Lula compara preso político de Cuba aos bandidos de SP | Fábio Campana

Lula compara preso político de Cuba aos bandidos de SP

Da Folha Online

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu respeito às decisões do governo de Cuba e condenou o uso da greve de fome por dissidentes como instrumento para que eles sejam soltos, comparando-os a criminosos comuns durante entrevista à agência Associated Press.

“Temos de respeitar a determinação da Justiça e do governo cubanos. A greve de fome não pode ser um pretexto de direitos humanos para liberar as pessoas. Imagine se todos os bandidos presos em São Paulo entrarem em greve de fome e pedirem liberdade”, afirmou.

O dissidente Guillermo Fariñas, em greve de fome há 15 dias pela libertação de 26 presos, disse em entrevista a Flávia Marreiro, publicada nesta quarta-feira pela Folha que Lula é “cúmplice da tirania dos Castro”: “A maioria do povo cubano se sente traído por um presidente que um dia foi preso político.

Em entrevista, Fariñas afirmou que “Lula agiu de má-fé” ao ir para Cuba pouco tempo depois do preso político Orlando Zapata Tamayo morrer, após passar 85 dias sem comer. “Parece que o poder fez que ele perdesse a memória. No passado, ele foi um perseguido político”, disse. Para o dissidente tanto o governo cubano quanto os governos que o apoiam são responsáveis pela morte dos presos políticos.


27 comentários

  1. Pé Vermelho
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 9:21 hs

    Para quem comparou MENSALEIROS (USURPADORES DO DINHEIRO PÚBLICO) com ALOPRADOS, “MENINOS TRAVESSOS”, não é novidade nenhuma!!! É bem a cara do PT!!!

  2. quarta-feira, 10 de março de 2010 – 9:30 hs

    A ignorancia do lula não tem limites. A quem elle pensa que engana ? $$$$$$$$$$$$

  3. jaferrer
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 9:38 hs

    Mais uma vergonhosa manifestação do nosso timoneiro ignorante. Somente um eleitorado igualmente ignorante para manter índices de popularidade tão altos para essa farsa.

  4. Marcos Pop
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 9:43 hs

    Eo terrorista e assino italiano que o governo do PT está dando cobertura pra não ser preso na Itália é o que?
    O PT mantém a coerência, gosta tanto de terroristas que lançou a Dilma/Estela pra candidata a presidente…

  5. Tina
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 9:46 hs

    Perigo!!!!!!!!! Quando menos esperarmos estaremos igual aos cubanos,com Lula e Dilma….

  6. Austragésilo
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 9:53 hs

    Infeliz essa comparação, não? E quando eles (os esquerdistas daqui) eram oposição ao regime militar, alguns deles foram presos e lá permaneceram por algum tempo, o argumento comparativo também é válido? Seriam bandidos?

    No caso dos cubanos, eles participaram de assaltos, roubos, assassinatos e outras delinqüências comos os de cá? Às vezes, usar expressões bombásticas – como Lula costuma fazer – têm os dois lados da moeda. Pode cair no ridículo. E essa fala foi, sem dúvida, ridícula.

    Afinal, o poder usurpador dos Castro martiriza o povo cubano há 50 anos. Os quatro cantos do mundo sabem disso.

    Mas, os petistas dão o seu aval de público, àquele (des)governo e usam máscaras quando falam em democracia e liberdade de expressão. Que, na verdade, para eles é só retórica. Todo cuidado é pouco.

  7. O Pato Curitibano
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 9:59 hs

    Lula foi a Cuba assistir um espetãculo promovido, pela ditadura cubana. Provavelmente, recebeu convite para o show macabro: a morte ao vivo. Para o dissidente patriota, foi a única forma de protesto encontrada numa republiqueta governado pelo tirano. A morte foi a única forma de ser livre num país, cuja esquerda doente tem como modelo. Lula também é doente, como doente são os regimes e os tiranos em que ele se espelha. Stalinácio, adora palavras floreadas, falar em liberdade, para uma platéia de ignorantes. Mas seu DNA, é de tirano. É o mesmo DNA de Dilma. O prazer dele, seria que todos morressem, que não houvesse imprensa livre, que não houvesse opinião, para que ele navegasse tranquilo no mar de merda que sempre viveu.

  8. RST
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 10:29 hs

    Lula vá aos Eua e diga para Obama fechar a base de Guantanamo, se não a Mídia Brasileira vai descer o pau .

