Vereadores aliados de Richa reclamam menos | Fábio Campana

Vereadores aliados de Richa reclamam menos

Eleitores e não eleitores dos vereadores aliados ao prefeito Beto Richa não se cansavam de reclamar de não serem atendidos nas suas reivindicações e reclamações de licenciamento ambiental – a maior parte delas feitas no fone 156, cortes e poda de árvores em vias públicas – ao setor de licenciamento ambiental da Prefeitura Municipal de Curitiba que também atua nas autorizações de construção civil, plano de gerenciamento de resíduo solido da construção civil e de saúde, e licenciamento de posto de gasolina.

Por sua vez, os vereadores não se cansavam de reclamar ao primeiro escalão do poder municipal da deficiência deste serviço para os curitibanos. Até o final de 2009 eram 1500 solicitações não atendidas. Em 5 meses, de outubro de 2009 a 1º de março deste ano, este número foi reduzido para 300 processos e, com a política adotada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de priorizar, de imediato, o atendimento dos reclames dos curitibanos, não fica processo nenhum sem uma solução rápida.

Primeiro escalão, vereadores, eleitores e não eleitores são gratos pelo trabalho implantado pela agrônoma e funcionária pública de carreira, Érica Mielke e toda a sua equipe que agilizaram a irritante burocracia de não dar respostas as queixas dos contribuintes.

Érica Mielke, hoje chefe de divisão de licenciamento ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, foi autora do belo livro, Curitiba e outras flores urbanas, que documenta o resgate e o cultivo das plantas nativas do município de Curitiba ameaçadas de extinção. O prefeito Beto Richa apresentou o livro na conferência da COP-MOP de 2008, em Bonn, na Alemanha.

LEGENDA PARA FOTO

Beto Richa, prefeito de Curitiba, Gerald Tremblay, prefeito de Montreal e Érica Mielke, na estufa municipal do Jardim Botânico, no encontro que antecedeu a conferência da COP-MOP de 2008, na Alemanha.


21 comentários

  1. salete cesconeto de arruda
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 11:24 hs

    Erica!
    Socorro!
    Você – sendo mulher vai entender que o mínimo que merecemos – com as DOCAS NA CARA – é uma floresta bem densa. O tal bosque que foi trocado pela reforma na jaula dos macacos quando nos tiraram uns 500 metros que também estavam previsto para compensar o grande empreendimento. Nada contra o progresso! Mas venha olhar o bosque que vocês nos deram.
    E sendo ano eleitoral acho normal que tudo ande mais rápido. De qualquer forma PENSO QUE O FATO DE SERES MULHER está sim fazendo a diferença. Por tudo isso te peço – uma boa conversa. Entenderás o que estamos passando. E por favor: o número de queixa está caindo porque pagar o 156 e esperar todo aquele tempo para ser atendido não é fácil. TEM MUITA GENTE DESISTINDO DE CONTAR COM A SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E INDO DIRETO AO MINISTÉRIO PÚBLICO. Sabia? A gente quer trabalhar junto. Mas não é possível que um plano de corte de árvores – TÃO BONITO NO PAPEL – não leve em conta as mudanças no clima, o tempo que uma árvore leva para crescer e os IMPACTO DOS IMENSOS EMPREENDIMENTOS LIBERADOS PARA ÁREAS RESIDENCIAIS. Entende? Sou SUPERVISORA DE HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO. Quem pensa a cidade é gente. Não dá para pensar em tudo isso e adequar esse plano para a nova REALIDADE? Isso não é ser inteligente? Tudo muda! Ví o folheto só agora. Se tivesse visto antes da liberação do HIPER – teríamos sentado com vocês e sugerido todo o cuidado na nossa quadra. Árvores MARAVILHOSAS que foram mortas lentamente – bem na nossa cara – até virar pó com as serras da prefeitura – poderiam terem sido preservadas pelo BEM DA VIDA. O que importa o papel? Papel aceita tudo! SERES HUMANOS terão que MORRER para não mudar um plano? Venha falar comigo. O Beto está fazendo do MEU SONHO – UM PESADELO! Ele deveria saber disso pois também tem um SONHO – de ser governador.
    Socorro Erica!
    Se o Fábio diz que você é legal – eu acredito.
    SOCORRO!

  2. Janete
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 11:44 hs

    Tem escola municipal que há mais de 15 dias solicitou no 156 para retirar galhos da frente do estabelecimento de ensino fundamental e até o momento persiste o problema. Sem contar que o tempo médio de espera no 156 é de mais de 10 minutos. Isso que é competência ????

  3. Osvaldo Capetta
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:05 hs

    Li o livro sobre as flores de Curitiba. Ele é muito bom mesmo e mostra uma capital colorida. Pena que não dava para sentir os cheiros nas páginas. Parabéns à Erica e ao prefeito Beto Richa. Trabalho como esses fazem com que ele tenha 77% de aprovação popular nas pesquisas. E colocam nossa capital como uma das melhores cidades do mundo para se viver.

