Habeas-corpus para ex-mulher do prefeito assassinado | Fábio Campana

Habeas-corpus para ex-mulher do prefeito assassinado

Do Bem Paraná

A defesa de Josiane Rutz, ex-mulher do prefeito de Rio Branco do Sul, Adel Rutz, assassinado na semana passada com cinco tiros, vai pedir o habeas-corpus para soltá-la.

Josiane está presa desde a quinta-feira acusada de ser a mandante do crime.


7 comentários

  1. DEJANIR
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 12:14 hs

    COMO PODE TER A CARA DE PAU DE PEDIR HABEAS CORPUS, ESSA MULHER TEM QUE APODRECER NA CADEIA, MANDOU MADAR UM CARA GENTE BOA, ESSA MULHER AINDA VAI PAGAR POR TUDO ISSO.

    DEJANIR

  2. DEJANIR
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 12:31 hs

    esta picareta assina tem que apodredcer na cadeia..

  3. Anonimo
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 12:45 hs

    Bem.. se pediu habeas corpus, é sinal de que nao sentiu segurança para pedir a revogação da prisão. Sinal de que existem mesmo indicios suficiente para a prisão da dita cuja

  4. Jorge
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 13:03 hs

    Tem que soltar ela mesmo. Ela é inocente… Até que se prove o contrário.

  5. GUERREIRO, pela vida
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 13:29 hs

    Esse crime é politico, todos os morradores RIO B. DO SUL, sabem deste fato………….Querem colocar toda culpa nesta senhora, EITA LEI DA MORDAÇA!!!!!

  6. EM NOME DE TODOS OS TROUXAS
    quarta-feira, 10 de março de 2010 – 21:43 hs

    Qualquer um que tivesse a intenção de assassinar o Prefeito não poderia perder essa oportunidade.
    Era de conhecimento de todos que o casal estava em processo de separação. Nada mais fácil do que arrumar algum preposto para que esse contratasse um pistoleiro dizendo ser à mando da ex-esposa do Prefeito.
    E levando-se em conta a competência da polícia paranaense que já “elucidou” o crime de menino Evandro de Guaratuba, o crime do Morro do Boi ( entre outros) seria fácil deduzir que esse crime também seria “facilmente solucionado” com a prisão da ex-esposa.
    Mais um crime perfeito no Paraná. Mais um”a” trouxa”s” na cadeia.

    Claro que nunca tão espetacular como o de um sujeito que tem em sua ficha um caso de estupro, que se parece “por demais” com o acusado, que mora ao lado do local do crime , que é preso com a arma do crime. E é solto porque o delegado já tinha concluido sua “brilhante investigação” e o “trouxa” do Juarez já estava na cadeia .
    Tomara não seja essa senhora mais uma a pagar por um crime enquanto os criminosos estão soltos e felizes .
    Rindo de nós todos “TROUXAS” .
    Tomara que esse não seja mais um desses casos.

  7. sábado, 10 de abril de 2010 – 11:07 hs

    JOSIANE na tarde de ontem retornou a cadeia de onde nunca deveria ter saido por força de PRISÃO PREVENTIVA…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*