"Serra tem que ser anti-Dilma sem ser anti-Lula" diz especialista | Fábio Campana

“Serra tem que ser anti-Dilma sem ser anti-Lula” diz especialista

De Gabriel Mestieri, do R7

Ainda na frente, mas vendo a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, aproximar-se cada vez mais, o desafio do governador José Serra (PSDB) até a eleição de outubro é tentar ser anti-Dilma, mas não anti-Lula, diz o professor de Ciência Política da Ufscar (Universidade Federal de São Carlos) Marco Antônio Villa.

– O problema do Serra é que ele não pode ser anti-Lula. Ele tem que ser anti-Dilma, mas não anti-Lula. Esse é o grande desafio: se contrapor a Dilma e mostrar que é melhor que ela, mas sem dizer que o governo Lula é uma catástrofe.

Especialistas em política ouvidos pelo R7 afirmaram que o resultado da pesquisa CNI/Ibope confirma que há uma tendência de crescimento da ministra da Casa Civil nas intenções de voto. No levantamento, a ministra aparece com 30% das intenções de voto, a 5 pontos do governador de São Paulo, José Serra, que tem 35%. Em dezembro, essa diferença era de 21 pontos.

Para Villa, a alta popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o fato de não ter um cabo eleitoral forte colocaram o governador Serra numa “situação desconfortável” nos últimos meses. Ele considera que, devido à grande exposição de Dilma na mídia, o resultado de Serra ainda é bom.

Ele também considera que Dilma pode ter chegado ao seu patamar máximo de intenção de votos, enquanto Serra, com menos exposição, tem uma porcentagem fiel de 35% do eleitorado.

Para cientista político e professor emérito da Unb (Universidade de Brasília) David Fleischer, a subida de Dilma é resultado da exposição de Dilma ao lado de Lula. Para ele, Lula cumpre uma “missão impossível”, e o resultado da ministra surpreende nas regiões e classes mais ricas da população.

– Lula está realmente conseguindo a missão impossível de arrancá-la [Dilma]. As pesquisas mostram claramente que Dilma subiu tanto no Sudeste e no Sul quanto no Nordeste. No Nordeste é compreensível, pois Serra nunca foi bem. Mas no Sudeste e no Sul Dilma assustou muito os tucanos.

Fleischer aponta ainda que Dilma pode crescer entre os eleitores que não sabem que ela é a candidata de Lula. Segundo Ibope, 53% dos eleitores dizem que votariam no candidato(a) de Lula, enquanto 42% afirmam não saber que o presidente apoia a ministra.

Para Villa, entretanto, esses dados precisam ser relativizados.

– Uma candidata que tem sempre alguém falando em nome dela não vai pegar. Não vai dar para ela fazer campanha caminhando com as pernas de Lula. O eleitorado consegue detectar isso. O problema é saber até onde o eleitorado apoia uma simples marionete. Há limite de cabo eleitoral e de transferência.



19 comentários

  1. quinta-feira, 18 de março de 2010 – 9:15 hs

    FABIO O QUE HOUVE COM O APRESENTADOR DA REDE MASSA ROBSON SILVA?????? ELE IA SAIR CANDIDATO Á DEPUTADO???????

  2. VERMEIO
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 9:46 hs

    QUEM DEVE GANHAR ESSE PREMIO DE PERSONA NOM GRATA AQUI EM PARANAGUÁ É O PREFEITO DE PARANAGUÁ JOSÉ BAKA FILHO QUE AUMENTOU O IPTU DA CIDADE EM ATÉ 1.000% E COM ISSO ENCERROU SUA CARREIRA POLÍTICA E A DE OSMAR DIAS QUE PRECISA DELE.TRE CASSA LOGO O BAKA PELO AMOR DE DEUS.

  3. RST
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 9:49 hs

    Será que o tucano Montenegro manipulou as pesquisas? Estará Dilma na frente?
    uarta-feira, 17 de março de 2010
    Pesquisa do IBOPE Foi Impugnada Pelo TSE
    Pesquisa do IBOPE Impugnada – Por que?

