Novo tribunal federal no Paraná | Fábio Campana

Novo tribunal federal no Paraná

Ancelmo Góis em O Globo

Paulo Bernardo afirmou ontem ao presidente em exercício da OAB, Alberto de Paula Machado, que é contra a proposta de criação de mais 17 vagas de desembargadores para o TRF de Porto Alegre.

O ministro disse ter pedido ao presidente Lula para vetar o pedido e no seu lugar criar um novo tribunal federal no Paraná, com sede em Curitiba.


13 comentários

  1. Duval Simões Araújo-Londrina
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 9:24 hs

    Dr. Alberto não é mais presidente da OAB*PR.
    A assessoria do PT está mal informada em passar essa notícia para a imprensa.

  2. Duval Simões Araújo-Londrina
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 9:37 hs

    Governo federal garante apoio a PEC que cria TRFs

    Fonte: Conjur

    A proposta de emenda à Constituição que cria quatro novos Tribunais Regionais Federais, já aprovada no Senado e que tramita na Câmara dos Deputados, passa a integrar a pauta de prioridades do governo. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (24/3) pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que prometeu dar seu apoio pessoal.

    “Podem ter a certeza de que vocês terão um parceiro para trabalhar nesse pleito, que é muito razoável”, assegurou o ministro, ao final de uma audiência concedida aos presidentes do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Alberto de Paula Machado (em exercício), e da Associação dos Juízes Federais do Brasil, Fernando de Mattos, para discutir a Proposta de Emenda Constitucional 544/2002.

    Para o presidente em exercício da OAB Nacional, Alberto de Paula, a necessidade de instalação dos quatro novos TRFs “fica patente pela altíssima concentração de processos hoje em apenas cinco Tribunais Regionais Federais”. Segundo ele, a “ansiedade da comunidade jurídica quanto à urgente necessidade de implantação desses TRFs está demonstrada inclusive pela união da advocacia e da magistratura em torno da PEC 544.

  3. Cavalaria
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 10:02 hs

    Finalmente o marido vai fazer alguma coisa pelo Paraná.

  4. Emerson
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 10:04 hs

    Otimo!!!

  5. quinta-feira, 25 de março de 2010 – 10:15 hs

    Qual a diferença? Mais um Cabide de empregos caro e inoperante.

    Quando esses Ministrozinhos de brinquedo e outros políticos desonestos que nada mais fazem que legislar em causa própria e dependendo das épocas em benefício “eleitoreiro” aprendem que foram votados e nomeados para legislar por um Bem Maior, o Brasil e o seu povo?

    Não adianta mexer com PEC com medidas paliativa. Está tudo uma bagunça graças à incompetência e desonestidade generalizada. Quer fazer algo pelo Judiciário que, aliás, parece que data da década de 40, faça, mas faça bem feito. É preciso reformular, RE-FOR-MU-LAR, com consciência e dignidade o Judiciário? Que como tantos outros Ministérios ou autarquias é CARO EMPERRADO e INOPERANTE. Para isso precisa CONHECIMENTO – CARÁTER- e RESPONSABILIDADE, Não é um Paulo Bernardo que vai fazer… Mas o problema é quem fará e quando…?

    Na verdade estamos na mão de oportunistas e políticos de ocasião, está na Hora de acabar com isso.

  6. salete cesconeto de arruda
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 10:34 hs

    Já era tempo!!!

  7. Raul Maleatto
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 12:46 hs

    Agora, no fim do seu Ministério, ele vem com esse papo eleitoreiro! Ah me poupe Sr. Bernardo, o sr. deveria ter defendido esta idéia muito antes

    oportunista de plantão

    o TRF com sede em Curitibá é realmente importante, mas agora, em fim de feira? Qual é a sua?

    Malandro!

  8. Silvano Andrade
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 13:15 hs

    Na minha modesta opinião, os TRFs deveriam ser por rodízio…3 anos em cada capital… este negócio de criar raíz em um só lugar é absolutamente exdrúxulo, pois abre brecha para cumpadrismo, favorecimentos e outras aberrações jurídicas.

  9. Jose Carlos
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 14:32 hs

    É ver para crer… até hoje o Paraná só conseguiu do Judiciário da União, sediar o TRT da 9a. Região e isso porque Ney Braga tinha prestígio e influência pessoal no governo federal e exigiu a instalação aqui… de resto, o Paraná – que é o Piauí do Sul – andou a reboque de SC e RS que sempre abocanharam o filé mignon e deixaram os ossos por aqui… as lideranças paranaenses sempre foram pífias, fracas e medrosas, indo a Brasília com o pires na mão e voltando com o rabo entre as pernas, enquanto os catarinas e gaúchos davam risadas à larga… vemos ver que influência é esta, ou se é só papo furado e conversa mole pra boi dormir…

  10. Desembargador
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 16:12 hs

    Por que só agora? Porque o governo implantou muitas Varas Federais nos anos anteriores. Parabéns Paulo Bernardo. É mais um apoio importante em favor do nosso Paraná.

  11. Juiz Federal
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 16:14 hs

    Esta é a hora certa. Ao todo são pleiteados 4 novos tribunais no Brasil.
    Muitas varas foram criadas nos ultimos anos, com isso o acesso a justiça aumentou e para julgar os recursos faz-se necessário TRF no PR sim.
    Valeu min Paulo Bernardo!

  12. JACIR QUEIRÓS
    quinta-feira, 25 de março de 2010 – 18:11 hs

    PARABÉNS PAULO BERNARDO. O PARANÁ MERECE ESTE TRIBUNAL.
    JACIR QUEIRÓS-CONTADOR

  13. CANISIO DE SOUZA
    segunda-feira, 21 de junho de 2010 – 11:42 hs

    Ja estava mais do que na hora. E estado do Paraná cresceu, industrializou-se e tende a ser a potencia econômica e financeira do sul. Nada mais justo que sua capital Curitiba a mais populosa da região sul brasileira, tenha seu próprio Tribunal de Justiça.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*