  9. RST
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 10:31 hs

    Lula vá aos Eua e peça a libertação dos 5 prisioneiros Cubanos, que a nossa Mídia vai agradecer.

    Pela Libertação dos Cincos Patriotas Cubanos Presos nos EUA
    Número:
    14
    Set/Dez
    2007

    Sobre o assunto, a ativista do Movimento de Solidariedade com Cuba nos Estados Unidos e do comitê estadunidense pela liberação dos cinco, Alicia Jrapko, se mostrou otimista em relação ao processo por conta do espaço que o movimento vem ganhando na mídia. Por outro lado, ela diz ainda ter muito o que fazer para que o governo dos Estados Unidos respeite as leis internacionais de direitos humanos e liberem os cincos presos. Leia abaixo a entrevista publicada na agência Adital.

    A luta pela liberdade dos cinco cubanos detidos nos EUA entra no seu décimo ano. Qual avaliação que vocês fazem?

    Alicia Jrapko: Temos avançado muito nos últimos anos e o caso é mais conhecido internacionalmente. A presença de juristas internacionais no processo oral e outras personalidades, em 20 de agosto passado, assim o demonstra. O advogado Leonard Weinglass explicou em uma recente entrevista de que este é o único caso que ele recorda dentro dos EEUU onde foi realizado não uma, mas três processos orais de apelações e, segundo seu critério, isto se deve à atenção que o caso tem recebido no âmbito internacional.

    Mais importante ainda, é que temos visto uma mudança nos meios de comunicação das corporações. A recente entrevista de Gerardo Hernández à BBC, se seguiu uma na Reuters. Justo antes das apelações, saiu um artigo quase de página completa no New York Times. No passado tínhamos que pagar milhares de dólares para que publicassem um anúncio, agora estão cobrindo o caso. Também o Washington Post, publicou artigos e depois das apelações, artigos nos principais periódicos dos EUA cobriram o caso. Na semana passada, a CNN mostrou, em um dos seus programas, um segmento sobre os Cinco onde falaram quem são, e como o povo cubano vê estes homens, com imagens de cartazes, manifestações, etc. Incluíram uma entrevista com Olga Salanueva e mostraram um debate entre Weinglass e um homem representante do exílio anti-Cuba de Miami. Hoje foi anunciado outro segmento em um programa da cadeia CBS de televisão.

    Para nós que residimos nos EUA isto é algo que realmente nos dá esperanças de que o muro de silêncio está se quebrando. Programas de rádio também cobriram o caso e muitos meios alternativos publicaram artigos. Mas isto não quer dizer que estamos onde deveríamos estar, tem que continuar tratando de abrir mais espaços nos meios de comunicação. A tarefa fundamental do movimento pelos Cinco, em geral, e dentro dos EUA em particular, é seguir trabalhando para que o caso seja conhecido. Só assim conseguiremos romper esse silêncio cúmplice entre governo estadunidense e os meios corporativos.

    Qual é hoje a realidade dos cinco cubanos? Quais são os principais problemas que enfrentam?

    Alicia Jrapko: Penso que o principal problema é a pouca freqüência das visitas familiares. O governo dos Estados Unidos nega os vistos de entrada nos EUA às esposas de Gerardo Hernández e Rene González. Eles recebem centenas de cartas todos os dias de Cuba e de todas partes do mundo, incluindo dos Estados Unidos. O apoio que recebem, sem dúvida, os fortalece, mas eles também de dentro dessas cinco prisões dão muitíssima força a todos os que, de todas partes do mundo, lutam pela liberdade dos Cinco.

    O que podem fazer os órgãos internacionais frente ao tema para pressionar para que os direitos humanos sejam cumpridos com os detentos?

    Alicia Jrapko:Os órgãos de direitos humanos necessitam continuar demandando ao governo dos Estados Unidos que respeitem as leis internacionais, e suas próprias leis. Que permitam as duas esposas visitar seus esposos presos, e que permitam ao resto dos familiares visitá-los com mais freqüência. Também, se deve exigir ao governo dos EUA que se baseie nas provas que possui, porque não existe prova alguma contra eles para mantê-los presos. Este tem sido desde o começo um caso político. Os Cinco deveriam ser liberados imediatamente e Luis Posada Carriles deveria ser levado a julgamento pelos crimes que cometeu.

