Requião mantém o ataque a Bernardo | Fábio Campana

Requião mantém o ataque a Bernardo

O twitter de Requião continua mandando bala no ministro Paulo Bernardo. Mantém a acusação de que Bernardo o visitou no Canguiri e tentou aliciá-lo para superfaturar obra ferroviária que seria construída com recursos federais.

E pergunta se os candidatos Beto Richa e Osmar Dias aceitariam a proposta indecorosa.

Escola de Governo
Documentos mostram que ferrovia custaria menos da metade do apontado por ministro

Documentos mostram que ferrovia custaria menos da metade do apontado por ministro – 23/02/2010 18:23
Documentos do próprio Ministério do Planejamento, do BNDES, da ALL e do Congresso Nacional mostram que o trecho ferroviário entre Guarapuava e Ipiranga estava orçado em menos da metade dos valores apresentados pelo ministro Paulo Bernardo ao governador Roberto Requião, quando de visita feita por Bernardo, acompanhado do então assessor da Casa Civil, Bernardo Figueiredo, atualmente na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Na visita, Paulo Bernardo apresentou o projeto com custo de R$ 540 milhões. O governador alertou, porém, que orçamentos anteriores já apontavam que a obra custaria bem menos, e negou apoio do Governo do Paraná ao projeto com esses valores.

De fato, documentos comprovam as diferenças. Em texto impresso da internet, do site do Ministério do Planejamento (http://www.planejamento.gov.br/ppp/Projeto/construcao_ferrovia.htm), sob o título “Projetos – Construção da variante ferroviária Guarapuava-Ipiranga/Paraná”, o custo da obra é apontado em R$ 200 milhões.

Num outro arquivo, da seção de notícias do site do Ministério do Planejamento (http://www.planejamento.gov.br/ppp/conteudo/noticias/noticias2005/planejamento_concentra.htm), uma tabela que enumera projetos do ministério traz, entre as obras previstas para a região Sul, a construção da variante Guarapuava-Ipiranga. O custo apresentado: R$ 220 milhões. Tanto o primeiro link como este não estão mais no ar. Ao final desta matéria, cópia de ambos os documentos segue como arquivos anexados.

Um outro documento, do Congresso Nacional, sobre emendas ao Orçamento da União de 2006, também menciona, como custo do projeto, R$ 220 milhões. A justificativa da emenda explica que o projeto fazia parte do programa de Parcerias Público-Privadas. O projeto seria, então, “financiado, em 60%”, pela iniciativa privada. O documento também está anexado.

Um arquivo em “power point” do BNDES, do ano de 2005, sobre as PPPs a serem financiadas pelo banco público, incluía a obra do trecho Guarapuava-Ipiranga. Nessa apresentação, o orçamento do projeto também é de R$ 220 milhões.

O mesmo valor está no “Informações Anuais”, comunicado da América Latina Logística (ALL), do ano de 2008, à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o qual traz os projetos da empresa. Na página 73 do documento, há a citação: “construção da variante Guarapuava-Ipiranga, de 110 km, valor de R$ 220 milhões”.

Pela parceria público-privada para o trecho, em conformidade com o Plano de Revitalização de Ferrovias proposto e coordenado por Bernardo Figueiredo, que antes de integrar o governo foi representante de uma das acionistas da concessionária Ferrovia Sul-Atlântica (antecessora da ALL) e depois secretário-executivo da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF, que representa os interesses privados do setor), a ALL deixaria de pagar pelo arrendamento das linhas da Rede Ferroviária Federal (R$ 52 milhões/ano), para participar da PPP. Esse dinheiro seria aplicado na obra.

Ou seja, na prática a ALL construiria o trecho com dinheiro público e ao final ficaria proprietária da obra, por meio de uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), em sociedade com a empreiteira Andrade Gutierrez. Essa SPE exploraria o trecho, cobrando, inclusive, pelo tráfego – seria criado, pois, um “pedágio ferroviário” no Paraná, encarecendo o frete.


20 comentários

  1. Jaferrer
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 11:51 hs

    O fato é que os dois são farinha do mesmo saco.

  2. Inferno Astral
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 11:54 hs

    Mas neste mesmo blog ja foi anunciado porque os Bofes de Requião ta podre, pode ser perseguido pela Justiça depois que Pessutti golear o Plácio.
    Lembram?????????????
    http://www.fabiocampana.com.br/2009/03/chik-jeitoso-diz-que-requiao-vive-seu-pior-inferno-astral/

  3. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 11:59 hs

    Medo da Gleise!

  4. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 12:52 hs

    Eu não sei se o Beto ou o Osmar aceitariam, agora que o Requião foi CONIVENTE COM A MARACUTAIA, isso eu não tenho dúvida.

    Então, o sujeito recebe uma proposta de suborno (crime) e permanece CALADO POR 2 (DOIS) ANOS?

    OU É MENTIRA OU ENTÃO O REQUIÃO FOI CONIVENTE.

