38% apóiam indicação de Lula, mas Dilma só tem 28% | Fábio Campana

38% apóiam indicação
de Lula, mas Dilma só tem 28%

Transferência de prestígio continua uma incógnita. Apenas 16% dizem conhecer Dilma muito bem.

No papel, em números, não existe candidato com mais potencial para crescer nas pesquisas de opinião do que Dilma Rousseff, do PT.

Na prática, entretanto, ainda não se sabe se essa profecia sobre a inevitabilidade da vitória dilmista vai se concretizar.

A pesquisa Datafolha de 15 e 16 de abril (aqui, todos os levantamento eleitorais) tem vários indicadores mostrando o caminho por onde Dilma pode caminhar para ter sucesso em outubro.

Eis alguns dados:

1) grau de conhecimento: apenas 16% dizem conhecer Dilma muito bem. No
caso do seu adversário direto, José Serra (PSDB), a taxa é de 34% de
Serra:

2) conhecimento dos partidos: a identificação partidária não vale
muita coisa no Brasil. Mas é sempre melhor que o eleitor saiba qual é
a sigla do candidato. Nesse caso, Dilma até não está tão mal, pois 47%
sabem dizer que ela e do PT. No caso de Serra, 28% sabem que o tucano
é do PSDB. Supõe-se que esses percentuais cresçam ao longo dos
próximos meses. Eis a situação atual:

3) apoio de Lula: 61% já dizem saber que Dilma é apoiada por Lula (10%
citam outros nomes). E para 38%, o aval lulista os “levará a escolher
esse candidato com certeza”, embora a petista tenha hoje só 28% de
intenções de voto. A dúvida é: como reagirão os eleitores ao saber, de
fato, que Lula está mesmo apoiando Dilma? Eis os dados de hoje:

4) voto espontâneo: Dilma lidera com 13% no levantamento no qual não
se mostram os nomes dos candidatos aos entrevistados. O “candidato do
Lula” recebe 3%. O “do PT”, 1%. Ou seja, em tese, seu potencial na
espontânea é de 17%. Esse é o voto mais certo e consolidado. Serra
nessa pergunta tem 12% agora.

Some-se também o fato de 43% dos votos de Dilma na pesquisa estimulada
coincidirem com a escolha já verificada na pesquisa espontânea –nesse
caso, a taxa de Serra é menor, de 31%. Esse é um cruzamento
interessante. Nem todos os que votam de maneira espontânea mantêm a
escolha ao serem confrontados com as cartelas indicando os nomes dos
candidatos. Isso ocorre porque o processo ainda está no começo. Os
eleitores ainda não se ligaram no debate eleitoral. Mas quando um
eleitor cita o nome do seu escolhido na pesquisa espontânea e repete o
nome na pesquisa estimulada, isso é um sinal de um voto mais convicto.
Nesse aspecto, pelo menos neste momento, Dilma Roussef está melhor que
os demais. Eis os dados a serem considerados e algumas estratificações
por região do país, sexo, faixa etária e escolaridade:


18 comentários

  1. Luiz
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 10:36 hs

    Quando virá a pesquisa do Senado??? Requião, e Gleisi, sem ter que bater cartão em lugar nenhum estão livres para campanha, enquanto Fruet que está em Brasília trabalhando, provavelmente cairá nas pesquisas, é assim mesmo no Brasil, quem trabalha só se…

  2. silvio
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 10:52 hs

    E daí, Campana…. não vai dar nenhum pitaco sobre o futebol?

    Ficou contente com o 34º título do Coxa?

  3. Faca Amolada
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 11:15 hs

    Editorial da Rede PDT, em sua edição desta segunda-feira:
    A análise do jornalista Hélio Fernandes (transcrita abaixo) e a postura da seção paranaense do Partido dos Trabalhadores de costurar acordos inclusive com tucanos, tendo como prioridade a eleição de Gleisi Hoffmann (mulher do ministro Paulo Bernardo, do Planejamento) para o Senado, não deixam dúvidas de que os tripulantes do Aerolula cruzam os céus visando o aumento de representação no Congresso relegando para segundo plano a articulação da campanha de Dilma Rousseff à Presidência. Não é difícil perceber como essa tática petista contempla o boicote à presença do deputado Ciro Gomes no pleito presidencial, porque isto poderá favorecer o Partido Socialista Brasileiro (PSB) na obtenção de cadeiras no Parlamento cacifando a legenda para as eleições de 2014. A bifurcação das eleições presidenciais pretendida pelo Palácio do Planalto não é benéfica à democracia, embora possa projetar novos planos de vôo para o chamado PTL (Partido dos Trabalhadores de Lula), a dificuldade de entendimentos nos estados é maior prova disso.