    A administração Bush pratica uma política hipócrita na sua luta “contra o terrorismo”. O caso dos Cinco é o melhor exemplo desta política mentirosa. Todos os países, incluindo Cuba, têm o direito a defender-se contra o terrorismo e nenhum país, incluindo os EUA, deve proteger terroristas que cometeram crimes horrendos como foi a derrubada do avião cubano em 1976 onde 73 pessoas inocentes perderam suas vidas. Esta é uma injustiça maior. Luis Posada Carriles e Orlando Bosch estão livres e os Cinco que defendiam seu país contra o terrorismo estão presos.

    Há algum avanço nos diálogos pela liberdade dos cinco?

    Alicia Jrapko: O que sabemos concretamente é que por um lado o caso continua seu longo curso dentro das cortes estadunidenses e por outro lado a luta política nestes momentos é a ferramenta mais forte com a qual contamos para conseguir com que regressem a Cuba.

    Como se desenvolverá a jornada mundial pela liberdade dos cinco? Quais serão as atividades e em que países serão?

    Alicia Jrapko: O Comitê Internacional pela Liberdade dos Cinco Cubanos tem feito um chamamento, e já começamos a receber muitas respostas de atividades que vão ser realizadas em todas partes do mundo. O lema é a liberdade imediata dos Cinco, a demanda de que o governo dos EUA conceda vistos a Adriana Pérez e Olga Salanueva e que os EUA extradite o terrorista Luis Posada Carriles.

    Nos próximos dias teremos uma lista concreta de atividades de diferentes países. Há centenas de comitês, e pessoas de todas partes do mundo estão trabalhando nesta nova jornada internacional, e estão organizando diferentes atividades para reclamar a liberdade dos Cinco.

    Nos Estados Unidos, onde eles estão presos, também se multiplicam os grupos e novas pessoas se somam a esta justa luta e aqui também estamos organizando atividades como parte das jornadas internacionais pelos Cinco.

    Este é um momento crucial e de denúncia, não podemos deixar que o que sucedeu em Atlanta nos paralise, ou seja, não podemos esperar a decisão da corte, mas pelo contrário, hoje, mais do que nunca, devemos continuar denunciando a injustiça deste caso

  10. RST
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 10:35 hs

    Já que a nossa Mídia gosta dos presos em cuba, vamos aproveitar e pedir a ela para interferir junto aos EUA, a libertação dos presos cubanos nos EUA?
    CHAMADO INTERNACIONAL PELA LIBERDADE DOS CINCO CUBANOS PRESOS NOS EUA
    — registrado em: cuba

    Assine a carta da Campanha Internacional pela libertação dos 5 heróis cubanos
    CHAMADO INTERNACIONAL PELA LIBERDADE DOS CINCO CUBANOS PRESOS NOS EUA

    Campanha Internacional pela Libertação dos 5
    RELANÇAMENTO DO CHAMADO INTERNACIONAL PELA LIBERDADE DOS CINCO CUBANOS PRESOS NOS EUA

    Em 4 de junho de 2008, os três juízes do 11º Circuito de Apelações de Atlanta tomou a injusta decisão de ratificar os vereditos de culpa dos Cinco, mas o processo de apelação ainda segue em curso.

    Dado que no dia 12 de setembro de 2008 se cumprirão dez anos de sua prisão, relançamos este chamado, de novembro de 2007, já subscrito por importantes personalidades, e convocamos a somar novas assinaturas e intensificar nossas ações para que o mundo, especialmente o povo estadunidense, reconheça a injustiça cometida contra esses homens, que ao proteger Cuba do terrorismo se levantaram pela defesa dos interesses e da segurança dos próprios estadunidenses e de toda a humanidade!

    LIBERDADE PARA OS CINCO CUBANOS PRESOS NOS ESTADOS UNIDOS!

    “Há mais de nove anos, cinco cubanos permanecem presos nos Estados Unidos. Pesam sobre eles extensas penas, resultado de um julgamento político, celebrado na cidade de Miami. Os Cinco ajudavam a monitorar planos terroristas organizados contra Cuba desde a Flórida por grupos cubanos de ultra-direita.

    O Grupo de Trabalho sobre Detenções Arbitrárias da Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas declarou sua detenção como arbitrária, e uma comissão de três juízes encarregada de examinar o caso pela Corte de Apelações de Atlanta decidiu, por unanimidade, declarar o julgamento como não válido e indicar a revogação das sentenças ditadas em Miami. Posteriormente, o pleno da Corte – em votação dividida – revogou essa decisão. Neste momento o caso segue em apelação.