    No Site do TSE está assim:

    Data do Registro: 09/03/2010
    Protocolo: 5429/2010
    Processo: RP Nº 564-24.2010.6.00.0000
    Ministro Relator: MINISTRO ALDIR PASSARINHO JÚNIOR
    Contratada: IBOPE Inteligência Pesquisa e Consultoria Ltda.
    Contratante: CNI – Confederação Nacional da Indústria – CNPJ 33.665.126/0001-34 – SB Norte, Quadra 1, bloco C – Asa Norte – Brasília, DF – CEP 70040-903
    Valor da Pesquisa} 162162
    Origem dos Recursos: Contratante
    Pagante do Trabalho: Contratante
    Período de Realização: de 05/03/2010 a 10/03/2010
    Nr. de entrevistados: 2002
    Situação Impugnada

  4. Jose Carlos
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 10:22 hs

    Desde que Lula e, por saprofitismo, o PT conquistou a baixa patuléia (que sempre esteve nas mãos dos populistas, à custa de migalhas e do clientelismo político) com o bolsa-esmola e outras miçangas e adereços, e acrescentou-a aos seus trinta por cento históricos de preferência eleitoral. este conjunto ficou poderoso e quase imbatível… vai ser difícil para qualquer político tentar desfazer esta aliança entre os miseráveis e o aparelho montado pelo esquema lulo-petista de poder… Serra – que não tem carisma pessoal, nem, muito menos, beleza e simpatia – vai ter de cagar sangue para superar este impasse, principalmente, para conseguir livrar-se de um estigma anti-Lula…

  5. Da Série O que a midia esconde
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 10:23 hs

    Prá que mudar de Governo?

    O relatório afirma que o Brasil reduziu em 16% a população de habitantes de favelas. Cerca de 10,4 milhões de pessoas deixaram este tipo de habitação.

    A fatia de pessoas que moram em favelas diminuiu de 31.5% para 26,4% em dez anos devido a adoção de políticas econômicas e sociais, a diminuição da taxa de natalidade e da migração do campo para a cidade.

    Além disso, a criação do ministério das Cidades, a adoção de uma emenda constitucional afirmando o direito do cidadão à moradia e os subsídios de materiais de construção, terrenos e serviços são apontados como responsáveis pela diminuição do número de favelados.

  6. luis gringo
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 10:44 hs

    Vejamos o que a pesquisa diz e que não teve muita repercução, mais e importante.

    Dilma Rousseff, tornou-se mais conhecida do eleitor nos últimos meses e, por conta disso, a rejeição ao seu nome foi a que mais caiu entre novembro de 2009 e março deste ano de 41% para 27%.

    Na pesquisa espontânea, sem a sugestão de nomes, 42% dos entrevistados disseram não ter candidato. Nela o presidente Lula tem 20% das intenções de voto, seguido por Dilma Rousseff com 14% e José Serra com 10%.
    Pesquisa CNI/Ibope mostra que mais da metade dos brasileiros – 53% – prefere votar em um candidato apoiado pelo presidente Lula. Outros 10% preferem votar em um candidato da oposição e um terço – 33% – afirmam que não levarão a posição do presidente em conta quando forem dar seu voto na próxima eleição presidencial

    Da para ver que pelos numeros, a eleição esta decidida ja no primeiro turno, com o Serra e seu projeto de pais derrotado mais vez nas urnas.

  7. Valmor Lemainski - Cascavel
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 10:54 hs

    Discordo do argumento do especialista. Acredito que o Serra deverá ser o Serra mesmo. Não precisa de comparativos ou alavancas lulistas. Serra tem um passado de realizações e de lutas, bem diferente da opositora que faz campanha com o dinheiro dos brasileiros usando aeronaves e festas promovidas pelo governo. O que o “filho do Brasil” fez foi dar sequência ao que já vinha dando certo do governo anterior. O PAC, criação do PT, é um fiasco e o Minha Casa Minha Vida é uma armadilha.