    Osvaldo Capetta
    Jornalista

  4. Carlos
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:16 hs

    Conheço a Érica. Altamente profissional e dedicada. Tá nos gens alemães que tem. O pai dela é um ícone de dedicação às pesquisas. É um dos caras que mais entende de borboleta no Brasil e a Érica, puxou ao pai, será uma mestre em plantas nativas de Curitiba. Vejam o livro que ele é autora!! Maravilhoso!

  5. Geraldo Souza
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:42 hs

    Não é de hoje que certos órgãos da prefeitura dificultam a vida do povo curitibano. Não podemos jogar a culpa no prefeito, pois a cidade é grande e fica dificil pra ele saber de cada detalhe do que acontece nos quatro cantos da cidade, para isso é que existem secretarias municipais. Mas é bom o prefeito ficar de olho, pois algumas secretarias trabalham contra e seus técnicos usam critérios que lhe interessa, ou seja, a opinião e as necessidades dos munícipes ficam em segundo plano – bom senso não existe. A Secretaria Municipal de Meio ambiente juntamente com a Secretaria de Urbanismo são as que mais dificultam, porém se o interessado for, digamos “inteligente” tudo se resolve rapidinho. Agora, às vesperas de deixar o cargo, daí que os pedidos que venha do prefeito são desdenhados e não são atendidos

  6. Geraldo Souza
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:45 hs

    Salete Cesconeto…por favor. PARE DE FAZER CAMPANHA POLÍTICA NESTE BLOG. Isto, além de chato é incoveniente e cansativo.

  7. Carlos
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:47 hs

    Conheço a Érica. Altamente profissional e dedicada. Tá nos gens alemães que tem. O pai dela é um ícone de dedicação às pesquisas. É um dos caras que mais entende de borboleta no Brasil e a Érica, puxou ao pai, será uma mestre em plantas nativas de Curitiba. Vejam o livro que ele é autora!! Maravilhoso!!

  8. Geraldo Souza
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:50 hs

    Antes que alguém venha dizer que as secretaris apenas cumprem a lei eu me antecipo e digo que é preciso haver bom censo nas análises dos processos, pois empresas ou imóveis construídos há dez ou quinze anos atrás, não podem serem prejudicas por novas leis que são usadas quando se precisa renovar um alvará. Não devemos esquecer que a cidade cresce e tudo vai se comprimindo, logo, precismos que haja bom censo, pois não podemos fechar empresas e casas comerciais empurrando-as para a região metropolitana.

  9. emerson palhares
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:51 hs

    o meio ambiente pede socorro, existe um bosque chamado tulio Vargas na região cic- norte, lá tem uma nascente e em menos de 300 metros a nascente morre porque vai em direção a um corrego ,aonde a suspeita ” que as escolas , creches, localizadas na rua Robert redzinski, jogam seus residuos de pias de cozinha ali , por causa de uma ligação errada, no tauma proximo ao detram passa um rio que simplismente esta abandonado ! se for possivel peço a atenção da prefeitura, mas se acaso não for mais uma vez atendido tenho certeza que o Ducci quando assumir vai almenos tomar conquecimento e buscar medidas mitigadoras !

  10. emerson palhares
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 12:52 hs

    Desculpe no texto acima aonde disse tauma ! o correto é Taruma !

  11. salete cesconeto de arruda
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 13:14 hs

    Oi Osvaldo
    Estamos te convidando para passar uma semana em nossa casa.
    Só não traga o Capetta!
    Depois escreverás – NOVAMENTE – com base na realidade de Curitiba – o que escrevestes hoje.
    Venha!
    E lembre-se: estamos na divisa entre Batel e Bigorrilho.
    Como tú achas que está a periferia no quesito BARULHO e DESTRUIÇÃO DOS VERDES?
    Em tempo: se achas Curitiba maravilhosa – observe os remendos na Avenida Batel. Depois passe no Parque Barigui e olhe bem para tudo. Talvez vejas até os pobres cachorros abandonados que MORREM de fome cruelmente – diante dos olhos dos curitibanos. Coitados! Também aterrorizam – quando conseguem alguma caça – os bichos e as pessoas.
    Enquanto isso o eleitor e o povo curitibano tem que andar com seus cachorros na coleira. Vacinados. E até com aquela boqueira…
    Tem muito mais!
    Popularidade não MEDE CONSCIENCIA!
    Não deve nos cegar para erros.
    Se fizer assim acabaremos sendo apenas chatos e aí vai ter alguém dizendo que CHATO FICA GRUDADO NO SACO DO PATRÃO!
    Desculpe a indelicadeza.
    Mas ficar sem dormir e com DOCAS NA CARA – na cidade ecológica – tendo tido o que seria área verde trocada por reforma na jaula dos macacos – NÃO É PARA SERES HUMANOS DE VERDADE!
    Você não acha?
    Sei.
    CADA MACACO NO SEU GALHO!
    Mais vai que a Curitiba AMADA precise da macacada…
    PUTA MERDA QUE CAGADA!
    Xiiii!
    Acho que estou copiando alguns políticos.
    melhor ficar CONSCIENTE!
    E esperar o REQUIÉM dos que não nos ouvem!
    A mosca azul deve ter tapado o ouvido de muitos com seus vermes!!!
    Desculpe Fábio.
    A casa tua.
    E eu te amo.
    Mas não dá para aguentar certas coisas…

