Sciarra denuncia maquilagem no PAC | Fábio Campana

Sciarra denuncia maquilagem no PAC

“A cada dia, uma nova denúncia de maquilagem no PAC. Os números estão tão inflados que podem explodir a qualquer momento, derrubando a ilusão criada para promover a candidata do PT, dita mãe do programa.”

Do deputado Eduardo Sciarra (DEM/PR) sobre as manobras usadas pelo governo para produzir resultados virtuais do PAC, que incluem adicionar financiamento de imóveis usados como realizações, mudar cronogramas das obras e computar mais de uma vez o mesmo investimento.


19 comentários

  1. PAULO
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 17:40 hs

    O DEM SABE MUITO BEM DO QUE ESTÁ FALANDO, AFINAL O DF ESTÁ AÍ P/ MOSTRAR COMO SE FAZ.,…..

  2. Divanir
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 18:09 hs

    Isto é bem a cara do PT, inauguram até casa pegando fogo. E vai ter aqui alguns analfabetos, tomando as dores dos Ptistas, alegando que pelo fato do deputado Eduardo Sciarra ser do DEM/PR, a denúncia é evasiva, ou pelo fato do DEM de Brasília estar envolvido em corrupção a denúncia não tem credibilidade. Ora, vamos lembrar que nem todos são iguais aos corruptos do PT. Todas as denúncias envolvendo políticos de outros partidos que não os do PT, foram espostos na mídia com ênfase, caso do DEM/DF, cujo governador está preso, os casos do PT foram/ou tentaram esconder debaixo do tapete.
    Vamos relembrar o caso da denúncia da corrupção na Petrobrás, que o PT não queria CPI, como não foi possível, colocaram os camaradas Ptistas na presidência e relatoria da CPI para que pudessem manobrar a decisão final. Acorda Brasil.

  3. MUTUKA
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 18:33 hs

    E a maquiagem do PEDÁGIO?
    Ele fala alguma coisa disso?
    Sinceramente esse Sciarra é um pernicioso.
    Só falat gritar: VIVA O ARRUDA!
    É mole?

  4. Robert - Maringá
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 19:05 hs

    É, tá batendo o desespero na moçada da oposição. Serragio logo logo joga a tolha e anuncia que é caditado a governador de Sum Paulo, onde é amado.

    Como disse o ex-presidente Itamar Franco, a oposição vair perder por W.O.

  5. OSSOBUCO
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 19:16 hs

    Vá entender de maquiagem lá na caixa-prego, hein Sciarra!

  6. João Pedro
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 19:24 hs

    O deputado Sciarra, do DEM, pode começar investigando porque aqui em Curitiba o seu aliado tucano atrasa nas obras do PAC Habitação. Os problemas de execução aqui são culpa dele e não do governo federal. Pode também verificar as obras do PAC em Brasília, do Arruda…

  7. DILMA, E O PAC MÃE DA MENTIRA
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 19:59 hs

    CAMPANA, MEUS PARABENS SOMENTE AQUI SE MOSTRA A VERDADE OU MELHORA, AS MENTIRAS SOBRE O PAC DE DILMA.

    POR ISSO, ABAIXO VAI UMA MATÉRIA IMPORTANTE PARA COMPLEMENTAR A SUA.

    AGUARDEM PETISTAS, A CASA DE DILMA VAI CAIR.

    O PAC da mentira e o PAC de verdade
    Posted by: joseagripino on: Janeiro 4, 2010

    Em: UncategorizedComment!
    Neste mês, o Programa de Aceleração do Crescimento completa três anos. Mas não há muito a comemorar: desde que lançou o PAC, o governo do PT não conseguiu liberar nem metade do previsto no Orçamento e aplicou menos que 5% do que anuncia em sua publicidade oficial. É irrisória a capacidade da atual gestão para investir em obras e melhoria do bem-estar da população brasileira.