    Os Cinco permaneceram isolados em prisões de segurança máxima, sob cruéis condições de reclusão, violando seus direitos humanos e as próprias leis estadunidenses. Dois deles foram privados do direito de receber visitas de suas esposas.

    Somamos nossas vozes a todas aquelas que, no mundo, exigem o fim imediato desta enorme injustiça. Não devemos evadir-nos desse empenho até que a verdade abra caminho e esses homens retornem a seu país e a suas famílias.”

    O Inverta conclama:

    LIBERDADE PARA OS CINCO CUBANOS PRESOS NOS ESTADOS UNIDOS!

    LIBERDADE PARA TODOS OS PRESOS POLÍTICOS DO IMPÉRIO!

    Para assinar o chamado, acesse http://www.liberenlos5.cult.cu

  11. Professor José
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 10:58 hs

    Lula, do alto de sua ignorância, nos concede mais um prova de que estamos caminhando rumo a uma ditatura estilo Cuba, Venezuela… E o que é pior: isso vai ser concretizado através do voto, com a provável eleição da Guerrilheira. Nuvens negras vem por ai…

  12. ZEZÃO
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 11:19 hs

    NÃO É DE HOJE QUE O LULO SÓ FALA ASNEIRA.
    É TRISTE PARA NÓS BRASILEIRO TER UM PRESIDENTE EMBORA INTELIGENTE, NUNCA USOU SUA INTELIGÊNCIA, NEM PARA ESTUDAR OU APRENDER ALGO DE MAIS ÚTIL E SÓ A USOU PARA FAZER POLITICAGEM. DE QUALQUER FORMA DEIXA CLARO O TIPO DE PESSOA QUE ELEGEMOS (EU VOTEI NELE) E O TIPO DA TOUPE QUE DESEJA PERMANECER NO PODER.
    VOTAR NESSA MATILHA/QUQDRILHA, NUNCA MAIS!!!!!!!!!!!!!!!

  13. CAÇADOR DE PETISTAS
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 12:09 hs

    INCRÍVEL

    Ainda há participantes neste blog que não conseguem enchergar a ligação perigosa entre Lula e Dilma com Fidel, Chaves, Morales e outros comunistas.

    O Brasil com Dilma pós lula caminha para o mesmo sitema de governo Cubano ou vocês acreditam que o PT mudou seus ideais?

    Ora, Lula não para de defender Cuba, Venezuela, Irã, basta observar o que representa um risco muito grande pois os paises desenvolvidos poderão começar a boicotar o Brasil como dfez\ os EUA com Cuba.

    E tem mais, tem gente neste blog alegando que Dilma pegou em armas para defender o Brasil ora, pergunto.

    Ulisses Guimarães pegou7 em armas?
    Tancredo Neves pegou em armas?
    FHC pegou em armas?
    Jose Sewrra pegou em armas?
    Mario Covas precisou pegar em armas?

    RESPOSTA

    NÃO, nenhum destes precisou pegar em armas para lutar pela democracia do pais, enquanto que LULA, se escondia e fugiu na votação do colégio eleitora para votar a favor das diretas em 1984. ou seja Lula e o PT se abstiverm.

    DILMA pegfou em arnas para fazer assalto a bancos, formação de quadrilhe e não para defender o Brasil.

    DILMA não tem história política e duvido quem me prove o contrário.

    LULA DA SILVA é um ingrato.

    Não participou na votação das diretas
    Pegou uma moeda forte (REAL) e um Brasil estabilizado e agora surfa em aguas mansas por conta do Plano Real.

    Lula quer agora enfiar goela abaixo dos brasileiros, DILMA, uma mulher mentirosa, sem qualquer conhecimento político e perigosa.

    ACORDA BRASIL

  14. Antonio Moreira
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 12:41 hs

    É brincadeira este presidente boneco de ventríloco, que só faz e fala o que mandam, pois o QI é de ameba e não existe uma clara definição política do cidadão, apenas a ideologia dos sindicatos, já esculhambou o morto Zapata quando chegou em Cuba, e agora vem com mais esta, pare homen e começe a tentar resolver os nossos problemas aqui no Brasil, e pare de dar ouvidos a dirceus,delúbios,gushiquins,e outros aloprados do pt.

