Justiça manda licitação do lixo em Curitiba continuar | Fábio Campana

Justiça manda licitação do lixo em Curitiba continuar

Do Bem Paraná

O juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, Roger Vinícius Pires, determinou que a Prefeitura de Curitiba dê prosseguimento ao processo de implantação do Sistema Integrado de Processamento e Aproveitamento de Resíduos da Capital (Sipar) — nova tecnologia de tratamento de lixo — prevista no Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos.

A determinação, que atende a pedidos dos Consórcios Tibagi e Recipar – ambos participantes da licitação, reverte decisão do Executivo da Capital, que no último dia 10, após uma série de derrotas judiciais, desistiu de implantar o novo sistema de tratamento.

De acordo com o magistrado, a Prefeitura deve corrigir as falhas no edital de licitação, já que a interrupção do processo contraria o interesse público. “Verifica-se que não estão presentes os requisitos para o recebimento do recurso no efeito suspensivo, impedindo que a sentença produza seus efeitos desde logo, com a possibilidade de o Consórcio Intermunicipal proceder as correções devidas e prosseguir a licitação. Impedir isso, a meu ver, causaria lesão ao interesse público, ao contrário das ponderações zelosas do Consórcio Recipar”, afirma.


9 comentários

  1. Roy
    quarta-feira, 31 de março de 2010 – 10:54 hs

    Tudo isso poderia ser evitado se o Lixo estvesse sendo tratado como um problema de Estado, ou seja da Prefeitura. Coleta de Lixo é serviço público. Armazenamento e tratamento do Lixo é problema púlico. A solução deveria ter sido dada via projeto público da Prefeitura. Privatizaram o lixo. A briga dos interesses privados vão acabarfazendo com que o lixo permaneça em nossas casas. Aí teremos a calamidade, então sim pública,,,,,

  2. Porque o lixo..
    quarta-feira, 31 de março de 2010 – 11:30 hs

    Gostaria de saber qual o interesse da prefeitura de Curitiba, no sistema do lixo.Não era mais cada municipio cuidar de seu problema.Mas o pessoal do meio ambiente não entende assim.Por que será????
    Sera que a balança da empresa que explora e mais doce, porque tanto atenção neste negócio

  3. anibal
    quarta-feira, 31 de março de 2010 – 11:36 hs

    Claaaaarrrooooo. Por quase o dobro do preço é de interesse público sim.

  4. anibal
    quarta-feira, 31 de março de 2010 – 12:46 hs

    A proposta de formar consórcio é melhor… Mas não essa falcatrua que estão tentando fazer.

  5. quarta-feira, 31 de março de 2010 – 13:40 hs

    Senhores…ao menos temos alguém com bom censo no judiciário…Parar um projeto desse tamanho, dessa importância, por motivos apontados é no minimo uma falta de responsabilidade..Parabéns ao magistrado que entendeu a importância do tema..So não quer o SIPAR quem quer ver o caos instalado…O que não pode de jeito nenhum é parar o processo porque uma empresa entrou com valores na metado dos valores cobrados em qualquer outro lugare, ou seja, esse barato pode sair carissímo devido aos problemas futuros. Também não dá pra entender que um municipio tenha uma lei que diga que nele não pode haver uma aterro sanitário..inclusive na minha opinião, isso é inconstitucional visto que se não houvesse o consórcio, esse mesmo municipio teria que tratar o lixo e como manda as boas práticas ambientais, teria que ser atraves de um aterro sanitário…então como pode haver uma proibição a aterros..isso não existe e não é legal….vamos em frente, esse Sipar precisa sair..que se corriga o errado, mas que se execute a obra…a população agradece..

  6. JoseII
    quarta-feira, 31 de março de 2010 – 14:31 hs

    Agora eu quero ver a cara do Joel Malluceli…e da Joyce Acelmann da Band News…Perderam denovo!!!

  7. Roy
    quarta-feira, 31 de março de 2010 – 16:16 hs

    Esperem pra ver, nunca vi o Joel Malucelli perder…..

  8. ildo baldo
    quarta-feira, 31 de março de 2010 – 19:10 hs

    ESSA JUSTIÇA DO PARANÁ QUE TRABALHA SÓ PARA BENEFICIAR O PSDB E O DEM
    ESTÂO MOSTRANDO QUE SÂO MUITO INRESPONSAVEIS
    DINHEIRO PUBLICO NAS MÂOS DESSES PARTIDOS E SINAL DE FESTA PARTICULAR E A JUSTIÇA É CONIVENTE
    É BRABO

  9. Pedrowiski para o Roy
    quinta-feira, 1 de abril de 2010 – 1:14 hs

    O Joel só perde no futebol com seu “Corintinha” e com os “coxa”…ahahahaha

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*