    Na propaganda, o governo alardeia que os recursos do PAC atingem R$ 643 bilhões; se somados os empreendimentos privados, o valor sobe para R$ 1,1 trilhão. Mas basta consultar os números do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), do Ministério do Planejamento, para constatar que, entre 2007 e 2009, a União só conseguiu repassar R$ 30,7 bilhões para o programa (4,7% do total).

    Ou seja, se quiser cumprir sua meta, o governo Lula precisará gastar R$ 612,3 bilhões neste ano, o que equivale a mais de 20 vezes o que prevê o Orçamento da União para 2010 (os R$ 29,8 bilhões turbinados nas votações congressuais de dezembro). É fácil perceber que, do alto dos palanques, dona Dilma não poderá se gabar de ter bem gerido o PAC. A menos, claro, que queira contar mentirinhas para seus eleitores. Será?

    O PAC é um fiasco. Em 2009, teve R$ 16,6 bilhões disponibilizados no Orçamento Geral da União. Somado aos restos a pagar (valores que não foram executados nos dois anos anteriores), o valor chegou a R$ 27,4 bilhões, uma cifra pra lá de suculenta. Mas quanto desse valor foi efetivamente aplicado em obras estruturantes, como estradas, casas populares ou hospitais? Fechado o ano, nada mais que R$ 7,14 bilhões – ou meros 26% do total. A conclusão inevitável é que o governo do PT, mesmo com verba disponível, não consegue utilizar o que tem.

    A ONG Contas Abertas mostrou que, das 12.520 obras e ações do PAC, apenas 1.229 foram concluídas nestes quase três anos. Dá menos de 10%. Mas bem pior é constatar que 7.715 projetos sequer saíram do papel, por estarem “em contratação”, “em ação preparatória” ou “em licitação”.

    O governo contesta os números, e diz que 33% do PAC está pronto. Ok! Se assim for, e uma vez mantido o ritmo atual, seria preciso mais seis anos para terminar o que está no programa. Santa incompetência! O que esta gente está esperando para começar a fazer alguma coisa?

    É a dura realidade jogando por terra o marketing petista: o fato evidente é que o PAC até agora é um ir e vir de movimentação de brita, cimento e areia, sem que se chegue a lugar algum. É caminhão prá lá, tratorzinho pra cá. Alguém aí é capaz de citar uma grande obra do PAC con-clu-í-da? (Não valem aquelas que já estavam em andamento no fim de 2006 e, espertamente, foram postas para dentro do programa.)

    As razões para esse descalabro administrativo são muitas. Entre elas estão a falta de projetos, excesso de burocracia e inchaço da máquina pública. (Os impostos que nós pagamos têm sido gastos para pagar salários cada vez mais altos para o funcionalismo: as despesas com salários e encargos no ano passado foram 13 vezes maiores do que os pífios investimentos federais.)

    Mas o governo petista sempre vai tentar achar bodes expiatórios. Está no sangue. Um destes Judas de Sábado de Aleluia é o pobre do Tribunal de Contas da União (TCU), que só teve condições de fiscalizar 4% das obras do PAC e só pediu a suspensão de 0,5% delas, conforme mostrou a Folha de S. Paulo em novembro. Mas é tido como “o culpado” pelo programa não andar.

    A pá de cal no blábláblá do PT veio de outro levantamento do Contas Abertas. Nos sete primeiros anos do governo Fernando Henrique, excluídas as estatais, foram gastos R$ 150 bilhões em investimentos, em valores atualizados pela inflação. Na gestão Lula, foram R$ 127 bilhões. Ou seja, em investimentos exclusivos da União a diferença a favor dos tucanos é de R$ 23 bilhões.

    Isto mesmo, senhoras e senhores: sem PAC e com menos dinheiro disponível (afinal, à época a arrecadação não decolava ao ritmo de bonança econômica), a gestão anterior investiu muito mais do que a do PT. A história se repete: o tigre que ruge alto é de papel. Ou, para ficar nas canções de ninar, a tal competência administrativa e gerencial de dona Dilma e companhia é vidro… e vai se quebrar este ano. Feliz 2010!

