Gleisi diz que opção por candidatura própria é uma decisão isolada do PT de Curitiba | Fábio Campana

Gleisi diz que opção por candidatura própria é uma decisão isolada do PT de Curitiba

Denise Mello do Portal Banda B

A pré-candidatura ao Senado pelo PT, Gleisi Hoffmann, disse hoje (29) em entrevista à Banda B que a decisão tomada no encontro municipal do partido em Curitiba no último sábado (27), em defesa do lançamento de candidato próprio ao governo do Estado e contra a aliança com o PDT, é uma posição isolada que não reflete o desejo das direções estadual e nacional. As duas direções articulam o apoio do partido à pré-candidatura do senador Osmar Dias (PDT) ao governo do Paraná, nas eleições de outubro. “Com a posição dos delegados de Curitiba, a discussão da aliança será tratada no plano Estadual. Claro que Curitiba leva essa posição. A gente já sabia dessa posição, mas isso não inviabiliza a aliança com o PDT. É o coletivo estadual que define a política da aliança entre o Estado. Nós vamos fazer os debates, vamos conversar, continuamos com a mesma orientação da direção nacional do partido, do presidente Lula, que é de fato fechar uma aliança com os partidos da base aliada do Paraná”, disse Gleisi.

Ouça Gleisi:

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.

A posição de candidatura própria foi aprovada em votação da qual participaram 135 delegados do PT de Curitiba. Cerca de setenta por cento dos presentes defenderam a posição. Dois nomes disputam a indicação: o ex-prefeito de Londrina Nedson Micheletti e a ex-secretária estadual de Ensino Superior Lygia Pupatto.

Aliança com o PMDB

Sobre a dificuldade em fechar uma aliança com toda a base aliada do presidente Lula em torno de Osmar Dias, principalmente o PMDB, Gleisi minimizou: “Eu não diria que é o mais difícil o PMDB. O PMDB tem um candidato a vice-governador que é o Orlando Pessutti, que nós respeitamos muito. É claro que você não consegue fazer nenhum acordo, nenhuma aliança se não tiver um bom diálogo, então nós temos que retomar esse diálogo mais próximo com o PMDB, conversar e ver se há possibilidade de caminharmos juntos. Eu acredito que depois da semana que vem, depois da Páscoa, depois do prazo das desincompatibilizações, a parte das conversas e dos diálogos pras alianças fique mais intensa”.

Prazo Osmar

Gleisi também negou que exista o prazo até o dia 10 de abril para que o senador Osmar Dias se defina com relação a aliança com o PT. “Não tem nenhum prazo. Dia 10 de abril é o nosso primeiro encontro com os delegados estaduais, mas é essencialmente é um encontro para organizar a campanha da ministra Dilma Rousseff no Estado, a minha campanha ao Senado, pra que a gente possa ir avançando na trajetória. Só isso”, finalizou Gleisi. Ela ainda reafirmou sua intenção de disputar o Senado, ressaltando que não se trata de uma questão de ego. “É óbvio que eu me preparei melhor para o Senado e acho que eu posso ajudar o Estado do Paraná sendo senadora, mas também tenho nacional e um projeto regional”.


13 comentários

  1. alerta
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 16:15 hs

    O que a Gleisi quer é a vaga do Osmar do senado.

  2. GLEISI, SORRY, ESSA NÃO COLA
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 16:19 hs

    Gleisi…
    Nedson Michelleti, indicado pres. do PT com a benção de Paulo Bernardo, eleito prefeito de Londrina com apoio do Paulo Bernardo, amigo do Paulo Bernardo, colega de Caixa do Paulo Bernardo, da mesma cidade do Paulo Bernado.
    E o Paulo Bernardo não está sabendo de nada?
    O Paulão tá por fora da “rebeldia” do “PT de Curitiba”?
    Apenas “sabe” da posição dos petistas curitibanos?
    Essa não cola…

  3. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 16:30 hs

    AFINAL:

    Quem és tu Gleisi?
    Afinal, algum em sua vida teve mandato?
    Foi Vereadora?

    Foi você Gleisi que mandou colocar aqueles Outdoors na cidade faando sobre o mísero salário mínimo e a Justiça m,andou tira não foi?

    O meu voto, o voto da minha família e de meus amigos você não leva mulher.

    Você e aquadrilehira Dilma são iguais, pretenciosas, jamais tiveram mandato e querem agora o mais alto cargo na Política, Presidência e Senado.

    Que é isso Gleisi, que mania deste lula e PT achar que todo mundo é idiota.

    CAI FORAAAAAAAAA

  4. TO LIGADO!
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 16:38 hs

    Não sabia que o Nedson era de Curitiba?

  5. Estudante
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 18:06 hs

    Essa decisão pegou a direção do PT estadual de surpresa não imaginavam isso.Para a estadual foi pura incompetência da presidente do diretório municipal que não conseguiu barrar essa moção a favor da candidatura própria, mas também nem poderia pois quem define no PT são os filiados é a militância e 90% do partido no estado defende candidatura própria e é contra a aliança com o Osmar dias. Candidatura Própria Já!