  4. Faca Amolada
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 11:16 hs

    ANÁLISE DO JORNALISTA HÉLIO FERNANDES:
    O presidente Lula começou a admitir o terceiro mandato quando exercia o segundo. O único cidadão do mundo que perdeu três vezes e conseguiu vencer a quarta, assumiu timidamente, foi deixando de fazer o que era obrigatório, principalmente recuperar o patrimônio fabuloso que FHC DOOU A BANQUEIROS, SEGURADORAS, GLOBALIZADOS DE VÁRIOS PAÍSES. É que Lula estava no Poder a partir de 2003, era o inacreditável primeiro mandato, ainda nem acreditava no segundo. Vitorioso na quinta eleição, empossado e já popularizado em 2007, aí realmente despontou para a glória geral e pessoal. Começou a trabalhar não apenas o terceiro mandato, mas “a salvação do país pela eternidade do Poder”. (Foi a época em que, voltando do Gabão, mostrou todo o deslumbramento e as “convicções” em relação ao Poder, ao afirmar publicamente sobre o ditador desse país: “Ele está há 37 anos no Poder”. Era o primeiro grito de Lula, “quero o terceiro mandato”). Começou a dizimar e destruir seus próprios quadros do PT, não admitiu ninguém que pudesse resistir a ordens suas, ou que fosse capaz de crescer acima e além da sua própria imagem. Como os “companheiros” não eram muito brilhantes, custaram a perceber os objetivos de Lula. (Custaram a perceber ou não chegaram a perceber?) Lula foi “caminhando sobre as águas”, em determinado momento acreditou mesmo que conseguiria. A base, claustrófoba, comprometida e praticamente indiciada, concordava com tudo. A oposição não se opunha, metade por incompetência, a outra metade por subserviência. Quando Lula começou a chamar parceiros para conversar (Quércia, Geddel, Jader, e outros iguais), ficaram deslumbrados, começaram a monologar: “Os próximos podem ser do PSDB”. E ficaram paralisados, enquanto Lula avançava. Só que a estrada do Poder é suculenta e altaneira na imaginação, mas cheia de obstáculos na realidade. E esses foram chegando, atravancando o trajeto e ameaçando o projeto, fazendo ou obrigando o presidente a refazer o percurso. Mudou várias vezes, mas não abandonou o delírio. Chegou a admitir o “referendo”, o “plebiscito”, baseado nos “80 por cento das pesquisas imaginárias”, a aprovação da “emenda constitucional”, até chegar à PRORROGAÇÃO DE TODOS OS MANDATOS, do Executivo, Legislativo e Judiciário. Foi se perdendo por todas as estradas, só enfrentou e encarou a realidade agora, não há mais salvação.
    *** PS – Surpreendentemente, Lula perdeu as chances, mas não perdeu o humor. Para seu futuro, tanto faz que o sucessor seja Serra ou Dilma, não precisa de nenhum dos dois; PS2 – Os analistas, geralmente primários e inconseqüentes, espalham que “Lula joga tudo na vitória de Dilma”. Ha!Ha!Ha! Lula receberá a vitória apenas pelo prazer de ganhar. Mas em termos de futuro, ou seja, 2014, apostaria muito mais em Serra no Planalto-Alvorada do que em Dona Dilma; PS3 – Lula não irá derramar uma lágrima, se o vencedor de 3 de outubro for José Serra. Dará até boas gargalhadas se tiver que passar o cargo para o paulista em 1º de janeiro de 2011.

  5. cejota
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 11:36 hs

    ele está esganando ela? imagine se tivesse 10 dedos

  6. MUTUKA
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 11:42 hs

    Silvio
    Vc ganhou o título de Coxa mais chato e Xarope do Blog.
    Tem diretio a receber um Carpano de presente!

  7. Polêmico
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 12:49 hs

    A pesquisa expontânes é a mais certa. E nesta a Dilma esta na frente e estara na outra também.
    Fora Serra.
    Forra PSDB e toda esta elite que só suga o Brasil e explora o povo trabalhador.

  8. Povão do Paraná
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 13:53 hs

    Realmente… É querer transferir prestígio do cachorro para a pulga…

  9. CAÇADOR DE PETISTAS.
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 14:00 hs

    QUE FOTO HEIN, DILMÔNIO COMENDO NA MÃO DO LULA.

    O quetionário abaixo deverá ser levado á população brasileira para responder os quesitos no dia 03 de outubro.

    RESPONDA COM ATENÇÃO:

    Dilma já foi Vereadora? ( ) sim (X) não
    Dilma ja foi Presidente de Bairro? ( ) sim (X) não
    Dilma já foi Lider Comunitária? ( ) sim (X) não
    Dilma mentiu no caso do TCU? (X) sim ( ) não
    Dilma mente sobre as obras do PAC? (x) sim ( ) não

    Dilma foi membro do COLINA, grupo
    armado composto de José Dirceu,
    José Jenuíno e outros petistas (X) sim ( ) não

    Dilma no COLINA participou de
    formação de quadrilha, assaltolto
    a mão armada e sequestro (X) sim ( ) não

    Dilma não tem experiência polítia e
    representa um perigo a democracia
    brasileira, devido aos laços de
    amizades com Chaves, Morales,
    Fidel e outros counistas. (X) sim ( ) não

    Dilma além de arrogante,prepotente
    é mentirosa. (X) sim ( ) não

    Pelos motivos acima expostos:

    JOSÉ SERRA, deve ser eleito
    PRESIDENTE DO BRASIL e
    por ter também ddo sua contribuição
    para por fim á Ditadura no Brasil,
    motivo este que perseguido,
    exilado, torturado e ter sido conciderado
    um excelente Ministro da Saúde,
    quando do Governo FHC (SIM)

  10. Sabrina
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 14:14 hs

    Transferencia não existe!! Se existisse a gleisi seria prefeita de Curitiba (já bati na madeira três vezes) e a Martaxa seria prefeita de Sampa.