  12. Anonimo
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 13:17 hs

    O Mato na BR 116 está tomando conta……

  13. Jonas II
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 14:25 hs

    O 156 é uma fria. Para se conseguir uma ligação em muitos casos são necessários 10 a 15 minutos. Se for em celular pré, vai a conta inteira. Deveria ser um 0800, gratuito, por seria o número para atender a população. O Richa está fazendo um bom serviço na cidade, mas este setor peca e muito…

  14. luiza
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 14:58 hs

    parabens beto, vou de beto richa e gomyde,,
    os dois mais liundos e competentes tbem….

  15. Pessuti e Ducci !
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 16:45 hs

    Lute Pessuti e Ducci !vamos mudar a capital eo paraná !

  16. sei quem ?
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 16:47 hs

    no minimo foi o palharesque escreveu isto, ele quer aproximar a prefeitura do ducci ao governo pessuti, ate que combina, boa palharesquem ganha é curitiba 1

  17. salete cesconeto de arruda
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 18:34 hs

    Geraldo Souza
    Campanha para quem?
    Para os MACACOS?
    Mas eles já ganharam a nossa área verde – boa parte dela – sabia?
    Acho que tu andou comendo muito sapo.
    Tá pirando?
    Esta casa não é tua. É do Fábio. Só ele pode me expulsar. E já disse a ele que se pesar a mão pode me avisar. Não sou escritora e nem pertenço a partidos. Até o voto distrital não entro nessa. Tenho simpatia. E queres que eu fale de quê? O blog não trata de política? Ah! O que te incomoda é a minha simpatia pela GLEISI. Não?! O que te incomoda afinal?
    SEXO?
    SEXO E POLÍTICA tá bom para você?
    Sei.
    Vais ficar cansado. Ou achar inconveniente.
    Mande um sugestão de tema.
    Se o Fábio permitir a gente fala do que tu gosta.
    E não sei se percebestes: muito gente – NÃO APENAS EU – fala e torcem por quem tem simpatia. Independente de partido. Leia os outros comentários. Não te atenhas apenas aos meus. Assim não vais ficar irritado.

  18. Liberdade verde
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 21:23 hs

    O respeito com o meio ambiente é vital para todos nós, ainda mais quando se consome muita energia no sentido de tornar útil os recursos naturais.
    Nossa preocupação é reaproveitar os resíduos sólidos que na sua maioria são descartados prejudicando o meio ambiente (restos de construção, cinzas fornos, etc) materiais esses que podem ser moídos e prensados, visto que sua composição, silicio, quartzo, altamente resistente, podendo ser utilizado na construção de casas de baixa renda, creches, escolas… etc
    Estamos aí para contribuir e construir uma sociedade e um mundo ecologicamente correto. Respeitando de forma consciente, o planeta e toda a matéria nele existente.

  19. tiba-ctba
    sábado, 6 de março de 2010 – 22:28 hs

    Este cabeção de nosso prefeito não tem jeito mesmo, maquiagem linda, terno bem cortado, cabelo 10 …… eta mídia porreta, mas me respondam, quando é que o mesmo ira apresentar seus projetos, e não os concebidos pela gestão Cassio e licitados somente agora. em respeito aos cidadãos curitibanos, arrume as cacas que vcs fizeram. ainda dá tempo

  20. domingo, 7 de março de 2010 – 0:28 hs

    Conheço a competência da Erica Mielke, muito bem por sinal, conheço a dedicação e o empenho que ela oferece a esta cidade, são muito anos trabalhados por Ela, com amor e carinho, com cuidado, tal qual uma mulher se dedica à sua casa. Sabe e comprrende a cidade como um todo, entende o munícipe, ama a natureza, ama o trabalho que desempenha. Profissional de muito valor, digna de uma cidade como Curitiba, profissional exemplo a ser seguido, digna de toda e qualquer homenagem e agradecimento.

  21. Lara
    domingo, 7 de março de 2010 – 0:34 hs

    Se faz muito por Curitiba, através da Secretaria do meio Ambiente, haja vista a foto desta notícia, enobrecendo a nossa cidade. Salvem os nossos bons colaboredores! Parabéns!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*