Ministro do TSE aplica multa a Lula por propaganda antecipada | Fábio Campana

Ministro do TSE aplica multa a Lula por propaganda antecipada

O ministro-auxiliar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Joelson Dias
aplicou multa no valor de R$ 5 mil ao presidente Luiz Inácio Lula da
Silva por propaganda eleitoral antecipada em favor da pré-candidata do
PT às eleições deste ano e ministra-chefe da Casa Civil, Dilma
Rousseff. O ministro, contudo, rejeitou a acusação feita pelo PSDB
contra a ministra. A legenda pode recorrer ao TSE para que a ação seja
submetida ao plenário da Corte Eleitoral.

Na ação, o PSDB sustenta que, em evento realizado em 29 de maio de
2009 no Rio de Janeiro, Lula teria usado a inauguração de um complexo
esportivo construído com recursos do Programa de Aceleração do
Crescimento (PAC) para promover a ministra.


14 comentários

  1. VLemainski - Cascavel
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 17:29 hs

    Até que enfim….
    Se o presidente tivesse uma educação de família, certamente ficaria envergonhado com o fato. O “filho do brasil” já é contumaz nessas infrações. Certamente recorrerá da decisão tentando justificar o injustificável.
    Já a Dilma…..pode esperar, a tua hora vai chegar….

  2. Detalhes
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 17:36 hs

    E o advogado do PP virou ministro e deu a multa.
    Justamente o advogado de Antonio Belinati e nomeado por Lula.

  3. Dagmar Servia
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 18:01 hs

    Até que enfim o TSE tomou vergonha na cara e puniu alguém, mas outros também tem que ser como o prefeito de Curitiba.

    Leis foram feitas para serem cumpridas por todos sem exceção.

  4. quinta-feira, 18 de março de 2010 – 18:30 hs

    Agora ? Depois de um ano e meio de campanha ? Antes tarde do que nunca.

  5. Pé-Vermelho (Original)
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 19:52 hs

    5 mil pilas? Q brincadeira esta legislaçao.
    De qualquer forma, abre precedente pra outras condenaçoes, pois o episódio q deu origem a este processo, é similar a tantos outros pelo Brasil a fora. Basta lembrar q até uma cidadã (q eu saiba nao ocupa nenhum cargo publico que lhe de legitimidade) do PR, andou espalhando outdoors (se auto-promovendo) sobre o salário minimo.
    Esta eleiçao vai ser ganha (ou pedida) pela mídia e judiciário

  6. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 20:29 hs

    Será que aquele Japonês vai pagar a conta?

  7. JUSTICEIRO
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 21:06 hs

    R$ 5.000,00 ?
    Recorrer? Não fica mais em conta pagar … custas, honorários … (?)

  8. Sevidor
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 22:08 hs

    Ta e o Beto só hoje foram várias infrações cometidas pelo Prefeito…candidato ao Governo…
    Finalizou no Faendinha com a turma da Escola Mocidade Azul..do Portão cantando enrredo feito para o Prefeito candidato, com bateria e tudo … faixas com os dizeres….O PARANA PRECISA DO QUE O BETO FEZ POR CURITIBA…ISSO NÃO É PROPAGANDA TBEM???
    Vamos combinar…ta tudo dominado…

  9. RST
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 22:55 hs

    ONU: Dez milhões deixam de viver em favelas no Brasil
    O Brasil reduziu em 16% sua população de favelas, com cerca de 10,4 milhões de pessoas deixando esse tipo de habitação nos últimos 10 anos, apontou nesta quinta-feira (17) um relatório das Nações Unidas. Apesar disso, o número de habitantes de moradia precária em todo o mundo no mesmo período avançou de 776,7 milhões para 827,6 milhões.
    Favela no Morumbi, SP

    Favela no Morumbi, em SP
    A agência para habitação das Nações Unidas atribuiu a melhoria também à criação do ministério das Cidades pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a adoção de uma emenda constitucional afirmando o direito do cidadão à moradia e aos os subsídios a materiais de construção, terrenos e serviços de construção.

