Requião acelera a campanha ao Senado | Fábio Campana

Requião acelera a campanha ao Senado

Depois que recebeu uma pesquisa que mostra o crescimento de Flavio Arns e de Gleisi Hoffmann na disputa do Senado, Requião, embora ainda esteja na frente, resolveu não dar chances para o azar. Saiu em carreira pelo interior a inaugurar obras, fazer proselitismo e bancar o, nem deixa pra lá, ingredientes de sua campanha eleitoral.

O governador Roberto Requião inaugurou nesta sexta-feira (26) o Hospital Regional do Sudoeste, em Francisco Beltrão. A obra estadual, que já atende ao público de toda a região desde o dia 25 de janeiro, tem o nome do médico Walter Alberto Pecoits, líder do episódio conhecido como A Revolta dos Posseiros, um dos poucos levante populares vitoriosos registrados no Brasil. “Antigamente, o melhor hospital do Sudoeste era uma ambulância que levava os pacientes ao Hospital de Clínicas, em Curitiba. Agora não, existe alta resolução aqui e isto é uma mudança incrível em qualidade de vida”, disse Requião.


De acordo com o governador o valor investido no Hospital Regional, R$ 32 milhões, somados aos R$ 2 milhões que o Estado vai aplicar por mês para manter a estrutura é um investimento “absolutamente” necessário. “Este é um hospital moderníssimo, o que há de melhor em termos de estrutura hospitalar, serviço e equipamentos. A medicina eletrônica daqui é igual ao que há nos melhores centros do planeta”, disse.

Para o vice-governador Orlando Pessuti, os equipamentos de última geração destinados ao Hospital Regional do Sudoeste e a preocupação com a busca da excelência dos serviços prestados garantem o que é meta do Governo do Estado. “Acima de tudo nós queremos o respeito, a cidadania sendo exercida nos serviços públicos estaduais. As pessoas que aqui chegarem, independente de quanto dinheiro possuam, serão atendidas a qualquer hora do dia ou da noite. Este é o compromisso que assumimos e vamos continuar mantendo com o Sudoeste do Paraná”, disse.


10 comentários

  1. Benhur
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 17:02 hs

    Flávio Arns, homem coerente, digno, trabalhador, culto e honrado, fez o que deveria fazer, pulou fora da gangue PT! Sou seu eleitor a anos!!

  2. Loures
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 17:16 hs

    Isso é muito bom para o povo do PR e politicamente para o Requião. Parabéns ao Gilberto Martim.

  3. ildo baldo
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 18:24 hs

    O POVO DO SUDOESTE SABE QUE ESSE GOVERNO
    INVESTE EM EDUCAÇÂO SAUDE E O TRAIDOR DO FLAVIO ARNES NÂO VAI GANHAR NEM PARA PORTERO
    SENADORES GLEISE E REQUIÂO GOVRNADOR OSMAR
    DEPUTADOS TRAIANO NEM PRA VEREADOR
    EM STO ANTONIO DO SUDOESTE OLHA QUE LA COM
    500VOTOS SE ELEGE POIS ELE NÂO FAIS ISSO APOSTO

  4. Rock
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 18:24 hs

    Hospitalzaço é o correto, uma maravilha para o nosso Sudoeste.

  5. cara de pau
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 19:31 hs

    de quem esse cara de pau vai pegar carona agora, honrosa tia infelizmente faleceu, esse ai não merece ser nem presidente de bairro

  6. Nilton Ribeiro
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 21:43 hs

    Requião é inteligente! Burro é quem vota nele!

  7. sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 22:12 hs

    O governador Requião tomou para si a tarefa de endireitar o SUS no Paraná construindo hospitais.

    Hoje a imprensa noticiou a inauguração oficial do Hospital Regional de Francisco Beltrão. Fez o discurso com o estilo de costume, dizendo que “Antigamente, o melhor hospital do Sudoeste era uma ambulância que levava os pacientes ao Hospital de Clínicas, em Curitiba. ”

    Alguns dados para refletir:
    Necessidade de leitos por habitantes preconizada pelo Ministério da Saúde: 2 a 3 leitos/1000 habitantes.

    Razão de leitos existentes no Paraná/1000 HABITANTES: TOTAL = 2,71
    SUS = 2,00

    Razão de leitos existentes na Regional de Saúde Francisco Beltrão/1000 HABITANTES:
    TOTAL = 2,95
    SUS = 2,39

    (Fonte CNES/DATASUS/MS e projeção do censo utilizada pelo TCU- 2009)

  8. sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 22:51 hs

    Complementando o comentário acima:
    Percentual mínimo de investimento em Saúde com recursos próprios para estados da federação segundo a Constituição Federal: 12%

    Percentual Investido pelo Paraná em 2008 segundo informação do governo do estado = 9,79%
    Percentual Investido pelo Paraná em 2006 segundo conclusão da auditoria do MS = 8,38%

  9. Vigilante do Portão
    sábado, 27 de fevereiro de 2010 – 17:32 hs

    Uma perguntinha básica:
    Esse hospital já tem todos os equipamentos ou é daqueles que o Requião “inaugurou” apenas o prédio oco?
    Quero lembrar o caso do Hospital de Reabilitação de Curitiba, Nosso governador, quando quebvrou o pé, naquele episódio da queda do palanque, resolveu fazer uma média e foi ao tal hospital, verificar se havia fratura; Ao chegar, descobriu que o hospital não tinha sequer aparelho de raio X, foi uma vergonha.
    Na semana seguinte, Requião mandou adquirir um aparelho.
    Até hoje, quase dois anos depois de inaugurado, o hospital funciona com menos da metade da capacidade, faltam médicos, equipamentos e pessoal de apoio.

  10. FILET MIGNON
    sábado, 27 de fevereiro de 2010 – 19:13 hs

    Enquanto isto, os projetos de MEDICINA PREVENTIVA vão pro ralo…
    Somente os leigos no assunto aprovam as construções (sabe-se a que preço, aliás, o futuro governador deverá trazer à público tais custos…ESTARRECEDORES).
    SOMENTE OS LEIGOS NÃO SABEM QUE, FORÇOSAMENTE O ESTADO DO PARANÁ HAVERÁ DE “”RECRIAR” A FUNDAÇÃO HOSPITALAR NO PARANÁ, COM RECURSOS PRÓPRIOS PARA ADMINISTRAR O ELEFANTE BRANCO!
    Um dia, se DEUS quiser, à verdade virá à tona!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*