  11. segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 15:13 hs

    Guerra de pesquisas

    Caso o PT saia da catatonia e arranque um posicionamento do TSE, poderemos avaliar se as discrepâncias entre Datafolha, Ibope, Sensus e Vox Populi se devem realmente a distorções de amostragem e apuração, como tantos acusam. Por enquanto, elas apenas evidenciam diferentes metodologias.
    Quem já observou os bastidores desse tipo de levantamento sabe que é fácil induzir resultados usando apenas instrumentos legais ou tolerados. Faz toda a diferença entrevistar pessoas em trânsito ou nas residências, a ordem e o teor das perguntas, o tipo de apresentação dos candidatos.
    Podemos levantar suspeitas sobre institutos que estimulam o entrevistado apenas citando os nomes de Serra e Dilma, não os apresentando como aliados de FHC e Lula, pois é assim que ambos serão identificados na campanha. Este é o consolo dos defensores da petista, e provavelmente o diferencial das enquetes que apontam o tal empate técnico. Eis porque a mídia conservadora tem tanto medo dessas associações.
    A guerra de pesquisas é saudável, principalmente quando seus métodos são elucidados. O público escolhe em que acreditar. Não convém esperar muito da Justiça Eleitoral, mas já seria grande coisa se ela instituísse um pouco de transparência nesse burburinho estatístico.

  12. OSSOBUCO
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 15:46 hs

    Dilma com 28% só mesmo na DATAFRAUDE.

    Comprovada fraude no Datafolha: plano amostral apresentado ao TSe foi fraudado

    Ao registrar sua pesquisa de março no TSE (protocolo 6617/2010) o Datafolha apresentou informações falsas, que não corresponderam à verdade.

    Informou à Justiça Eleitoral:

    Plano Amostral:

    “… Os dados utilizados para definição e seleção da amostra são baseados no IBGE (censo 2000 e estimativas 2009)…”

    Não foi isso que foi feito.

    A seleção das amostras não foram baseadas em dados do IBGE.

    Houve muito maior peso da região sudeste, e especificamente de São Paulo, na seleção das amostras, muito acima de seu peso real, de acordo com dados do IBGE.

    Não resta mais qualquer dúvida quanto à falta de legitimidade da pesquisa de março do Datafolha, pois houve fraude entre o plano amostral apresentado e o realizado.

    E quanto ao TSE? O que vai fazer com o Datafolha que apresentou uma declaração falsa, ao registrar a pesquisa?

  13. Zé do Coco
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 15:48 hs

    Bem se vê que ela come na mão do Lula…

  14. salete cesconeto de arruda
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 16:41 hs

    Estivemos debatendo exatamente essa questão – ontem – numa reunião com jovens – na periferia. A maioria nem sabia que DILMA PEITOU BANDIDOS DE FARDA enquanto o Serra optou por sair do país. No momento em que souberam – gritaram: é das nossas! Eles sabem o que é peitar bandido todos os dias e não poder se mandar nem para outro bairro da cidade. Imagine quando todos SOUBEREM CLARAMENTE que Dilma é a indicada do LULA extamente por SER CORAJOSA…
    Aguardem!

  15. C.Gomes
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 19:15 hs

    Caramba !!! … com tanta coragem deveria estar peitando bandidos fardados em Cuba , Venezuela , Líbia …… ou talvez como instrutora da Al Qaeda em qualquer lugar escondido do globo terrestre.

  16. Jaspion
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 20:03 hs

    Essa candidata é muito ruim. Além de não ter sido nem vereadora na vida, tem um passado pra lá de complicado. E agora em campanha, só dá patada!
    É muito fraca. Lula lançou esse asno pra voltar 2.014.
    Tenho absoluta certeza.
    Até a Marta relaxa e goza seria melhor que essa carranca.

  17. Observador
    segunda-feira, 19 de abril de 2010 – 21:40 hs

    E o seu Romanelli furador de pedágios………Vendo a carroça do requião indo pro brejo……..acena para Beto Richa…………..Mais um oportunista.Sera que vai levar o Doatico junto……….?

  18. Zé do Coco
    terça-feira, 20 de abril de 2010 – 2:20 hs

    Cara Dona Salete, eu não vejo a guerrilheira como corajosa. Exatamente o CONTRÁRIO. Bem que gostaria que uma mulher chegasse à presidência da República, mas pelo que vejo, está difícil.
    No momento não há quadros que reúnam competência com inteligência e coragem pra pegar o pião na unha.
    Um dia talvez as mulheres cheguem lá, mas não será uma Dilma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*