O que foi combinado entre Osmar e o PT? | Fábio Campana

O que foi combinado entre Osmar e o PT?

Do Eduardo Schneider, no Hora H

A referência de Osmar Dias ao que foi combinado (e não cumprido) pelo PT provocou muita curiosidade e especulação nos meios políticos. Um pedetista de alto coturno deu pistas sobre o significado da frase de Osmar.

Entre os pontos acordados, e não cumpridos, estaria à indicação de Gleisi Hoffmann para vice de Osmar. O senador e seus aliados acreditam que a única forma de garantir a duvidosa lealdade do PT é amarrar os destinos políticos de Osmar e da mulher do ministro Paulo Bernardo no mesmo barco. Se a canoa afundar, afundam os dois.


O PDT estaria ainda exigindo uma garantia absoluta que Lula só subirá no palanque de Osmar no Paraná. O partido vê com suspeita e péssimos olhos a movimentação de setores do PT em direção da candidatura de Orlando Pessuti, do PMDB, com vistas a formar um “segundo palanque” para Dilma no Paraná. Se esta movimentação ambígua continuar não tem mais jogo.

O PDT estaria cobrando ainda o fim dos ruídos em torno da aliança. Os deputados Rosinha e Tadeu Veneri defensores da candidatura própria do PT, deveriam se comprometer após convenção que define a coligação, que irão gravar depoimento em favor da candidatura de Osmar. Consta ainda que Rosinha deverá fazer um mea culpa, de preferência ajoelhado sobre milho transgênico, sobre suas posições jurássicas a respeito do agronegócio.

Todos os recursos federais, incentivos fiscais e perdão de dividas e demais bondades que a serão liberados pelo governo Lula para prefeituras, empresas, cooperativas e para a agricultura serão anunciados por Osmar. Em caso de derrota de Osmar e vitória de Dilma, Osmar seria nomeado ministro da agricultura.


28 comentários

  1. adriano
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 11:08 hs

    Osmar é UDR. Na esquerda NINGUÉM vai apoiá-lo.

  2. LITORAL
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 11:20 hs

    OSMAR DIAS NÃO COMBINA COM LULA POR CAUSA DO MST.

  3. PT/MST, NÃO VE QUEM NÃO QUER
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 11:22 hs

    AMOR ANTIGO

    PT e MST JUNTOS COM DILMA

    PT convida MST para ajudar no programa de Dilma
    FÁBIO ZANINI, da Folha de S.Paulo, em Brasília – 23/10/2009

    O PT convidou o MST e outros movimentos sociais para discutir o governo Lula e colaborar com a campanha e o programa de governo de Dilma Rousseff (Casa Civil) em 2010.

    O movimento, objeto de uma CPI no Congresso, é um dos principais convidados de um “colóquio” com o PT neste fim de semana em São Paulo.

    João Paulo Rodrigues, um de seus principais líderes, dividirá amanhã uma mesa de debates com o chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, e o presidente da CUT, Artur Henrique. Dilma também estará no evento, em uma mesa separada.

    Publicamente, a relação entre o MST e o governo aparenta estar estremecida, principalmente após a polêmica imagem de um trator sendo usado pelo movimento para derrubar pés de laranja numa fazenda em São Paulo. Lula chegou a caracterizar o ato de “vandalismo”.

    Mas, segundo o secretário de Movimentos Populares do partido, Renato Simões, “o PT nunca deixou de apoiar o MST, mesmo que faça algumas críticas”. Ele afirma que o PT está convidando 60 movimentos sociais. Além de MST e CUT, participarão também UNE, Contag e outros. “Queremos discutir a conjuntura, fazer um balanço do governo Lula e convidar os movimentos a um diálogo sobre 2010”, diz Simões.

    O líder João Paulo Rodrigues diz que os militantes do PT sempre foram aliados do MST na “luta pela reforma agrária”.

    Ontem, o PT reuniu seu GTE (Grupo de Trabalho Eleitoral) para definir os próximos eventos da candidatura Dilma.

    Em 10 de novembro, o presidente do PT, Ricardo Berzoini, vai se reunir com os 27 presidentes estaduais do partido. Irá pressioná-los para priorizar a aliança pró-Dilma. Isso significa abrir mão de candidaturas a governador, vice e senador para aliados, sobretudo o PMDB.

    Rio, Minas e Mato Grosso do Sul são Estados onde o PT ensaia candidatura contra os peemedebistas. No Ceará, a ameaça é de romper com o PSB.

    FORA CORJA DE BANDIDOS
    LULA, DEIXE OS BRASILEIROS TER DIREITO AO LIVRE ARBITRIO DE ESCOLHER SEU SUCESSOR PRESIDÊNCIAL.

    LIVRE ARBITRIO SR. LULA, VOCÊ CONHECE ESTA PALAVRA?