  15. DUCE
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 12:47 hs

    Esperar o que de uma topeira que é Presidente do Brasil? Só espero que não seja tarde de mais quando nós brasileiros abrirmos os olhos. ACORDA BRASIL

  16. NÃOMEDIGA
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 14:05 hs

    O que é isso companheiro LULLA. Você esqueceu que o preso político cubano é o que você foi um dia! OPOSIÇÃO.
    O que o poder não faz. Faz esquecer até das origens de sindicalista do ABC Paulista que estava discursando em cima de um caixonte de madeira no meio de um estádio de futebol para milhares de trabalhadores e com os helicópteros voando baixo para intimidar a platéia.
    QUE VERGONHA LULLA. VOCÊ NÃO TEM DIREITO COMO PRESIDENTE DO BRASIL DE APOIAR UMA DITADURA.
    Já esquecue das DIRETAS JÀ.
    UMA VERGONHA ESTE PAPELÃO QUE O SENHOR PRONUNCIO PARA A IMPRESSA.

  17. jose
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 14:13 hs

    ao rst: antes de se ajoelhar diante de fidel, vc deveria ser mais esperto:

    “Cuba admite que os cinco agentes presos nos Estados Unidos realizavam atividades de inteligência, mas apenas contra os grupos anticastristas de Miami, e os qualifica de “combatentes antiterroristas” e “heróis da República”.

    Os agentes presos nos Estados Unidos são Antonio Guerrero, um engenheiro especializado em construção de aeroportos; Fernando González, graduado pelo Instituto de Relações Internacionais de Cuba; Gerardo Hernández, também graduado em Relações Internacionais; Ramón Labañino, economista; e René González, piloto e instrutor de vôo.

    Os cinco foram condenados por conspiração para cometer assassinato, conspiração para cometer espionagem, conspiração para cometer crime contra os Estados Unidos, falsificação de documentos e falsidade ideológica.”

    Sugiro ainda: leia lá no “El País”, aquele mesmo…

    http://www.elpais.com/articulo/opinion/Declaracion/integrantes/Grupo/75/prisioneros/conciencia/le/septimo/aniversariod/Primavera/Negra/2003/elpepuopi/20100310elpepiopi_11/Tes

  18. jose
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 14:14 hs

    Aos “cubanos” que defendem uma ditadura:

    Declaración de integrantes del Grupo de los 75, prisioneros de conciencia, sobre le séptimo aniversariod de la Primavera Negra de 2003

    10/03/2010

    Al cumplirse siete años de nuestros injusto encarcelamiento en inhumanas condiciones de prisión, los miembros del Grupo de los 75 abajo firmantes, arrestados los días 18, 19 y 20 de marzo de 2003, declaramos nuestra firme decisión de continuar nuestra lucha pacífica por alcanzar una Cuba democrática, con justicia social y respeto a los derechos humanos en un marco de reconciliación y solidaridad entre todos los cubanos.

    Arribamos a este aniversario cuando la crisis nacional se agudiza a niveles insoportables y se profundiza el proceso de destrucción material y moral en la sociedad cubana. Esto prueba la razón de nuestros planteamientos sobre la necesidad de cambios económicos, sociales y políticos fundamentales. Si los juicios realizados sin ningunas garantías jurídicas y nuestras condenas de hasta 28 años fueron absolutamente arbitrarios e injustos, ahora que el Presidente Raúl Castro ha reconocido la necesidad de cambios estructurales y de conceptos, así como ha expuesto reiteradamente problemas que nosotros habíamos denunciado, resulta mucho más absurda y monstruosa nuestra permanencia en prisión. No cometimos ningún delito, sino que alertamos sobre las consecuencias de un sistema disfuncional que ha llevado a Cuba al caos.

    Por consiguiente reclamamos la liberación inmediata e incondicional de los 53 que permanecemos aún en las cárceles y que a los 9 con licencia extrapenal que residen en nuestro país se nos haga efectiva la libertad sin condiciones. Igualmente los demás prisioneros de conciencia y políticos pacíficos deben ser excarcelados.

    Condenamos la cruel muerte del mártir Orlando Zapata Tamayo, nuestro compañero de lucha pacifica; humilde joven negro, quien por reclamar sus derechos y la de los demás reos sufrió despiadadas represalias de los carceleros. Nos unimos al dolor de su sufrida madre, Reyna Zapata.