    O número de brasileiros que moram em favelas diminuiu de 31,5% para 26,4% em dez anos devido à adoção de políticas econômicas e sociais, à diminuição da taxa de natalidade e à migração do campo para a cidade, disse o relatório da ONU.

    Entre os países pesquisados, o Brasil está atrás apenas de China, Índia e Indonésia, que, segundo a ONU, deram “grandes passos” para combater a precariedade das moradias.

    Os autores do estudo calculam que, mantida a taxa atual, o número de habitantes de favelas aumentará seis milhões por ano até 2020, quando chegará a 889 milhões. Apesar do incremento de 55 milhões no número absoluto de favelados no período pesquisado, o relatório destaca que “227 milhões de pessoas no mundo deixaram de viver em assentamentos precários entre 2000 e 2010 e passaram a fazer parte da cidade formal”.

    “Isto significa que, coletivamente, os governos do mundo alcançaram a Meta 11 do Objetivo 7 dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (melhorar a vida de pelo menos 100 milhões de habitantes em assentamentos precários para o ano 2020) em 2,2 vezes”, diz o texto. “(Mas) o progresso que foi feito em relação à meta das favelas ainda não foi o suficiente para conter o crescimento de assentamentos informais nos países em desenvolvimento.”

    A África Subsaariana é região que concentra a maior população em favelas, onde 199,5 milhões ou 61,7% de sua população urbana vivem em tais áreas. Em seguida aparecem o sul da Ásia com 190,7 milhões (35%); Ásia do Leste com 189,6 milhões (28,2%); América Latina e o Caribe com 110,7 (23,5); Sudeste Asiático com 88,9 milhões (31%); Oeste Asiático com 35 milhões (24,6%); Norte da África com 11,8 milhões (13,3%); e Oceania com 6 milhões (24,1%).

    Fonte: UOL, com informações da BBC Brasil

  10. rosângela
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 23:07 hs

    E o Beto Richa vai ser pelo menos notificado a não fazer campanha antes do tempo certo ou vai dar pizza? Cadê o MP?

  11. Pé-Vermelho (Original)
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 23:13 hs

    SERVIDOR…
    Q eu saiba, Beto Richa nao tem apresentado nenhum candidado à sua sucessão nas suas inaugurações e eventos da Prefeitura.

  12. RST
    sexta-feira, 19 de março de 2010 – 8:54 hs

    Que babaca esse pé vermelho, se ele que é o candidato por que vai apresentar candidato.

  13. VLemainski - Cascavel
    sexta-feira, 19 de março de 2010 – 9:14 hs

    Caro RST:
    A teoria, na prática, às vezes, é outra.
    Sabe por que diminuíram as favelas?
    Porque o PT, num aranjo de marketing fantástico, colocou número nas casas e mudou o nome de favela para “comunidade”. Pronto, acabou a favela e os habitantes deixam de ser favelados para serem “cidadãos”. Assim é fácil de diminuir o número de favelados, não é mesmo? Pesquise a respeito do assunto.

  14. Divanir
    sexta-feira, 19 de março de 2010 – 11:50 hs

    VLEMAINSKI, você acertou na mosca, isto é para este bando de Ptista idiotas pensarem. Lembro me de ver em uma reportagem, que no Rio de Janeiro, muitos das vielas das favélas ganharam nomes e seus barracos números, daí então as favélas deixaram de ser invasões para serem comunidades, agora eu quero ver é aquele povo ganhar casas descentes.

    Esta multa aplicada a Lula é uma vergonha, irrisória, que vai ser paga com dinheiro público, verba de partidos políticos que são repassados pelo governo federal. Isto é uma prova de que compensa não respeitar as Leis do país, mesmo que Leis eleitorais, ainda mais partindo de um presidente da república, que usando a máquina do estado comete estes absurdos, deixando os demis candidatos a mercê da sorte.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*