  4. João Fagan Junior
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 11:25 hs

    Esse Osmar tá querendo muito hein….

    Com todas essas garantias e acordos até eu quero ser candidato ao governo.

  5. Russo
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 11:37 hs

    O PT é um partido fundamental nessa disputa eleitoral do Paraná querendo ou não querendo os candidatos ao Governo do Estado. Caso Osmar Dias não queira o PT, o partido tem duas opções:

    1º Lança candidatura própria e com isso o candidato do partido independente de nome faz no mínimo 12% dos votos, isso é o suficiente para garantir o segundo turno no Paraná. Essa é uma opção, mas que dificilmente irá ocorrer, pois o partido tem planos a nível nacional, como a disputa de Dilma e da Gleise para o Senado. Uma chapa puro sangue não seria bom para esses dois projetos. Então isso faz o partido pensar em uma segunda opção.

    2º Apoiar o Pessuti numa aliança PMDB/PT tendo um vice do PT, isso seria mas interessante para o partido, pois daria uma fortalecida nos palanque de Dilma e de Gleisi para o Senado. Além disso, colocaria em cheque a candidatura de Osmar, já que o Pessuti vai buscar votos no interior, e do pessoal do agronegócio. Além do mais Pessuti vem para a campanha com o governo na mão e mais os 12% do Partido dos Trabalhadores a seu favor, com isso ele pode chegar a um segundo turno contra o Beto.

    Mas a primeira opção do PT é apoiar o Osmar Dias e isso é discutido em cada reunião do partido, mas tudo tem um limite e caso o Osmar continue nesse jogo o partido, sai tranqüilo, pois tentou de tudo para construir essa aliança e assim vai buscar outros caminhos, que também são interessantes para a militância e para o Estado do Paraná.

    Sem nunca esquecer que tem uma eleição presidencial junto de tudo isso, e que é mais do que fundamental fazermos uma boa votação para Dilma em nosso Estado. Para os reacionários das privatizações não voltem ao poder a nível nacional.

  6. de olho
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 11:57 hs

    O OSMAR DIAS ACORDOU, DEPOIS DE PERDER O PP. DE RICARDO BARROS, AGORA ESTA VENDO SE NÃO AMARRAR
    O PT. COM GLEISI NA VICE, DIFICILMENTE O PT. VAI TRABALHAR PARA ELE, O QUE O PT. QUER É USAR O OSMAR PARA ELEGER A DILMA E A GLEISI, ACORDA OSMAR.

  7. Faca Amolada
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 12:10 hs

    ENGRAÇADINHO O PT,,, NAO ACEITA A VICE DE OSMAR NO PARANÁ MAS ESTÁ DOIDINHO PELA VICE DE ROSEANA SARNEY NO MARANHAO.. O QUE PLANEJAM??? A DERROTA DE JACKSON LÁ E DE OSMAR CÁ… O SAPO BARBUDO PENSA QUE O OSMAR É IDIOTA!!!

  8. alerta
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 12:14 hs

    Só falta combinar com os eleitores. Ninguem vê com bons olhos esta união.
    `
    É logico que a Dilma vai querer subir no palanque do governador Pessuti. Assim ela mantem a sua tropa imbutida no governo, com os cargos, e a campanha dela passa a custar menos.
    Só o Osmar não vê isto, ou nao quer ver.
    Acho que ele esta preparando a cestinha do coelhinho da Pascoa.
    Acredita ainda nesta turma do PT.

  9. marta samara
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 12:16 hs

    QUE LOUCURA!!!AÍ ESTÁ O ACERTO DOS DIAS, FAVORECER
    O REQUIÃO E NÃO PERDER AS TETAS DO ESTADO DO PARANA…………….

  10. quarta-feira, 24 de março de 2010 – 12:18 hs

    Melhor procurar outro vice, pois a madame não vai embarcar nesta canoa furada.

  11. Duval Simões Araújo-Londrina
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 12:33 hs

    Será que Osmar e o PDT pensam que a Gleise é tonta. A moça está com a faca e queijo na mão para abocanhar, facilmente, uma vaga ao senado, porque abriria mão dela pra ficar em segundo lugar na eleição para o governo do Estado e melhorar, em tese, a votação de Dilma? Ela tem projetos futuros e qualquer bobo sabe. Hoje é a maior lider petista no Estado e com chances de, no futuro, chegar ao até governo do Estado. E vai se enterrar politicamente concorrendo a vice de candidatura natimorta. Ela e Beto são os políticos de futuro no Paraná. Osmar, Alvaro e Requião estão em fim de carreira. Árvores que não dão mais fruto.

  12. Alosio da Rocha e Silva
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 12:43 hs

    Quem negociou com o PT foi o Zucchinho, isto só, já basta para a cada dia aparecer mais rolo. O Zuchinho é muito enrolado. Barbaridade!!!!