    Apoyamos la Jornada “El tiempo de cambios es Ahora” convocada por nuestros hermanos encarcelados en la prisión Combinado del Este para conmemorar la Primavera Negra del 12 al 31 de marzo. Aspiramos a que todos los compatriotas, estén donde estén, participen con sus iniciativas en esta Jornada.

    Nos conmueve profundamente el sacrificio de Guillermo (Coco) Fariñas al mantenerse en huelga de hambre en demanda de la liberación de quienes estamos más enfermos. Le hemos expresado reiteradamente nuestra preocupación porque esté poniendo su vida en peligro. Si el régimen lo dejara morir, estaría demostrando nuevamente su desprecio total por la justicia y el respeto de los derechos humanos. Sería una evidencia más de la impiedad, obstinación e ilimitadas ansias de poder que han llevado la nación al desastre.

    Alertamos a todos nuestros compatriotas residentes dentro y fuera de Cuba, así como a la opinión pública internacional sobre la necesidad de movilizarse para evitar otras posibles muertes. La salud de la mayoría de los prisioneros de conciencia y políticos es precaria y la asistencia médica deficiente. Existen casos extremadamente preocupantes, que podrían tener un desenlace fatal a corto plazo como Ariel Sigler Amaya, quien no mejora a pesar de estar ingresado desde hace meses en un hospital.

    Por Cuba “con todos y para el bien de todos”.

    PRISIONEROS DE LOS 75 QUE HAN PODIDO SER CONTACTADOS TELEFONICAMENTE EN LAS CARCELES, Y CON LICENCIA EXTRAPENAL POR SERIAS ENFERMEDADES:

    1-Luis Enrique Ferrer García, condenado a 28 años, Prisión Mar Verde, Santiago de Cuba

    2-Omar Rodríguez Saludes, condenado a 27 años, prisión Toledo, Provincia Ciudad Habana

    3-Alfredo Felipe Fuente, condenado a 26 años, Prisión Guanajay, Provincia Habana

    4- Miguel Galván Gutiérrez, condenado a 26 años, Prisión Guanajay, Provincia Habana

    5- Iván Hernández Carrillo, condenado a 25 años, Prisión “El Pre”, Guamajal, Villa Clara

    6- Blas Giraldo Reyes Rodríguez, condenado a 25 años, Prisión Nieves Morejón, Sancti Spiritus

    7- Félix Navarro Rodríguez, condenado a 25 años, Prisión Canaleta, Ciego de Ávila

    8- Normando Hernández, condenado a 25 años, Prisión Kilo 7, Camagüey

    9-José Daniel Ferrer, condenado a 25 años, Prisión Holguín

    10-Ariel Sigler Amaya, condenado a 25 años, Hospital Julio Trigo, La habana, muy enfermo

    11- Jesús Mustafá Felipe, condenado a 25 años, Prisión Provincial de Guantánamo

    12- Próspero Gainza, condenado a 25 años, Prisión Cuba Sí, Holguín

    13- José Luís García Paneque, condenado a 24 años, Prisión “Las Mangas”, Granma

    14- Eduardo Díaz Fleitas, condenado a 21 años, Prisión Kilo 5 ?, Pinar del Río

    15- Ricardo González Alfonso, condenado a 20 años, Prisión Combinado del Este, Ciudad de La Habana

    16- Diosdado González Marrero, condenado a 20 años, Prisión Kilo 5 ?, Pinar del Río

    17- Pedro Argüelles Morán, condenado a 20 años, Prisión Canaleta, Ciego de Ávila

    18- Pablo Pacheco Ávila, condenado a 20 años, Prisión Canaleta, Ciego de Ávila

    19- Librado Linares, condenado a 20 años, Prisión La Pendiente, Villa Clara Kilo

    20- Arturo Pérez de Alejo, condenado a 20 años, Prisión “El Pre”, Guamajal, Villa Clara

    21- Julio César Gálvez Rodríguez, condenado a 20 años, Prisión Combinado del Este, Ciudad de La Habana

    22- Nelson Molinet Espino, condenado a 20 años, Prisión Kilo 5 ?, Pinar del Río

    23-Fabio Prieto Llorente, condenado a 20 años, Prisión El Guayabo, Isla de la Juventud

    24-Lester González Pentón, condenado a 20 años, Prisión La Pendiente, Villa Clara

