O precedente: PT do Maranhão descarta Roseana Sarney e apóia PC do B | Fábio Campana

O precedente: PT do Maranhão descarta Roseana Sarney e apóia PC do B

Após dois dias de congresso, o PT do Maranhão decidiu, na noite deste sábado, por 87 votos contra 85, rejeitar aliança com o PMDB da governadora Roseana Sarney e apoiar a candidatura do deputado Flávio Dino (PC do B) ao governo do estado. O processo de escolha ocorreu por meio de voto aberto e contou com a participação de petistas de todo o Estado.

O grupo liderado pelo suplente de deputado federal Washington Oliveira, que defendia uma coligação PT/PMDB em torno da candidatura de Roseana ao governo, foi derrotado por uma diferença de dois votos (do total de 175 delegados) – o placar apertado era previsto para qualquer um dos lados. Um delegado absteve-se de votar e outros dois não compareceram.

O congresso Estadual do partido teve início na última sexta-feira (26), no auditório do Sesc Olho d’Água e terminou por volta das 19:30h desse sábado. Depois de contabilizado cada um dos votos, o representante da direção nacional do PT, secretário Organização Paulo Frateschi, anunciou oficialmente o resultado. Ele descartou, no seu pronunciamento, qualquer possibilidade de intervenção do diretório nacional.

“As regras foram seguidas, tem uma proposta vencedora e é com essa que o partido dos trabalhadores vai trabalhar”, assegurou. Principal articulador do grupo vitorioso, o deputado federal Domingos Dutra mostrou-se satisfeito com o apoio do PT ao nome do deputado federal Flavio Dino.

“Não adiantou a Roseana ligar para as pessoas, fazer chantagem, oferecer dinheiro, pois o povo do Maranhão não aprovava esse casamento de ‘jumento com avestruz’, portanto não tinha como dar certo. E assim como em 2006, nós iremos novamente derrotá-los”, disse, confiante.

Após receber a notícia do resultado, o deputado federal Flávio Dino foi ao local agradecer aos delegados e aqueles que torceram pela tese de sua candidatura. “Deixo aqui minha palavra de gratidão e agradecimento aos companheiros que votaram na nossa tese, que acreditaram na nossa candidatura e vestiram a camisa”, disse emocionado o comunista.

“Podem ter a certeza que todos vocês irão se orgulhar disso, irão olhar para o espelho todos os dias pela manhã e dizer: eu estava no dia que nós ganhamos o primeiro turno da eleição de governador. Hoje estamos mudando a história política do Maranhão”, completou.

Durante discurso direcionado aos dirigentes do PT e, em especial, à sua militância, Flávio Dino pregou a união de todos os petistas a fim de marcharem juntos num projeto de mudança para o Maranhão. “Peço fraternalmente que dividam comigo essa responsabilidade de, a partir de amanhã, colocar todo o partido dos trabalhadores unificado na campanha e com o mesmo objetivo”, conclamou.

Sobre a união PT e PCdoB, Flávio fez um relato histórico de vida política das duas agremiações ao longo das últimas décadas e disse que, por conta disso, não se podia esquecer nesse momento quem esteve primeiro ao lado do outro. “Quem primeiro levantou a bandeira da esperança e da mudança foi o PT e o PCdoB; por isso que esta aliança não é contra o projeto nacional, essa aliança é o projeto nacional”, lembrou.

“Nós precisamos casar o Maranhão com o Brasil, acabar com esse desencontro, e isso só nós podemos fazer. O companheiro Lula, o maior líder político da história brasileira, é muito bem vindo no nosso palanque, por que nosso palanque é a minha casa, minha vida. Entre nós ele não precisa pedir licença, ele está na sua casa”, afirmou.

Flavio Dino disse que a vitória obtida neste sábado é apenas o início de um movimento que vai “tomar conta” de todo o Maranhão. “Amanhã começa a onda vermelha. Então, vão à Rua Grande e comprem pano vermelho, por que tenho certeza que ele vai faltar no Maranhão”., brincou.

