André Vargas sobre aliança PTxPDT: "Ficou difícil" | Fábio Campana

André Vargas sobre aliança PTxPDT:
“Ficou difícil”

O que disse André Vargas, secretário nacional de comunicação do PT, em entrevista ao repórter Márcio Miranda, na CBN, hoje à tarde:

“(Essa indecisão) Reforça a imagem de dúvida de indefinição, que o senador tem. Isso não é adequado para quem quer governar o Paraná.”

“Os movimentos sociais, que baseiam o PT, não têm relação profunda com o senador. E essa indecisão (de Osmar Dias) só reforça a distância de nossa base política do senador.”

“Temos a alternativa da candidatura própria.”

“Ao exigir algo impossível (trazer junto todos os partidos da base do presidente Lula) é o mesmo que dizer que essa aliança não acontecerá.”

Ouça o secretário:

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.


8 comentários

  1. Carlos Toledo
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 20:51 hs

    A candidatura do Senador Osmar Dias esta respaldada na grande alinça que fez com praticamente 50 % dos eleitores do Parana em 2006 e ele só não ganha a eleição se ele deixar de visitar os municipios do Parana qual tera que estar nos 399 municipios no meio do povo montar seu exercito de comabtaente Brizolistas e Osmaristas se for caso vamos de chapa pura , O PMDB ganhou suas eleições no Estado sempre com Chapa pura, esta chegando hora da onça beber agua.
    Se é o PDT que tera o candidato a Governador , nada mais justo do que o PDT dar as cartas, não vamos cair no conto de fada, este papo de chapa branca nem pensar, votos camarões pior ainda nem pensar, esta mil por cento certissimo o Deputado Estadual Augustinho Zucchi e toda a Direção Estadual não abrir mão do nome da PTista Gleisi compor de Vice na chapa do futuro Governador do PR Osmar Dias, sendo assim desta forma 100 % de acordo com as bases do PDT qual sabidaemnte o Senador Osmar Dias esta ouvindo inclusive as bases do PT tambem tem falado isto em todo o estado seria bom deixar de lado estes que ficam em suas salas ar condicionados enão ouvem suas bases para dizer o que quere cada filiados e a maioria dos eleitores do PR.
    caso contrario vamos coligar com o PSB e mais alguns partidos no primeiro turno ,de o que dé VENHA QUEM VIER, vamos de Ciro Gomes e aguardar no Segundo turno e ver quem ira nos enfrentar.

  2. Geraldo
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 21:03 hs

    Concordo com o André Vargas, falta jogo de cintura para o Osmar. Ja perdeu por conta disso mais de uma vez ser governador do Paraná. Fica se masturbando em cima do muro, enquanto a locomotiva estraçalha seus miolhos, sem perdão. Já que está de frescuras de novo, fique candidato à reeleição ao senado, e não fique empatando!!! Se toca Osmar!!!

  3. Vigilante do Portão
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 21:12 hs

    Deu no jornal:

    Filme sobre a vida de Chico Xavier, bate recorde de bilheteria.

    Enquanto isso, LULA, O FILHO DO BARRIL, DIGO, DO BRASIL, NÃO DECOLOU. NEM DANDO OS INGRESSOS, NEM DISTRIBUIDO DE GRAÇA NOS SINDICATOS. KKKK

    FIQUEI SABENDO QUE ATÉ AS CÓPIAS PIRATAS, AQUELAS QUE OS CAMELOS VENDEM, ENCALHARAM. kkkk

  4. Ivo Pugnaloni
    terça-feira, 6 de abril de 2010 – 23:50 hs

    Companheiro André Vargas!

    Suas ponderações são pertinentes.

    Sem dúivda alguma, uma aliança eleitoral e ainda mais uma coligação eleitoral é algo muito sério.

    É um compromisso, que quando é firmado, existe para ser mantido e não firmado só para um momento de eleições onde alguns interesses se encontrem por um instante e pouco tempo depois, deixam de existir.

    Caso, como querem outros inflentes companheiros, conseguíssemos com que o Senador Osmar, que se reelejeria facilmente, deixasse de concorrer para dar à nossa candidata Gleisi, mais chance de se eleger, seria ótimo!

    Mas pelo jeito falta muito para que isso aconteça.

    Primeiro porque o Senador não nasceu ontem e sabe muito bem quantos anos lhe custou ganhar essa cadeira no senado.

    Segundo porque ele sabe muito bem que falta uma identificação mais profunda dele com as bases eleitorais do PT, coisa que curiosamente, parece preocupá-lo mais do que à cupula estadual do partido.

