PT monta pré-campanha milionária para Dilma | Fábio Campana

PT monta pré-campanha milionária para Dilma

De Maria Lima

A uma semana de deixar o palanque oficial do governo, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, fechou na noite desta terça-feira, com o comando do PT, detalhes da megaestrutura que está sendo montada pelo partido para os três primeiros meses da pré-campanha à Presidência.

Nessa primeira fase, antes do início da campanha oficial em julho, Dilma terá todas as despesas custeadas pelo PT, que ainda paga por mês cerca de R$ 700 mil da dívida de R$ 35 milhões, remanescente da campanha de 2006, renegociada recentemente.

A receita do PT é formada por recursos do Fundo Partidário e pagamento da contribuição de filiados, além de doações para campanhas eleitorais.

As despesas com a pré-campanha incluem o aluguel de uma casa no Lago Sul, bairro nobre de Brasília, por R$ 12 mil mensais, contrato com empresa de jatos executivos para deslocamento por todo o país, aluguel de carros e pagamento de seguranças, além de salários para a candidata e pelo menos mais cinco assessores que ela levará da Casa Civil para a campanha. Só com esses salários e o aluguel da casa, as despesas chegarão a mais de R$ 250 mil entre abril e final de junho.

O salário da pré-candidata ultrapassará os pagos aos dirigentes petistas, porque, além dos R$ 12.500 que ela recebe como ministra, o partido deverá incorporar mais R$ 5.300 que Dilma recebia como integrante do Conselho de Administração da Petrobras.


20 comentários

  1. ricardo
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 14:26 hs

    o fabio coloca ai as analise do lavareda e do Abrucio…

    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/

    rola o mouse por abaixo… 3ª materia

  2. alerta
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 14:29 hs

    Como se o salario fose o problema! O que ela ja acumulou neste periodo, é suficiente para aposentar até os netos.

  3. LEONEL TUCUNARÉ
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 14:32 hs

    Fábio : você esqueceu de publicar que a receita do PT é formada por recursos do Fundo Partidário, complementada com a rapinagem de dinheiro público.

  4. MUTUKA
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 14:34 hs

    Fábio

    Apenas uma pergunta:

    A do tal Serra será de graça???

  5. QUE VERGONHA
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 14:53 hs

    Amigo Campana.

    Amigos da oposição ao Sr. Lula da Silva que frequenta este respeitável blog. Há algum tgempo venho observando através de sábios comentários que no meio da podridão de alguns comentários, ainda existem pessoas conscientes e sábias com capacidade plena de entender que Lula da Silva não quer deixar o povo brasileiro por si só exercer o direito de livre arbitrio de escolher o candidato a sucessão do ditator lula. Assim, lula apresenta uma pessoa totalmente despreparada para ssumir tal encargo, Sra. Dilma que or sua vez, carrega um passado sujo e perigoso.

    Infelizmente, os comentários qui veiculados não chegam nas regiões onde a pobresa impera, locais estes em que Lula da Silva é idolatrado e conhecido com “pai lula”. Um povo miserável, carente de educação, cultura e que vive ás custas deste miserável governo.

    Então, fico aqui pensando, de que vale tudo isso?
    Eis a maior prova. Lula da Silva, para eleger sua candidata bandida, é capaz de “fazer acordo com o capeta” como o próprio lula disse.

    Lula vai arrebentar o Brasil, pois deixára somente o ônus ao próximo Governo e ainda, se eleita for Dilma, lula plantará neste pais uma semente podre e soente frutos podres nascerão.

    A campanha de Dilma, será paga com o dinheiro do povo, da mesma forma que foi anteriormente paga nas duas campanhas de Lula, com o mensalão do PT,, dinheiro na cueca, dinheiro na mala, dinherio no rabo e em outros lugares.

    Enfim, espero que as pessoas criem consciência e acordem pois, li neste blog alguem dizendo que “lula elege até um cachorro e que vota em quem lula mandar”. Ora, lula não é Deus e se assim pensar pode ter certeza que Deus está envergonhado deste ilusionista e mau caráter.

