Operação Satiagraha investigou Bernardo Figueiredo, o parceiro de Paulo Bernardo | Fábio Campana

Operação Satiagraha investigou Bernardo Figueiredo, o parceiro
de Paulo Bernardo

A moçada do PMDB decidiu por em panos limpos a vida e a obra de Bernardo Figueiredo, o homem da ANTT que acompanhou o ministro Paulo Bernardo à Granja do Canguiri para a reunião que Requião denuncia como tentativa de aliciá-lo para um superfaguramento em obra ferroviária. A turma de Requião distribui por aí textos publicados em revistas nacionais como os que seguem:

No rastro dos supostos lobistas do Grupo Opportunity que tentavam se aproximar da ministra Dilma Rousseff, agentes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) chefiados pelo delegado Protógenes Queiroz levantaram números de telefone da Casa Civil para saber quem eram os contatos de investigados pela Operação Satiagraha dentro do Palácio do Planalto.

A informação consta de um relatório extraído do computador de Protógenes, apreendido pela Corregedoria da PF. Os arquivos, criptografados, mostram que os agentes seguiram e fotografaram pessoas não investigadas oficialmente pela Satiagraha, entre elas o deputado federal José Carlos Araújo (PR-BA), atual presidente do Conselho de Ética.

Na Casa Civil, a Abin levantou dados sobre Bernardo Figueiredo, homem de confiança de Dilma que deu expediente no Planalto até junho de 2008, quando virou diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Como assessor da Subchefia de Articulação e Monitoramento, gerenciava projetos de rodovias e ferrovias do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Bernardo Figueiredo foi assessor do José Dirceu e depois da Dilma:

…”Em conversa reservada com os deputados Raul Jungmann (PPS-PE), Gustavo Fruet (PSDB-PR) e Vanderlei Macris (PSDB-SP), Protógenes disse estar disposto a contar detalhes sobre um alegado tráfico de influência patrocinado pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, durante as negociações para a compra da Brasil Telecom pela Oi (ex-Telemar). Disse também que um dos filhos do presidente Lula, Fábio Luís, o Lulinha, foi cooptado pela “organização criminosa” de Dantas. Sob os holofotes da CPI, porém, o delegado negou que o filho do presidente e a ministra Dilma Rousseff tenham sido alvo de investigação. Ele não respondeu às perguntas sobre a tal cooptação de Lulinha nem sobre o interesse de Lula na operação. Também se calou a respeito das suspeitas que lançou sobre a ministra, registradas em relatórios encontrados em seu computador pessoal. “Ele nos disse que detalharia tudo isso na CPI. Não dá para entender”, lamentou o deputado Fruet.

É fácil entender por que o delegado preferiu o silêncio diante das suspeitas que o cercam. Por que ele armazenava investigações clandestinas sobre Dilma Rousseff, o ex-ministro José Dirceu, o presidente do Supremo Tribunal Federal, entre outras autoridades? Por que ele guardava gravações ilegais de jornalistas? Sem respostas, amparado por um habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal, o delegado preferiu se calar porque os arquivos, encontrados em seus computadores, são provas materiais de seus crimes. E elas não param de surgir. Em um arquivo protegido por senha, mas já desbloqueado pela PF, há um relatório de arapongas da Abin com os números telefônicos de Bernardo Figueiredo, então assessor de Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.”…

Os ”homens meigos” da ministra

Pré-candidata ao Planalto, em 2010, a chefe da Casa Civil já tem um time com afinidades técnicas e políticas

Vera Rosa, BRASÍLIA

Dona de sobrenome búlgaro, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, ganhou um apelido. Nas viagens que faz com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela é a “Vilma do chefe”. Sem saber pronunciar Rousseff, eleitores mais humildes simplificam para “do chefe”, numa demonstração de que “Vilma” é vista como a candidata de Lula ao Palácio do Planalto.

Mas a mulher que continua sendo o braço direito do presidente já começa a montar um time de sua absoluta confiança para 2010. Da Dilma durona à Vilma popular, a chefe da Casa Civil vestiu o figurino de candidata e, pragmática, aproximou-se dos políticos – do PMDB do ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) ao PR de Alfredo Nascimento (Transportes). Mesmo assim, o perfil técnico domina a lista de seus interlocutores preferidos, como Bernardo Figueiredo, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Nelson Hubner, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que não se incomodam nem mesmo de levar pito.

“Sou uma mulher dura, cercada por homens meigos”, afirma Dilma, irônica, ao rechaçar a fama de durona. “Esse estereótipo é uma coisa fantástica: as mulheres fazem plástica; os homens dormem bem à noite”, emenda ela, numa referência às críticas que recebeu por ter passado pelo bisturi.

Quem convive de perto com Dilma sabe que ela quer tudo pronto para “ontem”. Mas os “meigos” do time aprenderam a driblar seu temperamento. “Vamos falar francamente: o presidente joga muita responsabilidade nas costas da Dilma. Se ela falhar, o governo fica engarrafado. Então, todo mundo tem de se virar”, diz o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, um dos mais próximos colaboradores nas fileiras do PT.