Ao final de sua fala, Dino voltou a agradecer: “A bandeira da mudança, da esperança, do sonho, da luta não estaria completa sem a presença da bandeira do partido dos trabalhadores”, finalizou. Do Sesc, uma carreata saiu em comemoração pela Avenida Litorânea.


9 comentários

  1. Osmar Santos
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 13:01 hs

    Absteu-se????
    Absteve-se,né…..

  2. Armando Marques Jr
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 13:21 hs

    Engraçado!
    Que coincidência!
    Aqui em Curitiba, sábado, o PT em Encontro Muncipal também recusou a alianca com o Osmar, mas só o Fabio Campana e o jornal Estado do Paraná trouxeram essa noticia.
    Será que existe censura nos demais jornais contra o PT?
    Ou haverá outras razões ?
    Que está acontecendo?
    As decisões tomadas democraticamente dentro do PT não podem mais ser publicadas?
    Ou será que a moda dos “Diários Secretos” espalhou-se para fora da Assembléia?
    É preciso saber direitinho dessa história…
    Há censura contra o PT ou só contra algumas posições do PT?

  3. Professor Kico
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 17:20 hs

    Nada mais justo que se a eleição é estadual vale a decissão da congresso estadual que foi como aconteceu no Maranhão.

    Mas não se preocupem Armando a Roseana já assinou sua carta a La Sarney.

    Blog do John Cutrim
    Bia Aroso demite secretária petista que votou em Flávio

    Acabo de receber a informação de que a Secretária de Desenvolvimento Social de Paço do Lumiar, Balbina Rodrigues, foi demitida na manhã de hoje (29) pela prefeita Bia Arôso. A decisão teria sido uma forma de retaliação por conta de Balbina – que era uma das delegadas do grupo de Washington Oliveira nas prévias do PT ocorridas no último sábado no Sesc Olho d’ Água -, ter optado em votar na tese de apoio a candidatura do deputado federal Flávio Dino ao governo. A ordem para que Bia exonerasse a secretária partiu diretamente da governadora Roseana Sarney.

  4. fala sério
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 18:37 hs

    de qualquer jeito o povo do maranhão sairá perdendo, se governado pelo pt dos petralhas ou pelo pmdb dos sarneyntos, ainda bem que moro no Paraná, onde o pt não têm nem chance com candidatura própria.

  5. Leo
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 22:47 hs

    O candidato ao governo do Maranhão é do PCdoB e não do PT como escrito no post “fala sério”

  6. jose
    terça-feira, 30 de março de 2010 – 9:05 hs

    Armando, não é censura, a gazetona foi “vitaminada” com milhões em “propaganda oficial” do governo federal desde o ano passado…nada de ruim contra a gleisi sairá, muito mens contra o pt…

    Outro ponto é que dada a “importância” da notícia e dos envolvidos parece que não valia a pena publicar…e ainda tem também aquela questão do “irrevogável” que acontece no petismo….

  7. fala sério
    terça-feira, 30 de março de 2010 – 15:13 hs

    Obrigado pela correção Leo, então já com a devida correção.

    de qualquer jeito o povo do Maranhão sairá perdendo, se governado pelo PCdoB que terá o PT como apoiador e diretamente na administração, ou a família sarney, continuo com a máxima….

    Ainda bem que moro no Gigante Paraná onde o PT não terá chances com candidatura própria.

  8. TEM PE PT DE VERDADE POR AI
    terça-feira, 30 de março de 2010 – 16:12 hs

    MARAVILHOSO, TA NA HORA DE ROMPER A POLITICA DO VALE TUDO, E DAS DECISÕES DECIMA PARA BAIXO.
    SO ESPERO QUE O ESTADO NÃO SOFRA INTERVENÇÃO COMO FIZERAM NO RIO EM OUTRO PERIODO

  9. Leo
    quinta-feira, 22 de julho de 2010 – 22:35 hs

    Não estou preocupado com qiem vai gabhar minha preocupação é com quem vai governar, ainda brm que ela voltou….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*