    Lula, quero dizer que, a mim, você não engana. Meu voto e de minha família você não tem.

    Você Lula da Silva, tem o meu despreso e minha total ausência de respeito pois, você é um ser desprezivel e ignorânte.

    Éra o que tinha para o momento.

  6. bimbo
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 15:00 hs

    É, é de “trincar os bagos”

  7. Roy
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 15:05 hs

    Outro dia encontrrei um amigo do PV e sapequei: com quem vcs vão coligar dessa vez? Resposta: com niguém, vamos de chapa pura e completa. PÔ, os caras são pequenos, tem lá seus problemas internos, mas ja´sabem o que querem e o que vão fazer. Esse “grandes” tão mais perdidos que cachorro caido de mudança. Tudo pra ganhar ou melhor enganar o eleitor. Assim não pode, assim não dá, diria o Tucano Rei….

  8. O ARAPONGA
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 15:23 hs

    DA PARA ACREDITAR NESSA NOTICIA?

  9. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 16:43 hs

    He!
    He!
    Se a campanha da Dilma vai ser milionária – quanto teria custado rasgar a constituição e negociar um segundo mandato?!
    Pois é.

  10. PAULO
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 17:05 hs

    POIS É….
    E QUEM VAI PAGAR ESSA NOVA AVENTURA DO PSDB?
    A LOCAL E A NACIONAL???
    PARA 1/2 MANDATO, COMO O DO PREFEITO, PAGA-SE MEIA CAMPANHA???
    É, PORQUE DUVIDO QUE O “FILHO DO ZÉ” CONSIGA TERMINAR O MANDATO. LOGO ELE ARRUMA UM NOVO BRINQUEDO…

  11. LUIS GRINGO
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 17:29 hs

    E Serra e o Beto vão promover um bingo para juntar a grana das modestas campanhas que o PSDB e os DEMOS costuman fazer.
    Depois quando o Lula fala da “imprensa” ficam revoltadinhos.

  12. me responda
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 17:56 hs

    me responda ó quem tem entendimento, deixará por acaso também de ser conselheira da petrobrás e embolsar quase 80 mil por mês, ó dúvida cruel, terei de pagar para ver uma desproporcionalidade contra meu mísero salário?

  13. quarta-feira, 24 de março de 2010 – 18:13 hs

    Olha bem onde vai o meu e o seu dinheitro !!!!!!!!!.. É JUSTO ? É DIGNO ? MERECE RESPEITO ??

  14. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 18:13 hs

    Quem não gosta da Dilma – vote Serra!

  15. fortunato
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 19:17 hs

    DINHEIRO É O QUE NÃO FALTA AO PT.
    DE ONDE SERÁ QUEM VEM TANTO DIENHEIRO??????
    NÃO FALE MUITO ALTO, MAS DE ROUBO MESMO!!!!
    ROUBO DO DINHEIRO PÚBLICO, DO NOSSO DINHEIRO!!!!!!!!!!!!”””””””

  16. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 20:16 hs

    Sei não, do jeito que tão aparecendo provas de crimes contra os tesoureiros do PT, acho que vai faltar gente para arrecadar dinheiro.
    Bem, tem aquela grana que virá do IRÃ, pelo apoio do Lula ao projeto da Bomba.
    Tem também a grana dos “Rafalle”, aqueles aviões que a França quer nos empurrar. Há de ter uma “gorda” comissão.

  17. porrete de lapacho
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 22:24 hs

    ao SR. QUE VERGONHA. CONCORDO COMPLETAMENTE COM TODAS AS PALAVRAS QUE COLOCASTE SABIAMENTE EM SEU COMENTÁRIO.

  18. jobalo
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 9:39 hs

    Ja pensou se o meireles entrar de vice da dilma, fica dupla de contraventores, que vergonha , a roubalheira vai ser grande.

  19. COVARDES
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 14:46 hs

    QUEM CHAMA DILMA DE BANDIDA, TEM O MESMO CARÁTER DO FLEURY.

