Assembleia envia nota de esclarecimento | Fábio Campana

Assembleia envia nota de esclarecimento

A Assembleia Legislativa emitiu nota de esclarecimento sobre as últimas notícias sobre a Casa. É o que segue:

Nota de Esclarecimento

As últimas notícias veiculadas pela imprensa no dia de ontem, terça-feira 13 de abril, trazem algumas imperfeições. Boa parte dos funcionários citados já havia sido exonerada das suas funções de agentes políticos anos atrás. Os demais foram exonerados através de resolução votada em plenário na última segunda-feira dia 12 de abril.

O presidente da Assembléia Legislativa não possuiu nenhum funcionário com grau parentesco trabalhando no seu gabinete parlamentar e muito menos no gabinete da presidência. Aqueles agentes políticos que possuem parentes trabalhando na Casa já foram comunicados oficialmente que tal situação não será mais permitida. Alguns deles com mais de 20 anos de relevantes serviços prestados ao Legislativo do Estado do Paraná também foram exonerados através da resolução votada em plenário. Ou seja, os funcionários com grau de parentesco entre si não serão nomeados e não prestarão serviços a Presidência e ao Gabinete do Presidente.

Todas as denúncias já estão sendo investigadas pela Comissão de Sindicância da Assembléia e pelo Ministério Público do Estado do Paraná.

A Presidência reitera o compromisso com a transparência, com inúmeras medidas administrativas tomadas, desde 2007 quando da posse da nova Mesa Executiva, de modo a consolidar uma transformação histórica da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, quebrando paradigmas impregnados há décadas na Casa.

DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO DA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARANÁ


10 comentários

  1. JOAO DE LARA
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 11:05 hs

    muito interessante cada denuncia que chega,sempre a mesma historia o func. ja foi demitido ou exonerao como queiram,um dia antes ,por favor sr. presidente para substimar a inteligencia dos outros,certamete o sr tera a resposta na proxima eleicao.

  2. OSCARITO
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 11:10 hs

    Resumindo a nota da AL. É tudo culpa do Bibinho! Rs…rs…rs…rs..rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsr.

  3. flavio
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 11:10 hs

    muito interessante cada denuncia que chega,sempre a mesma historia o func. ja foi demitido ou exonerao como queiram,um dia antes ,por favor sr. presidente para substimar a inteligencia dos outros,certamete o sr tera a resposta na proxima eleicao.

  4. TUKU NARE
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 11:23 hs

    EXPLICA MAIS Nao justifica, tomara que esse assunto seja um divisor, e que a nossa
    AL doravante seja um exemplo para as Camaras Municipas, que padecem com os mesmos vicios praticados na AL.
    DEPUTADOS DE TODOS O PARTIDOS, praticaram o mesmo expediente do SR. NELSON, e pergunto nao e extranho pega-lo praCRISTO.

  5. PRISÃO PREVENTIVA
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 11:53 hs

    Já devia ter sido pedido, pela Policia Federal, a prisão preventiva de algumas pessoas, isso para garantir a coleta de provas e para que não exista pressão sobre testemunhas.
    Não seria nenhum exagero pois o próprio deputado Justus Verissímo sabe que é muito díficil manter provas na Assembléia. Os mais antigos , Bibinho e Famiglia Curi são testemunhas de que até incendio já houve na Assembléia

  6. Povão do Paraná
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 11:54 hs

    Ah, bom !!!

  7. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 12:46 hs

    Pois é, de notas vagas em notas vagas, vive a agonizante Assembleia Legislativa.
    “Alguns” , “Boa Parte dos funcinários” “isso não mais será permitido”.
    São palavras vagas e promessas de correção.
    NÓS QUEREMOS SABER É DOS FATOS PRETÉRITOS:
    – Quem nomeou a favelada de Almirante Tamandaré?
    – Para a conta de quem foi parar a GRANA $$$ dos salários dela?
    – Quem pediu e quem autorizou a nomeação do marido da Vice prefeita de Almirante?
    – E os parentes dos diretores (Bibinho e outros) para “trabalhar” na Assembleia?
    – Cadê os diários avulsos, aqueles que não estão no arquivo?
    – E o Banco, vai ser punido?

    Essas e outras perguntas estão sem respostas. Não adianta dizer que o recadastramento vai corrigir as “falhas”, achando que o passado pode ser apagado.

  8. antonio carlos
    quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 18:31 hs

    Então a Asembléia vai ficar às moscas, porque sempre foi uma casa de compadres e comadres. Este é irmão daquele, que é casado, ou foi, com a irmã daqueloutro, e assim por diante. O tal nepotismo, que o ex mudou para despotismo, no seu trágico desgoverno, sempre foi regra na Assembléia. O Bibinho era parente do Aníbal, que era avô do Alexandre, que é cunhado de não sei quem mais. A Assembléia sem parente não tem graça, vamos falar mal de quem então? ACarlos

  9. dilson pelisson
    quinta-feira, 22 de abril de 2010 – 15:47 hs

    tem alguma relação dos funcionarios que foram exonerados atualmente ou que já haviam sido demitidos antes do terremoto ?

  10. dilson antonio
    quinta-feira, 22 de abril de 2010 – 15:50 hs

    e bom publicar logo uma lista (completa) de todos funcionarios atualmente ativos/lotados na AL para garantir transparencia e não haver mais esta conversa mole pra boi dormir sobre “demissões anteriores”.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*