Traições eleitorais | Fábio Campana

Traições eleitorais

Do Portal Bem Paraná

A disputa pelo governo do Paraná nas eleições de outubro terá a marca da “traição”. Pelo menos três legendas, apesar de declararem oficialmente apoio a determinado candidato, terão lideranças filiados trabalhando pelos adversários nos bastidores. Este é o caso do PP, DEM e PMDB.


4 comentários

  1. PAULO SERGIO MOREIRA
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 11:08 hs

    O maior cheiro de TRAIÇÃO é sentido dentro do arraial do PMDB(estão desejosos do Beto Richa), onde escanteando estão, o PESSUTÃO.
    Aliás, a traição está mais próxima do Pessutão que sua própria veia jugular, como diz lá no ALCORÃO!

  2. Carlos
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 11:14 hs

    E a Fidelidade partidária? Deixou de existir?

  3. Borduna
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 11:21 hs

    Caro Carlos. A fidelidade partidária é para quem sai de um partido pro outro. Não pode ter divórcio. Trair dentro do mesmo partido não tem problema. Em resumo, não pode separar mas pode cornear. Ficou claro? kkkkkkkk

  4. Kaiser Sose
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 11:23 hs

    Que novidade!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*