Osmar Dias e os tempos de violência | Fábio Campana

Osmar Dias e os tempos de violência

Do Eduardo Schneider – Jornal Horahnews

Uma pista sobre a disposição real dos petistas para com Osmar Dias pode ser obtida com a leitura de dois artigos escritos por Valdir Izidoro da Silveira, que não é petista, mas militante de esquerda que ocupava cargo na Secretaria da Agricultura em 1987, quando Osmar entrou em choque com os petistas. Os artigos de Valdir Izidoro traduzem o que os petistas pensam, mas estão impedidos de expressar. Confira trechos:

“É um autoritário que no exercício do cargo público persegue seus adversários; Arnaldo Bandeira da Emater, o Mario Milani e o Secretario Walter Bianchini que o digam. Quero vê-los, com cara de tacho, no mesmo palanque, no chapão PT/PDT”. (…) “Osmar sabe que o voto camarão vai correr solto no Paraná e vice-versa em relação a Dilma. A chapa Osmar/Samek é uma canoa furada; vai vazar água por todos os buracos; e ponham buracos nisso! Será que o eleitor vai esquecer o quê Osmar fez ao PT? Será que o eleitor MST, Agricultura Familiar, Movimentos Sociais Organizados vão votar no candidato da UDR, no latifundiário Osmar Dias? Claro que não!”

http://www.horahnews.com.br/coluna-schneider.htm


8 comentários

  1. de olho
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 11:07 hs

    Se o Osmar Dias recuar de sua candidatura ao Governo, alem de perder o meu voto e de minha familia, faremos c ampanha contra ele., pois desde o começo estamos acreditando na sua candidatura ao goveno do Estado, Osmar não nos decepcione.

  2. de olho
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 11:12 hs

    Osmar esqueça Samec, a vice tem que ser a Gleisi Hofman, senão o PT. vai trabalhar para a Dilama presidente e Gelisi senadora, só tem um jeito de vc. se garantir o apoio do PT
    e ter a Gleise de vice, Ricardo Barros ao senado, e Requião ao
    senado, juntando todos a chance de eleger é imensa.

  3. PMDB indignado
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 11:45 hs

    Acompanhei de perto a perseguição sofrida pelos técnicos que discordavam do Osmar por ele enquanto secretário da Agricultura só querer beneficiar os grandes fazendeiros ao mesmo tempo em que criminalizava o movimento social, por este, tal quais os técnicos, também defender os interesses dos micros e pequenos produtores rurais.

    O negócio do Osmar é defender quem lhe deu a fazenda no Tocantins!

    “Viva a Monsanto”!

  4. LUIS GRINGO
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 11:59 hs

    Esse Sr tem razão.
    Os petistas de verdade (entre eles não esta o Samek) não vamos fazer campanha para Osmar.
    Que e esquerda (que não e o caso do Samek ) não faz aliança com a direita.
    Quem faz aliança com a direita são aqueles que são “convecidos” com cargos,são aqueles que estão no PT para proveito propio (esse sim e o caso do Samek), aqueles que uma viagem para passear a Foz com tudo pago e uma batidinha nas costas, uma piadinha os fazem com que se sintam aceitos pelo nucleo duro de direita que esta na direção estadual e municipal do PT.
    A historia os condenara.

  5. Dayanne
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 14:08 hs

    Vai mandar bater nos professores também nesse aí a violência tá no sangue!

  6. valdir izidoro silveira
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 14:09 hs

    Prezado Campana,
    Nunca ocupei cargo na administração do Osmar Dias. Fui diretor Técnico da COPASA (hoje CODAPAR- fusão Cafe do Paraná e Copasa), no Governo José Richa quando era Secretario da Agricultura Claus Germer. Isso posto esclarece alguns ignorantes – que ignoram- a minha trajetória política; também não sou de esquerda: sou comunista desde 1961. esse o esclarecimento.
    Atenciosamente
    Valdir Izidoro Silveira
    vis@netpar.com.br

  7. valdir izidoro silveira
    terça-feira, 23 de março de 2010 – 17:27 hs

    Fabio Campana ainda sobre a matéria em pauta cabe uma pequenina observação: minha posição em relação ao Osmar Dias é político-ideológica; nada tenho contra a pessoa, o cidadão, o colega engenheiro agrônomo Osmar Dias. Tanto é que já escrevi no meu livro ” Escritos de Resistência-quatro décadas de reflexão”, que o Osmar foi, tecnicamente, um bom secretário da agricultura e, segundo informações, um bom Diretor da Faculdade de Agronomia de Bandeirantes. Não sou maniqueista. Falei!
    Eng. Agr. Valdir Izidoro Silveira

  8. jose
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 0:35 hs

    sr. valdir, me parece contraditório:

    Se Osmar Dias foi, tecnicamente, um bom secretário, o que o sr. e outros chamam de “perseguição” não pode ser tachado de uma decisão técnica?

    Estranho não? Mas o mais estranho é um comunista chamar alguém de autoritário, já que nunca houve houve nenhum regime comunista que não fosse autoritário, com perseguições, expurgos e tudo o mais…é crítica ou elogio?

    Claus Germer foi um bom Secretário de Agricultura, mas na maioria das vezes o cargo de Secretário de Agricultura foi ocupado por inexpressivas figuras ou políticos ou ligados a ONGs e “movimentos sociais”, esquecendo o que nos último 40 anos a Agropecuária fez por este País.

    Continuam cometendo erros históricos, como por exemplo considerar o pequeno agricultor como um ente destinado a no máximo “plantar para comer” ou produção orgânica como sendo uma alternativa para “salvar o planeta”…meu avô, em 1943 recebeu um Diploma de Mérito Agrícola e posso garantir que mesmo tendo uma propriedade pequena ele produzia muito e bem. Quando vejo alguns assentamentos e alguns produtores orgânicos, noto que meu avô, em 1943, já produzia com mais tecnologia que este povo e olha que naquela época a produção dele já era orgânica…

    Há muito não temos nenhuma política destinada a tecnificar pequenas propriedades, profissionalizar o pequeno produtor e principalmente valorizar os profissionais da área, como da Emater ou Iapar por exemplo.

    A agricultura é importante demais para ficar com amadores ou políticos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*