Greve de 24 horas dos professores | Fábio Campana

Greve de 24 horas
dos professores

Da Gazeta do Povo

Professores de todo o Brasil fazem hoje uma manifestação para reivindicar o piso salarial nacional da categoria. Apesar de já estar em vigor há mais de um ano, alguns estados ainda não implementaram a medida.

No Paraná haverá uma paralisação de 24 horas. Os docentes
pedem um aumento de 25,97% mais a reposição da inflação do último ano (cerca de 4,3%).

Os professores paranaenses são os profissionais com
curso superior mais mal-remunerados no quadro de funcionários estaduais.

No Estado, a categoria ganha R$ 1 mil para uma jornada de
40 horas. Hoje, o piso nacional é R$ 1,3 mil.


16 comentários

  1. Adílio
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 14:48 hs

    E já conseguiram tirar aquela diretora totalitarista lá do Colégio Estadual?

  2. Marcos Calonga
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 16:09 hs

    Aposto que será assunto de PROMESSA DE CAMPANHA, aumentar o salário dos professores…etc…

  3. Professor
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 16:18 hs

    Um professor da rede estadual ganha R$ 2,300 para 40 horas enquanto um agronomo para dar estas mesmas aulas ganha R 7.000,00 por este pertencer ao quadro proprio do poder executivo

    Uma funcionaria da saude de nivel medio ganha R$ 4.000,00

  4. Silvano Andrade
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 16:57 hs

    Professor

    Existe Professor (a) e professor (a)…

    É ridículo professor ruim, descompromissado querer ganhar 7.000 reais por mês

    Professor bom deve ganhar bem, mas deve-se pagar bem a todos os profissionais da Educação…

    O governo não deve esquecer os Profissionais do QPPE, estes estão na berlinda a muito tempo.

  5. Divanir
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 17:55 hs

    Caro professor, é bem a cara deste governo hipócrita do Requião, estas diferenças é que acaba com o funcionalísmo público no Paraná, pois pessoas com funções identicas acabam por ter uma variação salarial que às vezes chega a mais de 100%. O funcionário público que votar em Requião nestas eleições não tem um pingo de vergonha na cara, há não ser os marajás que ganham demais.

  6. CAVALO
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 18:28 hs

    PROFESSORES LEMBRE DO TEMPO DO LENER, E VOTE NO BETO RICHA, QUE É MAS 4 ANOS DE ESCRAVIDÃO.

  7. CintiaSMu
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 18:47 hs

    Antes de pedirem bons salarios, os professores deveriam realizar um bom trabalho. Fale com qualquer aluno da rede pública e verá que são quase analfabetos. E não venham com a história de que a culpa é dos pais que não dão apoio, pois a responsabilidade de ensinar história, geografia, equações matemáticas é dos professores. Trabalho com estagiários de nível médio que sequer sabem colocar documentos em ordem numerica, falam e escrevem mal. O ensino público está deteriorado e o que os professores, que são a linha de frente estão fazendo para mudar isso? Paralização? Peçam salario justo, mas façam o trabalho a que se propõe.

  8. Lopes
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 18:47 hs

    Que engraçado.

    Parecia passeata da CUT, já que metade estava com camiseta vermelha da Central.

    Enquanto os professores não assumirem, com altivez e firmeza, seu lugar como função mais importante de uma nação e continuarem como massa de manobra a única coisa que vão conseguir é reforçar a idéia de que são apenas militantes que por acaso dão aulas.

  9. Reinoldo Hey
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 19:36 hs

    Engraçado. Hoje eu não vi o Galdino lá no Centro Cívico. Lembro-me que há bem pouco tempo, curiosamente em época de eleição, lá estava ele, com sua bicicletinha e um jinglezinho horrível que convenceu alguns otários.
    A máscara cai, a roda gira…
    Mas… qual é o número da carteirinha do MEC ?

  10. Na Ativa
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 19:54 hs

    e um Policial..ha! Deixa pra lá! Segurança não importa, mas os meus amados Professores estão corretos. Sem educação, não há solução….

  11. nelson
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 21:19 hs

    Parabéns aos professores e a APP-Sindicato pela mobilização.
    Sem luta não há conquista.

  12. Estudante
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 22:20 hs

    PS: “CintiaSMu”
    Não sei qual é sua profissão, mas antes de tudo (fazer um juízo de valor da classe) você deveria participar de uma aula em uma escola da periferia, ai compreenderia que os professores não querem só salário dignos, mas sim também condições melhores para dar aula, tu acha dignos uma pessoas dar aula para mais de 200 alunos e ganhar R$1. 000,00.

    POR QUE QUEM É CONTRA A CLASSE É A FAVOR DE UM ENSINO DE PÉSSIMA QUALIDADE!!!

  13. quarta-feira, 17 de março de 2010 – 0:50 hs

    O PROFESSOR ALEM DE ENSINAR OS ALUNOS AINDA FAZ O PAPEL DE PAI E MÃE EM MUITAS OCASIÕES…..EU OUVI ESSES DIAS NA FILA DO ONIBUS UMA MÃE FALANDO TOMARA QUE COMECE LOGO AS AULAS PRA ME LIVRAR DOS PESTINHAS,,,,,,,,,,,,,,,,,VEJAM SÓ QUE COISA NÉ,,,,,EMPURRA OS FILHOS LÁ ´PRA DENTRO E TÁ TUDO CERTO,,,,,O A PROFESSOR QUE SE VIRE……….

  14. Bom Retiro
    quarta-feira, 17 de março de 2010 – 1:06 hs

    Infelizmente Reinoldo Hey, somos vítimas de nós mesmos, permitir que vagabundos sentem no legislativo e fiquem lá coçando sem aprovar uma única lei. Creio que muitos garis já teriam realizado muito mais que as figuras sem noção que estão lá. Que tal aprovarem um projeto de redução de cadeiras pela metade, já seria um bom começo, só estão ocupando espaço mesmo.

    Pessoas sem carater, que acreditam ser as maiorais da manipulação, não estão preocupadas com os problemas sociais da cidade. Muito menos com a categoria que alega vestir a camisa.

    No mais, vamos aguardar as próximas eleições.

  15. Professor
    quarta-feira, 17 de março de 2010 – 10:19 hs

    Para Lopes:

    Preconceito, desinformação e intolerância são os valores expressos em seu comentário. Devia informar-se melhor para “meter-se” a fazer comentários sobre a Educação neste blog…

    O que vc quis dizer com “assumir com altivez e firmeza”… qual sua concepção ?

    A deturpada e limitada “visão” de que professores devem ser “neutros”, “apolíticos”, “amorfos’, “insípidos” e “obedientes’ ao Sistema?. Se assim for, você desconhece a missão de Educar.

  16. Luiz Eduardo
    sexta-feira, 19 de março de 2010 – 18:14 hs

    Senhores professores, …Fico chateado quando vejo a manifestaçao dessa classe que todos nos devemos respeito e agradecimento… Nunca esqueci a brutalidade no governo Alvaro Dias. chorei,,porque vi meu pai sendo humilhado no centro civico..hoje ele nao esta mais aqui, mas tenho certeza que ele esta junto de voces nessa luta…abraços Luiz Eduardo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*