11 comentários

  1. PABUFE
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 12:43 hs

    ESTA HISTPORIA DE TAPAS E SOCOS DO REQUIÃO E O BERNARDO, VAI ACABAR FEDENDO TANTO , IGUAL A CHIFRE QUEIMADO, OU LEITE PRODRE.

  2. Sapo Gordo
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 13:58 hs

    E?????????????

  3. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 14:00 hs

    VAMOS RELEMBRAR PARA QUE NÃO FIQUE NO ESQUECIMENTO AFINAL, EM OUTUBRO TEREMOS ELEIÇÕES E O POVO PRECISA SABER QUEM REALMENTE SÃO OS POLÍTICOS A QUEM VAMOS DEPOSITAR NOSSO VOTO DE CONFIANÇA.

    VEJAMOS ENTÃO POIS ESTE FATO É PERTINENTE A MATÉRIA ACIMA:

    DOSSIÊ AMERICANO SOBRE LULA

    “AGORA É COALIZÃO”

    Dossiê norte-americano adverte que Lula fará “populismo socialista” para conquistar a reeleição por mais 6 anos.
    http://alertatotal.blogspot.com/2006/12/dossi-norte-americano-adverte-que-lula.html

    Edição de Quarta-feira do Alerta Total

    http://alertatotal.blogspot.com/

    Exclusivo – Um organismo, sediado em Washington, que estuda e monitora a realidade da América Latina, enviou ao Senado brasileiro um documento em que chama a atenção para os próximos movimentos políticos do presidente Lula da Silva, rumo a um “populismo socialista”. O estudo adverte que Lula pretende lançar medidas populares de impacto, incentivando o consumo para seus eleitores de baixa renda. Segundo o dossiê, a intenção de Lula é consolidar seu poder de voto para uma futura reforma política que vai autorizar, a partir de 2008, a reeleição para um mandato de mais seis anos .

    O documento assinala que Lula prepara um dos maiores movimentos de reestruturação econômica, voltado para as classes populares, dentro do projeto de longevidade no poder. Segundo o estudo, os EUA estariam muito preocupados com este tipo de populismo no Brasil, que é um País continental e onde o povo é submisso, sem cultura e informação para avaliar as conseqüências políticas deste movimento rumo ao socialismo. O plano de Lula é comparado ao do venezuelano Hugo Chávez.

    Segundo o estudo, conta com o apoio de grandes investidores europeus.

    O dossiê, vindo dos EUA com a classificação “confidencial”, foi analisado segunda-feira, com toda cautela, em uma reunião fechada, do Colégio de Líderes do Senado. Alguns parlamentares o viram com ceticismo. Outros senadores chamaram a atenção para fatos objetivos já em andamento. Um dos principais pontos do estudo alerta para uma especulação de mercado sobre a adoção de um novo pacote econômico, até o fim do ano, assim que fosse proclamada a vitória eleitoral de Lula. Aliás, o dossiê chama a atenção para os problemas na aprovação das contas da campanha presidencial de Lula.

    Curiosamente, segundo observou um senador, os norte-americanos anteciparam o parecer de técnicos do Tribunal Superior Eleitoral, que constataram “irregularidades insanáveis ” na prestação de contas da campanha à reeleição. O PT recebeu R$ 10 milhões de empresas que têm concessões de serviços públicos, o que a lei proíbe.

    O estudo norte-americano adverte para a possibilidade de um confisco tributário em fundos e em poupanças acima de R$ 50 ou 60 mil reais.

    Nos dois casos, o dinheiro só poderia ser movimentado de seis em seis meses, sob risco de remuneração quase nula. Os fundos seriam tributados em 35% dos ganhos. Segundo o documento, o Banco Central do Brasil tem um levantamento completo sobre os investimentos feitos por 36 milhões de pessoas, entre brasileiros e estrangeiros.

    Uma das propostas em estudo no governo é que os fundos de pensão redirecionem R$ 80 bilhões, aplicados em títulos públicos, para investimento direto em empresas e projetos de infra-estrutura. A baixa rentabilidade da renda fixa, com os cortes de juros na taxa selic, obrigaria os fundos a buscarem opções mais rentáveis para aplicar a maior parte dos R$ 190 bilhões mantidos em títulos públicos de seus ativos totais, estimados em R$ 350 bilhões.

    Assim, os fundos multimercado seriam grande cartada dos investidores para 2007.

    O dinheiro seria usado para ampliar programas de compensação de renda (como o bolsa família), que se mostraram eficazes armas eleitorais. Lula também quer direcionar tal dinheiro dos fundos para áreas populares, investindo em infra-estrutura – setor de baixo risco, rentabilidade moderada e que gera caixa para as empresas, emprego e renda em longo prazo. O governo também quer investir pesado no segmento de moradias populares. Segundo dados oficiais, mais de 90% do gigantesco déficit habitacional de 7 milhões e 800 mil residências está na faixa de famílias com renda de até cinco salários mínimos.