  6. LUIS GRINGO
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 18:25 hs

    De fato a discussão da aliança será tratada no plano Estadual.
    Mais fica o recado ao PDT, o PT de Curitiba não faz campanha para Osmar Dias.
    Sobra só parte do interior e lá todos sabem como esta o partido por única e exclusiva responsabilidade do campo majoritário ou CNB como se chama essa corrente depois do escândalo do mensalão.
    Quanto a fazer debate, isso e uma grande mentira, funciona assim, levam os votos cabestros, mais parecidos com torcida organizada e se faz de conta que e um debate.
    Foi assim no PED de Curitiba onde a candidata da Gleisi a presidência do diretório não participou dos debates por não achar que fossem importantes.
    Gleisi, “pode-se enganar a todos por algum tempo, mais não é
    possível enganar a todos o tempo todo”

  7. mauricio
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 20:50 hs

    Ela quer ser senadora, não está pensando no partido e sim no próprio bolso.

  8. Marcos Cordeiro
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 22:03 hs

    Em defesa de todos os partidos políticos, não podemos aceitar sempre esse negócio de ” o colégio estadual do partido decidirá “, pergunto? então para que servem os filiados, delegados?? Chega de a coisa política ser decidida sempre por cima, de guéla abaixo, tem que seguir uma idéia geral Gleise! Acho que todos os partidos políticos deve decidir em assembléia geral pelo melhor caminho em uma decisão como está.

  9. HAVENGAR
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 22:38 hs

    Esse PDT é um atraso e ao mesmo tempo um partido indefinido não sabe o que defende.Foi um partido sério quando ainda tinha o Brizola, depois foi tomado de assalto por alguns malandros.Alguem ja escutou o Osmar fazer alguma referencia ao Briozola ou ao João Goulart.?Claro que não e nem vão escutar, o PDT hoje é uma extensão do agronegócio do latifundio e das multinacionais.Apesar de se acharem espertos o PT esta dando baile e cada vez mais laranjando a tigrada do PDT.Todos prefeitos do PDT no estado alem de incharem as prefeituras com militantes do PT que nada fazem ainda baixaram as calças de vez para petezada.O que tem deixado muitos militantes do PDT cada vez mais indignados.Exemplos é que não faltam.La em Paranaguá é comum encontrar pedetistas espumando de raiva pelas ruas, todos com um olerite magro e até mesmo sem olerite, enquanto o PT de paranagua ocupa secretarias e diretorias sendo que cada diretor ou secretário é dificil saber qual é o mais incompetente.

  10. Divanir
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 23:00 hs

    Ela sabe que se Osmar for candidato ao governo do Paraná, é menos um canditado ao senado, é capaz de ser eleita senadora. O que é bom para Osmar é ruim para ela, então porque ela não vai de vice de Osmar. Simples, nem ela acredita na vitória de Osmar, e sendo assim ficaria sem cargo político, desta feita tira de cena Osmar Dias para ter um pouco mais de chance.

  11. pierre bourdieu
    terça-feira, 30 de março de 2010 – 7:51 hs

    Para “mudar a vida”, precisaria começar por mudar a vida política.

  12. Chupa Cabra
    terça-feira, 30 de março de 2010 – 10:54 hs

    GLEISI FIQUE ESPERTA.
    O PT E SUA MILITÂNCIA NÃO SIGNIFICA NADA PARA VOCE, ALIÁS, SUA ASESSORIA ACHA QUE ELA ATRAPALHA. CONTINUE ACREDITANDO NOS PREFEITOS E “LIDERANÇAS” DE OUTROS PARTIDOS “BASE ALIADA” COMO DIZ VC. ELES VÃO TE LEVAR AO SENADO COMO TE LEVARAM ‘A PREFEITURA DE CURITIBA.

    VAI CHEGAR UMA HORA QUE A MILITÂNCIA VAI VER O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

    CANDIDATURA PROPRIA AGORA, DEPOIS QUE VC COMO PRESIDENTE DO PARTIDO NADA CONSTRUIU. VOCE É A RESPONSÁVEL POR ESTA SINUCA DE BICO QUE ESTA O PARTIDO.

    DIZER QUE A DICISÃO DO DM DE CURITIBA NADA SIGNIFICA É TAPAR O SOL COM A PENEIRA.

    E O QUE ESTÁ FAZENDO SEU PAU MANDADO ENIO VERRI QUE ATÉ AGORA NADA FALOU?

  13. FICOU SUJA!!!
    terça-feira, 30 de março de 2010 – 16:05 hs

    GLEISI, TODOS QUE DISCORDAM SÃO SEM IMPORTANCIA.

    FOI ASSIM QUE VOCE CONSTRUIU UMA CAMPANHA VERGONHOSA EM CURITIBA, E SERA ASSIM NO ESTADO SE FOR CANDIDATA A SENADO.

    OS “PETISTAS” NÃO ENGOLEM MAIS VOCE E SUA DEFESA DE ALIANÇAS COM SETORES DA DIREITA E DO EMPRESARIADO QUE FINANCIA VOCE E O BETO RICHA AO MESMO TEMPO!

    VAI SE DAR MAL! MUUUUUITO MAL!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*