    25-Fidel Suárez Cruz, condenado a 20 años, Prisión Kilo 8, Pinar del Río

    26-Manuel Ubals, condenado a 20 años, Prisión Boniato, Santiago de Cuba

    27- Leonel Grave de Peralta, condenado a 20 años, Prisión Boniato, Santiago de Cuba

    28-Ángel Acosta Moya, condenado a 20 años, Prisión Combinado del Este, Ciudad de La Habana

    29-Juan Carlos Herrera Acosta, condenado a 20 años, Prisión Cuba Sí, Holguín

    30-Marcelo Cano Rodríguez, condenado a 18 años, Prisión Ariza, Cienfuegos

    31-Omar Ruíz Hernández, condenado a 18 años, Prisión Nieves Morejón, Sancti Spiritus

    32- Arnaldo Ramos Lauzerique, condenado a 18 años, Prisión Nieves Morejón, Sancti Spiritus

    33- José Ubaldo Izquierdo, condenado a 16 años, Prisión Guanajay, Provincia Habana

    34- Antonio Villarreal Acosta, condenado a 15 años, Prisión La Pendiente, Villa Clara

    35- Adolfo Fernández Sainz, condenado a 15 años, Prisión Canaleta, Ciego de Ávila

    36- Alexis Rodríguez Fernández, condenado a 15 años, Prisión Aguadores, Santiago de Cuba

    37-Claro Sánchez Altarrivas, condenado a 15 años, Prisión Provincial de Guantánamo

    38-Alfredo Pulido López, condenado a 14 años, Prisión Cerámica Roja, Camagüey

    39- Alfredo Domínguez Batista, condenado a 14 años, Prisión Típico Viejo, Las Tunas

    40- José Miguel Martínez Hernández, 14 años, Prisión Quivicán, Provincia Habana

    41- Efrén Fernández, condenado a 12 años, Prisión de Guanajay, Provincia Habana

    42- Héctor Raúl Valle Fernández, condenado a 12 años, Prisión Guanajay, Provincia Habana

    43- Ricardo Silva Gual, condenado a 10 años, Prisión Aguadores, Santiago de Cuba

    CON LICENCIA EXTRAPENAL POR SERIAS ENFERMEDADES Y QUE PUEDEN SER RETORNADOS A PRISION:

    44- Margarito Broche Espinosa, condenado a 25 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    45- Héctor Palacios Ruiz, condenado a 25 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    46-Marta Beatriz Roque Cabello, condenada a 20 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    47-Roberto de Miranda, condenado a 20 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    48- Oscar Espinosa Chepe, condenado a 20 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    49- Jorge Olivera Castillo, condenado a 18 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    50- Marcelo López Bañobre, condenado a 15 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    51- Carmelo Díaz Fernández, condenado a 15 años, con licencia extrapenal por serias enfermedades

    52-Reinaldo Labrada Peña, en libertad por cumplir la condena de 6 años.

    La Habana, 8 de marzo de 2010

  19. Donizeti
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 14:53 hs

    quarta-feira, 10 de março de 2010, 14:39 | Online

    Avalie esta Notícia

    * Ruim
    * Regular
    * Bom
    * Ótimo
    * Excelente

    0 votos
    0
    Israel enfrenta processo por morte de ativista americana

    Ação de família busca responsabilizar governo por caso de 2003.

    Tamanho do texto? A A A A
    Começou a ser julgado nesta quarta-feira em Israel um processo contra o governo israelense, acusado de ser responsável pela morte de uma ativista americana pró-direitos dos palestinos, Rachel Corrie.

    Em 2003, aos 23 anos, Corrie passou cerca de um mês e meio documentando a ação das autoridades israelenses na Faixa de Gaza.

    Ela morreu quando filmava outros ativistas internacionais tentando interromper a demolição de casas palestinas.

    A família de Corrie alega que a moça morreu cinco minutos depois de os militares israelenses terem recebido novas ordens para não deixar os ativistas internacionais atrapalharem as suas atividades.

    Inquérito

    Eles acusam as autoridades ainda de nunca ter feito um inquérito aprofundado sobre a morte da ativista.

    Os diários de Corrie, publicados após a morte dela, e uma peça sobre a vida da jovem a transformaram em um símbolo da campanha internacional em defesa dos palestinos.

    Israel afirma que em 2003 enfrentava uma onda de atentados suicidas e foi obrigado a destruir a periferia de Gaza para evitar outros ataques.

