Gushiken ofereceu Eletronet para operadoras privadas | Fábio Campana

Gushiken ofereceu Eletronet para operadoras privadas

Deu em O Estado de S.Paulo

Governo sondou Telefônica para comprar empresa de Nelson dos Santos, cujo controle havia sido adquirido por R$ 1

O governo ofereceu a Eletronet para operadoras privadas, depois de o empresário Nelson dos Santos, que tem negócios com o ex-ministro José Dirceu, comprar o controle da companhia por R$ 1. Fernando Xavier Ferreira, que comandava o Grupo Telefônica no Brasil, teve um encontro em Brasília com Luiz Gushiken, então responsável pelo Núcleo de Assuntos Estratégicos (NAE) da presidência da República.

Em seu blog, o ex-ministro José Dirceu confirmou na semana passada ter recebido R$ 620 mil pelo pagamento de uma consultoria à empresa Adne, do empresário Nelson dos Santos, entre março de 2007 e setembro de 2009. Ele argumentou que, quando Nelson dos Santos adquiriu 51% da Eletronet, em 2005, nem conhecia o empresário. Se Gushiken tivesse obtido sucesso em negociar a Eletronet com alguma empresa privada, acabaria beneficiando Nelson dos Santos.

Ferreira afirma que, na reunião com Gushiken, foi consultado se queria comprar a Eletronet. “Realmente, houve um momento em que foi colocada essa questão, do interesse nosso em avaliar a Eletronet, mas, na ocasião, comunicamos que não tínhamos interesse na avaliação”, diz Ferreira.

Antes de comandar a NAE, Gushiken foi ministro-chefe da Secretaria de Comunicação. Ele admite ter conversado com empresas para saber se tinham interesse na Eletronet, incluindo a Telefônica. “Na época, fiz reunião com muita gente”, afirma o ex-ministro, que deixou o cargo em 2006. “Mas nunca apresentei um modelo pronto e acabado. Cheguei a sondar muita gente, sobre como viam essa rede, e sondava com toda a cautela que merece uma coisa desse tipo. Eu articulei esse assunto por muito tempo. E não passou pelo José Dirceu como a imprensa vem falando.” Leia mais em: Gushiken ofereceu Eletronet para operadoras privadas de telefonia


8 comentários

  1. henry
    domingo, 7 de março de 2010 – 13:38 hs

    OS QUADRILHEIROS A MANDO DA CHEFA QUADRILHEIRA MAIOR, filho Dil ma Pu… SE ORGANIZANDO FINANCEIRAMENTE PARA CONTINUAR ROUBANDO ESTE NOSSO BRASIL PARA TOLOS (eles dizem para todos)…

  2. domingo, 7 de março de 2010 – 14:28 hs

    ah! não ! deve ser fofoca kkkkkkkkkkkkkk imagina,o PT um partido tãooo “sério “, e quando desvia, é pouco, assim uns 700 milhões por vez só..kkkkkkkkkkkk

  3. jaferrer
    domingo, 7 de março de 2010 – 14:39 hs

    É pena que o eleitorado senso comum não dê muita importância para essas maracutaias do governo. Não se importa com os deslizes Lulo-petistas desde que seus benefícios continuem sendo pagos e Lula continue sorrindo e lançando metáforas pseudo-engraçadas. É pena que a impunidade esteja tomando ares de normalidade.

  4. Louise
    domingo, 7 de março de 2010 – 17:09 hs

    É óbvio que tem sujeira na transação. Quem iria pagar R$ 620 mil de consultoria ao José Dirceu se não fosse pra tranbicagem? É só do que ele entende.

  5. domingo, 7 de março de 2010 – 20:23 hs

    Este safado é o mais ligeiro de todos neste desgoverno federal,e, quando iriam pegá-lo acabaram com a força tarefa da Polícia Federal,ou seja, os bem intensionados foram afastados e tratados como malandros.
    Espero que este povo tenha vergonha na cara e não eleja a sra.Estela ou Dilma,ou…ou…ou… depende do nome que ela usará quando concorrer a alguma coisa.
    Chega de farsas,chega de malandragem com o dinheiro público,mais uma está na revista VEJA desta semana,acorde povo brasileiro,vamos varrer de nossa história estes cabras safados…
    Lembrem-se em 2010 não reelejam deputados federais do nosso estado,eles foram eleitos a pior bancada de todo o país,não é uma vergonha????Ou é elogio…Os deputados estaduais então,estes que na sua maioria se esconda,não fizeram nada além de furar pedágio e deixar o fanfarrão do Canguiri usar e abusar da Constituição ,e, nada de impeachment,o fanfarrão desrespeitou todos os poderes,o TC,TJ,MP,AL,não há quem o segurou pelo rabo,pois,quase todos também estiveram presos a ele.

  6. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 5:45 hs

    Humm, José Dirceu e o “Japa”, envolvidos na transação, é prova de que era maracutaia. O Japa não entra em negócio se não for para ganhar uma bolada, muito menos o Zé Dirceu.

  7. Dalton Gonçalves
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 8:33 hs

    Idiotas.
    A Eletronet pertence a AES. A Eletronet é privada.
    AES é aquela empresa favorecida pelo Governo de FHC, que comprou a eletronet e Eletropaulo com dinheiro do Bndes, concedido na gestão de Luiz Carlos mendonça de Barros.AES logo depois faliu e não pagou o Bndes. Maracutaia dos tucanos.

  8. Jacarezinho
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 12:34 hs

    Um dos motivos que me levaram a votar no Lula, eleição retrasada, era a tevê mostrar uma sala lotada de técnicos, pesquisadores, cientistas, todos estudando e montando o que eu imaginava ser um plano de governo. Depois me lembrei que quadrilheiros também fazem planos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*