A semana do adeus e das frases vazias | Fábio Campana

A semana do adeus
e das frases vazias

Charge eletrônica da UOL


11 comentários

  1. Polêmico
    sábado, 3 de abril de 2010 – 14:38 hs

    Fora Serra.
    Fora PSDB.

  2. Divanir
    sábado, 3 de abril de 2010 – 15:43 hs

    Fora Dilma parasita, fora guerrilheira, ou melhor, quadrilheira.

  3. Calunga
    sábado, 3 de abril de 2010 – 16:26 hs

    O curriculo da dona Dilma é ótimo pra ler, não tem nada.

  4. sábado, 3 de abril de 2010 – 18:08 hs

    Chra PeTezada , chora !!!! Serra Presidente , enquanto a dilma mente, e a petezada chora

  5. João
    sábado, 3 de abril de 2010 – 18:26 hs

    Somente um PAULISTANO pra por ordem no país!

  6. OSSOBUCO
    sábado, 3 de abril de 2010 – 19:27 hs

    Serra é covarde, fugiu dos milicos!
    Dilma é corajosa, comabateu os milicos!
    Fora Serra!

  7. OSSOBUCO
    sábado, 3 de abril de 2010 – 20:50 hs

    CONEXÃO SERRA-ARRUDA-MÍDIA
    Enviado por Roberto Tonet
    18-Fev-2010
    Há algum tempo, um fato grave continua ignorado pela mídia golpista.

    “Duas investigações em andamento – a Operação Castelo de Areia e o caso José Roberto Arruda – estão batendo direto no sistema de financiamento de campanha do governador José Serra… Não é nada trivial. Não se trata de denúncias de oposição, de suspeitas, mas de investigações policiais calcadas em provas, depoimentos de testemunhas, documentos”.

    No final de dezembro, a revista Carta Capital confirmou a existência da
    “conexão Serra-Arruda”, como Nassif batizou sua descoberta. Ela revelou que o administrador de empresa Ailton de Lima Ribeiro, “homem de confiança de José Serra”, é um dos envolvidos no escândalo do “mensalão do DEM”.

    Filiado ao PSDB, Ribeiro trabalhou com Serra no Ministério da Saúde e na prefeitura de São Paulo. Na sequência, prestou serviços ao prefeito demo Gilberto Kassab. Desde março de 2009, ele era um colaborador íntimo de José Roberto Arruda, o governador do Distrito Federal.
    “Homem de confiança de Serra”

    Segundo aponta a revista, “ao desenrolar o novelo do Arrudagate, o fio das investigações aponta para um esquema formado por uma rede de empresas beneficiadas por contratos milionários no Distrito Federal e em São Paulo”. Ribeiro é o principal envolvido. O gestor tucano já havia sido alvo de outras denúncias. Após ocupar vários cargos
    importantes no Ministério da Saúde, ele foi afastado do órgão durante as investigações da Máfia do Sangue. Em outubro de 2008, também foi citado no rastro da investigação da Operação Parasitas, que apurou a existência de um grupo de empresas que fraudava e superfaturava contratos na área de saúde com a prefeitura paulistana.

    Com o estouro do escândalo do “mensalão do DEM” de Brasília, outro demo, Gilberto Kassab, decidiu suspender o contrato milionário, sem licitação, feito pela Secretaria Municipal de Saúde com o Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas), no valor de R$ 15,8 milhões. “A prefeitura já havia pago, antecipadamente, R$ 2 milhões. Surpresa: Ribeiro faz parte da diretoria do Iabas. O seu nome consta do site da organização como diretor de gestão em saúde pública”, relata
    a revista, que descreve outros casos sinistros envolvendo o versátil administrador tucano.

    Ensurdecedor silêncio da imprensa

    Não há mais dúvidas sobre a existência da conexão Serra-Arruda. A sujeira é fedorenta. Ele observa que a reportagem confirma “um novo operador de José Roberto Arruda, diretamente ligado ao governador Serra. Antes de Arruda, o operador atuou diretamente na montagem do sistema de terceirização da saúde em São Paulo. Há tempos
    pessoas do setor tinham me dito que o modelo era a reedição dos esquemas pesados do PAS, da gestão de Paulo Maluf”.

    Luis Nassif é taxativo: “Ailton de Lima Ribeiro é homem de confiança de Serra”. Ele destaca ainda que “o prefeito Kassab anulou um contrato milionário, sem licitação, entre a Secretaria da Saúde do município – sob responsabilidade de Januário Montone, também ligado diretamente a Serra. Um dos sócios da empresa sob suspeita é o próprio Aílton”.

    Outra pista é que Ailton seria “o principal responsável pela contratação, em São Paulo, das mesmas empresas de informática que integram o esquema de Arruda”. Diante de tantos indícios, é muito estranho o
    ensurdecedor silêncio da mídia. Será que existiria também uma conexão Serra-Arruda-mídia?

  8. LEONEL TUCUNARÉ
    sábado, 3 de abril de 2010 – 21:25 hs

    Está aí para todo mundo ver. A Dilma confessou que é burra mesmo. Tendo dois assuntos para falar de improviso, disse que se não lesse o texto iria esquecer um. É só conferir.

  9. Degas
    sábado, 3 de abril de 2010 – 21:52 hs

    Fora de SP só tem m…!

  10. sábado, 3 de abril de 2010 – 22:27 hs

    Dilmentira e sua gangue queria implantar comunismo ferrenho e atrasado de cuba aquí, mas nem isso ela conseguiu pois os milicos não deixaram …kkkkkk

  11. Thianny Carvalho
    domingo, 4 de abril de 2010 – 7:57 hs

    Lamentável o que vivemos neste país. Lula teve avanços sem dúvidas, teve tudo para fazer um excelente governo, mas optou por chutar a ética em nome dos ” companheiros do PT” e se perdeu e a Dilma, vai dar uma guinada a esquerda a Lá Hugo Chaves se ela ganhar… que Deus nos livre dos dois.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*