  8. luis gringo
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 11:04 hs

    Em fevereiro, número de cheques devolvidos é o menor desde março de 1997O indicador, divulgado nesta quinta-feira (18), mostra que a devolução de cheques ocorrida no mês passado ficou estável na comparação com o mês de janeiro (1,85%) e menor (1,87%) do que a registrada em dezembro de 2009. Na comparação com fevereiro do ano passado, os números também são positivos, já que no segundo mês de 2009 o índice era de 2,32%De acordo com os analistas da Serasa, o menor número de cheques devolvidos é consequência do crescimento econômico, em especial o registrado a partir do segundo semestre de 2009, que vem aumentando os níveis de emprego e de renda da população.

  9. quinta-feira, 18 de março de 2010 – 11:17 hs

    Lula sempre foi amigo de Serra, é só ver a história e observar as fotos, encontros e eventos . Quanto a Dilmentira cerscer é fato que crescerá ao menos mais 4 % e é só e tudo que o Ptista pode fazer.

  10. OSSOBUCO
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 11:35 hs

    Na pesquisa espontânea, Presidente Lula é o mais lembrado (20%), seguido por Dilma Rousseff (14%) e José Serra (10%).
    Ou seja, na espontânea o Serra já ficou pra trás!

  11. Centro
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 11:58 hs

    devemos mudar o governo:
    Esse papinho de culpar mídia e falar da pobreza é o típico comentário petista,do “roubamos mas fazemos” o “molha a mão do partido que alguns sairão da miséria”.
    São os novos malufista (que apóia o PT/Lula, assim como Sarney, Renan e Collor)…

  12. Santino
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 12:33 hs

    Qualquer pessoa que tiver o mínimo de inteligência poderá entender que, apartir do momento em que, alguma coisa ou alguém for aprovado por 50% mais um, do montante consultado, este terá sido escolhido como o melhor entre os demais. Quem disser qualquer coisa contra, estará sendo contra a maioria, independente de sua forma de pensar. Os tucanalhas de plantão que babam ovos atráz de Serra e de Beto Richa e que vivem neste blog, digitando barbáries, dizendo que Lula é Lúcifer filho do Satanás vão se surpreender a respeito do quanto os seus preferidos, como José Serra, Beto Richa e outros, os defenderão à despeito, mesmo que isso lhes sirva de motivo para cometer suicídio, falando bem das ações do PT, elogiando as atitudes do governo Lula, para que, com isso, possam ter o mínimo de chance de disputar alguma coisa com DIMA.
    Ps. Hoje Lula tem 73% de aprovação e de preferência do povo brasileiro. “Se a maioria está com ele, quem ousará falar contra ele?” O Serra disse que não! Ele é LULA DESDE CRIANCINHA.

  13. OSSOBUCO
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 15:06 hs

    Nos jornais e sites de hoje

    G1: ” o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou em seu twitter na madrugada desta quarta-feira (17) que não se pode “arruinar” o Rio de Janeiro e o Espírito Santo.”

    A imprensa – na verdade Organizações Serra – não questionou essa posição demagógico-eleitoreira do Serra.

    Poderia fazê-lo com uma simples pergunta:

    “Porque o senhor não orientou os 14 deputados federais do PSDB/SP a votarem CONTRA a emenda Ibsen, já que só 4 o fizeram?”

    A bem da verdade, somente o JB Online comentou sobre os votos dos deputados do Partido do Serra.

    O JB avançou na crítica ao tucano:

    “Apesar das críticas, Serra foi um dos principais responsáveis, na Assembleia Constituinte de 1988, pela legislação tributária que estabeleceu a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da exploração do petróleo no estado de destino, ao contrário do estado de origem, como é aplicado na maior parte dos outros produtos. Serra era o relator, na Constituinte, da comissão responsável pelo novo sistema triburário. A medida beneficiou o estado de São Paulo, prejudicou o Rio de Janeiro e é apontada pelas autoridades fluminenses como uma das justificativas para que o estado tenha direito a receber um repasse diferenciado dos royalties.”