  20. manoel
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 15:57 hs

    RST, voce acha que a comparação do teu patrão é aceitável?
    Seria, se comparássemos duas democracias.
    Meu Deus. Voce pede a libertação de cinco cubanos que estão presos nos EEUU? …..E todos os Cubanos que estão presos e oprimidos dentro do seu próprio país, voce não fala nada?
    Porque se fossem felizes, não tentariam fugir de lá e arriscando suas próprias vidas. Só está feliz aquele que mama nas tetas do Fidel, como aqui apetezada mama às custas do Estalinácio.

  21. saci
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 16:58 hs

    e o que é que o lula tem que meter o bedelho nos asuntos políticos de outro país. esse preso político que deu entrevista à “FALHA de são paulo” é quem pra dizer que lula traiu alguém lá em cuba. que eu saiba lula não tem nem nunca teve compromissos políticos com prisioneiros de país algum. oras bolas. cuba tem seus problemas? calro qeu tem, mas eles lá que se entendam e que se resolvam. nós temos os nossos problemas aqui e não ficamos pedindo pra presidente de outro país meter o bedelho por aqui.
    mas sabe porque essa matéria da “FALHA”? pra tentar minar a popularidade gigantesca de lula, tamanho é o desespero da oposição, pois não têm candidato e o tempo vai passando com a dilma subindo nas pesquisas.
    Além do mais, cuba é um regime totalitário e em regimes totalitários é assim que funciona. se não estão satisfeitos, que tenham culhões como tiveram os que mandam lá até hoje e façam uma revolução oras bolas. ou esqueceram que fidel, che guevara, camilo cienfuegos, raul castro e demais companeros derrubaram o ditador fulgêncio batista ???

  22. MANÉ
    quinta-feira, 11 de março de 2010 – 8:08 hs

    É verdade saci….ela tá subindo tanto que vai pro espaço em outubro.

  23. Wellington
    quinta-feira, 11 de março de 2010 – 9:20 hs

    Que o nosso digníssimo presidente não merece uma linha de nossos comentários não é novidade, mas me deixa abismada chamarem Lula de preso político, ele passou somente uma noite na prisão……. é descabido….
    tanto quanto ganhar uma pensão por ter perdido um dedo, enquanto nossos portadores de necessidades especiais, reais, lutam por seu espaço no mercado de trabalho, eles sim têm minha admiração…
    tanto quanto representar a classe trabalhadora sem ter realmente trabalhado a vida toda…………
    tristeza

  24. Claudinei
    sexta-feira, 12 de março de 2010 – 20:40 hs

    Asamblea de la Resistencia condena complicidad de Lula

    http://www.youtube.com/watch?v=GlhlKKKXj5Q&feature=player_embedded#

  25. ellen
    sábado, 13 de março de 2010 – 1:20 hs

    Aguardem a nova “pesquisa” de popularidade, vai dar crescimento.

    Toda vez que ele faz uma merda, se solta mais uma pesquisa de popularidade, e ao contrário do que seria esperado, ele ganha mais adeptos.
    Lula o “inabalável”.
    Isso me faz ter absoluta certeza que está tudo comprado. Tudo.
    só resta a reaçao do povo nas urnas. e isso se elas nao nos trairem tambem.
    deus tenha piedade do Brasil.

  26. ellen
    sábado, 13 de março de 2010 – 1:24 hs

    SAci
    revolução seus descendentes vao ter que fazer aqui no brasil tambem, se vc continuar apoiando uma cusparada no prato como essa que lula está dando. isso significa, que ele vai fazer igualzinho aqui.
    eles nao querem democracia, eles querem poder, enternizaçao no poder. e isso meu chapa, só com ditadura. entao meus pêsames aos seus herdeiros, que nao sabem a cama que voce está ajudando a preparar para eles. m,as voce tambem vai pegar um pouquinho. Ah, vai achando outra ocupaçao para se distrair, porque se uma catástrofe acontecer, ou roubo nas urnas, e a sinistra ganhar, no dia seguinte, vai ser assinado a proibiçao a internet. isso voce pode escrever. uma pena que voce nao vai mais poder chegar na internet para dizer: Voces tinham razao. mas vai chorar na cama. Ah vai. mas ela nao vai ganhar nao. o povo nao é bobo. só alguns.

  27. Anônimo
    domingo, 16 de maio de 2010 – 11:29 hs

    ola

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*