Exame de DNA comprova morte de menino desaparecido em 1990 | Fábio Campana

Exame de DNA comprova morte de menino desaparecido em 1990

Policiais do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride) conseguiram comprovar, por meio de exame de DNA feito pelo Instituto de Criminalística (IML), a morte de um menino procurado pela polícia desde 1990. Leandro Correia desapareceu em 22 de maio de 1990, quando tinha três anos de idade, na cidade de Roncador, a 100 quilômetros de Campo Mourão. A polícia prosseguiu com as investigações mesmo depois do arquivamento do inquérito pela Justiça e conseguiu comprovar agora que ossos encontrados próximos à região do crime logo após o desaparecimento são mesmo da criança. Os ossos foram encontrados em uma região próxima a Fazenda São Jorge, onde a criança foi vista pela última vez.


3 comentários

  1. lagarto de paranagua
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 21:15 hs

    Parabenizo essa especializada usou de tecnicas cinetificas para elucidar um desaparecimento. Diferente do que vem ocorrendo nessa gestão de INSEGURANÇA PUBLICA.

  2. Carlos Imperial
    segunda-feira, 8 de março de 2010 – 23:51 hs

    Vinte anos para fazer um exame? Parabéns pela agilidade!

  3. Fidel Castro
    terça-feira, 9 de março de 2010 – 22:22 hs

    Infelizmente as familias nunca mais verão suas crianças desaparecidas. É triste de aceitar, mais a realidade é essa

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*