UM TRECHO PRA LIGAR COISA ALGUMA A LUGAR NENHUM!!

  10. A Verdade
    segunda-feira, 5 de abril de 2010 – 9:36 hs

    É sensacional. Os caras não conseguem resolver o gargalo a partir de Guarapuava, seja via Ipiranga, seja diretamente em direção ao Litoral !!! Ai vem falar de prolongar ramais em direção ao oeste… É uma piada…

  11. GEOGRÁFICO
    segunda-feira, 5 de abril de 2010 – 9:36 hs

    NÃO É SALTO…E SIM “SALTA”…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*