E agora Josete? a Prefeitura contesta os teus dados | Fábio Campana

E agora Josete? a Prefeitura contesta os teus dados

O prefeito Beto Richa e o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, inauguram nesta quinta-feira (18), às 11h, o Restaurante Popular da Regional Bairro Novo. O restaurante servirá almoço a R$ 1,00 o prato.

O restaurante foi construído pela Prefeitura e o investimento no restaurante foi de R$ 2,12 milhões, incluindo obra, terreno e equipamentos. A Prefeitura investiu R$ 885 mil (R$ 365 mil no terreno e mais R$ 520 mil na obra). O Ministério entrou com R$ 1,24 milhão (R$ 670 mil para a obra e R$ 570 mil para equipamentos, mobiliário, utensílios e materiais de consumo).

A Prefeitura ainda investirá R$ 515 mil por ano no restaurante, para o subsídio das refeições, cujo custo unitário é de R$ 3,06. A Prefeitura bancará R$ 2,06 de cada prato servido. O restaurante servirá mil refeições por dia.

“O restaurante faz parte da política de segurança alimentar da Prefeitura de Curitiba. Para atender a população de baixa renda, apresentamos o projeto do restaurante em um edital do Ministério para obter parte dos recursos”, diz o secretário municipal do Abastecimento, Norberto Ortigara.

A Prefeitura também tem o Restaurante Popular da Praça Rui Barbosa, que em dois anos já serviu 1,2 milhão de refeições. O Município está concluindo a construção de um restaurante na Regional CIC, que ficará pronto ainda neste semestre.

“Vamos construir restaurantes em todas as regionais”, disse Richa, que na última sexta-feira assinou ordem de serviço para a construção de Restaurante Popular na Regional Pinheirinho. O restaurante do Pinheirinho será bancado integralmente pela Prefeitura, com investimento de R$ 2,1 milhões para obra e equipamentos.


9 comentários

  1. JACIR QUEIRÓS-GUARAPUAVA-PR
    quarta-feira, 17 de março de 2010 – 23:27 hs

    Gostaria de enaltecer o Trabalho do Prefeito Beto Richa, inaugurando restaurante populares, pois, resgata a cidadania. Gostaria de sugerir que ele colocasse o projeto de restaurantes populares em outros municipios(em seu programa de governo), para quando assumir o Governo Estadual implantá-los.

  2. Marcos Calonga
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 9:12 hs

    Típica solução política, ao invés de trabalhar para melhorar a qualidade de vida de todos; é mais fácil distribuir comida, dar esmolas e se vangloriar!!!

  3. Marcia Rodrigues
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 9:20 hs

    O cara tem que ser mesmo de Guarapuava. Aliás, não é culpa da cidade, é que ele deve ser ligado aos Carli, aquela família que perpetuava-se no poder até que um aloprado, mauricinho, deputado, matou dois jovens em curitiba e assim começa a derrocada política desses coronéis. Mas quanto aos restaurantes populares, você não sabe que os restaurantes populares é projeto do governo federal. Tudo bem ser “copiado” , já que tá provado que segurança alimentar é uma preocupação constante. Agora, dizer que esse prefeitinho de curitiba ser´cpaz de colocar em pr´tica esse projto é total desconhecimento da realidade. Você não sabe que nenhuma licitação de porte do município de curitiba consegue ser eficaz? Imagina se ele tem capacidade para governar um estado.

  4. est.
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 9:34 hs

    Sua anta o projeto do restaurante popular e do governo federal, não do Beto Richa ou Jaime Lerner seilá os dois são a mesma coisa. Existe em varias cidades do Brasil, e so o deu prefeito levantar da cadeira e ir atrás de recurso

  5. Zé da Silva
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 12:09 hs

    Para o povo ” pão e circo”!!!!!!!!!

    PS: Onde se lê “prefeitura” leia-se “nós” (otários curitibanos que pagam impostos pra político aparecer).

  6. Ana
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 13:41 hs

    Que é isso, Jacir? Restaurante Popular tá longe de ser projeto do Beto Richa… Governo Federal é quem subsidia a maior parte dos recursos. Dá uma olhada no site do mds (www.mds.gov.br) e descubra o que é política social de verdade!

  7. Jose II
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 14:39 hs

    NÃO IMPORTA SE O DINHEIRO VEM DO PAI DO MENSALÇAO E DO BOLSA CABRESTO, O QUE IMPORTA É QUE ELES TEM A OBRIGAÇÃO DE DESTINAR RECURSO AOS MUNICIPIOS INDEPENDENTE DE QUEM É O PARTIDO.

  8. Jose II
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 14:41 hs

    COITADA DESTA JOSETE A TENDÊNCIA DA PETEZADA É DESAPARECER DO PARANÁ NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES SÓ VAI SOBRAR A BARBIE ….ISTO SE O FLÁVIO ARNS TENTAR A REELEIÇÃO AO SENADO!!!AI Ó ACABO A TETA PETISTA

  9. Vai um BAROLLO ai.
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 15:57 hs

    Gostaria de saber se não da pra implantar um restaurante destes dai, padraozinho Barollo, pros remediados, cara meu dinheiro so vai pro pobre, a de tudo quanto é lado, eles podiam olhar pra classe media.Que tal um vinhozinho de 100 reais a garafa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*