    Antonio Mello: As torturas que a Folha mostra e a que esconde

    Hoje, na Folha, Eliane Cantanhêde escreve:

    Sem adjetivos

    BRASÍLIA – “Eu sabia que estava com um cheiro de suor, de sangue, de leite azedo. Ele [delegado Fleury] ria, zombava do cheiro horrível e mexia em seu sexo por cima da calça com olhar de louco.” De Rose Nogueira, jornalista em São Paulo. Da ALN, foi presa em 1969, semanas depois de dar à luz.

    “No quinto dia, depois de muito choque, pau de arara, ameaça de estupro e insultos, abortei. Quando melhorei, voltaram a me torturar.”

    De Izabel Fávero, professora de administração em Recife. Da VAR-Palmares, foi presa em 1970.

    “Eu passei muito mal, comecei a vomitar, gritar. O torturador perguntou: “Como está?”. E o médico: “Tá mais ou menos, mas aguenta”. E eles desceram comigo de novo.”

    De Dulce Chaves Pandolfi, professora da FGV-Rio. Da ALN, foi presa em 1970 e serviu de “cobaia” para aulas de tortura.

    “Eu não conseguia ficar em pé nem sentada. As baratas começaram a me roer. Só pude tirar o sutiã e tapar a boca e os ouvidos.”

    De Hecilda Fontelles Veiga, professora da Universidade Federal do Pará. Da AP, foi presa em 1971, no quinto mês de gravidez.

    “Eu era jogada, nua e encapuzada, como se fosse uma peteca, de mão em mão. Com os tapas e choques elétricos, perdi dentes e todas as minhas obturações.”

    De Marise Egger-Moellwald, socióloga, mora em São Paulo. Do então PCB, foi presa em 1975. Ainda amamentava seu filho. “Eu estava arrebentada, o torturador me tirou do pau de arara. Não me aguentava em pé, caí no chão. Nesse momento, fui estuprada.”

    De Gilze Cosenza, assistente social aposentada de Belo Horizonte. Da AP, foi presa em 1969. Sua filha tinha quatro meses.

    Trechos de 27 depoimentos de sobreviventes, intercalados às histórias de 45 mortas e desaparecidas no livro “Luta, Substantivo Feminino”, da série “Direito à Verdade e à Memória”. Será lançado na PUC-SP hoje, a seis dias do 31 de março.

    Dona Cantanhêde só esquece de dizer que Rose Nogueira, a jornalista citada logo no início, trabalhava na Folha na época em que foi presa e torturada. Sabe o que aconteceu a ela? Foi demitida por abandono de emprego. Ela conta:

    “Vinte e sete anos depois, descubro que fui punida não apenas pela polícia toda-poderosa daqueles tempos, pela “justiça” militar que me absolveu depois de me deixar por nove meses na prisão, pela luta entre vida e antivida nesse período.
    (…) Ao buscar, agora, nos arquivos da Folha de S. Paulo a minha ficha funcional, descubro que, em 9 de dezembro de 1969, quando estava presa no DEOPS, incomunicável, “abandonei” meu emprego de repórter do jornal. Escrito à mão, no alto: ABANDONO. E uma observação oficial: Dispensada de acordo com o artigo 482 – letra ‘i’ da CLT – abandono de emprego”. Por que essa data, 9 de dezembro? Ela coincide exatamente com esse período mais negro, já que eles me “esqueceram” por um mês na cela.

    Como é que eu poderia abandonar o emprego, mesmo que quisesse? Todos sabiam que eu estava lá, a alguns quarteirões, no prédio vermelho da praça General Osório. Isso era e continua sendo ilegal em relação às leis trabalhistas e a qualquer outra lei, mesmo na ditadura dos decretos secretos. Além do mais, nesse período, caso estivesse trabalhando, eu estaria em licença-maternidade.”

  20. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 26 de março de 2010 – 0:04 hs

    Silêncio triste…
    E pensar que tem gente que não sabe nada disso.
    LEIAM BRASIL NUNCA MAIS – por favor!
    Por amor aos seus próprios filhos, pais, irmãos, amigos…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*