  13. andre
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 12:53 hs

    o PARANÁ CAMINHA PARA NOVOS TEMPOS

    COM OSMAR, COM PESSUTI, COM BETO VAMOS VIVER UM NOVO MOMENTO NO PARANÁ. cHEGA DE ÓDIOS, CHEGA DE INTRIGAS. O PARANÁ PRECISA DE LIDERES QUE QUEIRA DESENVOLVER NOSSO ESTADO.E, TEREMOS.
    QUANTO AO GRANDE SENADOR PARANAENSE, POR SUA HISTÓRIA, DEVERIA SER CANDIDATO A REELEIÇÃO, APOIAR O BETO DEIXANDO OS PETRALHAS COM SUA CAMINHADA
    PELO ATRAZO, PELO ASSALTO AO DINHEIRO PÚBLICO, PELA DEMAGOGIA.
    O NOSSO GRANDE OSMAR, NÃO MERECE PASSAR À HISTÓRIA COM ESTA GENTE.
    SENADOR, PENSE NO PARANÁ.
    OSMAR PENSE NO SEU SILVINO……..NOS TEUS AGRICULTORES…………….VC NO PALANQUE COM ESTA GENTE!!!!!!!!!!!!
    NÃO OSMAR, ELES NÃO TE MERECEM
    E O PARANÁ SABE DISSO

  14. Lela
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 13:09 hs

    Essa Gleisi deveria aceitar a vice do Osmar e parar de se achar a última bolacha do pacote…Se as acusações do Requião deixarem dúvidas quanto ao caráter do tal do Paulo Bernardo, ela não se elege nem para substituta da barbie!

  15. PAULO
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 13:19 hs

    ELE QUER DAR A CABEÇA DA GLEISI P/ QUEM???
    QUER A VAGA DELA NO SENADO P/ COLOCAR QUEM??
    ERA SÓ QUE FALTAVA…
    SENDO ASSIM, O PT DEVE MESMO SAIR COM CANDIDATO PRÓPRIO, MESMO SABENDO QUE NÃO LEVARÁ, MAS GARANTIRÁ A VAGA NO SENADO E MAIS ALGUNS TANTOS DEPUTADOS.

  16. TUKU NARE
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 13:56 hs

    combinaçao, e aquilo que as muier usavao antigamente, para esconder as coisas bonitas, ou voces pensam que e para esconder as coisitas da assembleia que ate o contaminado PT, FICA NA BEIRA DA PRAIA , POIS NAO SABE NADAR PARA ENTRAR EM AQUAS PROFUNDAS, o LULAO, e DILMA, ja provaram para nos que nao tem medo de poço fundo, e voces deixem de cobinaçao, e embarque na canoa do pessutao, emquanto e tempo.

  17. Borduna
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 13:58 hs

    É isso aí, ou Gleise de vice, ou não tem acôrdo……

  18. Julio
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 14:08 hs

    Essa aliança não tem como dar certo. Ou Osmar esmaga o PT ou vice-versa. São posições divergentes que alguns imbecis acham que dá para juntar.

  19. Valdir Pereira
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 14:13 hs

    O que foi combinado e ainda não deu certo é que:

    Gleisi Hoffmann(PT) será vice de Osmar(PDT) e caso esta opte por disputar o senado o PT assume o compromisso de aceitar e não vetar Rubens Bueno(PPS) como vice;

    Lula(PT) só suba no palanque de Osmar(PDT);

    Paulo Bernardo(PT) seja o tesoureiro de campanha e responsável pela arrecadação junto as empresas;

    Os corrdenadores da campanha sejam Augustinho Zuchi(PT) e Nedson Micheletti(PT);

    Os órgãos de comunicação que recebem verbas federais do governo Lula(PT) devem ser orientados a dar prioridade em noticias fatos positivos sobre Osmar(PDT);

    As agências de publicidade que atendem o governo federal e suas estatais devem arcar com produção de todo o material de campanha, incluindo radio e TV, para Osmar(PDT) e todos os partidos da coligação;

    O MST ficara calado durante a campanha e não promoverá nenhuma invasão para tranqüilizar grandes proprietários de terra;

    Os anistiados por Requião(PMDB) que foram demitidos por Osmar(PDT) nos anos 80 quando era secretario, iram gravar depoimentos dizendo que Osmar(PDT) revolucionou a agricultura do Paraná;

    Os partidos da base aliada do governo Lula(PT) iram apoiar Osmar(PDT) a exemplo de PP, PR, PCdoB e não haverá veto a coligação com PPS e DEM que no plano nacional apóiam José Serra(PSDB);

    Os deputados Rosinha(PT) e Tadeu Veneri(PT) defensores da candidatura própria do PT, se comprometem após convenção que define a coligação, que iram gravar depoimento em favor da candidatura de Osmar(PDT);