    Com essa o JB ganhou a minha simpatia!

  14. Carlinhos
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 15:20 hs

    Subindo.

  15. luis gringo
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 15:30 hs

    Valmor Lemainski – Cascavel, Sabe qual e o presente do Serra?
    Veja abaixo copia do e-mail mandado a diretores de Colegios de SP

    Governo Serra ordena uma diretores de escolas que neguem e Informações à imprensa

    Extinta em 2009, uma “Lei da Mordaça”, que proibia os funcionários públicos de falarem com a imprensa, foi ressuscitada pelo Governo José Serra (PSDB) para evitar que uma população tome conhecimento das Deficiências da Rede Estadual de Ensino e da greve da amplitude dos professores. A imposição da “mordaça” está expressa em memorandos enviados por e-mail às direções das escolas estaduais. Um deles, Distribuído pela Diretoria de Ensino Leste 3, diz o seguinte:
    “Prezados Diretores
    Agradecemos a preciosa atenção em relação aos informes sobre os números de professores que estão Aderindo a greve. Entretanto, em virtude dessa paralisação, a imprensa está entrando em contato com as escolas Diretamente solicitando dados e entrevistas. Solicitamos ao Diretor de Escola para atender não uma Solicitação esta.
    Solicitamos que o número de professores paralisados Sejam reais dados, visto que os mesmos não estão batendo com os dados da Secretaria da Educação”.

    Tenho lido muitos comentarios chamando Lula de ditador, espero achar uma forma de chamar o Serra depois desta noticia.

  16. JOSÉ SERRA, PRESIDENTE.
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 15:42 hs

    AINDA VAMOS VER ISSO.

    FORA PETISTA GUERRILHEIRA DILMA SAFADA

  17. Pé Vermelho
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 17:17 hs

    E o Rossoni entregou 2 MILHÕES de votos no colo da DILMA!!!! Como o PSDB é bom!!!

  18. OSSOBUCO
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 18:58 hs

    
    Cuidado: Zé Alagão quer fazer no Brasil o que faz em São Paulo

    15/março/2010 20:05

    Acabo de ler no PIGLOBO:

    http://oglobo.globo.com/pais/mat/2010/03/15/serra-lanca-projeto-que-pode-ser-implementado-em-escala-nacional-916067986.asp

    O Cara de Pau promete fazer do Brasil uma cópia de SP. Paulo Henrique e Navegantes sugiro que montemos os Ministérios e assessorias do futuro ( do pretérito) presidente. Sugiro Dantas para a Fazenda, assessorado pela Eliana Tranchesi; Gilmar na Justiça; para o Trabalho tragam de volta o Magri; o MEC deve ser entregue à Abril, assessorada pelo Reitor da UNIBAN; a Previdência Social ao Agripino Maia ou a Bornhausen… para o FHGáGá sugiro criar o ministério para assuntos aleatórios e irrelevantes!! Para as Comunicações, Ali Kamel, assessorado pela Miriam Leitão, Alexandre Garcia, Lúcia Hipólito, Jabor e Mainard. Boris Casoy deve cuidar da transferência do Bolsa Família para o Wal-Mart

  19. OSSOBUCO
    quinta-feira, 18 de março de 2010 – 19:38 hs

    E O Serra é pró-Yeda, pode?? Não é a toa que Serra apoiava o Arruda!
    Guerra dá aval à candidatura de Yeda no RS
    18 de março de 2010 | 18h 33

    ELDER OGLIARI – Agencia Estado

    O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), manifestou hoje, em Porto Alegre, o apoio da direção nacional da sigla à reeleição da governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius. Ao mesmo tempo, costurou alianças com o PP e o PPS e deu a entender que a coligação que a tucana vai liderar no Estado se constitui num palanque forte para José Serra, que será lançado como candidato do partido à Presidência da República no dia 10 de abril.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*