Mais de 100 mil servidores públicos acumulam cargos no Brasil | Fábio Campana

Mais de 100 mil servidores públicos acumulam cargos no Brasil

Do Fernando Rodrigues no UOL

Um levantamento do Ministério do Planejamento, divulgado hoje (17.mar.2010), revelou que mais de 100 mil funcionários públicos acumulam funções nos Executivos estaduais e federal. Destes, 53.793 somam mais de 2 cargos no serviço público. Os servidores com contrato em regime de dedicação exclusiva e com mais de um cargo totalizam 47.360.Também foram descobertos 36.113 registro de funcionários com indícios de acumulações ilícitas.

O estudo, realizado pelo Ministério do Planejamento em parceria com o Consad (Conselho de Secretários Estaduais de Administração), cruzou o banco de dados dos servidores da União com o de 13 Estados e encontrou 164 mil indícios de irregularidades. O número representa 5,3% dos mais de 3 milhões de registros de servidores analisados, conforme informa o repórter do UOL Edemilson Paraná.

A estimativa do ministério é de que a identificação e resolução das irregularidades gerem uma economia de R$ 1,7 bilhão ao cofres públicos, especialmente para os Estados, visto que os servidores que acumulam função dupla costumam optar pelo cargo na esfera federal. A soma dos gastos dos Executivos estudais e federal no Brasil chega a R$ 16,5 bilhões.

O cruzamento serve de base para a criação de um cadastro único de servidores públicos do país. As unidades da Federação analisadas foram Sergipe, Tocantins, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Ceará, Piauí, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Goiás, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba e o Distrito Federal.

A adesão dos Estados no cruzamento não foi obrigatória. Os dados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, que figuram entre os Estados com o maior número de servidores públicos do país, não foram contabilizados. Na prática, os dados de mais da metade dos servidores públicos dos Executivos estaduais e federal –3,91 milhões­– ainda não foram analisados.

Nenhuma punição foi recomendada. O estudo foi entregue para os Estados, que deverão analisar os dados e tomar ações de correção.


3 comentários

  1. TO LIGADO!
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 0:56 hs

    ?????????????????????????????????????????????

  2. Borduna
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 11:38 hs

    Quando é que a roubalheira vai ter fim? Vai?

  3. PAULO CEZAR
    sexta-feira, 19 de março de 2010 – 10:16 hs

    enquanto acumulam cargos milionarios , a policia militar , civil. professores,..com salario mereca…basta dar uma olhada na internet. no saite transparencia do poderoso chefe . Policias perdendo a vida, enfrentando bandidos sem a minima condiçao de trabalho;;;; a globo deveria filmar todas as delegacias de policia,..principalmente as de distritos…SUCATEADAS..presos saindo pelos ralos …

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*