    Todos os recursos federais, incentivos fiscais e perdão de dividas que serão liberados pelo governo Lula(PT) para prefeituras, empresas, cooperativas e para a agricultura serão anunciados por Osmar(PDT);

    Em caso de derrota de Osmar(PDT) e vitória de Dilma(PT), Osmar(PDT) será nomeado ministro da agricultura;

    O PT não vetara o apoio do senador Alvaro Dias(PSDB) a candidatura de Osmar(PDT) mesmo ele atacando o governo Lula(PT) e a candidatura Dilma(PT);

  20. Tô de Campana !
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 16:20 hs

    Livre arbítrio talvez Lula conheça , mas “presidêncial” com certeza não !

  21. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 16:46 hs

    Lamento pelo Beto e sua turma.
    Mas querendo ou não – a eleição vai ser de quem tiver mais mulher em suas chapas.
    ANOTEM!

  22. quarta-feira, 24 de março de 2010 – 18:18 hs

    KKKKK.. …adoro ver Osmar fazendo o PT/Lula de bobos

  23. Maria do Ingá
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 23:13 hs

    A canoa so vai furar se o povo permitir que o afilhado (se é que judeu tem afilhado) do Jaime Lerner ganhar a eleicao, ou seja o Beto.
    Requiao e Lerner governaram Curitiba e depois o Estado.
    No que que deu? Coisa boa nao foi. Com beto sera pior.

  24. Paranaense
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 6:56 hs

    Se o rubens bueno for realmente vice… Acredito que Osmar ganha com folga essa eleicao..

    Todos os partidos apoiam o Osmar.. o cara vai falar 20 min por dia de horario eleitoral

  25. PENSADOR
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 10:14 hs

    E O QUE O BETO COMBINOU COM O POVO CURITIBANO ?

    NÃO ERA PARA FICAR OS 4 ANOS NA PREFEITURA ?

    ISSO É UMA TRAIRAGEM DUPLA.

  26. Wilson
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 10:36 hs

    O Osmar quer que todos os partidos que fazem parte da base de apoio do Lula sejam entregues a ele embrulhados para presente e quer que a Gleisi seja a sua vice na chapa.

    A “bananosa” de entregar estes pedidos ao Lula na mais uma tentativa para que saia a coligação ficou a cargo do ministro do Trabalho, o que mesmo para o “cumpanheru” é uma tarefa impossível, já que o Paraná é um dos estados aonde o Lula não possui o controle do jogo eleitoral.

    A Gleisi, que de ingênua não tem nada, não quer assumir a gelada de trocar uma boa possibilidade de eleição para senadora para uma mais difícil eleição para vice. Ela só quer a vaga do Osmar no senado e este, que de trouxa não tem nada, só coliga caso os riscos sejam compartilhados e isto implica no ato da loira se tornar sua vice.

    É mais fácil chover canivete do que o Requião voltar às boas com a alta cúpula do PT local.

    O PSB local, cujo dirigente máximo sempre foi um alencarista e assim anti osmarista, com aval da direção nacional já está abertamente com o Beto e isto é irreversível, já que este e o atual vice-prefeito de Curitiba, que com o Beto candidato se tornará prefeito, são historicamente aliados do PSDB.

    O PP é partido da base de apoio do prefeito Beto e hoje a preocupação central do partido é a eleição do Ricardo Barros e isto tromba com os interesses do PT, que quer eleger a mulher do ministro Paulo Bernardo.

    A tendência do PTB local já foi sinalizada até pelo presidente nacional da legenda, que é pró Beto.

    De certeza em relação às coligações o Osmar não tem nem ao menos o apoio do DEM, pois o seu presidente não fala em nome da direção do mesmo, sendo apenas uma voz choramingando no deserto.

    Vontade por parte do Osmar em querer tudo mastigado não falta, o que falta é acertar com os partidos e isto está ficando cada vez mais impossível!

    Pelo jeito a sina para está tentativa de coligação será a do Osmar junto com o Lupion e o Bernardão sentarem em um toco na beira da estrada e ficarem cantando músicas do Valdick Soriano, pois a coligação não é unanimidade nem ao menos dentro do PT e do PDT.

    A ala mais a esquerda do PT, que representa boa parte da militância histórica, não aceita o ruralista Osmar, pois são aliados a Via Campesina e para o PDT histórico o “sapo barbudo” ainda está entalado na garganta.

    Muitas vezes querer não é poder!

  27. Osmarista
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 11:33 hs

    O PT nos vendeu um cavalo manga larga puro sangue, adestrado e bem arreado e quer nos entregar um burro xucro, velho e manco?

  28. durango kid
    domingo, 9 de maio de 2010 – 11:17 hs

    não é bem um burro xucro sim um cavalo cego dum zóio.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*