    No cenário desenhado pelos norte-americanos , uma coisa é certa. O governo vai criar por Medida Provisória um fundo para obras de infra-estrutura com recursos do FGTS. A novidade ruim é que o risco do investimento ficará com o trabalhador. Os trabalhadores poderão investir até 20% dos saldos de suas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço na construção de rodovias, ferrovias e portos, além de obras nos setores de saneamento básico e energia elétrica. O novo fundo será chamado de FI-FGTS. Terá orçamento inicial de R$ 5 bilhões, originários do patrimônio líquido do FGTS.

    Bolsa Carro?

    Além do plano para os fundos, os norte-americanos revelam que Lula fechou acordo com uma companhia chinesa para financiar carros populares pela bagatela de R$ 5 mil reais. Os carros seriam subsidiados com financiamentos do BNDES, no prazo de 60 meses. Os veículos seriam de passeio e mini-vans para transporte de mercadorias.

    Outra idéia seria reduzir impostos para aparelhos de consumo mais populares, e aumentar ainda mais a carga tributária para bens não populares, como automóveis de luxo.

    Comissários do Povo?

    Um dos pontos mais polêmicos revelados pelos norte-americanos é que o governo Lula quer patrocinar um projeto de segurança voltado para a organização de milícias de bairros. As milícias foram uma idéia copiada da Venezuela.

    Na terra de Hugo Chávez, o síndico de bairro tem poderes de um xerife.

    O modelo lembra os velhos “comissariados do povo”, da extinta (porém mais viva que nunca na cabeça dos petistas) União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

    FORTUNA DE LULA

    O estudo revela que a fortuna pessoal de Lula da Silva é estimada pela revista Forbes em 2 bilhões de dólares . O presidente estaria usando tal fortuna para comprar televisões a cabo, a fim de formar uma rede de comunicação com o filho Lulinha, que estaria administrando uma fortuna pessoal de R$ 900 milhões (Vide contratação do Lulinha pela Band ) Lula espera comprar uma rede de televisão, para preparar uma rede pessoal de divulgação para sustentar o trabalho de comunicação do governo
    petista.

    Lula comprando jornalistas amestrados ?

    No estudo norte-americano, foi identificada a preocupação do presidente em manter várias redes de televisão sob seu controle.

    Segundo o dossiê, o presidente estaria pagando “por fora” para jornalistas famosos, de grandes redes de tevê e jornais, especialmente escalados para analisar a notícia de uma maneira não contundente ao governo petista. O estudo também adverte que o presidente estaria comprando a oposição com ameaças de denunciar as mazelas dos opositores.

    ACORDA BRASIL POIS O PT VIRÁ COM CANDIDATA GUERRILHEIRA E MENTIROSA DILMA, POUSANDO DE SANTINHA.

  4. Mario
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 14:25 hs

    NADA………….????

  5. Daniel Dodói
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 15:13 hs

    Atenção senhores torcedores presentes ao estádio. A ADESG informa:

    SAI WALDOMIRO DINIZ ENTRA BERNARDO FIGUEIREDO.

  6. Ana
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 15:23 hs

    Olha, acho uma grande besteira ficar dando visibilidade a essas bobagens que o Requião falou sobre o Paulo Bernardo. Ele só quer se aparecer e tirar a força do PT. Mas, não vai conseguir. Pode estar certo disso….

  7. Alberto
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 15:24 hs

    Isso aqui não tem nem pé, bem cabeça!

  8. Marcos Pop
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 15:25 hs

    Este BERNARDO FIGUEIREDO, homem de confiança da ministra Dilma, é o responsável pelas praças de pedágios que isolaram bairros de Mandirituba e Rio Negro, onde os moradores para poderem ir ao mercado, irem ao trabalho e escola, tem que pagar pedágio.
    É um crápula irresponsável!

  9. Karla
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 15:26 hs

    Gente, o Paulo Bernardo é realmente um cara de trabalho e força política. O Requião com inveja, fica aí tentando jogar luz a coisas sem fundamento. Já ficou comprovado que as palavras de Requião são bobagens eleitoreiras. Tanto é que ele não quer levar isso adiante na Justiça. Era só pra fazer confusão.

  10. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 16:27 hs

    Tem gente pensando que O POVO AINDA É O MESMO DE ANTIGAMENTE!
    Vão dar com os burros na água!
    E a manchete de hoje em todos os jornais não deveria ser:
    MENSALÃO DO PSDB/DEM FINALMENTE VEM A PÚBLICA – COM FIZERAM COM O PT?!

  11. romildo
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 16:58 hs

    muito boa a análise só vi pontos positivos no tal programa criticado pelos americanos , espero que seja implantado logo no Brasil , todos os itens são positivos para o povão.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*