    Fora Petezada, querem continuar mamando mas, não vais ser assim não.

  8. quinta-feira, 4 de março de 2010 – 20:36 hs

    A notícia da maquilagem que o governo fez no PAC , está em todosss os jornais da semana passada, portanto o que o Deputado fala não é nenhuma novidade e nem poderia ser diferente em se tratando da Dilmentira

  9. ZE LEANDRO DIAS
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 21:00 hs

    Não se trata de tomar a dor deste ou daquele Partido,porém a verdade deve ser dita doa a quem doer,pelo que eu saiba o DEM,é o mesmo antigo PFL,de tão péssimas recordações,e trocar de nome não os isentam das mazelas do passado, e das falcatruas praticadas npo presente pelo auto comando do DEM,em Brasilia e seus aliados,logo Sciarra num passado não tão longínco voces participara de governo que muito seixou a desejar em nosso Estado,por falta de lisura,e de comprometimento com nosso Estado.

  10. Jacarezinho
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 22:02 hs

    Acabei de ver – en passant, o programa do PMN. Uma dirigente, não consegui ver o nome – disse claramente o que muita gente desejava ouvir. O meu PV – ainda voto Marina, tá meio poluído. Tô tentado me bandear pro PMN.

  11. bacamarte
    quinta-feira, 4 de março de 2010 – 23:09 hs

    O DEM poderia dar uma verificada no servicinho funesto do outro Arruda, o sobrinho do REQUI. lá no PAC da Cohapar. Não construiram nem casinha e nem coisa alguma. Mas a grana do Programa de Alavancagem de Candidatura Requi para o senado foi usado. Ainda não foram verificar o escritório político do Arruda dos Requiões nas dependencias da companhia, é um entra e saí de prefeitinhos com o píres na mão.

  12. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 2:59 hs

    É, quando não tem como defender a Dilma e o Lula, os plantonistas da esquerda burra, tentam desqualificar o denunciante. Vide comentários acima.

    O fato é que o governo federal maquiou os demonstrativos de execução das obras do PAC

    Simples, por exemplo, uma obra que deveria ser entregue em 2010 e aparecia como “atrasada” no relatório de 2009, é PRORROGADA para 2011 e aparece no relatório de 2010 como “em andamento”.

    Não é atraso, é “READEQUAÇÃO DO CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO”

    Quem não lembra da crise dos aeroportos de 2007, pois é, D. Dilma e o Nelson Jobim, deram várias entrevistas, dizendo que os aeroportos iriam ser ampliados, e outros novos seriam construídos, exemplos:
    -Aumento da capacidade do aeroporto de Campinas, novo aeoporto de São Paulo, etc..
    Bem, mais de 2 anos se passaram, nada foi feito. Agora a notícia é de que o governo vai PRIVATIZAR alguns aeroportos, deixando para a iniciativa privada as tais obras.

    SOCORRO, essa turma não era CONTRA A PRIVATIZAÇÃO?
    Passaram anos malhando o FHC e agora querem entregar as joias da coroa da Infrero para a iniciativa privada?

    Outro exemplo: Acabado o “oba oba” da escolha do Brasil como sede da Copa de 2014, NENHUMA OBRA do projeto da Copa teve início. Nem os estádios começaram a ser construídos ou reformados, muito menos as obras viárias. Até fazer licitação, até começarem as construções…., A Fifa tá de cabelo em pé.
    .

  13. Motoqueiro Infernal!
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 7:34 hs

    Todo governo sempre fez, faz e fará isso! Por isso vemos uma propaganda bonita e celestial todo o santo dia na TV, jornal…. e ….blá… blá…. blá….

  14. Sou do litoral
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 8:28 hs

    DESDE QUE O BRASIL É BRASIL TODO E QUALQUER POLÍTICO FALA O QUE QUER E NÃO DÁ EM NADA. COMECEM A PROCESSAR ESSA GENTE E VAMOS VER QUEM É QUE ESTA FALANDO A VERDADE!!!!