    DEVERIA IMEDIATAMENTE, COMO CHEFE DE GOVERNO, SOLICITADO AOS POLICIAIS QUE FAZEM A GUARDA DO CANGUIRI, QUE PRENDESSEM , EM FLAGRANTE, O PAULO BERNARDO E O ACOMPANHANTE, ISSO SOB PENA DE TER PREVARICADO.

    PREVARICAR: DEIXAR DE FAZER ALGO QUE TEM POR OBRIGAÇÃO DE FAZER.

    PELO MENOS O SR. REQUIÃO AVISOU AO PRESIDENTE QUE ELE TEM UM MINISTRO CORRUPTO?

    CASO NÃO AVISADO, NOVAMENTE, AGIU DE MÁ FÉ O GOVERNADOR.

  5. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 13:39 hs

    E quais os motivos que impediram o governador de denunciar o suposto “aliciador” de maiores?

  6. hospicio nele
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 13:59 hs

    Isso é o que dá deixar louco solto.

  7. Zangado
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 14:23 hs

    Pelo jeito da coisa, nessa PPP, nós – o povo – entramos com o rio, o peixe, o caniço, o samburá e “ela” – a SPE – entra com a isca. Depois ela cobra pelo uso do rio, do caniço, do samburá, da isca e ainda nos vende o peixe. Povinho bonzinho, hein ? E o governo PTista agenciava essa trolha ? Não acredito …

  8. FILET MIGNON
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 14:45 hs

    Sou xarope mesmo… Volto com a frase do Fabio Campana:
    “Ora, pois, é o que dá eleger gente que não sabe distinguir entre a realidade e a ficção que brota da falta de caráter.”
    Ela não diz tudo sobre o INSANO?

  9. XERETA
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 14:46 hs

    Caro Governador (com todo respeito como gosta rssss) nesta vc se deu mal, porque não fez a denuncia na época… agora vc é igual se isto for verdade, pq nosso querido governador adora pregar peças, ainda mais agora que perdeu a bússola e esta desorientado.

  10. R.Silva
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 14:48 hs

    Se enfiar um dentro do outro, não dá meio! De qualquer modo, se a denúncia do requião for verdade, ele prevaricou (coisa de incompetente, hipócrita e demagogo), se não for, ele mentiu (coisa de moleque, vagabundo e irreaponsável) em um caso muito sério. Prevaricador ou vagabundo, o importante é que isso acaba dia 31/03. FORA CANALHA!!!
    REQUIÃO NÃO!!!!!!

  11. Pé Vermelho
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 14:49 hs

    Pedroca sai do armário com aquele ’10 pra ti’. Verdade, isso que dá soltar louco. Correm pro lãrausi prá postar mherdas.

  12. Silvano Andrade
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 15:25 hs

    Tenho a leve impressão que o Governador esta falando a verdade…

    se for verdade, este paulo bernardo tem que ser escraxado mais ainda.

    Fico a imaginar o quanto de dinheiro este pais perde com corrupção!!!

  13. FILET MIGNON
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 17:06 hs

    Esta é para o Silvano Andrade…
    Você deve acreditar na historinha de Papai Noel…. Do Chapeuzinho vermelho… Mas, acreditar no REIQUIÃO? Exceto se fordes tão INSANO quanto!

  14. O ARNS É O PRÓXIMO !!
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 18:31 hs

    Notícias dão conta que o nome de Arns cresce nas intenções de voto para o Senado, parece que já é a 3ª opção.
    Muita calma nesta hora !!

  15. MARCÃO
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 19:14 hs

    HAJA BARRIS COM ÓLEO DE PEROBA….

  16. Rock
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 19:42 hs

    Pé Vermelho o Pedroca errou é nota 1.000, para o Governador.

  17. Tiozão
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 19:50 hs

    Matem as criticas , mas tambem mantem o PT nos cargos, tudo safado

  18. Esmeraldino
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 – 0:31 hs

    PPP seria Primeira Parcela é dos Parlamentares ?

  19. Nati
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 – 9:09 hs

    É muito triste nos paranaenses ter que conviver com este tipo de comportamento de um governador, nesse momento deveria estar preocupado com o seu candidato em contruir uma aliança política ao contrário esta ´preocupado em construir intrigas e mais conflitos…
    Essa é a grande marca do seu governo
    Que tristeza!

  20. girafa
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 – 22:54 hs

    Olá, Isano e louco o Governador não é por se fosse não estaria aonde está, e também não seria dono de quase dois milhoes de votos, quem atira pedra é porque não tem competencia de ser candidato e chegar aonde ele chegou, todo brasileiro pode ser um Governador um Deputado vereador, ter qualquer cargo público é so se candidatar e se eleger, mais não só isso tem que ter voto, e saber fazer política descente, e não ter medo de fazer o que o Governador Requião faz, tem que ser muito muito macho para isso, ou mulher de verdade, senão não adianta, ai tem que ficar malhando porque não tem o que fazer.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*