    A análise do companheiro Enio Verri aqui no Fábio e agora essa análise sua, começam a coincidir com a análise que nossas bases fazem: os sucessivos episódios protelatórios do senador nos indicam que, muito embora alguns pretendessem que as coisas pudessem ser diferentes, o Senador não pretende sair a governador apoiado pelo PT do Paraná, apoiando Dilma para presidente.

    Ponto final.

    Isso é a realidade, por mais que não gostemos dela, ou melhor, por mais que alguns não gostem dela.

    Seria algo forçado, como um casamento por interesse e não por amor.

    Não adianta nossos “Pais maiores” , Paulo Bernardo e Gleisi quererem que nós, os “filhos”, e filiados, “casemos” políticamente com o Osmar e ele conosco.Não dá liga. Não tem “química”. Acho que é uma questão “de pele”.

    E Quando falta o amor, a identificação, “o tesão”, não adianta: seria mais um casamento de fachada, que se desfazeria ali adiante..

    Não adianta dizer “Ah, mais o dote dele é grande, daria um cargo para Gleisi ser senadora!!!”.

    Sim , isso se ele quizesse dar o dote.

    Mas não podemos arrancar o dote à força dele.

    Voce não pode obrigá-lo a fazer campanha para a Dilma, coisa que ele do fundo do coração , não quer e ainda obrigá-lo a ceder a vaga ao senado sem nenhuma garantia que nós os filiados não o deixaríamos falando sozinho…

    Acho que estamos perdendo tempo precioso com o Osmar. Não digo que devamos romper com ele.
    Não , pelo contrário.
    Devemos deixá-lo tranquilo para escolher a melhor alternativa para ele, colocando-nos , como parte da bancada de sustentação do goeverno Lula.

    Se ele precisar de alguma coisa, é só entrar em contato e vamos tentar ajudar no que for possível.

    Se ele for ao segundo turno contra o Beto, já podemos fazer até por escrito o compromisso de apoiá-lo. Acho que ninguém, mesmo do nosso campo, que defende a candidatura própria no primeiro turno, se negaria a isso, desde que fosse contra o Beto.

    Agora, continuar rastejando atrás do Osmar, acho que não dá mais.

    Nem as bases da CNB suportam mais essa posição errada, caolha, voluntarista, irreal, que só vê uma vantagem: seria ótima para a eleição da Gleisi, se o Osmar estivesse cheio , cansado de ser senador e ter um mandato.
    Que não parece ser o caso.

    Acho que está na hora de a maioria entender que , ao invés de adiar Encontros Estaduais com medo da opinião não só da minoria, mas de suas próprias bases, deveria promover o Encontro para discutir sem pré-condições , sem sectarismos, sem truculência de companheiros contra companheiros, a questão de tática eleitoral.E das alianças.

    Lembrando: casamento por interesse dos pais não dá mais certo nem na India.

    Quanto à candidatura própria acho que é a melhor solução mas não vejo problema em reativar, com força, a discussão com o PMDB e com o PDT, o PCdoB, para a constituição de uma frente programática que pode desembocar em uma frente politica para o primeiro e para o segundo turno.

    Chega de perder tempo.

    Vamos lançar nossos candidatos a candidatos, vamos discutir o programa de cada um abertamente, vamos lançar seus nomes na sociedade e encaminhar um processo de prévias entre eles dentro do partido, enquanto as discussões com a frente, continuam.

    Cada minuto que passa, menos condições políticas de marcar a frente com nossas propostas teremos.

    Espero vê-lo mais vezes debatendo conosco, da minoria e com as demais forças que compõe nosso campo.

    Conte conosco!

  5. GUARDIÃO NOTURNO
    quarta-feira, 7 de abril de 2010 – 0:31 hs

    Osmar mande esse ANDRE VARGAS caçar sapo, se arranca e vai de chapa pura mesmo, carregar morto já era.

  6. FERNANDO
    quarta-feira, 7 de abril de 2010 – 8:14 hs

    Fica quieto “Vigilante do Portão”. Não tem o que falar, não fale!!!

  7. IRATI
    quarta-feira, 7 de abril de 2010 – 10:28 hs

    caro CARLOS…… vc quer o PSB ???? ja conversou com o Ducci ou vc esqueceu q ate a direção nacional permitiu que no parana o proprio PSB apoie o Serra…. se informe um pouquinho mais…..alem do que os 50% dos paranaenses….tem os nossos votos do PSDB

  8. Maringaense
    sexta-feira, 9 de abril de 2010 – 9:50 hs

    Tá dificil, põe o PP com Ricardo Barros pra governo e pega o apoio desses dois

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*