  15. Renato
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 10:03 hs

    esse deputado ai: Sciarra nunca vi ele fazer nada de expressivo ele só aparace neste site pra falar…falar… coisas obvias, eta deputado mais sem função!!

  16. jobalo
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 11:18 hs

    e claro que existe a maquiagem, e a mentira deslavada do lula e da dilma,mais de 60% das obras incluidas no pac, ja eram obras carimbadas , na relacao da petrobras e outras empresas, que foram incluidas no pac de qualquer jeito iam ser realizadas , e claro que estao super atrazadas, como qualquer coisa feita nesse governo nefasto. que vergonha.

  17. SASI DO SUL
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 13:11 hs

    O DESESPERO TÁ PEGANDO A MOÇADA DO DEM ARRUDA E DO PSDB FFHH SERRA , PORQUE NÃO DENUNCIA O EX GOVERNADOR QUE QUASE VENDEU O PARANÁ FALTOU UM TRIZ.

  18. OSSOBUCO
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 14:03 hs

    Abilio Diniz declara apoio a Dilma

    O Globo

    O empresário Abílio Diniz – Eliária Andrade – Diário de S.Paulo / Arquivo

    SÃO PAULO – O empresário Abilio Diniz, presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar, maior rede varejista do país, se declarou na quinta-feira um verdadeiro cabo eleitoral da pré-candidata do PT à Presidência da República, a ministra Dilma Rousseff. Na apresentação do novo presidente da empresa, Enéas Pestana, Diniz defendeu Dilma e disse que ela tem “todas as condições” de levar adiante o “legado” que será deixado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    – É o legado do crescimento, da geração do emprego e da distribuição de renda. Este é o legado que ele (Lula) deixa. Tenho uma profunda admiração por este homem – disse Diniz, negando que os elogios sejam uma declaração de voto na ministra.

    Diniz é o primeiro grande empresário a dar uma declaração de apoio à candidata do PT.

    – Ela tem condições de levar esse legado em frente, até porque Lula vai ajudar. A Dilma tem todas as condições pelos conhecimentos dela, e até porque o Lula vai ajudar. Ele não vai ficar omisso – disse.

    Uma das qualidades do presidente, segundo Diniz, é que ele está o tempo todo em busca de crescimento, de saber, de perguntar e ouvir:

    – Você já viu político que ouve? Ele (Lula) ouve, ouve, ouve… É impressionante.

    Essa não é primeira vez que o empresário faz elogios em público a Lula. No início do ano, ele disse que era “fã de carteirinha” do presidente. Perguntado se a ministra Dilma também é uma boa ouvinte, Diniz garantiu que sim:

    – Ela ouve muito mais do que vocês podem imaginar. Sou um cara equilibrado, de bom senso, já sou um velhinho (tem 73 anos), tenho boa cabeça. Por que será que eu gosto da Dilma? Porque ela é ministra da Casa Civil eu me encanto com ela? Não. Eu gosto da Dilma porque eu a conheço.

    Na avaliação de Diniz, a ministra ainda tem dificuldade de ser reconhecida pelo público comum e precisa conseguir se mostrar como é vista nas conversas do dia a dia da sua pasta:

    – Ela precisa (se mostrar como pessoa comum). Para que as pessoas tenham ideia de quem é a Dilma. Estou falando de uma pessoa de quem sou amigo e tenho admiração. Ela pergunta e é muito bem informada. Alguns temas conhece profundamente, como infraestrutura.

  19. CUICA DE VENTO
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 16:15 hs

    ESTE PAPO DE PAC JÁ ENCHEU O COPO.
    IMAGINA QUANDO ELA CHEGAR NOS 36 % .
    MAIS DE 300 EMPRESÁRIOS VÃO DEIXAR O PAÍS.
    OU A TURMA DO DEM>PPS>PSDB>>>>INFARTO DO MIOCÁRDIO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*